A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GILSON CARVALHO 1 1. 2 2 3 3 ESTE TEXTO FOI PRODUZIDO POR GILSON CARVALHO MÉDICO PEDIATRA E DE SAÚDE PÚBLICA E ADOTA A POLÍTICA DO COPYLEFT PODENDO SER.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GILSON CARVALHO 1 1. 2 2 3 3 ESTE TEXTO FOI PRODUZIDO POR GILSON CARVALHO MÉDICO PEDIATRA E DE SAÚDE PÚBLICA E ADOTA A POLÍTICA DO COPYLEFT PODENDO SER."— Transcrição da apresentação:

1 GILSON CARVALHO 1 1

2 2 2

3 3 3 ESTE TEXTO FOI PRODUZIDO POR GILSON CARVALHO MÉDICO PEDIATRA E DE SAÚDE PÚBLICA E ADOTA A POLÍTICA DO COPYLEFT PODENDO SER USADO, REPRODUZIDO, MULTIPLICADO, POR QUALQUER MEIO, INDEPENDENTE DE AUTORIZAÇÃO DO AUTOR. TODO CONTATO,SUGESTÃO, OPINIÃO, CRÍTICA SERÁ SEMPRE BENVINDA GILSON CARVALHO - RUA SAUL VIEIRA 84 JARDIM DAS COLINAS - CEP São José dos Campos - SP TEL. 0 –XX MEUS ESCRITOS ESTÃO DISPONÍVEIS PARA BAIXAR NO SITE

4 GILSON CARVALHO 4 4 O OBJETIVO HUMANO: VIVER MAIS E MELHOR

5 GILSON CARVALHO 5 A CONQUISTA DO A CONQUISTA DO BEM-ESTAR / FELICIDADE HUMANA DEPENDE DE CADA UM DE NÓS DAS FAMÍLIAS DAS EMPRESAS DA SOCIEDADE DOS GOVERNOS

6 GILSON CARVALHO 6 OS GOVERNANTES TÊM UMA RESPONSABILIDADE MAIOR E ASSUMIDA OS GOVERNANTES TÊM UMA RESPONSABILIDADE MAIOR E ASSUMIDA DO FAZER, E BEM. VOLUNTARIAMENTE SE OFERECERAM E SE DISSERAM CAPAZES DE TRABALHAR PELO BEM COMUM

7 GILSON CARVALHO 7 POLÍTICA DE ESTADO: POLÍTICAS OBRIGATÓRIAS POR CONSTAREM NA CONSTITUIÇÃO E LEIS ESPECÍFICAS POLÍTICA DE GOVERNO: POLÍTICAS DE ESTADO CUMPRIDAS PELOS GOVERNOS E OUTRAS DE LIVRE ESCOLHA DOS GOVERNOS, AINDA QUE NÃO EXPLÍCITAS, ESPECIFICAMENTE

8 GILSON CARVALHO 8 A EQUIPE DE GOVERNO: O CHEFE: CHEFE DO EXECUTIVO A EQUIPE DIRIGENTE: NOMEADOS EM CONFIANÇA (DE CARREIRA OU NÃO) E DEMISSÍVEIS AD NUTUM OS TÉCNICOS DE CADA ÁREA (ATIVIDADES FIM E MEIO): TRABALHADORES PÚBLICOS EM CADA UMA DE SUAS FUNÇÕES

9 GILSON CARVALHO 9 9 GESTÃO PÚBLICA: LEGALIDADE IMPESSOALIDADE MORALIDADE PUBLICIDADE EFICIÊNCIA

10 GILSON CARVALHO 10 OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,37 1.LEGALIDADE 2.IMPESSOALIDADE 3.MORALIDADE 4.PUBLICIDADE 5.EFICIÊNCIA

11 GILSON CARVALHO 11 OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,37 1.LEGALIDADE AO SERVIDOR PÚBLICO SÓ É PERMITIDO FAZER O QUE A LEGISLAÇÃO MANDA (O CIDADÃO PODE FAZER TUDO QUE A LEI NÃO PROÍBA)

