A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REFLEXÕES SARESP/2012 DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO MOGI DAS CRUZES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REFLEXÕES SARESP/2012 DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO MOGI DAS CRUZES."— Transcrição da apresentação:

1 REFLEXÕES SARESP/2012 DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO MOGI DAS CRUZES

2 Coordenar a organização pedagógica de uma escola implica que a equipe escolar tenha clareza de qual é a função social da educação básica. O grande desafio é melhorar a qualidade da escola pública paulista. INTRODUÇÃO

3 Nesta perspectiva, urge pensar na posição onde as escolas se encontram analisando seus resultados bimestrais, avaliações externas como a avaliação diagnóstica/avaliação em processo, o Saresp, e propor ações que colaborem para a melhoria dessa realidade.

4 Ações, estas, que possam ser executáveis, de imediato, para que as dificuldades sejam minimizadas/sanadas e a aprendizagem ocorra de fato. Mas, afinal, por que e como utilizar os resultados de avaliações externas como o Saresp e/ou da Avaliação diagnóstica/em processo para melhorar/potencializar a aprendizagem dos alunos?

5 Para: saber em que direção caminha a Educação Básica paulista; verificar se houve evolução em relação às avaliações dos últimos anos; localizar as evidências de melhoria e as fragilidades do ensino;

6 buscar os aspectos diferenciais, os modelos bem sucedidos e, sobretudo, as diferenças entre o desejado e o alcançado; verificação de que competências e habilidades, entre as propostas para cada etapa de ensino-aprendizagem escolar, encontram-se em efetivo desenvolvimento entre os alunos; subsidiar a gestão educacional, os programas de formação continuada do magistério; o planejamento escolar e o estabelecimento de metas para o projeto de cada escola.

7 Coletar e sistematizar dados; produzir informações sobre o desempenho dos alunos ao término das 2ªs, 4ªs, 6ªs e 8ªs séries (ou 3ºs, 5ºs, 7ºs, 9ºs anos do E.F, bem como da 3ª série do E.M.; a partir de 95 desempenho dos alunos é medido pela escala métrica do SAEB - escala de proficiência – saresp.fde.sp.gov.br2010PdfRelatRelatório_Pedagógico_Matemática_201 0.pdf - Google Chrome.jpgsaresp.fde.sp.gov.br2010PdfRelatRelatório_Pedagógico_Cênc ias_2010.pdf - Google Chrome.jpg saresp.fde.sp.gov.br2010PdfRelatRelatório_Pedagógico_Matemática_201 0.pdf - Google Chrome.jpgsaresp.fde.sp.gov.br2010PdfRelatRelatório_Pedagógico_Cênc ias_2010.pdf - Google Chrome.jpg os números que definem os pontos da escala de proficiência é arbitrária e construída a partir dos resultados da aplicação do TRI (teoria de resposta ao item). Clique aqui 1.docClique aqui 1.doc METODOLOGIA DO SARESP


Carregar ppt "REFLEXÕES SARESP/2012 DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO MOGI DAS CRUZES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google