A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seção 2 Por que estudar Psicologia? Aula 2 (continuação) 24/07/2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seção 2 Por que estudar Psicologia? Aula 2 (continuação) 24/07/2009."— Transcrição da apresentação:

1 Seção 2 Por que estudar Psicologia? Aula 2 (continuação) 24/07/2009

2 Seção 2 Revisando...  Mundo dos negócios cada vez mais complexo, competitivo e exigente dentro e fora da empresa;  Cada vez mais os gestores precisam de competência para lidar com questões interpessoais;  “Psicológico” não é apenas o que a pessoa faz... –mas a interação entre a ação humana (agir, sentir, pensar) e o mundo

3 Seção 2 O que é subjetividade?  “Espaço de encontro do indivíduo com o mundo social, resultando tanto em marcas singulares na formação do indivíduo...... quanto na construção de crenças e valores compartilhados na dimensão cultural que vão constituir a experiência histórica e coletiva dos grupos e populações.” (Wikipedia, 07/02/2006)  “Processos de sentido e significação que aparecem e se organizam... no sujeito... e nos diferentes espaços sociais que o sujeito atua.” (Rey, 2005) 3

4 Seção 2 O que é subjetividade?  Segundo Vergara (2001), subjetividade está relacionada com as noções de: –espaço interior, “voz interior”; –sentimentos, sensações do corpo; –experiência de vida única e individual de cada um; –sentidos, significados, valores individuais e coletivos, produzidos dentro de contextos históricos, políticos e sócio-culturais. 4

5 Seção 2  Imagem do campo

6 Seção 2 O que é subjetividade?  A subjetividade está presente nos indivíduos: –características únicas de nossa personalidade; –a forma como percebemos e interpretamos o mundo; –nossa racionalidade e irracionalidade; –nossos comportamentos no dia-a-dia: nosso estilo de vestir, falar e gesticular; –nossos estados emocionais; –etc. 6

7 Seção 2 O que é subjetividade?  A subjetividade está presente nas relações interpessoais, nos grupos e organizações: –comunicação verbal e não-verbal; –dimensão simbólica das organizações; –características e hábitos culturais; –relações de poder; –questões de gênero; –regras sociais implícitas; –relações com o corpo, o prazer, o sofrimento; –etc. 7

8 Seção 2  Além da interação imediata do homem com o mundo, compreender a dimensão psicológica implica no exame da história de vida do sujeito;  Suas preferências, gostos, desejos, medos, receios, etc. são produtos de sua história bio-psico-social.  A subjetividade é produto de nossa história de vida e implica nas interações que estabelecemos com o mundo. Interação homem x mundo e a subjetividade

9 Seção 2 Interação homem x mundo e a subjetividade  1º Exemplo: vovózinha http://www.youtube.com/watch?v=2ff7_IlWApM De que maneira se descreve melhor o comportamento da vovó: -“Vender o carro”? ou - “Enganar o cliente”? Por que a vovó engana o comprador?

10 Seção 2 Interação homem x mundo e a subjetividade  2º Exemplo: Compra da Baltimore Air Coil (Semler, 2002, p.42) Melhor proposta ganha? O que faz as pessoas tomarem decisões? Apenas os indicadores?

11 Seção 2 Interação homem x mundo e a subjetividade  3º Exemplo: O dia que a Vani pirou http://www.youtube.com/watch?v=pFaL3zN-ZVs Pirou? http://www.youtube.com/watch?v=uWkTyO4wktA O que fez Vani agir do modo como agiu? O que Rui achava que Vani estava fazendo? O que Bernardo achava que Vani estava fazendo? O que Maristela achava que Vani estava fazendo?

12 Seção 2 Interação homem x mundo e a subjetividade –Por que escolhemos um produto e não outro?

13 Seção 2 Por que uns preferem Jennifer Lopez, outros Angelina Jolie? Interação homem x mundo e a subjetividade

14 Seção 2 Por que algumas preferem Brad Pitt, outras Goerge Clooney? Interação homem x mundo e a subjetividade

15 Seção 2 Proposta: compreender a subjetividade nas organizações  Ampliar a compreensão das dimensões subjetivas das organizações.  “Renovar uma visão que não seja tão ortodoxamente reducionista do ser humano impõe aos gestores um esforço de integrar outros tipos de indivíduos, para além do homo economicus e racional.” (Chanlat, 1996) 15

16 Seção 2 Proposta: compreender a subjetividade nas organizações  Considerar a subjetividade das organizações implica: –dar mais atenção ao clima organizacional, às expectativas, desejos e motivações individuais; –perceber emoções e expressões não-verbais; –tentar entender as origens dos conflitos e resistências e sua importância para a gestão; –valorizar aspectos informais da organização; –pensar o prazer, a qualidade de vida e a saúde psíquica das pessoas no trabalho; –considerar questões éticas e a diversidade cultural; –humanizar as relações e processos de trabalho. 16

17 Seção 2 Proposta: compreender a subjetividade nas organizações  “O espaço de trabalho é um lugar no qual não só se buscam as condições econômicas para sobrevivência, mas também o prazer, a alegria, o contato com o outro e o poder.” (Vergara, 2001)  “É preciso estar atento a suas dimensões éticas e culturais, a suas dimensões subjetivas.” (Vergara, 2001) 17

18 Seção 2 Atividade em sala Em duplas, para entregar no final da aula: Descrevam uma situação em organizações que vocês já tenham vivenciado, estão vivenciando ou que já viram, em que a subjetividade é fator importante a ser considerado. Justifique a resposta.

19 Seção 2 Indicação de leitura  Textos: –Vergara, S., Branco, P. Empresa humanizada. RAE - Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v.41, n.2, p.20-30, abr./jun. 2001. Disponível em: http://www.rae.com.br/artigos/153.pdf http://www.rae.com.br/artigos/153.pdf  Perguntas orientadoras: –É possível conciliar desejos e interesses individuais e da sociedade com os objetivos organizacionais? –O que é uma empresa humanizada segundo a autora?


Carregar ppt "Seção 2 Por que estudar Psicologia? Aula 2 (continuação) 24/07/2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google