12 GILSON CARVALHO 12 1.LEGALIDADE LEVANTAR A LEGISLAÇÃO E DAR ACESSO: MEIO ELETRÔNICO, PAPEL... LER, ANALISAR, OUVIR OPINIÕES E EXPLICAÇÕES... NENHUM CIDADÃO PODE ALEGAR DESCONHECIMENTO DA LEGISLAÇÃO... MUITO MENOS O SERVIDOR PÚBLICO

13 GILSON CARVALHO 13 1.LEGALIDADE LEIS NACIONAIS: GERAIS: CF – LRF (LC ) ESPECÍFICAS: SAÚDE(8080,8142) EDUCAÇÃO (LDB), MEIO AMBIENTE, ESPORTE, SEGURANÇA ETC. LEIS ESTADUAIS: CF E ESPECÍFICAS LEIS MUNICIPAIS: LOM E ESPECÍFICAS

14 GILSON CARVALHO 14 OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,372.IMPESSOALIDADE A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NÃO PODE SER PERSONALISTA. QUEM DIRIGE NEM PODE SE PROMOVER E NEM PODE ADMINISTRAR SÓ PARA OS SEUS (FAMÍLIA, PARTIDO, GRUPO ETC)

15 GILSON CARVALHO 15 GILSON CARVALHO OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,372.IMPESSOALIDADE NENHUMA DIVULGAÇÃO RELACIONADA AO NOME DO PREFEITO, SECRETÁRIO ETC. ADMINISTRAÇÃO DA CIDADE DA CAMPANHA... CUIDADO RIGOROSO

16 GILSON CARVALHO 16 OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,37 3.MORALIDADE A MORAL É A ÉTICA ADEQUADA AO TEMPO E LUGAR... SÃO AS REGRAS DA CASA DO HOMEM L.BOFF MORALIDADE x ESTADO DE CORRUPÇÃO CONSENTIDA

17 GILSON CARVALHO 17 3.MORALIDADE MORALIDADE x CORRUPÇÃO CORRUPÇÃO É USAR ALGO COMUM (DE TODOS/ DE OUTROS) EM PROVEITO PRÓPRIO PEQUENOS E INOFENSIVOS ATOS COM O MESMO DOLO DOS GRANDES ATOS. USO DE CARRO, TELEFONE, PAPEL, MATERIAL DE ESCRITÓRIO, SERVIDORES PÚBLICOS TRABALHANDO NO PRIVADO EM PEQUENOS E GRANDES FAVORES; PROPINAS, LICITAÇÕES VICIADAS... PRESENTINHOS DE FORNECEDORES NÃO APENAS SER, MAS TAMBÉM PARECER

18 GILSON CARVALHO 18 OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,374.PUBLICIDADE O CARÁTER DA ADMINISTRAÇÃO É PÚBLICO: DE TODOS, ABERTO A TODOS, TRANSPARENTE, COM VISIBILIDADE NÃO TEM SEGREDOS

19 GILSON CARVALHO 19 OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,37 5.EFICIÊNCIA ATINGIR OBJETIVOS E RESULTADOS COM QUALIDADE E AO MENOR CUSTO

20 GILSON CARVALHO 20 OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,37 5.EFICIÊNCIA O GRANDE PECADO ATUAL DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: FICAMOS PARA TRÁS COMIDOS PELA INÉRCIA, PELA BUROCRACIA, PELA FALTA DE OBJETIVOS E METAS CONCRETOS

