A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A língua portuguesa: origens e geografia. Os linguistas têm hoje boas razões para sustentar que um grande número de línguas da Europa e da Ásia provêm.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A língua portuguesa: origens e geografia. Os linguistas têm hoje boas razões para sustentar que um grande número de línguas da Europa e da Ásia provêm."— Transcrição da apresentação:

1 A língua portuguesa: origens e geografia

2 Os linguistas têm hoje boas razões para sustentar que um grande número de línguas da Europa e da Ásia provêm de uma mesma língua de origem, designada pelo termo indo-europeu. o românico (português, italiano, francês, castelhano, etc.), o helénico (grego), o germânico (inglês, alemão), o céltico (irlandês, gaélico), o eslavo.

3 II milénio a.C. Fim do movimento migratório leste/oeste Europa Central (República Checa e Alemanhã): Celtas II e o I milénios a.C. Celta ocupavam cada vez um número maior de territórios III a.C. Celtas já ocupavam mais da metade do continente europeu

4 Povos de línguas indo-europeias: germanos, eslavos, celtas, úmbrios, latinos, oscos, dórios.

5 III a. C crescimento do Império Romano; invasão da Península Ibérica por esse povo; Língua dos invasores: Latim Latim vulguar X Latim culto Material Didático: correção (página 41, 3º parágrafo) Nossa língua (...) latim popular ou latim vulgar...

6 A Península Ibérica (Portugal e parte da Espanha) foi dominada pelos romanos entre o século II a.C. e o século V d.C. latim vulgar + idioma dos celtiberos +idiomas de povos bárbaros e árabes romance

7 400 a 700 Península Ibérica foi invadida por povos eslavos, germânicos e iranianos;

8 latim vulgar língua local nova língua (cada vez mais diferente do latim) += Variedades linguísticas ibéricas

9 VIII Sul da Península Ibérica foi invadida pelos povos árabes (dialetos moçárabes); XI Povos do norte da Península Ibérica expulsaram os do Sul; Língua falada nesse momento: Galego-português

10 O galego-português foi a língua usada nos primeiros documentos oficiais e textos literários não latinos da região, como os cancioneiros (colectâneas de poemas medievais), as crônicas sobre o reino.

11 CRÓNICA DE D. FERNANDO Como elRei Dom Fernamdo reçebeo de praça Dona Lionor por molher, e foi dada Rainha de Portugal. Andou elRei per seu reino folgamdo, tragemdo comsigo Dona Lionor ataa que chegou antre Doiro e Minho a huum moesteiro que chamam Leça, que he da hordem do espital, e alli determinou elRei de a receber de praça; e em huum dia pera isto assiinado, foi a todos preposto por sua parte dizemdo em esta guisa. «Amigos, bem sabees como a hordem do casamento he huum dos nobres sacramentos, que Deos em este mundo hordenou, pera nom soomente os Reis, mas aimda os outros homeens, viverem em estado de salvaçom, e os Reis averem per lidema linhagem quem depos elles soçeda o reiino, e regimento real que lhe Deos deu;

12 CRÓNICA DE D. FERNANDO Como elRei Dom Fernamdo reçebeo de praça Dona Lionor por molher, e foi dada Rainha de Portugal. Andou elRei per seu reino folgamdo, tragemdo comsigo Dona Lionor ataa que chegou antre Doiro e Minho a huum moesteiro que chamam Leça, que he da hordem do espital, e alli determinou elRei de a receber de praça; e em huum dia pera isto assiinado, foi a todos preposto por sua parte dizemdo em esta guisa. «Amigos, bem sabees como a hordem do casamento he huum dos nobres sacramentos, que Deos em este mundo hordenou, pera nom soomente os Reis, mas aimda os outros homeens, viverem em estado de salvaçom, e os Reis averem per lidema linhagem quem depos elles soçeda o reiino, e regimento real que lhe Deos deu; Qual o sentido do termo praça hoje? Que palavra poderia substituir o termo guisa no contexto?

13 Considera-se o período que compreendeos séculos IX ao XI como de transição, pois em alguns textos dessa época já se encontra uma mistura do romance e do português moderno.

