A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Decio Michellis Jr. Impactos Ambientais e Tarifários Decorrentes da Redução dos Reservatórios nas Novas Hidroelétricas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Decio Michellis Jr. Impactos Ambientais e Tarifários Decorrentes da Redução dos Reservatórios nas Novas Hidroelétricas."— Transcrição da apresentação:

1 Decio Michellis Jr. Impactos Ambientais e Tarifários Decorrentes da Redução dos Reservatórios nas Novas Hidroelétricas

2 Na área ambiental, o quilowatt mais eficiente é o que não consumimos

3 MW

4 Interferências Socioambientais

5 Menores (???) impactos esperados pela redução dos reservatórios das UHEs sobre: 1.Supressão de cobertura vegetal nativa (fragmentação de habitat, perda de conectividade, redução de riqueza de espécies da flora e fauna nativa, endêmicas, raras, vulneráveis ou ameaçadas de extinção 2.Áreas especialmente protegidas (APPs, UCs, corredores ecológicos, cavernas, patrimônio histórico, RLs e AIs) 3.Desaparecimento de atributos naturais (cachoeiras, corredeiras, paredões, ilhas, morros, etc.) 4.População relocada involuntariamente 5.Infra-estrutura a ser inundada 6.Atividades econômicas

6 fonte: ONS

7 Perda de Regularização dos Reservatórios

8 Mutilação da Reservação Drástica redução da capacidade de armazenamento dos reservatórios das novas hidrelétricas que foram obrigadas, por pressões de ONGs, a diminuir as áreas de inundações Década 70 - capacidade para gerar energia mesmo com uma estiagem de 20 meses. 2003, a capacidade de enfrentar secas já havia diminuído para cerca de 5,8 meses Novas hidrelétricas projetadas só podem acumular em média 2 meses de chuvas. Redução de área inundada sem redução da potência a ser instalada. Necessidade de construção usinas adicionais – hidrelétricas ou térmicas – custos mais altos, tarifas ainda mais elevadas E MENOR EFEICIÊNCIA AMBIENTAL GLOBAL com aumento da carbonização da matriz elétrica (UTE´s a óleo combustível), o que torna a economia mais frágil e instável pelo risco de racionamentos.

9 O paradoxo das mudanças climáticas 1.As previsões para as consequências das mudanças climáticas são catastróficas para os RHs, com aumento do intemperismo e ocorrências de eventos críticos: tempestades severas, secas, enchentes, chuvas de maior intensidade, ainda que o volume de chuvas não deva aumentar ao longo do ano, aumento da desertificação e restrição de acesso à água potável, condições precárias de vida que resultarão em migrações e refugiados ambientais 2.O hedge seria a reservação (para amortecer frentes de cheia e estocagem para as secas) cada vez mais mutilada... 1.As previsões para as consequências das mudanças climáticas são catastróficas para os RHs, com aumento do intemperismo e ocorrências de eventos críticos: tempestades severas, secas, enchentes, chuvas de maior intensidade, ainda que o volume de chuvas não deva aumentar ao longo do ano, aumento da desertificação e restrição de acesso à água potável, condições precárias de vida que resultarão em migrações e refugiados ambientais 2.O hedge seria a reservação (para amortecer frentes de cheia e estocagem para as secas) cada vez mais mutilada...

10 Destroem a vantagem comparativa das usinas hidro; Mais um freio à competitividade da cadeia produtiva nacional e do desenvolvimento autosustentado; Paralisantes de investimentos e inflacionários; Drenos da renda que erodem o poder aquisitivo dos agentes econômicos, mormente da população. O equilibrio do mercado interno de energia se dará contratando majoritariamente usinas térmicas convencionais mais caras carbonizando a matriz elétrica Expulsa do Brasil consumidores industriais, investimentos e empregos. Promoverá futuras exportações de empregos e importações de insumos intermediários (não ferrosos, aço, celulose, químicos e petroquímicos, abrasivos, refratários, fertilizantes e capazes de hoje assumir a inserção do Brasil numa era pós-industrial) Esterelização dos Potenciais Hidrelétricos

11 Outras restrições hidráulicas na operação de reservatórios 1.Não existem regras específicas para sua definição; 2.É definida no caso concreto, caso a caso. 1.Não existem regras específicas para sua definição; 2.É definida no caso concreto, caso a caso.

12

13 Impactos Econômicos Diretos 1.Perda de receita que gera uma perda adicional de rentabilidade e déficit operacional de caixa exigindo maior aporte de capital próprio para fazer frente ao serviço da dívida a serem financiados por empréstimos de curto prazo. 2.O tempo de retorno sobre o capital dos investidores é dilatado decorrente do atraso de entrada em operação 3.Indisponibilidade da energia contratada e sobrecusto de recontratação de fornecimento da energia não produzida; 4.Os investidores podem incorrer em rentabilidade abaixo do seu custo de capital.

14 Impactos Econômicos Diretos 5.Os empreendedores interessados em participar da expansão da infra- estrutura serão obrigados a aumentar sua remuneração (spread de risco) para fazer frente ao acréscimo de risco devido às restrições impostas, podendo causar o efeito inverso àquele vinculado por força de lei ao agente regulatório, qual seja, a busca de modicidade tarifária.

15 Impactos incrementais de substituição

16

17

18 Custo explícito do déficit (racionamento) - impacto na economia nacional: até R$ 5.380,48/MWh

19

20 As melhores opções de geração 1.O aproveitamento do potencial hidrelétrico ainda disponível 2.Fontes complementares ou alternativas calcada sem soluções técnicas e economicamente viáveis, com metas plausíveis e eficazes 3.O desenvolvimento de uma nova geração de reatores de fissão nuclear intrinsecamente seguros (inclusive reatores regeneradores capazes de "reciclar" grande parte do combustível usado) 4.Interligação de redes de energia continentais, para ampliar tanto a eficiência como a segurança energética. 5.O carvão, o petróleo e o gás natural continuarão sendo fontes de desenvolvimento por um longo tempo ainda 6.Nenhuma fonte pode ser desprezada.

21 Decio Michellis Jr. Fone: (11)


Carregar ppt "Decio Michellis Jr. Impactos Ambientais e Tarifários Decorrentes da Redução dos Reservatórios nas Novas Hidroelétricas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google