A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

15/08/2005 Proposta de Comunicação Um processo alavancador.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "15/08/2005 Proposta de Comunicação Um processo alavancador."— Transcrição da apresentação:

1 15/08/2005 Proposta de Comunicação Um processo alavancador

2 15/08/2005 Introdução Sistematizar a Comunicação como um processo alavancador dos movimentos e expressões do Espírito Santo em Ação. Para uma alavancagem eficaz é absolutamente necessária a aderência deste processo aos movimentos diversos do Espírito Santo em Ação. A funcionalidade desta aderência demanda a existência de um modelo operacional que agregue agilidade de forma a que se explore as oportunidades e necessidades. Esta apresentação contém uma proposta que visa consolidar o entendimento das diretrizes do Espírito Santo em Ação para estabelecer um modelo operacional.

3 15/08/2005 Espírito Santo em Ação: referências e características Definições

4 15/08/2005 Espírito Santo em Ação PRINCÍPIOS, COMPROMISSOS E VALORES Ética e Democracia Pluralismo Político e Ideológico Desenvolvimento Sustentável Educação e Construção da Consciência Cidadã Constituem os fundamentos para o engajamento de pessoas, empresas e instituições, num trabalho de construção das condições para que o Estado do Espírito Santo se desenvolva de forma sustentável, mais justa e num ambiente democrático. MISSÃO Mobilizar a classe empresarial do ES a contribuir na forma ç ão de uma sociedade melhor e mais justa

5 15/08/2005 Estratégias de ação Ser uma referência vivencial e de divulgação dos valores e pensamento empresarial proposto baseado nos conceitos do desenvolvimento sustentável; Ser um agente de mudança social através de propostas inovadoras e progressistas que agreguem valor a sociedade local; Propor planejamento e executar ações mobilizadoras através de sua organização segundo arranjos produtivos (existentes ou a existir); Executar as ações unindo e convergindo com outros atores sociais de modo a somar-se sinergias e forças em prol do bem e propósitos comuns; Estar em estado de vigilância e participação efetiva na dinâmica dos fatos sociais; Inserir-se e posicionar-se nos acontecimentos e movimentos sociais de modo a expressar de forma qualificada as contribuições da classe empresarial; A forma de atuar dos seus membros pode ser expresso como voluntariado social/político; Atuar como interlocutor junto aos poderes constituídos.

6 15/08/2005 Principais linhas de atividades Suportar e apoiar as ações de desenvolvimento empresarial do poder executivo; Participar de forma pró-ativa na formação de um conjunto legislativo e regulatório que propicie o crescimento do ES; Promover diagnósticos e linhas de ação para a sociedade em geral que permitam mobilizações dos diversos setores; Desenvolver e propagar os conceitos de desenvolvimento sustentável no ES; Manifestar um posicionamento baseado em suas convicções frentes aos acontecimentos da dinâmica social; Empreender ações que alavanquem e orientem o crescimento dos conceitos empresariais no ES; Articular a união dos esforços sociais de desenvolvimento sustentável através da convergência de ações e propósitos; Promover o intercâmbio com organizações externas ao estado que possam resultar em ganhos para a sociedade local.

7 15/08/2005 Conceitos básicos do processo de comunicação do Espírito Santo em Ação

8 15/08/2005 Reforçar atributos da marca. Firmar-se como liderança moderna, referência da sociedade. Atuar como catalisador de interesses originários de setores empresariais. Interlocução qualificada junto aos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo e demais setores relacionados a governança pública e social. Objetivo Visão Ser reconhecido como referência do pensamento empresarial capixaba e agir como um importante catalisador de interesses originários de setores empresarias, através de ações positivas e pró-positivas, colocando-se como instância de representação qualificada do empresariado. Visão Ser reconhecido como referência do pensamento empresarial capixaba e agir como um importante catalisador de interesses originários de setores empresarias, através de ações positivas e pró-positivas, colocando-se como instância de representação qualificada do empresariado. A capacidade do Espírito Santo em Ação de empreender sua missão será tanto maior quanto for a sua estatura política

9 15/08/2005 Governança Pública Governança Corporativa Governança ONGs Governança social Espírito Santo em Ação Construir uma sociedade melhor e mais justa Como estar qualificado a nível de proposta e peso político para ter a capacidade de formular, articular e auxiliar no empreendimento da nossa missão?

10 15/08/2005 Meios Sociedade (Personalidade) Razões da Marca Modelo funcional & Recursos Estratégias

11 15/08/2005 Personalidade da marca Compromisso com a ética e responsabilidade social: pilar para a construção de uma sociedade mais democrática, justa e comprometida com a paz. Apartidário: acima das querelas políticas e ideológicas deverão estar as preocupações com o futuro das sociedades brasileira e capixaba. Desenvolvimento sustentável: construção de uma sociedade melhor para todos, superando desigualdades, e harmonizando com a preservação do meio ambiente, garantindo o uso moderado, racional e sustentável dos recursos naturais. Educação e Consciência Cidadã: convívio construtivo, num mundo cada vez mais globalizado. Moralização das Relações Público-Privadas: não contemporizar com a corrupção e o uso indevido do patrimônio público. Ética e transparência nas relações entre empresas e o governo.