21 GILSON CARVALHO 21 GILSON CARVALHO OS CINCO PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: CF,37 5.EFICIÊNCIA PLANEJAR – EXECUTAR – AVALIAR – RETROALIMENTAR PLANEJAR – EXECUTAR – AVALIAR – RETROALIMENTAR GESTÃO DA INFORMAÇÃO COM INFORMATIZAÇÃO RADICAL (USO DA INTERNET PARA COMUNICAÇÃO INTERNA) GESTÃO DA INFORMAÇÃO COM INFORMATIZAÇÃO RADICAL (USO DA INTERNET PARA COMUNICAÇÃO INTERNA) COMPRAS: PREGÕES COMPRAS: PREGÕES ARMAZENAGEM-DISTRIBUIÇÃO ARMAZENAGEM-DISTRIBUIÇÃO GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO DE TRANSPORTE GESTÃO DE TRANSPORTE GESTÃO DE COMUNICAÇÃO (CANAL ABERTO DE INFORMAÇÃO COM O CIDADÃO) GESTÃO DE COMUNICAÇÃO (CANAL ABERTO DE INFORMAÇÃO COM O CIDADÃO) ETC. ETC.

22 GILSON CARVALHO GESTÃO PÚBLICA: LEGALIDADE IMPESSOALIDADE MORALIDADE PUBLICIDADE EFICIÊNCIA

23 GILSON CARVALHO 23 EXECUTIVO ESTRESSADO EXECUTIVO VAI AO PSIQUIATRA QUE DIAGNOSTICA STRESSE E PRESCREVE SAIR DA ROTINA, DESCANSAR E RELAXAR, DURANTE ALGUMAS SEMANAS. FOI PARA UMA FAZENDA, LEVOU LIVROS, CDS ETC. ANSIOSO,EM DOIS DIAS ACABOU TUDO. NADA MAIS TINHA A FAZER. FOI AO FAZENDEIRO ATRÁS DE ALGUMA ATIVIDADE. O FAZENDEIRO PEDIU-LHE QUE ESPALHASSE UMA GRANDE QUANTIDADE DE ESTERCO NA PLANTAÇÃO. PARA SURPRESA, EM POUCAS HORAS TINHA TERMINADO. O FAZENDEIRO SURPRESO DEU-LHE OUTRA TAREFA DESTA VEZ NA GRANJA. O EXECUTIVO TINHA QUE MATAR QUINHENTOS FRANGOS PARA UMA FESTA, NO VELHO ESTILO DE PASSAR A FACA NO PESCOÇO.. O EXECUTIVO ANSIOSO, EM DUAS HORAS, CUMPRIU A TAREFA. O FAZENDEIRO LEMBROU-SE DA COLHEITA DE LARANJAS E PEDIU-LHE QUE FOSSE AJUDAR A SEPARAR EM CESTOS AS PEQUENAS, MÉDIAS E GRANDES. PASSOU O DIA E O EXECUTIVO NÃO REGRESSOU. PREOCUPADO, O FAZENDEIRO FOI AO LARANJAL. VIU OS SACOS TOTALMENTE VAZIOS E O NOSSO EXECUTIVO, COM UMA LARANJA NA MÃO A FALAR SOZINHO: - ESTA É GRANDE. NÃO, É MÉDIA. OU SERÁ PEQUENA??? - ESTA É PEQUENA. NÃO, É GRANDE. OU SERÁ MÉDIA??? MORAL DA HISTÓRIA: ESPALHAR MERDA E CORTAR CABEÇAS É FÁCIL. O DIFÍCIL É TOMAR DECISÕES

24 GILSON CARVALHO DICAS GERENCIAIS: COLEGIADOS DE GESTÃO PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO OBJETIVOS E METAS RELATÓRIOS GERENCIAIS

25 GILSON CARVALHO 25 DICAS GERENCIAIS: COLEGIADOS DE GESTÃO: CENTRAL- SETORIAL-ÁREA PLANEJAMENTO ASCENDENTE E PARTICIPATIVO: PROBLEMAS-CAUSAS- SOLUÇÕES OBJETIVOS E METAS: QUE-QUEM- QUANDO-(COMO-ONDE) RELATÓRIOS GERENCIAIS SISTEMATIZADOS: ÁREAS-SETORES- GERAIS (MÚLTIPLAS UTILIDADES)

