A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SUB-REGIÕES DA AMÉRICA LATINA GEOGRAFIA PROF. EDUARDO C. FERREIRA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SUB-REGIÕES DA AMÉRICA LATINA GEOGRAFIA PROF. EDUARDO C. FERREIRA."— Transcrição da apresentação:

1 SUB-REGIÕES DA AMÉRICA LATINA GEOGRAFIA PROF. EDUARDO C. FERREIRA

2 SUB-REGIÕES DA AMÉRICA LATINA AMÉRICA ANDINA; AMÉRICA PLATINA; AMÉRICA AMAZÔNICA; AMÉRICA CENTRAL CONTINENTAL; AMÉRICA CENTRAL INSULAR; MÉXICO.

3 AMÉRCIA ANDINA Recebe essa denominação pelo fato de ser cortada pela Cordilheira dos Andes, que se estende de norte a sul do subcontinente. Os países que compõem a América Andina são: Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

4 BOLÍVIACHILE COLÔMBIA EQUADOR PERU VENEZUELA

5 Cordilheira dos Andes Estende-se da Terra do Fogo ao Caribe, ao longo de km na parte oeste da América do Sul, passando por uma grande variedade de zonas climáticas. Os Andes se situam em uma zona geologicamente instável, de vulcões e terremotos freqüentes, que faz parte do cinturão de fogo do Pacífico. Em vários pontos, como no Chimborazo, as altitudes superam m.

6 Andes

7 TERRITÓRIO E POPULAÇÃO Esses países correspondem a uma extensão territorial de 5,3 milhões de quilômetros quadrados, sendo habitado por aproximadamente, 144 milhões de pessoas. A maioria da população (70%) é composta por ameríndios e mestiços, consequência da miscigenação entre índigenas (população nativa) e o europeu (colonizadores espanhóis).

8 CLIMA O clima na América Andina varia de acordo com a proximidade da Cordilheira dos Andes. No sentido norte-sul, os climas registrados são: equatorial, tropical, desértico (sul do Peru e norte do Chile), mediterrâneo e temperado (diminuindo as temperaturas em direção ao sul do Chile).

9 ECONOMIA A produção agrícola e extrativista são as principais atividades econômicas dos países andinos, sendo responsáveis pela absorção da mão de obra de grande parcela da população. A atividade pesqueira no Peru destaca-se em virtude de o mesmo ser considerado um dos maiores produtores de pescado do mundo. O Chile é grande produtor de cobre e o país mais desenvolvido na região em termos industriais. A Venezuela, por sua vez, apresenta grandes reservas de petróleo, sendo grande produtora e exportadora do produto, cuja nação integra a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP). O Equador também é grande produtor de petróleo, no entanto, não integra a OPEP. Na Bolívia, destaca-se a exploração de estanho e gás natural. Um aspecto negativo é que a Colômbia, a Bolívia e o Peru são um dos três maiores produtores mundiais de cocaína. O setor industrial é pouco desenvolvido na região, mas na América Andina a industrialização fundamenta-se nos produtos têxteis, alimentícios, metalurgia, de bebidas e produtos agrícolas.

10 PACTO ANDINO A Comunidade Andina ou Pacto Andino é um bloco econômico formado por países da América Andina. Sua criação teve como principal objetivo, o fortalecimento econômico dos países membros, tendo como principais integrantes: Bolívia, Colômbia, Equador e Peru. O Chile integrou o bloco entre os anos de , e a Venezuela foi país membro entre os anos de Atualmente a Venezuela se desligou e participa do Mercosul. O Chile também se desligou do bloco e participa do NAFTA.

11 AMÉRICA PLATINA A América Platina é uma porção da América do Sul formada por três nações: Argentina, Paraguai e Uruguai. O vínculo entre esses países é desde o período colonial, pois já participaram de uma mesma administração política. Além desse aspecto, essas três nações possuem outra característica em comum: são banhadas pelos rios que formam a Bacia Hidrográfica do Rio Prata.

12 BACIA DO PRATA

13 CARACTERÍSTICAS Esses três países somam, aproximadamente, 50 milhões de habitantes, sendo a Argentina, o país mais populoso – com 40 milhões. A maioria da população da América Platina, especialmente da Argentina e do Uruguai, é branca e de origem europeia. Tal fato se explica em virtude do intenso fluxo migratório de espanhóis e italianos para esses dois países no final do século XIX e início do século XX. No Paraguai predominam os mestiços e ameríndios.

14 ECONOMIA DA AMÉRICA PLATINA A economia na América Platina é bem dinâmica e diversificada. Todos os três países têm na agropecuária, um importante elemento da economia. Na Argentina destaca-se o cultivo de trigo e criação de bovinos e ovinos. No Uruguai, no domínio dos pampas, ocorre a criação de bovinos, produção de carnes e ovinos, além do cultivo de milho e trigo. As principais áreas agrícolas do Paraguai estão localizadas a leste do rio Paraguai, onde são cultivados vários produtos, principalmente algodão e soja.