14 XII Consolidação do estado Português: 1185: independência de Portugal 1249: expulsão dos mouros e definição da fronteira português consagra-se como língua oficial 1275: derrota dos castelhanos

15 XIII ao XVII Renascimento, período no qual o português ficou aberto a influências estrangeiras e muitos termos do italiano ou ainda de derivação grega, chinesa, malaia foram incorporados a nossa língua. Construção do império português de ultramar, a língua portuguesa faz-se presente em várias regiões da Ásia, África e América, sofrendo influências locais.

16

17 Angola (10,9 milhões de habitantes) Brasil (185 milhões) Cabo Verde (415 mil) Guiné Bissau (1,4 milhão) Moçambique (18,8 milhões) Portugal (10,5 milhões) São Tomé e Príncipe (182 mil) Timor Leste (800 mil).

18 XVI aparecimento das primeiras gramáticas que definem a morfologia e a sintaxe. A partir desse momento, o português sofrerá influências menores. Por exemplo, quando governado pelo trono espanhol ( ), nossa língua incorpora palavras castelhanas; no século XVIII, receberá grande influência da língua francesa. Esse fato contribuirá para distanciar mais a língua do colonizador da do colonizado.

19 Texto escrito em português europeu Estava a conduzir meu automóvel numa azinhaga com um borracho muito gira ao lado, quando dei com uma bossa na estrada de circunvalação que um bera teve a lata de deixar. Ecapei de me espalhar à justa. Em havendo um bufete à frente convidei a chavala a um copo. Botei o chiante na berma e ornamos ao criado de mesa, uma sande de fiambre em carcaça eu, e ela um miau. O panasqueiro, com jeito de marialva paneleiro, embora nos tratando nas palminhas, trouxe-nos a sande com a carcaça esturrada (e sem caganitas!) e, faltando- lhe o miau,deu-nos um prego duro.

20 Texto escrito em português brasileiro Eu dirigia meu carro por um caminho de pedras tendo ao lado uma gata espetacular, quando vi um lombo na estrada de contorno que um escroto teve o descaramento de fazer. Por pouco não bati nele. Como havia em frente uma lanchonete, convidei a mina a tomar um drinque. Coloquei o carro no acostamento e pedimos ao garçom sanduíche de presunto com pão de forma eu, e ela sanduíche de lombinho. O gozador, com jeito de don Juan, muito louco, embora nos tratando muito bem, trouxe o sanduíche com o pão queimado (e sem azeitonas!) e, não tendo sanduíche de lombinho, trouxe um de churrasquinho duro. Millôr Fernandes (adaptado)

21 XIX e XX o vocabulário português recebe novas contribuições: surgem termos de origem greco-latina para designar os avanços tecnológicos da época (como automóvel e televisão) e termos técnicos em inglês em ramos como as ciências médicas e a informática (por exemplo, check-up e software). O volume de novos termos estimula a criação de uma comissão composta por representantes dos países de língua portuguesa, em 1990, para uniformizar o vocabulário técnico e evitar o agravamento do fenómeno de introdução de termos diferentes para os mesmos objetos.

22

23 No mundo existem aproximadamente línguas e 7 mil dialetos. As três línguas com o maior número de falantes são o mandarim, falado na China, o hindi, falado na Índia, e o inglês, falado nos Estados Unidos, na Inglaterra e em várias partes do mundo. O português ocupa o 7º lugar e é falado por cerca de 200 milhões de pessoas em quatro continentes, e no Brasil estão quase 90% dos seus falantes. Além do português, há no Brasil aproximadamente 180 línguas indígenas, faladas por 225 etnias. Dessas línguas, 110 são consideradas em extinção, pelo fato de serem faladas por menos de 500 pessoas.

24 Sintetizando: Latim vulgar romance línguas românicas espanhol italiano francês português O menino está doente. (português) Il bambino è malato. (italiano) Le garçon est malade. (francês) El niño está enfermo. (espanhol) Em que aspecto linguístico – sintático, morfológico ou lexical – essas construções mais se aproximam? Justifique sua resposta, considerando a formação da língua portuguesa. Que fatores explicam as diferenças entre essas línguas? Lembrete: Léxico: conjunto de palavras de uma língua; Morfologia: regras de flexão e de formação de palavras da língua; Sintaxe: estrutura da língua; Fonética e fonologia: sons; Semântica: sentido.


Carregar ppt "A língua portuguesa: origens e geografia. Os linguistas têm hoje boas razões para sustentar que um grande número de línguas da Europa e da Ásia provêm."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google