A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Elementos de Hardware e Software. Tendências: TV DIGITAL Disciplina: Introdução à Tecnologia da Informação e da Comunicação Alunos:Cyntia Marcelo Herondino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Elementos de Hardware e Software. Tendências: TV DIGITAL Disciplina: Introdução à Tecnologia da Informação e da Comunicação Alunos:Cyntia Marcelo Herondino."— Transcrição da apresentação:

1 Elementos de Hardware e Software. Tendências: TV DIGITAL Disciplina: Introdução à Tecnologia da Informação e da Comunicação Alunos:Cyntia Marcelo Herondino Cardoso Rafael Andrade

2 Estrutura da Apresentação Introdução Histórico Equipamentos Padrões Custo dos conversores Perspectivas de mercado Contrapartidas negociadas Aplicações

3 Introdução TV digital entre 525 e 625 pixels 1.920x pixels –Melhor resolução de imagem –Formato da Tela –Qualidade de Áudio –Flexibilidade de canais –Interatividade 4:3 Analógico 16:9 Widescreen Mono ou est é reo (at é 2 canais) 5.1 (6 canais) TV Analógica TV Digital –Transmissão: Terrestre, cabo, satélite e Internet

4 Histórico 1/2 Década de 70 – Primeiros estudos sobre HDTV no Japão. Não havia tecnologia necessária para transmissão no canal tradicional de 6 MHz; Década de 80 – Surge o primeiro sistema HDTV (Japão), operando a 27 MHz via satélite; Projeto Eureka na Europa. Simular ao Japonês; primeiras pesquisas no Estados Unidos. ATV – Advanced Television Service, precursor do TVD; 1993 – Consórcio DVB (Digital Video Broadcasting) versão preliminar do padrão Europeu;

5 Histórico 2/ – Também baseado no MPEG, surge nos EUA o padrão americano de TVD – Nasce a TVD; 1997 – Padrão Japonês, similar ao Europeu, via satélite; Brasil começa a testar os padrões de TVD; 2003 – Japão lança comercialmente serviços de TVD terrestre; Sistema Brasileiro de TV Digital - SBTVD

6 Capacidade do Sinal

7 Equipamentos

8

9 Padrões de Sistemas TV Digital Americano – ATSC Europeu - DVB Japonês - ISDB Características - Qualidade de imagem HDTV - Transmissão: Cabo, Terrestre - HDTV mais inferior - Transmissão: Satélite,Terrestre e Cabo - Interatividade - Mobilidade - HDTV, SDTV e LDTV simultâneos -Transmissão: Terrestre, - TV pelo celular gratuita Deficiências - Mobilidade - Impossibilidade SDTV e HDTV simultâneos - Freqüência 8 MHz - Transmissão para celular - telecons - Maior gasto baterias dos dispositivos móveis - Custo dos conversores Utilizado EUA,México, Canadá, Coréia do Sul Quase 70 Países, Austrália, Índia... Japão

10 Aplicações A TV, além dos programas de telenovelas, notícias e filmes, terá outras aplicações, tais como: – Acesso a Internet. – Contas de s. – Enviar SMS. – Transações bancárias. – Transações comerciais. – Serviços de Governo. – Serviços Educacionais. – Serviços de Saúde. – Interatividade com programas.

11 Serviço de Governo Informações de Imposto de Renda. Extrato de fundo de garantia. Acesso a notícia e informações de utilidade pública. Votação. Empregos online: – Bancos de Emprego – Cursos de atualização e treinamento profissional a distância.

12 Educação Alfabetização audiovisual permanente. Educação a distância. Letramento digital. Comunidade cidadã. Gestão escolar. Conteúdo interativo na TV é solução para educação.

13 Saúde Telemedicina – Agendar consultas. – Dicas de saúde. – Tele Home Care ou Tele Monitoramento de saúde. – Acesso ao prontuário do paciente. – Ações e estratégias no combate a doença. – Treinamento de agentes de saúde.

14 Interatividade com programas Acessar programas passados. Opinar sobre lances de uma partida de futebol. Comprar um produto após o seu anúncio. Participar de debates públicos. Dialogar com os produtores. Montar sua grade de programação.

15 Vantagens Aprimoramento da qualidade de imagem e som. Diminuição da sensibilidade de ruídos e interferências. Interatividade dos telespectadores. Diversidade da programação. Acesso rápido as informações.

16

17 Interesses envolvidos

18 Variáveis a considerar Custo dos conversores Perspectivas de mercado Contrapartidas negociadas Requisitos técnicos

19 Custo dos Conversores Japonês (ISDB) - R$ 276 a R$ 761 Europeu (DVB) – R$ 233 a R$ 662 Americano () - Não disponível Fonte: Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações

20 Panorama Mundial

21 Contrapartidas Japonês – US$ 2 bilhões p/ semicondutores Transferência de tecnologia Europeu – ? Americano - Não ofereceu

22 Interesses envolvidos Padrão Japonês

23 Interesses envolvidos Padrão Europeu


Carregar ppt "Elementos de Hardware e Software. Tendências: TV DIGITAL Disciplina: Introdução à Tecnologia da Informação e da Comunicação Alunos:Cyntia Marcelo Herondino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google