26 GILSON CARVALHO 26 DICAS GERENCIAIS: COLEGIADOS DE GESTÃO APRENDI A TRABALHAR COM CG EM 1969 – MEC-INEP-NIERHS FIZ EM TODOS OS LUGARES EM QUE FUI GESTOR E FOI MUITO ÚTIL É ESSENCIAL VER, JULGAR E AGIR COM A EQUIPE (1,2,3,4,5 ESCALÃO) AGENDA PAUTA RELATÓRIOS DE RESULTADOS ABORDAGEM DOS NOVOS TEMAS RELATÓRIO (VIDE DINÂMICA DE REUNIÃO)

27 GILSON CARVALHO 27 DICAS GERENCIAIS: DICAS GERENCIAIS: TÉCNICA REUNIÕES: FAZER AS REGRAS DO GRUPO (PODEM SER MUDADAS A QUALQUER MOMENTO, DESDE QUE COMBINADAS) PAUTA PRÉVIA: OBJETIVA, SUCINTA PREPARO DA REUNIÃO PELOS PARTICIPANTES: ESTUDAR O ASSUNTO HORA ABSOLUTAMENTE CERTA PARA COMEÇAR E SE POSSÍVEL (NA MAIORIA DAS VEZES É...) PARA TERMINAR SEGUIR A PAUTA INCLUSIVE NO ITEM INFORMES RÁPIDOS QUE PODEM SER DADOS POR TODOS (MEDIANTE REGRAS) VIGIAR TODO E QUALQUER DESVIO DE ROTA TODAS TAREFAS TÊM QUE TER: QUE, QUEM, QUANDO (O QUE SERÁ FEITO, QUEM É O RESPONSÁVEL E QUAL O PRAZO) ATA EXECUTIVA FEITA NA HORA, ASSINADA PELOS PRESENTES E DISTRIBUÍDA CÓPIA (CADA REUNIÃO COMEÇA PELA PRESTAÇÃO DE CONTAS DA REUNIÃO (ATA) ANTERIOR)

28 GILSON CARVALHO 28 GILSON CARVALHO DICAS GERENCIAIS: DICAS GERENCIAIS: TÉCNICA REUNIÕES: VIGIAR TODO E QUALQUER DESVIO DE ROTA TODO PARTICIPANTE DE GRUPO TEM SUAS QUALIDADES E POSSÍVEIS DEFEITOS (MUITOS CORRIGÍVEIS); TODO GRUPO TEM O SEU: APARECIDO, LOQUAZ, TONTO, DORMINHOCO, DESLIGADO, NERVOSO- STRESSADO, AGRESSIVO, PIADISTA, SACANA, PROLIXO, E ATÉ PREGUIÇOSOS CONTUMAZES... AH! TEM TAMBÉM Dr.TÔ-NEM-AÍ... Dr.SABE-TUDO E O DR.NADA-TENHO-A-VER-COM-ISTO

29 GILSON CARVALHO 29 DICAS GERENCIAIS: PLANEJAMENTO RÁPIDO ASCENDENTE: ONDE QUERO CHEGAR? ONDE ESTOU ? COMO VOU DE ONDE ESTOU PARA ONDE QUERO CHEGAR ? TRÊS QUESTÕES ESSENCIAIS: 1) PROBLEMAS 2) CAUSAS 3) PROPOSTAS DE SOLUÇÕES

30 GILSON CARVALHO 30 DICAS GERENCIAIS: OBJETIVOS E METAS LEI DOS 3 Qs O QUE? QUEM? QUANDO? LEI DOS CINCO Qs O QUE + QUEM + QUANDO COMO? ONDE?

