A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sustentabilidade Miguel Dantas 16 de março, 2007 Unicamp – Fórum de Planejamento Financeiro e Gestão faz parte do negócio ABN AMRO REAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sustentabilidade Miguel Dantas 16 de março, 2007 Unicamp – Fórum de Planejamento Financeiro e Gestão faz parte do negócio ABN AMRO REAL."— Transcrição da apresentação:

1 Sustentabilidade Miguel Dantas 16 de março, 2007 Unicamp – Fórum de Planejamento Financeiro e Gestão faz parte do negócio ABN AMRO REAL

2 É o 20º maior banco no mundo e o 11º na Europa (em patrimônio líquido); Possui cerca de agências em 53 países; Mais de funcionários; 2ª posição no índice de sustentabilidade Dow Jones; Lucro de EUR$ 2,3 bilhões (Jun/2006); Ativo Total de EUR$ 986 bilhões (Jun/2006). O ABN AMRO no mundo

3 Banco Real no Brasil Atuação no país 13,1 milhões de clientes agências e PABs 29 mil funcionários Resultados (jun/2006) R$ 8,7 bilhões de Patrimônio Líquido R$ 88 bilhões de ativos totais O lucro líquido foi de R$ 686 milhões Resultado operacional de R$ milhões = 1% maior que mesmo período de 2005

4 Porque os bancos existem? Rentabilizar poupança dos clientes Financiar consumo e investimento Viabilizar pagamentos e recebimentos

5 Para prestar um serviço à sociedade, de forma sustentável, contribuindo para o desenvolvimento. O lucro se obtém ao atender a sociedade, usando recursos de forma racional (produtividade). Porque as empresas existem?

6 Ed. 839 (mar/05) Porque as empresas existem?

7 O negócio dos negócios são negócios The Business of business is business Milton Freedman O negócio dos negócios são negócios sustentáveis The Business of business is sustainable business Ervin Laszlo O mercado mudou

8 Cobrança por responsabilidade social Cada vez mais a Lei de Gerson é questionada Botão vermelho ao alcance de todos Esgotamento de recursos Desigualdades Sociais A sociedade mudou e tomou consciência

9 Governo Funcionários Fornecedores Consumidores Seguradores Reguladores do Mercado Externo Comunidade ONGs Mídia Novos Reguladores Regulamentação de Forma mais Coletiva STAKEHOLDERS Partes com as quais nos relacionamos

10 Funcionários Cliente Governo Imprensa Comunidade Fornecedores Meio ambiente Acionistas Banco Real Sindicato Sociedade Tudo liga tudo

11 Os Líderes de Mercado irão... Entregar o maior valor percebido pelo cliente Focar no desenvolvimento da marca para assegurar a lealdade do cliente Atuar além das expectativas do cliente Prover um serviço superior Agir com velocidade de resposta as questões dos clientes

12 Sustentabilidade

13 Desenvolvimento Sustentável é aquele capaz de atender as necessidades da geração presente sem comprometer o atendimento das necessidades das gerações futuras. ( Gro Harlem Bruntland ) Definição mundial de desenvolvimento sustentável

14 Não é abrir mão do econômico, mas integrar as dimensões sociais e ambientais em todas as decisões. Pensar sistemicamente! AMBIENTAL Limites biofísicos do planeta SOCIAL Qualidade de vida à todos os seres humanos ECONÔMICO 3 Ps Lucro, mas não a qualquer preço Sustentabilidade & Triple Bottom Line

15

16 Integridade Respeito Trabalho em Equipe Profissionalismo Nossos valores

17

18 Foco no Foco do Cliente

19 Ondas do movimento De dentro para fora, de orgânico a estruturado. SOCIEDADE EMPRESA INDIVÍDUO MERCADO

20 DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EDUCAÇÃO Orienta Depende de A educação é a melhor ferramenta que temos para promover e integrar o Desenvolvimento Sustentável na Organização Educação e Desenvolvimento Sustentável

21 Pioneiro em lançamento de novos produtos e serviços, identificando novas oportunidades de negócios; Atração de clientes que possuem a mesma base de valor; Oportunidade de participação e influência nas políticas públicas e debates; Procura dos melhores talentos além do orgulho, lealdade e retenção dos funcionários Menor risco, responsabilidades e custos legais Menores custos operacionais com a redução da nossa pegada ecológica Aumento do valor da marca e da reputação Alinhamento de interesses entre os stakeholders Estabelecimento de parcerias de longo prazo Por que Sustentabilidade é estratégica ?

