A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 SÃO PAULO CONTRA GETÚLIO VARGAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 SÃO PAULO CONTRA GETÚLIO VARGAS."— Transcrição da apresentação:

1 A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 SÃO PAULO CONTRA GETÚLIO VARGAS

2 FATORES Partido Democrático tendo ajudado na Revolução pretendia ter o poder de São Paulo. Nomeação de interventores tenentistas. PRP quer voltar ao poder. Grande insatisfação da burguesia e da oligarquia cafeeira.

3 PROCESSO 13/07/1931 – demissão de Lins de Barros e nomeação de Plínio Barreto – impedido de assumir – sucessão de interventores – grande instabilidade política – criação da Frente Única – PD + PRP Campanha pela convocação de eleições para a Assembléia Constituinte. Maio de 1932 – MMDC Deposição de autoridade de confiança de Getúlio – criação de uma Junta Revolucionária – início da Revolta de 32.

4 FIM DA REVOLUÇÃO Condições militares precárias Falta de apoio externo de outros estados e do proletariado urbano paulista Três meses de duração Góis Monteiro – derrota paulista Consolidação do poder de Getúlio Vargas Convocação da Assembléia Constituinte

5 IMAGENS DO MOVIMENTO AS ELITES MOBILIZADAS CONTRA GETÚLIO VARGAS

6

7

8

9

10

11


Carregar ppt "A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 SÃO PAULO CONTRA GETÚLIO VARGAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google