31 GILSON CARVALHO 31 DICAS GERENCIAIS: OBJETIVOS E METAS (OPERAÇÕES=PROCESSOS) 3Qs=O QUE? QUEM? QUANDO? 5Qs=3+ONDE? COMO? O QUE? DESCREVER O QUE DEVE SER FEITO EM CADA SETOR, EM CADA ÁREA, EM CADA ATIVIDADE QUEM? QUEM É O RESPONSÁVEL? COM QUE OUTRAS PESSOAS? CADA UM TEM NOÇÃO DO QUE DEVE FAZER? QUANDO? QUAL O TEMPO DA ROTINA, QUAL O PRAZO DA EMERGÊNCIA? PERT-CPM ONDE? ONDE SERÁ APLICADO? COM QUE COMUNIDADE? COMO? COMO SERÁ FEITO – PROCESSO E INSUMOS

32 GILSON CARVALHO 32 DICAS GERENCIAIS: OBJETIVOS E METAS (DESCRIÇÃO DE OPERAÇÕES=PROCESSOS) CADA GERENTE, TÉCNICO, OPERADOR: DESCRIÇÃO DE SEUS PROCESSOS COM TODOS OS DETALHES CRONOGRAMA TEMPO-TAREFAS: MÊS TAL: É ÉPOCA DE FAZER ISTO OU AQUILO APRESENTAR AS SEGUINTES DOCUMENTAÇÕES FEDERAIS, ESTADUAIS, ETC DE PREPARAR IPTU, DE PREPARAR IPTU, DE INICIAR MATRÍCULAS, INCRIÇÕES ETC. ETC.

33 GILSON CARVALHO 33 DICAS GERENCIAIS: OBJETIVOS E METAS (OPERAÇÕES=PROCESSOS) MODELO TOYOTA DE GERENCIAMENTO UM EXEMPLO: REUNE TODO MUNDO ENVOLVIDO EM DETERMINADA OPERAÇÃO; E SE COLOCA A SEGUINTE PERGUNTA: VAMOS DESCOBRIR SETE MANEIRAS DE FAZER A MESMA OPERAÇÃO DE MANEIRA DIFERENTE RESULTADO ESPERADO: PODEM SER DESCOBERTOS NOVOS MODOS DE PRODUÇÃO ATÉ MESMO MELHORES DO QUE OS USADOS

34 GILSON CARVALHO 34 DICAS GERENCIAIS: RELATÓRIOS DE GESTÃO RELATÓRIOS PARA DENTRO E PARA FORA RELATÓRIOS COMPLETOS SEGUNDO AS REGRAS RESUMOS EXECUTIVOS PARA GERENCIAR

35 GILSON CARVALHO 35 DICAS GERENCIAIS: RELATÓRIOS DE GESTÃO DIFUSÃO DA INFORMAÇÃO PARA O CIDADÃO COM IMPESSOALIDADE: INTERNET – CADASTRO GERAL BOLETINS MENSAIS ENTIDADES COLETIVAS E PÚBLICAS: COMÉRCIO, INDÚSTRIA,IGREJAS,ESCOLAS, FACULDADES; ENTIDADES ORGANIZADAS: MOVIMENTOS, CLUBES, ASSOCIAÇÕES...

36 GILSON CARVALHO 36 DICAS GERENCIAIS: RELATÓRIOS DE GESTÃO A PASTA PRETA DO GESTOR TODOS DEVEM TER SUA PASTA PRETA EM PAPEL OU ELETRÔNICA (E A FOLHA RESUMO NA CARTEIRA): DADOS DO MUNICÍPIO (ESTADO-UNIÃO) DADOS DO MUNICÍPIO (ESTADO-UNIÃO) DADOS DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DADOS DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DADOS GERAIS DE CADA ÁREA DADOS GERAIS DE CADA ÁREA DADOS ESSENCIAIS DE SUA ÁREA DADOS ESSENCIAIS DE SUA ÁREA