12 15/08/2005 Ações de Comunicação Social Meios Articulistas Eventos Propaganda Assessoria Imprensa Prêmios Suporte a outras Instituições Espírito Santo em Ação Estratégia Concentrar em conceituar discussões sociais e não varejo / Abordagem nova / Novos públicos / Posição inovadora / Promover discussão com a sociedade

13 15/08/2005 Ações de Comunicação Social Apresentar atividades do Espírito Santo em Ação frente a seus objetivos, dividindo informações com as partes interessadas. Segmentar as informações por públicos: sociedade em geral, empresas mantenedoras, conselhos, rede ONGs, etc... Utilizar meios disponíveis: web, jornais, relatórios, etc...

14 15/08/2005 Site – Matérias jornalísticas. Fique por dentro – Informativo quinzenal, voltado para o público interno, que tem por objetivo nivelar com informações as ações pautadas nos comitês de apoio e conselhos. Circulação programada para os dias 5 e 20 de cada mês, por . Clipping Geral – Manchete das principais matérias da semana, com link para a íntegra das mesmas no site do Espírito Santo em Ação. Envio programado por , para as sextas-feiras, no período da tarde. Agende-se e Informe-se – sem periodicidade, por (Agendas, palestras, eventos importantes, etc). Ações de Comunicação Social Comunicação Interna

15 15/08/2005 Vídeos institucionais Contratar empresa para a produção de um vídeo institucional, que será utilizado como apoio às apresentações do Espírito Santo em Ação, nele deverá constar a filosofia da ONG. A data de entrega está prevista para o mês de outubro/05. Relatório anual Deverá evoluir para se tornar mais dinâmico. É importante que sejam ressaltados as estratégias, os objetivos e as metas já alcançadas pelo Espírito Santo em Ação Ações de Comunicação Social Instrumentos Propostos

16 15/08/2005 Qualificar os integrantes do Espírito Santo em Ação como fonte para matérias da sociedade. Inserção em pautas de interesse da personalidade da marca. Programas de televisão TV Gazeta Bom Dia Espírito Santo ES 1ª Edição ES 2ª Edição Jornal do Campo Globo Esporte ES Comunidade Estação Esporte Em Movimento Assessoria de Imprensa Fonte e Porta-voz Trabalhar principalmente os arranjos produtivos

17 15/08/2005 Programas de televisão TV Capixaba Café com Leite Esporte Capixaba Espaço Capixaba Shop Mix - Fechado Jornal Capixaba Country Ponto de Luz (religioso) Vitória em Cristo (religioso) Stop Car Programa Vem - Fechado Destaque - Fechado Missa da Ressurreição Fórmula Total Acontece Aqui TV Vitória Art et Décor Black Tie Fala Espírito Santo Gurmet Vip Jornal da TV Vitória Jornal Local Mundo do Campo Negócios de Sucesso Repórter Estado TV Moto Show Vitória Fashion Vivendo e Aprendendo Taís Venâncio Assessoria de Imprensa Fonte e Porta-voz

18 15/08/2005 Programas de televisão TV Tribuna Tribuna Notícias Desafios - Fechado Circulando - Fechado Tribuna na Estrada - Fechado TV Educativa Estúdio Oportunidades Espaço Dois Mercado de Trabalho Curta Vídeo Nosso Campo Rádios CBN Vitória Rádio Tropical - spot Canal Universitário TV Faesa TV UVV TV Ufes TV Assembléia Canal Ambiental ( 5 - Net) - verificar Assessoria de Imprensa Fonte e Porta-voz Utilizar apenas se estiver fora da permuta com a Faesa

19 15/08/2005 Levantamento de informações/Briefing; Elaboração e distribuição de releases para os veículos de comunicação do ES (capital e interior); Atendimento aos jornalistas; Organização de coletivas, quando for o caso; Planejamento e acompanhamento de entrevistas do coordenador/Comitê Deliberativo, ao seu pedido. Assessoria de Imprensa Atividades

20 15/08/2005 Reunião quinzenal para obter dados e informações que possam gerar pautas para veículos externos. Produção de clipping (de jornais impressos e on-line) eletrônico diário. Agendas para as permutas: TV Capixaba, TV Vitória e Rede Gazeta. Será elaborada uma agenda de entrevistados para os próximos três meses. Quando houver algum evento promovido pelo Espírito Santo em Ação, o mesmo poderá ser pauta da entrevista semanal da TV Capixaba. Os releases serão aprovados com a fonte e encaminhados ao secretário executivo. Porém, para serem distribuídos para a imprensa devem ser referendados, conforme hierarquia a seguir: Assessoria de imprensa Atividades

