A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Psicomotricidade ROSANA FACHADA PSICOMOTRICIDADE CIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA QUE PROCURA ESTUDAR O HOMEM, O CORPO EM MOVIMENTO, E ATRAVÉS DISSO ENTENDER.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Psicomotricidade ROSANA FACHADA PSICOMOTRICIDADE CIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA QUE PROCURA ESTUDAR O HOMEM, O CORPO EM MOVIMENTO, E ATRAVÉS DISSO ENTENDER."— Transcrição da apresentação:

1

2 Psicomotricidade ROSANA FACHADA

3 PSICOMOTRICIDADE CIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA QUE PROCURA ESTUDAR O HOMEM, O CORPO EM MOVIMENTO, E ATRAVÉS DISSO ENTENDER AS RELAÇÕES QUE ELE FAZ CONSIGO MESMO E COM O MUNDO EXTERNO.

4 CAMPO DE ATUAÇÃO EDUCAÇÃO- Psicomotricidade Funcional Psicomotricidade Relacional REEDUCAÇÃO TERAPIA

5 VERTENTES DA PSICOMOTRICIDADE REEDUCAÇÃO PSICOMOTOR A TERAPIA PSICOMOTOR A PSICOMOTRIC IDADE FUNCIONAL PSICOMOTRIC IDADE RELACIONAL FINALIDADE REEDUCAÇÃO DAS FUNÇÕES PSICOMOTORAS TRATAR PATOLOGIAS: AFETIVAS, RELACIONAIS E COGNITIVAS SANAR PROBLEMAS MOTORES, MELHORAR AS APRENDIZAGENS COGNITIVAS E O COMPORTAMEN- TO DA CRIANÇA DESENVOLVER AS POTENCIALIDADES RELACIONAIS DA CRIANÇA UTILIZANDO A AÇÃO DO BRINCAR

6 ÁREA DE BASE BIOMÉDICA NEUROPSIQUIATRIA INFANTIL PSICANÁLISE PSICOPEDAGOGIA AUTORES DE BASE DUPRÉ WALLON ROGERS WALLON PIAGETWINNICOTT VIGOTSKY PRINCIPAIS AUTORES GUILMAIN DEFONTINE EMPINET E DARRAULT AJURRIAGUERR A LEVIN LE BOULCH PICQ E VAYER AUCOUTURIER LAPIERRE NEGRINE OBRAS E PUBLICAÇÕES MANUAL DE REEDUCAÇÃO PSICOMOTRIZ 1º., 2º. E 3º. ANO LA EDUCACION PSICOMOTRIZ COMO TERAPIA BRUNO A CLÍNICA PSICOMOTORA A EDUCAÇÃO PELO MOVIMENTO EDUCAÇÃO PSICOMOTORA E RETARDO MENTAL SIMBOLOGIA DO MOVIMENTO APREND E DESENV. INFANTIL VOLS 1,2 E 3.

7 Procedimentos didáticos REEDUCAÇÃO PSICOMOTORA TERAPIA PSICOMOTORA PSICOMOTRICIDADE FUNCIONAL PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL RELAÇÃO ADULTO/CRIANÇA COMANDO, NÃO INTERAGE ESCUTA, AJUDA, INTERAÇÃO E DISPONIBILIDADE CORPORAL COMANDO E DIREÇÃO, É O MODELO DA CRIANÇA AJUDA, ESCUTA, ESTÍMULO, INTERAÇÃO E INTERVENÇÃO COMPOSIÇÃO DOS GRUPOS GRUPOS PEQUENOS INDIVIDUAL GRUPOS DE UM MESMO NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO GRUPOS DE DIFERENTES NÍVEIS DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZAÇÃO E PROPOSIÇÃO DA PRÁTICA PROGRAMAS DE SESSÃO DE EXERCÍCIOS CONFORME A NECESSIDADE DA CRIANÇA ATIVIDADES EM QUE OBJETOS E O CORPO DO TERAPEUTA SE TORNEM O DEPÓSITO DAS EMOÇÕES DA CRIANÇA ATIVIDADES PRÉ- PROGRAMADAS, FAMÍLIAS DE EXERCÍCIOS RITUAL DE ENTRADA; ATIVIDADES LIVRES DE EXPRESSÃO, CONSTRUÇÃO E COMUNICAÇÃO; RITUAL DE SAÍDA DESENVOLVIMENTO DAS ROTINAS MÉTODO DIRETIVOMÉTODO NÃO DIRETIVO MÉTODO DIRETIVOMÉTODO NÃO DIRETIVO AVALIAÇÃO/ ACOMPANHAMENTO BATERIA DE TESTES QUE DETERMINAM O PERFIL PSICOMOTOR AVALIAÇÃO CONFORME A EVOLUÇÃO DA CRIANÇA CORREÇÃO DO ERRO, PADRÃO DE MOVIMENTO CERTO E ERRADO DESPERTAR DE ZONAS PROXIMAIS NA CRIANÇA POSTURA CORPORAL DIANTE DA CRIANÇA NÃO OCORRE CONTATO CORPORAL OCORRE CONTATO CORPORAL RARAMENTE OCORRE CONTATO CORPORAL OCORRE CONTATO CORPORAL