37 GILSON CARVALHO 37 DICAS GERENCIAIS: FALAR MENOS, CRITICAR MENOS E AGIR MAIS: ÉPOCA DE PALANQUE ACABOU... CADA SEGUNDO PERDIDO NA CRÍTICA ESTÉRIL É MENOS AÇÃO PRODUTIVA BUSCAR O CAMINHO ENTRE SAIR DE PEDRA E PASSAR A SER VIDRAÇA DEPOIS, SER UMA VIDRAÇA QUE ENTENDE TUDO DE PEDRAS... E USA ISTO PARA SE PROTEGER OUVIR E RESPEITAR OS QUE FICARAM E CONTINUARÃO... SEMPRE TEM GENTE BOA ESPERANDO SER REVELADA PELA VALORIZAÇÃO DAR SINAIS CLAROS DO CAMINHO DA ADMINISTRAÇÃO (NÃO SER DÚBIO USANDO SINAIS CONTRÁRIOS)

38 GILSON CARVALHO GESTÃO DE PESSOAS AS ONDAS DO TP TRABALHO EM EQUIPE EMPONDERAMENTO EDUCAÇÃO PERMANENTE

39 GILSON CARVALHO 39 GESTÃO DE PESSOAS: AS VÁRIAS ONDAS HISTÓRICAS DO TRABALHO PÚBLICO

40 GILSON CARVALHO 40 PRIMEIRA ONDA DA GESTÃO DE PESSOAS NÃO PROFISSIONALIZAÇÃO DO TRABALHO PÚBLICO CLIENTELISMO FAVORECIMENTO NOMEAÇÃO SEM CONCURSO

41 GILSON CARVALHO 41 SEGUNDA ONDA DA GESTÃO DE PESSOAS: APRENDIZADO NO FAZER DIÁRIO PROFISSIONALIZAÇÃO REPETINDO CLASSES SOCIAIS SOBRE FUNÇÕES, POSIÇÕES E REMUNERAÇÃO

42 GILSON CARVALHO 42 TERCEIRA ONDA DA GESTÃO DE PESSOAS: PROFISSIONALIZAÇÃO SÓ DE ALGUMAS POSIÇÕES MAIS TÉCNICAS CONCURSOS PÚBLICOS SÓ ESPECÍFICOS: ADVOGADOS, FISCAIS, ESTATAIS

43 GILSON CARVALHO 43 QUARTA ONDA DA GESTÃO DE PESSOAS: PROFISSIONALIZAÇÃO CONCURSO PÚBLICO PARA FUNÇÕES PÚBLICAS PCCS-PLANO DE CARGOS, CARREIRA E SALÁRIOS PROMOÇÃO POR MÉRITO

44 GILSON CARVALHO 44 GESTÃO DE PESSOAS TRABALHO EM EQUIPE (TEAM WORK) CARACTERÍSTICA CENTRAL DO MODELO: É TRABALHO EM EQUIPE (NÃO DE GRUPO) HABILIDADES SE COMPLEMENTAM ENVOLVIMENTO PROGRESSIVO DAS PESSOAS RELAÇÃO QUE ASSUME E MULTIPLICA ATITUDES TRABALHO CONTINUADO-PERMANENTE

45 GILSON CARVALHO 45 DESAFIO: TRABALHO EM EQUIPE E NÃO SÓ DE EQUIPE NÃO À SOMATÓRIA DOS TRABALHOS INDIVIDUAIS (SOMA DE PARTES INDEPENDENTES) NÃO À GENEROSIDADE DE UMA PROFISSÃO PERMITIR QUE AS OUTRAS ATUEM (PROFISSÕES PERMISSIONÁRIAS)

46 GILSON CARVALHO 46 DESAFIO: TRABALHO EM EQUIPE E NÃO SÓ DE EQUIPE SIM À UNICIDADE DO TRABALHO INTEGRADO DE TODOS (INTRA E INTER-AÇÃO DE PARTES)

47 GILSON CARVALHO 47 DESAFIO: CHEFE OU LIDER? TODA ORGANIZAÇÃO TEM SUA HIERARQUIA ELEITA OU ESCOLHIDA PELO ELEITO OU ESCOLHIDO: DO SUPER AO MICRO CHEFE... COMO FAZER DE UM CHEFE UM LIDER DE EQUIPE? UM CHEFE IMPOSTO PODE VIRAR UMA LIDERANÇA CONQUISTADA? A DIFERENÇA ACONTECERÁ QUANDO O CHEFE FOR O LÍDER DE SEU TIME DE CHEFE A LÍDER