22 Planeta (Planet) Pessoas (People) Lucro (Profit) Cuidar Cuidar! 3 Ps Sustentabilidade & Triple Bottom Line

23

24

25

26 Negócio coerente com desenvolvimento sustentável Universal Fornecedores Diversidade Relatório de Sustentabilidade Ecoeficência Investimento Social Treinamento e conscientização social e ambiental Natureza do negócio Política de Risco Socioambiental Produtos Socioambientais Fundo Ethical Microcrédito Créditos de Carbono CREDIBILIDADE Mercado Gestão Ação Social

27 AÇÃO SOCIAL Projeto Escola Brasil Amigo Real Compartilhar GESTÃO Ecoeficiência Diversidade Fornecedores MERCADO Riscos Socioambientais Financiamentos Socioambientais Microcrédito Fundo Ethical Créditos de Carbono Fazendo mais que o possível

28 Riscos socioambientais Política tem postura inclusiva e considera aspectos sociais, ambientais e econômicos Abrange desde grandes clientes até pequenas firmas Risco socioambiental integrado ao risco financeiro Treinamento constante sobre temas socioambientais gerentes e analistas financeiros treinados Total de clientes avaliados em 2005 (BR): Total de empresas que tiveram relacionamento encerrado porque não quiseram melhorar suas práticas (2002 a 2005): 45 Total de clientes que se aproximaram do banco por partilhar dos nossos valores: > 45

29 Questionário sobre políticas de grandes empresas em relação às mudanças climáticas Primeira edição nacional, com 50 empresas de maior liquidez na Bovespa Banco Real apóia o projeto no Brasil Carbon Disclosure Project Riscos socioambientais O Equator Principles é um instrumento voluntário criado por Instituições Financeiras, que prevê a adoção de princípios gerais de gestão socioambiental para financiamento de projetos. Qualquer projeto novo igual ou acima de US$ 10 milhões deve ser enquadrado nas normas locais e do Banco Mundial / IFC ABN AMRO foi co-autor e fundador do Equator Principles. Lançamento: Junho Princípios do Equador

30 Questionário Socioambiental (dez. 2003) indicou dois problemas ambientais: O sistema de tratamento de efluentes deixava a desejar A área estava contaminada com cromo. PROBLEMA O Banco visitou, analisou as práticas da empresa e comprovou a intenção da empresa de resolver o problema e condicionou o crédito às seguintes ações: parecer do órgão ambiental sobre disposição de dejetos parecer do órgão ambiental sobre correções que deverão ser feitas pela empresa na área possivelmente contaminada com cromo SOLUÇÃO CASE Curtume Touro Ltda (Presidente Prudente – SP) A empresa elogiou a postura e disse nunca ter visto outros bancos adotarem essa prática

31 Parceria para linha de crédito com IFC (US$ 98 milhões) e BNDES Facilidades para empresas: projetos ambientais e sociais (tratamento de água, energia renovável, eficiência energética), CDM (Desenvolvimento de Mecanismos Limpos), produção mais limpa, governança corporativa e outros. Crédito para pessoa física: Ambiental: Kit gás, aquecedor solar Social: mobilidade para pessoas portadoras de deficiência Educacional: MBAs, congressos e computadores Carteira de financiamentos socioambientais em 2006: contratos US$ 78,3 milhões Financiamento socioambiental Um processo em constante desenvolvimento

32 A reciclagem das embalagens Tetra Pak (longa vida) só separava o papel. O plástico e o alumínio acabavam indo para os lixões. PROBLEMA Financiamento de US$ 5,6 mi para reator de reciclagem de embalagens Tetrapak. Produzido pela TSL em parceria com a Klabin, TetraPak e Alcoa. O plástico e o alumínio são reciclados e reaproveitados. O aluminio volta com 99% de pureza e faz parte novamente do processo produtivo da Alcoa. O plástico vira um tipo de parafina que é vendida para a indústria petroquímica e o papel vai para a Klabin. SOLUÇÃO CASE TSL – Engenharia Ambiental (São Paulo – SP)