15 ECONOMIA PLATINA A Argentina é a nação mais industrializada da América Platina. A indústria concentra-se em Buenos Aires, Córdoba e Rosário. Montevidéu, capital do Uruguai, abriga a maioria das indústrias no país, cujo setor se baseia na produção alimentícia e têxtil. O Paraguai apresenta uma industrialização muito limitada, apoiando-se por excelência na produção alimentícia.

16 MERCOSUL A Argentina, o Paraguai e o Uruguai, juntamente com o Brasil, formam o bloco econômico mais expressivo da América do Sul – o Mercado Comum do Sul (MERCOSUL).

17 AMÉRICA CENTRAL CONTINENTAL A América Central Continental corresponde à uma restrita faixa de terras emersas que liga a América Central à América do Norte e à América do Sul. Nesse istmo estão estabelecidos sete países: Belize, Guatemala, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Costa Rica e Panamá.

18 RELEVO DA AMÉRICA CENTRAL CONTINENTAL Uma grande parcela do território que compõe a América Central é ocupada por montanhas que periodicamente desenvolve o processo de vulcanismo e também de terremotos. As áreas que apresentam as planícies se restringem à costa do Atlântico e do Pacífico.

19 CLIMA E VEGETAÇÃO A América Central está situada praticamente em sua totalidade na zona intertropical, no entanto, desenvolve outros tipos de climas provenientes das altitudes, a partir disso é possível identificar três domínios climáticos. Existe muitos trechos da América Central que possuem florestas tropicais, regiões com clima e vegetação montanhosa e na área litorânea clima seco e quente.

20 CARACTERÍSTICAS SÓCIO-ECONÔMICAS Países com grande desigualdade social, com contraste com áreas com grande beleza natural e com hotéis de luxos e na maior parte dos países predomina moradias pobres e com péssimas condições de vida para a maioria da população pobre. O turismo é uma das principais atividades econômicas, devido as belezas naturais do Caribe. A agricultura é a outra atividade principal dos países da América Central

21 CANAL DO PANAMÁ O Canal do Panamá é um canal com 81 quilômetros de extensão, que corta o istmo do Panamá, ligando assim o Oceano Atlântico e o Oceano Pacífico, no Panamá. Para transpor o desnível entre os oceanos, foram construídos 3 sistemas de comportas. As receitas geradas pelos tributos sobre a carga transportada representam 25% das riquezas do país.

22 CANAL DO PANAMÁ E OS EUA O canal e a Zona do Canal em torno foram administrados pelos Estados Unidos até 1999, quando o controle foi passado ao Panamá, como previsto pelos Tratados Torrijos-Carter, assinados em 7 de setembro de 1977, nos quais o presidente dos estados- unidos Jimmy Carter cede aos pedidos de controle dos panamenhos. Os tratados previam uma passagem gradual do controle aos panamenhos, que se terminou pelo controle total do canal pelo Panamá em 31 de Dezembro de O Panamá tem, desde então, melhorado o Canal, quebrando recordes de tráfego, financeiros e de segurança ano após ano. O Canal do Panamá foi declarado uma das Sete maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade estado-unidense de engenheiros civis.

23 CANAL DO PANAMÁ

24 AMÉRICA CENTRAL INSULAR A América Central Insular (ou formado por ilhas), corresponde a um grupo de ilhas localizadas no Mar das Antilhas conhecido como Mar do Caribe, que é ramificado em Grandes Antilhas, Pequenas Antilhas e Bahamas. Na primeira Antilha estão presentes as nações mais importantes do Caribe tais como Cuba, Jamaica, Haiti, República Dominicana e Porto Rico, que faz parte do controle dos Estados Unidos.

25 PEQUENAS ANTILHAS As Pequenas Antilhas são compostas por oito nações autônomas: Antígua e Barbuda, Barbados, Dominica, Granada, Santa Lúcia, São Cristóvão, Nevis, São Vicente, Granadinas e Trinidad e Tobago, além de cinco possessões do Reino Unido: Anguilla, Ilhas Cayman, Ilhas Turks e Caicos, Ilhas Virgens Britânicas e Montsserat. Existem ainda duas possessões da Holanda, as Antilhas Holandesas e Aruba; duas possessões da França: Guadalupe e Martinica; e uma possessão dos Estados Unidos: as Ilhas Virgens Americanas.

26 CUBA É a maior ilha do Caribe e é a única nação socialista da América. Em 1969 teve início a Revolução Cubana, liderada por Fidel Castro e seus partidários. Durante muitos anos Cuba foi aliada da URSS e sofreu com o embargo dos EUA. Apesar de graves problemas sociais, Cuba tem bons indíces sociais como baixa taxa de analfabetismo, uma medicina bastante avançada, porém a igualdade no país ocorreu por baixo e as lideranças do partido comunista tem uma vida priveligiada enquanto o resto da população vive com sacrifício.

27

28 GRANDES ILHAS Jamaíca, Haiti e República Dominicana, sofrem com a grande desigualdade social, a pobreza e a economia baseada na agricultura e no turismo.

