A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AS PAISAGENS SÃO O RESULTADO DA AÇÃO DO CLIMA, RELEVO, HIDROGRAFIA, VEGETAÇÃO, SERES VIVOS E DO HOMEM AÇÃO ANTRÓPICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AS PAISAGENS SÃO O RESULTADO DA AÇÃO DO CLIMA, RELEVO, HIDROGRAFIA, VEGETAÇÃO, SERES VIVOS E DO HOMEM AÇÃO ANTRÓPICA."— Transcrição da apresentação:

1

2 AS PAISAGENS SÃO O RESULTADO DA AÇÃO DO CLIMA, RELEVO, HIDROGRAFIA, VEGETAÇÃO, SERES VIVOS E DO HOMEM AÇÃO ANTRÓPICA

3 DOMÍNIO MORFOCLIMÁTICO REGIÃO QUE APRESENTA PAISAGENS PARECIDAS

4

5

6

7

8 BIOMAS / ECOSSISTEMAS

9 AMAZÔNICO – MAIOR ECOSSISTEMA BRASILEIRO

10

11

12

13 CLIMA EQUATORIAL EQUATORIAL ÚMIDO (SEMPRE ÚMIDO) – 2500mm EQUATORIAL SUBÚMIDO (CURTA ESTAÇÃO SECA) 2000mm PRECIPITAÇÕES ABUNDANTES CHUVA DE CONVECÇÃO + EVAPORAÇÃO DA PRÓPRIA FLORESTA MASSAS DE AR: mEc / mEa ELEVADAS MÉDIAS TÉRMICAS PEQUENA AMPLITUDE TÉRMICA

14 MÁQUINA DE FAZER CHUVA EVAPOTRANSPI- RAÇÃO CONDENSAÇÃO COM A ALTITUDE/ MENORES TEMPERATURAS PRECIPITAÇÃO

15

16

17

18

19 VEGETAÇÃO: FLORESTA EQUATORIAL HETEROGÊNEA – CALOR E HUMIDADE – RÁPIDA DECOMPOSIÇÃO-FERTILIDADE TODOS OS ESTRATOS VEGETAIS EM GERAL OS SOLOS SÃO PROFUNDOS: LATOSSOLOS HÁ ÁREAS COM SOLOS FRACOS E OUTRAS COM SOLOS FÉRTEIS PERENIFÓLEAS, LATIFOLIADAS, HIGRÓFILAS

20 ARBÓREO ARBUSTIVO HERBÁCEO GRAMÍNEAS

21

22 A FLORESTA É DIVIDIDA EM E PARTES: MATAS DE TERRA FIRME – ÁREAS NÃO ATINGIDAS PELAS CHEIAS VÁRZEAS- REGIÕES ATINGIDAS PELAS CHEIAS DOS RIOS IGAPÓS- ÁREAS CONSTANTEMENTE INUNDADAS

23 IGAPÓ

24

25 VÁRZEA

26 CERRADO SEGUNDO MAIOR ECOSSISTEMA BRASILEIRO

27 CLIMA: TROPICAL mEc / mTa / mTc / mPa mPa (INVERNO) PRECIPITAÇÕES ANUAIS EM TORNO DE 1500mm 2 ESTAÇÕES BEM DEFINIDAS: CHUVOSA E SECA (ESTIAGEM) ELEVADAS MÉDIAS TÉRMICAS

28 CERRADO

29

30 CARACTERÍSTICAS DA VEGETAÇÃO GRANDE DIVERSIDADE DE TIPOS VARIA CONFORME O MICROCLIMA, O SOLO, A ALTITUDE E A OFERTA DE ÁGUA CERRADO SAVÂNICO, CERRADÃO, CERRADINHO, CAMPOS LIMPOS, CAMPOS SUJOS E CAMPOS RUPESTRES

31

32 CERRADÃO FORMAÇÃO FLORESTAL ESPÉCIES XEROMORFAS OU XEROMÓRFICAS – FOLHAS QUE CONSERVAM ÁGUA – RESISTENTES A LONGOS PERÍODOS DE ESTIAGEM MATAS DE GALERIAS (PERENEFÓLIAS-NÃO PERDEM AS FOLHAS DURANTE A ESTAÇÃO SECA) E MATAS CILIARES – ACOMPANHAM RIOS DE MÉDIO E GRANDE PORTE (DECÍDUAS-PERDEM AS FOLHAS NA ESTAÇÃO SECA)

33

34 MATA CILIAR Acompanha os rios de médio e grande porte da região do Cerrado, em que a vegetação arbórea não forma galerias. Em geral essa Mata é relativamente estreita, dificilmente ultrapassando 100 metros de largura em cada margem. Diferencia-se da Mata de Galeria pela forma de queda das folhas e pela composição florística. Na Mata Ciliar há diferentes graus de queda das folhas na estação seca enquanto que na Mata de Galeria as plantas nunca perdem inteiramente as folhas.