33 Microcrédito Crédito para negócios em comunidades com baixo poder aquisitivo Dados (out/2006): clientes em 14 comunidades (São Paulo, Campinas, Baixada Fluminense, Caruaru e Recife) Valor médio dos contratos de R$ Total da carteira: R$ milhões 55% carteira individual x 45% grupo de crédito solidário 60% mulheres - 40% homens Parceria com o grupo ACCIÓN

34 A Dona de uma loja de confecções na favela de Paraisópolis precisava de dinheiro para melhorar sua loja, mas não tinha acesso ao sistema financeiro convencional. PROBLEMA Roseane fez um empréstimo de R$ 500,00 junto à Real Microcrédito. Hoje ela já está no seu quinto empréstimo (agora de R$ 2 mil) e as melhorias implementadas na loja, como a montagem de uma virtine, a ajudaram a elevar seu faturamento de R$1 mil para os atuais R$ 2,5 mil a R$ 3 mil mensais. SOLUÇÃO CASE Roseane Cliente Microcrédito

35 Mais clientes reconhecem a importância da rentabilidade com responsabilidade Carteira de ações de empresas com excelência em Responsabilidade Social e Governança Corporativa (27) Melhor performance entre os fundos socialmente responsáveis no mundo em Fundo Ethical II 12,2% 1,6%67,5%35,9% IBVSP Medio11,3%-17,6%97, 0%17,8% Patrimônio (R$ M)3,114,733 75, ,5 25,5% 27,0% Rent Ac ** ** ,17% 116,89% 2006 * 124,81 * outubro 19,27% 17,47% Fundo Ethical Valores humanos e econômicos juntos

36 AÇÃO SOCIAL Projeto Escola Brasil Amigo Real Compartilhar Prêmio Banco Real Universidade Solidária GESTÃO Ecoeficiência Diversidade Fornecedores Fazendo mais que o possível MERCADO Riscos Socioambientais Financiamentos Socioambientais Microcrédito Fundo Ethical Créditos de Carbono

37 Consciência e sensibilização Cartilha de Ecoeficiência 742 agências com coleta seletiva (agosto/06) Móveis com madeira certificada Redução de consumo: 3,4% de água; 7% de energia Projeto Agência Verde Frota comercial de carros Flex Reduzir, reutilizar, reciclar

38

39 Papel Reciclado / Ecologicamente Correto População de baixa renda (catadores de papel) organizada para fornecer matéria prima usada na produção de 117 tons/mês, gerando renda e evitando intermediários Uso do papel reciclado ou produzido de maneira ecologicamente correta em todas as operações do banco Papel reciclado agora disponível para todas as empresas e consumidores a preço acessível Parcerias: fornecedores e cooperativas para geração de renda

40 Agência com construção ambientalmente correta

41 Criação do Comitê de Diversidade Construção e divulgação do posicionamento Visão de que Diversos somos todos e ações específicas para: mulheres, negros, pessoas com deficiência e pessoas com mais de 45 anos. Diálogo, parcerias com governo e ONGs Elaboração de um plano de ação - Revisão de processos, práticas e produtos Engajamento dos funcionários, incluindo workshop com gestores Diversidade 22,3% de mulheres em cargos de nível gerencial 11,5% de Afro-descendentes 2,4% de pessoas com deficiência física

42 A associação Carpe Diem procurou a Organização para pedir apoio ao programa de inserção de pessoas portadoras de deficiência no mercado de trabalho. Diversidade é o respeito e a valorização das diferenças entre as pessoas. PROBLEMA O Banco resolveu apoiar o problema de uma forma diferente. No lugar de patrocinar a instituição, iniciou um processo de contratação de portadores de síndrome de Down. Hoje, temos 2 colegas portadores de síndrome de Down na Organização. Além disso temos: 176 colegas portadores de deficiências físicas programa para aumentar a diversidade de etnias diretriz de promoção de mulheres a cargo de gerência programa de valorização da maturidade SOLUÇÃO CASE A diferença faz a diferença

43 Fornecedores Engajamento e disseminação dos conceitos de sustentabilidade por meio de encontros com fornecedores e gestores do Banco desde 2001 Inclusão de critérios socioambientais na seleção e gestão dos fornecedores Adoção de cláusulas de responsabilidade corporativa nos contratos e da Parceria de Valor Elaboração da política de relacionamento com fornecedores Fórum de Fornecedores: de 15 fornecedores em 2001 para 150 fornecedores em 2005

44 Depois que a turma passou a andar na linha, reduzimos a quase zero o número de acidentes e de reclamações dos clientes, um feito muito raro no mercado em que trabalhamos. Ione Antunes, proprietária da Help Express Motoboy civilizado sim, cachorro louco não.

