A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Regulação do mercado de valores mobiliários conceito de valor mobiliário O que é valor mobiliário?O que é valor mobiliário?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Regulação do mercado de valores mobiliários conceito de valor mobiliário O que é valor mobiliário?O que é valor mobiliário?"— Transcrição da apresentação:

1 regulação do mercado de valores mobiliários conceito de valor mobiliário O que é valor mobiliário?O que é valor mobiliário?

2 conceito de valor mobiliário Art. 2 o São valores mobiliários sujeitos ao regime desta Lei: I - as ações, debêntures e bônus de subscrição; II - os cupons, direitos, recibos de subscrição e certificados de desdobramento relativos aos valores mobiliários referidos no inciso II; III - os certificados de depósito de valores mobiliários; IV - as cédulas de debêntures; V - as cotas de fundos de investimento em valores mobiliários ou de clubes de investimento em quaisquer ativos; VI - as notas comerciais; VII - os contratos futuros, de opções e outros derivativos, cujos ativos subjacentes sejam valores mobiliários; VIII - outros contratos derivativos, independentemente dos ativos subjacentes; e

3 conceito de valor mobiliário Art. 2 o São valores mobiliários sujeitos ao regime desta Lei: outros contratos derivativos, independentemente dos ativos subjacentes; e IX - quando ofertados publicamente, quaisquer outros títulos ou contratos de investimento coletivo, que gerem direito de participação, de parceria ou de remuneração, inclusive resultante de prestação de serviços, cujos rendimentos advêm do esforço do empreendedor ou de terceiros. Com o que se parece esse dispositivo? Com o que se parece esse dispositivo?

4 conceito de valor mobiliário A definição de valores mobiliários no Brasil é taxativa ou conceitual? A definição de valores mobiliários no Brasil é taxativa ou conceitual?

5 conceito de valor mobiliário Por que o § 1 o foi incluído no art. 2º? Por que o § 1 o foi incluído no art. 2º? § 1 o Excluem-se do regime desta Lei: I - os títulos da dívida pública federal, estadual ou municipal; II - os títulos cambiais de responsabilidade de instituição financeira, exceto as debêntures.

6 conceito de valor mobiliário Quais as conseqüências da inclusão do § 2 o ? Quais as conseqüências da inclusão do § 2 o ? § 2 o Os emissores dos valores mobiliários referidos neste artigo, bem como seus administradores e controladores, sujeitam-se à disciplina prevista nesta Lei, para as companhias abertas.

7 conceito de valor mobiliário Quais as conseqüências da inclusão do § 3 o ? Quais as conseqüências da inclusão do § 3 o ? § 3 o Compete à Comissão de Valores Mobiliários expedir normas para a execução do disposto neste artigo, podendo: I - exigir que os emissores se constituam sob a forma de sociedade anônima; II - exigir que as demonstrações financeiras dos emissores, ou que as informações sobre o empreendimento ou projeto, sejam auditadas por auditor independente nela registrado; III - dispensar, na distribuição pública dos valores mobiliários referidos neste artigo, a participação de sociedade integrante do sistema previsto no art. 15 desta Lei; IV - estabelecer padrões de cláusulas e condições que devam ser adotadas nos títulos ou contratos de investimento, destinados à negociação em bolsa ou balcão, organizado ou não, e recusar a admissão ao mercado da emissão que não satisfaça a esses padrões.

8 Como a CVM interpreta a atual definição de valores mobiliários?

9 conceito de valor mobiliário Processo CVM nº RJ2007/ Processo CVM nº RJ2007/ Quais são os fatos? Quais são os fatos? Qual o paralelo que o voto faz? Qual o paralelo que o voto faz? Por que que os CCB podem ser considerados valores mobiliários? Por que que os CCB podem ser considerados valores mobiliários? O que o voto afirma ser irrelevante para a conceituação de CCB como valor mobiliário? O que o voto afirma ser irrelevante para a conceituação de CCB como valor mobiliário? Quando um CCB será um valor mobiliário? Quando um CCB será um valor mobiliário?

10 conceito de valor mobiliário Como é a definição de valores mobiliários no direito brasileiro? Como é a definição de valores mobiliários no direito brasileiro? Taxativa + tipo aberto Taxativa + tipo aberto Como é esse tipo aberto? Para que ele serve? Como é esse tipo aberto? Para que ele serve? Importante lembrar - instrumentalidade Importante lembrar - instrumentalidade

11 conceito de valor mobiliário O que há em comum entre as definições de valores mobiliários nos EUA, EU e Brasil? O que há em comum entre as definições de valores mobiliários nos EUA, EU e Brasil? Essas definições convergem? Essas definições convergem?

12 O que é necessário para que um título ou contrato de investimento se torne um valor mobiliário? Oferta pública! Oferta pública! O que é oferta pública? O que é oferta pública?

13 oferta pública § 3º - Caracterizam a emissão pública: I - a utilização de listas ou boletins de venda ou subscrição, folhetos, prospectos ou anúncios destinados ao público; I - a utilização de listas ou boletins de venda ou subscrição, folhetos, prospectos ou anúncios destinados ao público; II - a procura de subscritores ou adquirentes para os títulos por meio de empregados, agentes ou corretores; III - a negociação feita em loja, escritório ou estabelecimento aberto ao público, ou com a utilização dos serviços públicos de comunicação.

14 oferta pública § 4º - A emissão pública só poderá ser colocada no mercado através do sistema previsto no Art. 15, podendo a Comissão exigir a participação de instituição financeira.