35 As árvores, predominantemente eretas, variam em altura de 20 a 25 metros, com alguns poucos indivíduos emergentes alcançando 30 metros ou mais. As espécies típicas são predominantemente do tipo que perdem as folhas (caducifólias), com algumas sempre-verdes, conferindo à Mata Ciliar um aspecto semidecíduo. Ao longo do ano as árvores fornecem uma cobertura arbórea variável de 50 a 90%. Na estação chuvosa a cobertura chega a 90%, dificilmente ultrapassando este valor, ao passo que na estação seca pode até mesmo ser inferior a 50% em alguns trechos.

36

37 MATA CILIAR

38 MATA DE GALERIA Vegetação florestal que acompanha os rios de pequeno porte e córregos dos planaltos do Brasil Central, formando corredores fechados (galerias) sobre o curso de água. Esse tipo de formação florestal mantém permanentemente as folhas (perenifólia), não apresentando queda significativa das folhas durante a estação seca.

39 MATA DE GALERIA

40 CERRADÃO

41

42 CAMPOS As formações campestres do Cerrado englobam três tipos de vegetação principais: o Campo Sujo, o Campo Limpo e o Campo Rupestre. CAMPOS SUJOS- ESTRATO ARBUSTIVO- HERBÁCEO –FORMAÇÕES RASTEIRAS CAMPOS LIMPOS – GRAMÍNEAS – FORMAÇÕES RASTEIRAS CAMPOS RUPESTRES – MISTURA DOS DOIS ANTERIORES COM AFLORAMENTOS ROCHOSOS

43 CAMPO RUPESTRE

44 CAMPO SUJO

45 CAMPO LIMPO

46 MARES DE MORRO

47 CLIMA mTa TROPICAL ÚMIDO, SUBTROPICAL ÚMIDO E EQUATORIAL ÍNDICES PLUVIOMÉTRICOS ENTRE 1500 E 2000mm ANUAIS VERÃO- A mTa SE APROXIMA DO CONTINENTE TRAZENDO CHUVA INVERNO – A mTa RECUA PARA O OCEANO E A mPa AVANÇA PELO LITORAL DO SUDESTE E NORDESTE PRODUZINDO CHUVA

48 TROPICAL DE ALTITUDE (SUL DE MINAS – LAVRAS – 919m DE ALTITUDE) VERÕES AMENOS INVERNOS MAIS FRIOS DEVIDO A ALTITUDE É ENCONTRADO NAS PARTES MAIS ELEVADAS, ENTRE 800m E 1000m, DO PLANALTO ATLÂNTICO DO SUDESTE

49

50 VEGETAÇÃO: MATA ATLÂNTICA O SEGUNDO MAIOR DOMÍNIO FLORESTAL DO BRASIL – HOJE 5% FLORESTA HETEROGÊNEA FAIXA PARALELA À COSTA DO RN AO RS + REGIÃO SUDESTE E SUL (MATA DAS ARAUCÁRIAS E MARES DE MORRO) TRECHOS MONTANHOSOS E ACIDENTADOS – CHUVAS OROGRÁFICAS

51 A ALTA PLUVIOSIDADE DEVE-SE À BARREIRA QUE A SERRA CONSTIRUI PARA OS VENTOS QUE SOPRAM DO MAR

52 SUBDIVIDIDA DE ACORDO COM A ALTITUDE E COM O PORTE DA VEGETAÇÃO MICROCLIMAS QUE VARIAM CONFORME A ALTITUDE – DIVERSIDADE DE ESTRATOS PERENEFÓLIA – CUJAS FOLHAS NÃO CAEM ANTES DE AS NOVAS ESTAREM DESENVOLVIDAS GRANDE DIVERSIDADE DE EPÍFITAS (BROMÉLIAS E ORQUÍDEAS) HETEROGÊNEA MATA DENSA

53

54 floresta latifoliada tropical úmida- floresta sempre verde, cujos componentes em geral possuem folhas largas, que é vegetação de lugares onde há bastante umidade o ano todo mata pluvial tropical

