A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Indicadores de Conjuntura Econômica Diego Roberto da Silva Paulo R. Santos Junior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Indicadores de Conjuntura Econômica Diego Roberto da Silva Paulo R. Santos Junior."— Transcrição da apresentação:

1 Indicadores de Conjuntura Econômica Diego Roberto da Silva Paulo R. Santos Junior

2 Indicadores Econômicos Indicadores de Conjuntura Econômica são dados estatísticos que analisa a economia e a política nacional. A publicação dos indicadores reúne diversas estatísticas econômicas, abrangendo informações sobre PIB, taxa de desemprego, balança comercial, taxas de câmbio, produção industrial entre outros indicadores. São em média 54 indicadores econômicos divulgados pela Ministério da Fazenda.

3 PIB Produto Interno Bruto (PIB) – valor de toda a produção de bens e serviços ocorrida dentro das fronteiras do país, sem considerar a nacionalidade dos que se apropriaram dessas rendas, sem descontar rendas eventualmente enviadas ao exterior ou recebidas. O PIB é um dos indicadores mais utilizados na economia com o objetivo de mensurar a atividade econômica de uma região.economia

4 PNB O Produto Nacional Bruto (PNB) é uma expressão monetária dos bens e serviços produzidos por fatores de produção nacionais, independentemente do território econômico.

5 Índice de preços INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor: calculado pelo IBGE entre os dias 1º e 30 de cada mês, capta a evolução de uma cesta de produtos consumidos por famílias com rendimento entre 01 e 08 salários mínimos, provenientes exclusivamente do trabalho assalariado urbano. Dados agregados de dez regiões metropolitanas. IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo: é o índice oficial do Governo Federal para medição das metas inflacionárias, contratadas com o FMI. Calculado pelo IBGE, a população-objetivo do IPCA abrange as famílias com rendimentos mensais compreendidos entre 1 (hum) e 40 (quarenta) salários-mínimos, qualquer que seja a fonte de rendimentos, e residentes nas áreas urbanas das regiões;

6 IPC – Índice de Preço ao Consumidor: mede a variação de preços para o consumidor na cidade de São Paulo com base nos gastos de quem ganha de um a vinte salários mínimos. O período de pesquisa das variações de preços ocorre a partir do primeiro ao último dia de cada mês. É calculado pela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisa Econômica); IGP – índice geral de preços: é calculado pelo IBGE e possui três grupos de preços: os de produtos no atacado, baseado numa amostragem de cerca de 500 mercadorias, com 60% de peso no índice final; os de preços ao consumidor, com base nas compras de famílias com renda de 1 a 33 salários mínimos, entra com 30%; preços da construção civil, com 10%, baseado em planilhas de custo de empresas de engenharia; Índice de preços

7 IGP-M: calculado mensalmente pela FGV e divulgado no final de cada mês de referência. È utilizado para a correção de contratos de aluguel e como indexador de algumas tarifas como energia elétrica. Analisa as mesmas variações de preços consideradas no IGP, ou seja, o Índice de Preços por Atacado (IPA), que tem peso de 60% do índice, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% e o Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), representando 10% do IGP-M; O que difere o IGP-M/FGV e o IGP-DI/FGV é que as variações de preços consideradas pelo IGP-M/FGV referem ao período do dia vinte e um do mês anterior ao dia vinte do mês de referência e o IGP-DI/FGV refere-se a período do dia um ao dia trinta do mês em referência; Índice de preços

8

9 Nível de emprego Avalia as flutuações e a tendência, a do mercado de trabalho, nas suas áreas de abrangência, considerando o percentual da população com carteira assinada;

10 Nível de emprego

11 Exportação x Importação A Balança comercial representa as importações e exportações de bens entre os países; Dizemos que a balança comercial de um determinado país está favorável, quando este exporta (vende para outros países) mais do que importa (compra de outros países). Do contrário, dizemos que a balança comercial é negativa ou desfavorável.

12 Exportação x Importação

13 Taxa de câmbio é o preço de uma unidade monetária de uma moeda em unidades monetárias de outra moeda. A taxa de câmbio reflete, assim, o custo de uma moeda em relação a outra, dividindo-se em taxa de venda e taxa de compra. Pensando sempre do ponto de vista do banco (ou outro agente autorizado a operar pelo Banco Central), a taxa de venda é o preço que o banco cobra para vender a moeda estrangeira (a um importador, por exemplo), enquanto a taxa de compra reflete o preço que o banco aceita pagar pela moeda estrangeira que lhe é ofertada (por um exportador, por exemplo).Banco Central Real x dólar

14

15 Indicadores de investimento Investimentos em bens de produção são melhor termômetro precursor da atividade econômica, de grande visibilidade, pelo seguinte mecanismo: em regime de produção invariante, empresários apenas repõe equipamento, na proporção do desgaste regular estimado em 10 por cento do capital produtivo existente; se a produção sobe, digamos 10 por cento, além da reposição normal, empresários ampliam seus equipamentos. Mesmo se os ampliarem em apenas 3 por cento, as compras de equipamentos se expandem em 30 por cento (dos 10 por cento do estoque, para 13 por cento do estoque). No sentido inverso, quedas na produção levam ao adiamentos mais do que proporcionais nas reposições de bens de capital. É possível inferir o ritmo de investimentos, pelo volume de contratos de financiamentos de bens de capital do programa FINAME, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, uma das principais fontes de financiamentos de bens de capital.

16 Indicadores de investimento

17 Produção Industrial A Pesquisa Industrial Mensal Produção Física - Brasil produz indicadores de curto prazo desde a década de 1970 relativos ao comportamento do produto real das indústrias extrativa e de transformação. A partir de abril de 2004, tem início a divulgação da nova série de índices mensais da produção industrial, elaborados com base na Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PF) reformulada. Essa reformulação cumpriu os seguintes objetivos: atualizar a amostra de atividades, produtos e informantes; elaborar uma nova estrutura de ponderação dos índices com base em estatísticas industriais mais recentes; e adotar, na PIM-PF, as novas classificações, de atividades e produtos, usadas pelas demais pesquisas da indústria a partir de 1996.

18 Considerações Finais Os Indicadores Econômicos são fundamentais tanto para propiciar uma melhor compreensão da situação presente e o delineamento das tendências de curto prazo da economia, quanto para subsidiar o processo de tomada de decisões estratégicas dos agentes públicos (governo) e privados (empresas e consumidores).

19 Referências


Carregar ppt "Indicadores de Conjuntura Econômica Diego Roberto da Silva Paulo R. Santos Junior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google