15 oferta pública § 5º - Compete à Comissão expedir normas para a execução do disposto neste artigo, podendo: I - definir outras situações que configurem emissão pública, para fins de registro, assim como os casos em que este poderá ser dispensado, tendo em vista o interesse do público investidor; II - fixar o procedimento do registro e especificar as informações que devam instruir o seu pedido, inclusive sobre: a) a companhia emissora, os empreendimentos ou atividades que explora ou pretende explorar, sua situação econômica e financeira, administração e principais acionistas; b) as características da emissão e a aplicação a ser dada aos recursos dela provenientes; c) o vendedor dos valores mobiliários, se for o caso; d) os participantes na distribuição, sua remuneração e seu relacionamento com a companhia emissora ou com o vendedor.

16 oferta pública § 6º - A Comissão poderá subordinar o registro a capital mínimo da companhia emissora e a valor mínimo da emissão, bem como a que sejam divulgadas as informações que julgar necessárias para proteger os interesses do público investidor. A CVM exige? § 7º - O pedido de registro será acompanhado dos prospectos e outros documentos quaisquer a serem publicados ou distribuídos, para oferta, anúncio ou promoção do lançamento. O que é esse tal de prospecto? Qual é a sua importância? – RJ2001/7686

17 oferta pública § 3º - Caracterizam a emissão pública: I - a utilização de listas ou boletins de venda ou subscrição, folhetos, prospectos ou anúncios destinados ao público; I - a utilização de listas ou boletins de venda ou subscrição, folhetos, prospectos ou anúncios destinados ao público; o que significa isso? qualquer material escrito configura? II - a procura de subscritores ou adquirentes para os títulos por meio de empregados, agentes ou corretores; o que significa isso? qualquer material escrito configura? III - a negociação feita em loja, escritório ou estabelecimento aberto ao público, ou com a utilização dos serviços públicos de comunicação.

18 oferta pública Art. 19. Nenhuma emissão pública de valores mobiliários será distribuída no mercado sem prévio registro na Comissão. § 1º - São atos de distribuição, sujeitos à norma deste artigo, a venda, promessa de venda, oferta à venda ou subscrição, assim como a aceitação de pedido de venda ou subscrição de valores mobiliários, quando os pratiquem a companhia emissora, seus fundadores ou as pessoas a ela equiparadas.

19 oferta pública § 2º - Equiparam-se à companhia emissora para os fins deste artigo: I - o seu acionista controlador e as pessoas por ela controladas; I - o seu acionista controlador e as pessoas por ela controladas; II - o coobrigado nos títulos; III - as instituições financeiras e demais sociedades a que se refere o Art. 15, inciso I; IV - quem quer que tenha subscrito valores da emissão, ou os tenha adquirido à companhia emissora, com o fim de os colocar no mercado. O que isso significa? Quem pode fazer oferta pública?

20 oferta pública Como as coisas funcionam na prática? Como as coisas funcionam na prática? A empresa precisa de dinheiro.... A empresa precisa de dinheiro.... Pegar um empréstimo ou buscar recursos no mercado? Pegar um empréstimo ou buscar recursos no mercado? Custo de capital! Custo de capital! Emitir capital ou emitir dívida? Emitir capital ou emitir dívida?

21 oferta pública Para quais investidores? Para quais investidores? Em qual mercado? Em qual mercado? Como distribuir? Como distribuir? Tomadas essas decisões: Tomadas essas decisões: Contratação de intermediários (obrigatória) Contratação de intermediários (obrigatória) Art § 4º - A emissão pública só poderá ser colocada no mercado através do sistema previsto no Art. 15, podendo a Comissão exigir a participação de instituição financeira. Contrata um escritório de advocacia (é aí que você entra) Contrata um escritório de advocacia (é aí que você entra)

22 oferta pública O que os advogados fazem? O que os advogados fazem? Escrevem o prospecto Escrevem o prospecto Como? Como? Revêem os contratos com os intermediários Revêem os contratos com os intermediários Quais são esses contratos? Quais são esses contratos? Auxiliam a empresa no processo de registro junto a CVM Auxiliam a empresa no processo de registro junto a CVM O que o intermediário faz? O que o intermediário faz?

23 oferta pública Isso é quando a empresa faz tudo certo.... Isso é quando a empresa faz tudo certo.... E quando a empresa faz as coisas erradas, o que ocorre? E quando a empresa faz as coisas erradas, o que ocorre?

24 oferta pública CVM RJ2003/12818/ RJ2001/7686 CVM RJ2003/12818/ RJ2001/7686 Qual era a atividade da Bawman Agropecuária? Qual era a atividade da Bawman Agropecuária? Todos os casos desse tipo começam como? Todos os casos desse tipo começam como? Stop order (deliberação) Stop order (deliberação) Qual o conteúdo dessa stop order? Qual o conteúdo dessa stop order? Que tipo de material foi usado pela Bawman? Que tipo de material foi usado pela Bawman? Exame meu dinheiro Exame meu dinheiro Como era a operação? Como era a operação? Quais eram as irregularidades? Quais eram as irregularidades?

25 oferta pública CVM RJ2003/12818 CVM RJ2003/12818 A Bawman tinha registro de companhia aberta? A Bawman tinha registro de companhia aberta? A Bawman usou um intermediário? A Bawman usou um intermediário? A Bawman registrou a oferta? A Bawman registrou a oferta? Qual foi a outra coisa grave que a Qual foi a outra coisa grave que a Bawman fez? Promessa de rentabilidade Promessa de rentabilidade Por que não se pode prometer responsabilidade? Por que não se pode prometer responsabilidade?

26 oferta pública CVM RJ2003/12818 CVM RJ2003/12818 Aspectos interessantes: Aspectos interessantes: Qual critério o voto usa para qualificar o material como publicitário? Qual critério o voto usa para qualificar o material como publicitário?


Carregar ppt "Regulação do mercado de valores mobiliários conceito de valor mobiliário O que é valor mobiliário?O que é valor mobiliário?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google