55

56 RESTINGA

57

58 A vegetação de restinga é aquela que podemos encontrar ao longo das praias e das planícies costeiras. Sua fisionomia variada está diretamente relacionada ao solo arenoso onde ela se encontra. A vegetação é muito variada, dependendo da altitude e da pluviosidade: vegetação rasteira, herbácea e alguns arbustos, moitas; arvoretas com presença de bromélias, trepadeiras e orquídeas; árvores mais altas (cerca de 10, 15 e até 40 m) e com copas que se tocam;

59

60 MANGUE ENCONTRO DA ÁGUA DOCE DOS RIOS COM A ÁGUA SALGADA DO MAR RAÍZES AÉREAS RICO EM DIVERSIDADE DE SERES VIVOS TERRENO LODOSO TRABALHO INFANTIL

61

62

63

64

65 CAATINGA

66 CLIMA TROPICAL SEMI-ÁRIDO INTERIOR DO NORDESTE (SERTÃO) E NORTE DE MINAS TEMERATURAS MÉDIAS ELEVADAS BAIXOS ÍNDICES PLUVIOMÉTRICOS – 400mm ANUAIS DISPERSORA DAS MASSAS DE AR DÉFICIT HÍDRICO ÁREA SUJEITA A DESERTIFICAÇÃO

67 OS MESES CHUVOSOS SÃO ENTRE DEZEMBRO A FEVEREIRO A ESTAÇÃO SECA PODE DURAR DE NOVE MESES A UM ANO CONVERGÊNCIA: mEc / mEa / mTa CHUVAS RARAS E IRREGULARES VÁRIAS CAUSAS: mTa ENCONTRA- SE COM AS MONTANHAS (PLANALTO DA BORBOREMA) / EL NIÑO / LA NIÑA

68

69 MESMO QUANDO CHOVE, O SOLO RASO E PEDREGOSO NÃO CONSEGUE ARMAZENAR A ÁGUA QUE CAI E A TEMPERATURA ELEVADA PROVOCA INTENSA EVAPORAÇÃO GRANDE ESCOAMENTO SUPERFICIAL BIOMA EXCLUSIVAMENTE BRASILEIRO

70

71 VEGETAÇÃO MATA BRANCA CADUCIFÓLIAS (PERDE AS FOLHAS NA ESTIAGEM PARA SE PROTEGER) XERÓFILAS- ADAPTADAS A LONGOS PERÍODOS DE SECA – ARMAZENAM ÁGUA FOLHAS MIÚDAS E ESPINHOSAS DIFERENTES ESPÉCIES DE CACTUS ÁRVORES COM CASCAS GROSSAS E TRONCO RETORCIDO, RAÍZES PROFUNDAS E RETAS

72

73

74

75

76 ARAUCÁRIAS

77 CLIMA SUBTROPICAL ÚMIDO ACONTECE NAS LATITUDES ABAIXO DO TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO MAIORES AMPLITUDES TÉRMICAS DO PAÍS NO VERÃO, INFLUÊNCIA DA mTa / mTc NO INVERNO: mPa CHUVAS POUCO INTENSAS, MAS BEM DISTRIBUÍDAS AO LONGO DE TODO O ANO

78

79 CAI NEVE NOS PONTOS MAIS ALTOS DO PLANALTO SANTA CATARINA

80 SÃO JOAQUIM - SC

81 PAMPAS / PRADARIA / CAMPOS CLIMA SUBTROPICAL

82 VEGETAÇÃO PRADARIA FORMAÇÃO HERBÁCEA EXTREMO SUL DO BRASIL- RS RISCO DE DESERTIFICAÇÃO – AREAL ALEGRETE - RS

83

84

85

86

87

88

89

90

91 PANTANAL- FAIXA DE TRANSIÇÃO

92

93 BIOMA MAIS PRESERVADO DO PAÍS PLANÍCIE ENORME ÁREA DE SEDIMENTAÇÃO –RIO PARAGUAI ÁREAS INUNDADAS DURANTE A ESTAÇÃO DAS CHUVAS ENORME DIVERSIDADE : FLORESTAS, CERRADO, CAATINGA, CAMPOS, ETC.

94

95 MATA DOS COCAIS – FAIXA DE TRANSIÇÃO PALMEIRAS CARNAÚBA, BABAÇU NORDESTE – ENTRE A FLORESTA AMAZÔNICA E A CAATINGA MA, PI, TO, CE MUITO EXPLORADA PELA POPULAÇÃO LOCAL

96

97

98


Carregar ppt "AS PAISAGENS SÃO O RESULTADO DA AÇÃO DO CLIMA, RELEVO, HIDROGRAFIA, VEGETAÇÃO, SERES VIVOS E DO HOMEM AÇÃO ANTRÓPICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google