48 GILSON CARVALHO 48 EMPONDERAMENTO (EMPOWERMENT) CARACTERÍSTICA CENTRAL DO MODELO: DAR PODER ÀS PESSOAS PESSOAS EMPONDERADAS: CRIAM SOLUÇÕES; MUDAM PROCESSOS EM BUSCA DE MELHORES SOLUÇÕES AGEM COMO RESPONSÁVEIS PELO SUCESSO E FRACASSO

49 GILSON CARVALHO 49 DISTÚRBIOS DA GESTÃO DE PESSOAS: DESCUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO PRIVATIZAÇÃO DO PÚBLICO INCHAÇO DE CARGOS COMISSIONADOS AUSÊNCIA DE CONCURSOS PÚBLICOS AUSÊNCIA DE PCCS TERCEIRIZAÇÃO ILEGAL (LEGAL: ATIVIDADES MEIO ILEGAL: ATIVIDADES FIM)

50 GILSON CARVALHO 50 GESTÃO DE PESSOAS EDUCAÇÃO PERMANENTE INVESTIR NAS PESSOAS: ELAS QUE CRIAM, FAZEM, CONCRETIZAM AS POLÍTICAS... CURSOS: OPERACIONAIS, GRADUAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO MBA DE GESTÃO PARA OS NOVOS E OS PERMANENTES.

51 GILSON CARVALHO PAPÉIS E RELAÇÃO EXECUTIVO-LEGISLATIVO

52 GILSON CARVALHO 52 RELAÇÃO EXECUTIVO-LEGISLATIVO INDEPENDÊNCIA DOS PODERES NEM TIRANIA - NEM SUBSERVIÊNCIA EXECUTIVO: OBRIGATORIEDADE DE CUMPRIR PLANO E ORÇAMENTO VOTADO NO LEGISLATIVO LEGISLATIVO: APROVAR LEIS (O QUE FAZER DO PÚBLICO) E FISCALIZAR O QUE O EXECUTIVO FAZ

53 GILSON CARVALHO 53 RELAÇÃO EXECUTIVO-LEGISLATIVO DUAS RUPTURAS QUE PRECISAM DE MATURIDADE DO EXECUTIVO: TRATAR DIFERENTE SITUAÇÃO (PÃO DE LÓ E VINHO) E OPOSIÇÃO (PÃO E ÁGUA) FAZER DOS VEREADORES DA SITUAÇÃO DESPACHANTES DO CIDADÃO: CONSULTAS, REMÉDIOS, AMBULÂNCIAS, ENCAMINHAMENTOS, CESTAS BÁSICAS, BOLSA FAMÍLIA, VAGAS EM ESCOLAS, LIBERAÇÃO DE QUADRAS ETC. ETC. ISTO ALÉM DE ILEGAL É IMORAL

54 GILSON CARVALHO GOVERNO E CIDADANIA PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE CONSELHOS LEGAIS

55 GILSON CARVALHO 55 O MAIOR DESAFIO: O MAIOR DESAFIO: EFETIVAR A PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE, DO CIDADÃO GOVERNO & CONSELHOS E JAMAIS GOVERNO x CONSELHOS OS GOVERNOS NÃO DEVEM PERMITIR O FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS LEGAIS... SÃO OBRIGADOS A FAZER OS CONSELHOS FUNCIONAR

56 GILSON CARVALHO 56 O MAIOR DESAFIO: O MAIOR DESAFIO: OS GOVERNOS SÃO OBRIGADOS A FAZER OS CONSELHOS FUNCIONAR: LEVANTAR TODA LEGISLAÇÃO NACIONAL, ESTADUAL E MUNICIPAL SOBRE CADA CONSELHO E SEGUÍ-LA RIGOSOSAMENTE: LEI-DECRETO-REGIMENTO-ATAS COMPOSIÇÃO FUNÇÕES CARÁTER CONSULTIVO/DELIBERATIVO PUBLICIDADE DAS DECISÕES