21 15/08/2005 Assessoria de imprensa Aprovação de release e fonte para entrevistas Assuntos relacionados à filosofia do Espírito Santo em Ação e posicionamentos da instituição quanto a questões diversas: Diretor Coordenador – Ernesto Mosaner Junior Diretor Sub-Coordenador – Walter Lídio Nunes Diretor Tesoureiro – Sérgio Rogério de Castro Coordenador do Comitê de Acompanhamento da Ação Política – João Gualberto Moreira Vasconcelos Coordenador do Comitê de Economia – Orlando Caliman Assuntos relacionados ao Conselhos Setoriais: Coordenador Sub-Coordenador

22 15/08/2005 Articulistas do pensamento empresarial Agosto Ernesto Mosaner Sérgio Rogério de Castro Setembro Walter Lídio Nunes Orlando Caliman Outubro Marconi Viana Alexandre Theodoro Novembro Cariê Artur Gerhardt Dezembro Walter Cavalcanti Américo Buaiz Janeiro José Armando Pedro Burnier Agenda Os artigos devem ser enviados a AI, que encaminhará aos veículos de comunicação. O artigo deve ter sempre uma mensagem: A governança pública que se estabeleceu é fruto da escolha da população através do voto. Visão da ONG Governança Pública Logística Responsabilidade Social Arranjos Produtivos Democracia Compete Articulistas Periodicidade: Publicação de dois artigos mensais em A Gazeta. Os artigos devem focar aspectos que busquem o fortalecimento das instituições e principalmente da governança pública.

23 15/08/2005 Eventos Apoio a eventos próprios. Ex: IBC-Instituto Brasileiro de Competitividade; A organização do Estado. O Espírito Santo em Ação não apóia financeiramente nenhuma ação que não esteja promovendo. O apoio feito com a marca da instituição deve ser aprovado previamente pelo Conselho Deliberativo

24 15/08/2005 Prêmios Reconhecimento ao profissional do ano Premiar com placa e diploma alguns profissionais (no máximo 5), que contribuíram para o desenvolvimento sustentável do Estado, em 2005; Poderão ser indicados profissionais de diversas áreas, como: jornalistas, professores, empresários, entre outros; A entrega do prêmio será feita durante evento de confraternização, no fim deste ano, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à sociedade (Estado). Melhor Trabalho de Conclusão de Curso de Jornalismo; Excelência em Administração Municipal.

25 15/08/2005 Suporte a outras Instituições Conceituar suporte às instituições; Definir diretrizes para suporte a outras instituições; Concentrar na vigilância aos seus princípios, compromissos e valores. Propaganda Suporte aos projetos de comitês e conselhos Institucional Toda solicitação de apoio publicitário deve ser avaliado pelo Comitê de Comunicação e encaminhado para a provação do Comitê Deliberativo.

26 15/08/2005 Parcerias Consolidadas (Permuta) Rede Gazeta (CBN e Impresso); TV Capixaba – Entrevista semanal (Coordenador de Conselhos). TV Vitória – Entrevistas em programas determinados. O Informativo publicado mensalmente em A Gazeta foi suspenso temporariamente até definição do plano.

27 15/08/2005 Consultoria em comunicação Orientação em toda a ação que envolva comunicação com o público interno e externo: Jornal, revista, folder, cartilha, outdoor, banner e demais materiais. Orientação nos projetos de parceria com a comunidade (Responsabilidade Social) Sugerido que o Espírito Santo em Ação apóie, com a marca, projetos desenvolvidos pelas mantenedoras.

28 15/08/2005 Análise das Revistas Capixabas O Espírito Santo em Ação não investe recursos em propaganda, a não ser que sejam suporte aos projetos de Imagem que são desenvolvidos nos conselhos setoriais. A instituição pode contribuir com artigos. Todas as ações devem ser aprovadas pelo Conselho Deliberativo.

29 15/08/2005 Conclusão e próximos passos

30 15/08/2005 Conclusões Apresentada a proposta básica de entendimento da inserção do processo de comunicação dentro da dinâmica do Espírito Santo em Ação na busca da sua missão através das suas estratégias e linhas de ação traçadas, é preciso saber que: As entrevistas devem ser agendadas pela Assessoria de Imprensa. Nas reuniões de planejamento de ações do Espírito Santo em Ação, o comitê de Comunicação deve estar presente, como direcionador. O processo de comunicação, através dos seus diversos meios, só será eficaz se estiver alinhado com as estratégias da instituição. A Pauta 6 só poderá fazer o seu papel com eficiência se as demandas de alinhamento e funcionalidade estiverem atendidas. Neste sentido sugerimos os seguintes passos....

31 15/08/2005 Próximos passos Definir as diversas interfaces nos diversos assuntos para trabalhar o detalhamento do conceito e, após, sua operacionalidade Conselho Operacional - imediato Apresentar o Plano detalhado para aprovação final do Conselho de Operação Comitê de Comunicação – até 30/07 Reavaliação do processo de comunicação e seus resultados Comitê de Comunicação e Conselho de Operação - dezembro 2005

32 15/08/2005


Carregar ppt "15/08/2005 Proposta de Comunicação Um processo alavancador."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google