45 AÇÃO SOCIAL Projeto Escola Brasil Amigo Real Compartilhar GESTÃO Ecoeficiência Diversidade Fornecedores Fazendo mais que o possível MERCADO Riscos Socioambientais Financiamentos Socioambientais Microcrédito Fundo Ethical Créditos de Carbono

46 Projeto Escola Brasil Programa de voluntariado corporativo do ABN AMRO Real Tem como objetivo contribuir para a melhoria da educação na Escola Pública e para o estreitamento de seus laços com a comunidade na qual está inserida, promovendo o desenvolvimento local; Além dos funcionários, podem participar seus familiares, clientes, fornecedores e parceiros de negócio em geral, que compõem uma rede de relações dinâmica, criativa e produtiva. Números do Projeto Presente em 76 cidades do País 145 escolas parceiras 1650 voluntários atuantes 135 mil estudantes já foram beneficiados R$ 2.1 milhões investidos pelo ABN AMRO em 2005

47 Amigo Real Promoção dos direitos da criança e do adolescente por meio de projetos educacionais Parte do imposto de renda pode ser destinado aos Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente Desde 2002: R$ ,00 alocados com a participação de funcionários, PJ e clientes 86 projetos / municípios apoiados 25 mil crianças e adolescentes beneficiados diretamente 430 funcionários capacitados Somente em 2005, tivemos participação (na arrecadação) de: a) clientes b) 11,054 funcionários Parcerias: ONGs, Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), funcionários e clientes

48 Alfabetização de adultos e incentivo à conclusão do Ensino Fundamental para contribuir para o crescimento pessoal e profissional de todos os funcionários das empresas prestadoras de serviços, que trabalham ou não nas dependências do ABN AMRO REAL 59 alunos ativos (abril/2005) 4 turmas de telecurso parceria com Senai 14 formandos em habilidades básicas - abril 2004 participação de 10 fornecedores Projeto Compartilhar

49 O Relatório de Sustentabilidade 2002/2003 foi escolhido entre os 100 melhores do mundo pela Sustainability, Standard & Poors e UNEP Mais info e download do Relatório 2003/2004 Case em HARVARD Reconhecimento

50 Concedido pela Câmara Internacional de Comércio, com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e do "Fórum Internacional de líderes empresariais Príncipe de Gales". Leva em consideração o apoio das empresas aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. O BANCO REAL foi premiado com o case que mostra como a sustentabilidade vem sendo inserida no dia-a-dia dos negócios.

51

52

53 Reconhecimento: Prêmio ECO 2006 Ganhador das categorias: Gestão Empresarial para a Sustentabilidade; Consumidores e Clientes Meio Ambiente. Os prêmios foram entregues por Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos e uma das maiores autoridades mundiais em meio ambiente.

54 Para dar certo é preciso ter foco Precisamos estar dispostos a quebrar paradigmas É necessário uma nova visão É saudável compartilhar dilemas e incertezas O que aprendemos?

55 Interdependência, visão e valores compartilhados Responsabilidade Compartilhada Disposição para ouvir Engajamento por meio de diálogo Atenção constante aos objetivos de desenvolvimento do milênio O que aprendemos?

56 Se cada um mudar a sua rua ao lado a gente muda o mundo.

57 Mensurar o impacto nos resultados financeiros, clientes, funcionários e também na atratividade de novos negócios Aumentar o envolvimento dos clientes, funcionários, fornecedores e sociedade e abrir mais canais de diálogo Quais os proximos desafios? Lidar com os novos dilemas e incertezas Engajamento total de funcionários nessa jornada

58 Dar certo, fazendo as coisas certas, do jeito certo! Nosso jeito de ser

59 "Nós somos do tamanho dos nossos sonhos" Nós somos do tamanho dos nossos sonhos. MUITO OBRIGADO!!!!


Carregar ppt "Sustentabilidade Miguel Dantas 16 de março, 2007 Unicamp – Fórum de Planejamento Financeiro e Gestão faz parte do negócio ABN AMRO REAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google