57 GILSON CARVALHO 57 O MAIOR DESAFIO: O MAIOR DESAFIO: A ORGANIZAÇÃO, GRUPO, CORPORAÇÃO, MOVIMENTO, ASSOCIAÇÃO LIGADA AOS DIREITOS DOS CIDADÃOS QUE FOR ORGANIZADA E FORTE, QUE CUIDE DE UMA PARTE, UM PROGRAMA, UMA ÁREA, UMA PATOOLGIA TEM O DEVER DE DEFENDER O TUDO DE TODOS LUTANDO PARA QUE ESTE TODO SEJA SUFICIENTE E EFICIENTE EM QUALQUER DOS GOVERNOS

58 GILSON CARVALHO 58 GILSON CARVALHO 58 PLANO PRIMEIROS 100 DIAS DE GOVERNO

59 GILSON CARVALHO 59 DICAS PARA OS PRIMEIROS 100 DIAS O QUE NÃO FAZER: 1) 1) NÃO PRATICAR A POLÍTICA DE TERRA ARASSADA (NADA PRESTA); 2) 2) NÃO SE DECLARAR SALVADOR DA PÁTRIA E QUE AGORA SERÁ TUDO DIFERENTE (NUNCA NINGUÉM CONSEGUIU BEIRAR ESTA META!!!) 3) 3) NÃO DECLAMAR O DISCURSO DO ANTRO DE CORRUPÇÃO: A MAIORIA DOS ANTIGOS CONTINUARÁ COM VOCÊ E É HONESTA;

60 GILSON CARVALHO 60 DICAS PARA OS PRIMEIROS 100 DIAS: O QUE FAZER TEM-SE QUE FAZER ALGUMA COISA: NÃO SE ADMITE APENAS CRITICAS PARA QUEM DISSE NA DISPUTA QUE SABIA E QUERIA FAZER O A MAIS OU O DIFERENTE; TOMAR PROVIDÊNCIAS PRÁTICAS PARA RESOLVER PROBLEMAS EMERGENTES DOCUMENTAR FORMALMENTE O ESTADO DA CASA (BOAS-RUINS) PARA SERVIR DE PARADIGMA DE ENTRADA; PEDIR RELATÓRIOS DO QUE FAZEM AS PESSOAS: ROTINAS, INSTRUMENTOS, ESTADO ATUAL DO TRABALHO;

61 GILSON CARVALHO 61 DICAS PARA OS PRIMEIROS 100 DIAS: EXECUTAR AS AÇÕES EMERGENCIAIS JÁ DIAGNOSTICADAS EM CAMPANHA E NO PERÍODO DE TRANSIÇÃO; ESTAR EM ESTADO DE PLANEJAMENTO PERMANENTE ATUALIZANDO OS LEVANTAMENTOS RÁPIDOS COM SERVIDORES, SOCIEDADE, PARTIDOS: PROBLEMAS-CAUSAS-SOLUÇÕES

62 GILSON CARVALHO 62 DICAS PARA OS PRIMEIROS 100 DIAS: 1) VALORIZAR, ELOGIAR E MANTER O CERTO 2) IDENTIFICAR O ERRADO E CORRIGÍ-LO 3) PREPARAR-SE PARA OFERECER A MELHOR RESPOSTA AOS NOVOS DESAFIOS

63 GILSON CARVALHO 63 63


Carregar ppt "GILSON CARVALHO 1 1. 2 2 3 3 ESTE TEXTO FOI PRODUZIDO POR GILSON CARVALHO MÉDICO PEDIATRA E DE SAÚDE PÚBLICA E ADOTA A POLÍTICA DO COPYLEFT PODENDO SER."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google