A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTERVENÇÕES NO TERRITÓRIO EXPERIÊNCIA DO CS VILA RICA ENFª LÍDIA ALVES DE ARAÚJO NÚCLEO DE SAÚDE COLETIVA C.S.VILA RICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTERVENÇÕES NO TERRITÓRIO EXPERIÊNCIA DO CS VILA RICA ENFª LÍDIA ALVES DE ARAÚJO NÚCLEO DE SAÚDE COLETIVA C.S.VILA RICA."— Transcrição da apresentação:

1 INTERVENÇÕES NO TERRITÓRIO EXPERIÊNCIA DO CS VILA RICA ENFª LÍDIA ALVES DE ARAÚJO NÚCLEO DE SAÚDE COLETIVA C.S.VILA RICA

2 MAPA DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA,DIVIDIDO POR E.L.R. e MICRO-ÁREAS Faria Lima São José Oziel/Monte Cristo Carvalho de Moura

3 CARACTERÍSTICAS DA AREA LOCALIZAÇÃO: Região Sul do município de Campinas – SP. ÁREA DE ABRANGÊNCIA: Composto por 02 E.L.R: - Verde: Cidade Jardim, Vila Pompéia e Vila Rica. - Vermelha: Jardim do Lago, Vila Mimosa e as Ocupações: Ilha do lago, Nova Canaã e 16 de Janeiro * Sub-divididas em 04 micro áreas cada ELR. Território recortado por: - 02 Rodovias: Anhanguera e Santos Dumont; - 04 grandes avenidas: amoreiras, Mirandópolis, Sen Antônio Lacerda Franco e Ana Beatriz Bierrenback.; - Córrego Taubaté; - V.L.T.

4 POPULAÇÃO: Estimada em habitantes. (70% de SUS dependência). RECURSOS: Aproximadamente 20% da área é de comércio e industrias; - Escolas:Estadual, Municipal e particulares (Ensino fundamental ao médio, profissionalizante e desportivo); - Grandes redes de Supermercados; - Campinas Shopping; - Fórum; - Base Corpo de Bombeiros; - Base Corporação Aérea da Polícia Militar; - Igrejas de diversas religiões; - Casa de repouso (Idosos e Drogadição); - Outros

5 SANEAMENTO BÁSICO: Inexistente em alguns pontos da àrea de ocupação; Energia elétrica: 100% (contando com as clandestinas); Habitação: Alvenaria, média de 3- 4 habitantes por domicílio; Renda Per capta: Varia de acordo com a Micro – área, com média de 2 salários mínimos.

6 1° Relato: A partir do NSC em 2001, houve uma reestruturação do PCT no CS Vila Rica, até então com baixa cobertura na suspensão e cura. AÇÕES: - Capacitação e sensibilização das ELR; - Definição de papéis no atendimento; - Sistematização da assistência e humanização do atendimento; - Sensibilização para suspensão dos casos; - Busca ativa de comunicantes e de casos novos; - Implantação do DOTs/Flexivel; - Rede de ajuda; - avaliação de resultados.

7 Intervenções: - Sensibilização da família; - Sensibilização e parceria com proprietários do bar: Busca ativa e sensibilização no bar e na pracinha: 18 usuários do bar e 05 amigos da pracinha; - realização de exames (BK e RX Tórax) a todos; - Rede de Ajuda: A.C.S. – medicação supervisionada de 2ª a 6ª feiras; - Apadrinhamento de pessoas da comunidade para medicação assistida nos fins de semana e feriados; - A tia no fornecimento da alimentação e recolhimento na sua casa no período crítico de convalescença, acompanhamento a exames e internações. - Manter porta aberta da UBS para acolhimento nas necessidades do usuário; - estabelecimento de vínculo. Caso: W.S., 40 anos de morava em um barraco no Morro, mas dividia quase seu tempo no Bar ou na praça São Francisco de Assis, dependente químico (álcool e crack), sem renda fixa, com grau de parentesco distantes na vila e no Morro, já fora casado. Com comprometimento hepático e anemia ferropriva

8 Relato – 02: Vacinação em Campo de Empresas e Escolares A partir do olhar da equipe da UBS para o território com aproximadamente 20% de área comercial e industrial, bem como de uma população significativa de escolares, foi detectado a necessidade de intervenção preventiva nessa população. AÇÕES: -Levantamento nas empresas e escolas: N° de funcionários e alunos, faixa etária e sexo; -Sensibilização dos Proprietários, Diretores de escola e professores para realização da ação; -Levantamento de necessidades de insumos e recursos humanos; -Aquisição dos imunobiológicos; -Cronograma de ações, garantindo as doses subsequentes; - Vacinação em Campo.

9 RESULTADOS: Vacinados aproximadamente 60% dos trabalhadores das empresas e 100% dos escolares para Difteria, M.M.R. e Tétano e 1ª e 2ª dose Hepatite (3ª orientados a procurarem CS de Abrangência); Em alguns locais monitoramento de novas vacinações. HOJE: Retomada da vacinação em empresas e escolares com um enfoque preventivo a comorbidades.

10 CENTRO DE SAÚDE VILA RICA CAMPANHA DE VACINAÇÃO NAS ESCOLAS/EMPRESAS LOCAL: ___________________________________________________________________________________ NOME DN IDADEIDADE BAIRROMMR HEPATITEDUPLA ADULTO 1ª DOSE 2ª DOSE 3ª DOSE 1ª DOSE 2ª DOSE 3ª DOSEREF.

11 OBRIGADA!


Carregar ppt "INTERVENÇÕES NO TERRITÓRIO EXPERIÊNCIA DO CS VILA RICA ENFª LÍDIA ALVES DE ARAÚJO NÚCLEO DE SAÚDE COLETIVA C.S.VILA RICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google