A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Glomeruloesclerose Diabética Alexandre Bittencourt Pedreira Disciplina de Nefrologia HCFMUSP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Glomeruloesclerose Diabética Alexandre Bittencourt Pedreira Disciplina de Nefrologia HCFMUSP."— Transcrição da apresentação:

1 Glomeruloesclerose Diabética Alexandre Bittencourt Pedreira Disciplina de Nefrologia HCFMUSP

2 Causas de Insuficiência Renal Brasil, 2000 (n = 1966) DIABETES COMO CAUSA DE IRC ~ 20%

3 NEFROPATIA DIABÉTICA omplicação tardia do diabetes mellitus, é a lesão mais comum dentre as glomerulopatias NEFROPATIA DIABÉTICA C omplicação tardia do diabetes mellitus, é a lesão mais comum dentre as glomerulopatias secundárias Proteinúria clínica > 500 mg ou Albuminúria maior que 300 mg/24h Retinopatia característica do DM Hipertensão e redução da filtração glomerular

4 Inicio do DM 5 10 15 20 anos HISTÓRIA NATURAL DA NEFROPATIA DIABÉTICA

5 Glomeruloesclerose diabética, forma nodular (lesão de Kimmelstiel-Wilson)

6 NEFROPATIA DIABÉTICA : MECANISMOS METABÓLICOS E HEMODINÂMICOS

7 Rudberg S, Diabetes Care, 1997 Espessura da membrana basal e hemoglobina glicosilada

8 Progressão da Nefropatia Diabética em DM tipo 1 e controles da pressão / glicemia Steno Diabetes Center, 2000

9 DCCT, NEJ Med, 1993 Tratamento do DM tipo 1 : efeitos sobre a proteinuria

10

11 NEFROPATIA DIABÉTICA Medidas de Prevenção Microalbuminuria anual (diabetes > 5 anos) Controle da Hiperglicemia Hipotensores (PA < 130 x 80 mmHg), como 1ª escolha : inibidores da angiotensina Ingestão proteica adequada - 0.8 g/kg/dia Controle de outros fatores de risco: lípides, obesidade, fumo, hiperuricemia, sedentarismo


Carregar ppt "Glomeruloesclerose Diabética Alexandre Bittencourt Pedreira Disciplina de Nefrologia HCFMUSP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google