8 Procedimentos didáticos REEDUCAÇÃO PSICOMOTORA TERAPIA PSICOMOTORA PSICOMOTRICIDADE FUNCIONAL PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL RELAÇÃO ADULTO/CRIANÇA COMANDO, NÃO INTERAGE ESCUTA, AJUDA, INTERAÇÃO E DISPONIBILIDADE CORPORAL COMANDO E DIREÇÃO, É O MODELO DA CRIANÇA AJUDA, ESCUTA, ESTÍMULO, INTERAÇÃO E INTERVENÇÃO COMPOSIÇÃO DOS GRUPOS GRUPOS PEQUENOS INDIVIDUAL GRUPOS DE UM MESMO NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO GRUPOS DE DIFERENTES NÍVEIS DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZAÇÃO E PROPOSIÇÃO DA PRÁTICA PROGRAMAS DE SESSÃO DE EXERCÍCIOS CONFORME A NECESSIDADE DA CRIANÇA ATIVIDADES EM QUE OBJETOS E O CORPO DO TERAPEUTA SE TORNEM O DEPÓSITO DAS EMOÇÕES DA CRIANÇA ATIVIDADES PRÉ- PROGRAMADAS, FAMÍLIAS DE EXERCÍCIOS RITUAL DE ENTRADA; ATIVIDADES LIVRES DE EXPRESSÃO, CONSTRUÇÃO E COMUNICAÇÃO; RITUAL DE SAÍDA DESENVOLVIMENTO DAS ROTINAS MÉTODO DIRETIVOMÉTODO NÃO DIRETIVO MÉTODO DIRETIVOMÉTODO NÃO DIRETIVO AVALIAÇÃO/ ACOMPANHAMENTO BATERIA DE TESTES QUE DETERMINAM O PERFIL PSICOMOTOR AVALIAÇÃO CONFORME A EVOLUÇÃO DA CRIANÇA CORREÇÃO DO ERRO, PADRÃO DE MOVIMENTO CERTO E ERRADO DESPERTAR DE ZONAS PROXIMAIS NA CRIANÇA POSTURA CORPORAL DIANTE DA CRIANÇA NÃO OCORRE CONTATO CORPORAL OCORRE CONTATO CORPORAL RARAMENTE OCORRE CONTATO CORPORAL OCORRE CONTATO CORPORAL

9

10 Psicomotricidade Alterações na atividade neural Mudanças na comunicação neural Novas redes neurais Nova estrutura cerebral Novo modo de funcionamento.

11 Aparato Biológico; Meio Ambiente; Tarefas a serem realizadas. Emergência do Comportamento: Resultado dessa tríade sobre os circuitos neurais

12

13

14

15

16 conduta SL HIPOT SNSE E.Int. motivação emoção ativação Tálamo CC E.Ext.

17 SISTEMA PSICOMOTOR HUMANO TONICIDADE EQUILIBRAÇÃO LATERALIDADE NOÇÃO DO CORPO (somatognosia) ESTRUTURAÇÃO ESPAÇO - TEMPORAL PRAXIA GLOBAL PRAXIA FINA

18 TONICIDADE TONICICIDADE EM LÚRIA - Alerta e de Vigilância que exige a mobilização de uma certa energia essencial `a ativação dos sistemas seletivos de conexão, sem os quais nenhuma atividade mental pode ser processada mantida e organizada. Aquisições Neuromusculares, conforto Tátil e integração de padrões motores antigravídicos ( 0 aos 12 meses)

19 EQUILÍBRIO Para Lúria, só haverá a equilibração corporal se a manutenção cortical acompanhar o desenvolvimento da criança. Equilíbrio : É a capacidade de manter-se sobre uma base reduzida de sustentação do corpo, através de uma combinação adequada de ações musculares e sob a influência de forças externas. (Mello, 1980); As impressões : Labirínticas; Cinestésicas e as Visuais. Equilíbrio: Estático; Dinâmico e Recuperado.

20 LATERALIDADE A dominância lateral é baseada em fatores neurológicos e sociais; Observar as tarefas que exijam força, precisão para saber a dominância de olho, ouvido, pé e mão; Lateralidade :Homogênia; Cruzada, Ambidestra; Influi na construção do Esquema Corporal e do Espaço

21 ESQUEMA IMAGEM VERBO TER; MEMÓRIA CURTA; ASPECTO NEUROLÓGICO; ORGANISMO EXTERNO VERBO SER; MEMÓRIA LONGA; ASPECTO PSICOLÓGICO; ORGANISMO INTERNO

22 ESTRUTURAÇÃO ESPACIAL É A ORIENTAÇÃO E A ESTRUTURAÇÃO DO MUNDO EXTERIOR REFERINDO-SE AO SEU REFERNCIAL E DEPOIS A OUTROS OU PESSOAS EM POSIÇÃO ESTÁTICA OU EM MOVIMENTO; Conhecimento das noções; Orientação espacial; Organização espacial; Compreensão das relações.

23 ORIENTAÇÃO TEMPORAL A capacidade de situar-se em função dos acontecimentos; Ordem e Sucessão; Duração dos Intervalos; Renovação cíclica de certos períodos; Rítmo

24 GLOBAL FINA MACROMOTRICIDADE Cinestésico;visual;tátillabi ríntico e vestibular que ocorrem numa relação espaço temporal; Melhora o comando nervoso e o refinamento percptivo-sensorial. MICROMOTRICIDADE OROMOTRICIDADE GRAFOMOTRICIDADE Independência ao equilíbrio e a lateralidade; Repetir o gesto sem mudar a precisão; Adaptação ao esforço muscular, a relação sensório-motora e saber exatamente a imagem do gesto. PRAXIA

25 Não Lhe Posso Dar O Que Já Existe Em Você Mesmo. Não Lhe Posso Atribuir Outro Mundo De Imagem, Além Daquele Que Há Em Sua Própria Alma. Nada Lhe Posso Dar A Não Ser A Oportunidade, O Impulso, A Chave. Eu Ajudarei A Tornar Visível Seu Próprio Mundo. É Tudo. Herman Hesse


Carregar ppt "Psicomotricidade ROSANA FACHADA PSICOMOTRICIDADE CIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA QUE PROCURA ESTUDAR O HOMEM, O CORPO EM MOVIMENTO, E ATRAVÉS DISSO ENTENDER."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google