29 MÉXICO O México ou Estados Unidos do México é um país localizado na América do Norte que limita fronteira ao norte, com os Estados Unidos; a leste com o Golfo do México; a oeste, com o oceano Pacífico e ao sul, com a Guatemala e Belize.

30 UM DOS GIGANTES DA AMÉRICA LATINA O território mexicano abrange uma área de km2, a qual abriga cerca de 109,6 milhões de pessoas. A capital do país é a cidade do México. A extensão territorial do México é superada somente pelo Brasil e Argentina entre os países da América Latina.

31 PROBLEMAS DO MÉXICO Apesar de fazer parte da América do Norte, o México por ser um país que foi colonizado pela Espanha e por ser subdesenvolvido, também faz parte da América Latina. Um dos principais problemas enfrentados pelo México, tanto a nível político, como também econômico é a proximidade com os Estados Unidos da América, que sufoca a sua economia e que no século XIX tomou um terço do território mexicano.

32 POBRE MÉXICO, TÃO LONGE DE DEUS E TÃO PRÓXIMO DOS ESTADO UNIDOS

33 ECONOMIA DO MÉXICO A economia do México é, atualmente, a 14ª maior do mundo, bem como a 2a mais desenvolvida da América Latina (atrás somente do Brasil) e a quarta maior do continente Americano por PIB nominal (depois dos EUA, Brasil e Canadá). Desde a crise de 1994, as administrações têm melhorado os fundamentos macroeconômicos do país. O México não foi significativamente influenciado pela crise sul- americana de 2002 e tem mantido taxas positivas de crescimento após um breve período de estagnação em 2001.

34 BOM DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO A economia mantém um rápido desenvolvimento em modernos setores industriais e de serviços, com o aumento da propriedade privada. Administrações recentes têm expandido a concorrência nos portos, ferrovias, telecomunicações, geração de eletricidade, distribuição de gás natural e dos aeroportos, com o objetivo de melhorar a infra-estrutura mexicana. Como uma economia orientada para a exportação, mais de 90% do comércio mexicano é através de acordos de livre comércio com mais de 40 países, incluindo a União Européia, Japão, Israel e grande parte da América Central e do Sul, principalmente com o Brasil.

35 PROBLEMAS SOCIAIS No entanto, a desigualdade de renda continua sendo um problema e enormes lacunas permanecem, não só entre áreas ricas e pobres, mas também entre o norte e o sul, e entre os meios urbano e o rural. Fortes contrastes de renda e desenvolvimento humano são também um problema grave no México.

36 CULTURA MEXICANA A cultura mexicana reflete a complexidade da história do país através da mistura das civilizações pré-hispânicas (Astecas, Maias entre outros) e da cultura da Espanha, transmitida durante a colonização de 300 anos da Espanha no México. Elementos culturais exógenos, principalmente dos Estados Unidos foram incorporadas à cultura mexicana.

37 GUIANAS E SURINAME AMÉRICA AMAZÔNICA As Guianas são uma subdivisão da América do Sul composta pelos seguintes países e territórios: Guiana; Guiana Francesa; Suriname.

38 HISTÓRIA Os territórios das Guianas foram colonizados no século XVI por Inglaterra, Holanda, França, Portugal e Espanha. O atual estado brasileiro do Amapá foi chamado de Guiana Portuguesa entre 1809 e 1817 e era, até meados do século XX, conhecido também como Guiana Brasileira. Da mesma forma, a região administrativa da Guayana atualmente é conhecida como Guiana Venezuelana e, anteriormente, era chamada de Guiana Espanhola. Até a primeira metade do século XX, as Guianas eram pertencentes aos países europeus: aos Países Baixos (o atual Suriname), ao Reino Unido (a atual Guiana), enquanto a Guiana Francesa é um departamento de ultramar da França.

39 POPULAÇÃO A maioria da população é constituída pelos criolos ou mulatos, como resultado da contínua mestiçagem dos grupos procedentes da Europa, da Ásia e África, assim como de outras partes da América do Sul. Os índios, reduzidos a pequenas tribos, vivem na costa (caribes, aruaques e palicurs) e no interior (wayanas, oiampis e emérilons). Nas proximidades do rio Maroni, descendentes de escravos foragidos no século XVIII conservaram seu modo de vida africano.

40 ECONOMIA DA REGIÃO Devido a grande cobertura florestal Amazônica da região o extrativismo e o turismo são as principais atividades. Atividades principais: Silvicultura, pesca, extração de ouro, extração vegetal (madeira). Os minerais são as principais riquezas das Guianas, destacando-se a bauxita. Nas planícies setentrionais (litoral) sobressaem o cultivo de cana-de-açúcar, cacau, café e frutas tropicais. e turismo. Indústrias Principais: Camarão, produtos forestais, mineração, base de lançamentos de satélites Principais parceiros econômicos: USA, França.

41 GUIANA FRANCESA Tristemente célebre no passado por suas colônias penais, a Guiana Francesa desenvolveu na segunda metade do século XX uma economia florescente, estimulada pela atividade do centro espacial de Kourou. A Guiana Francesa, situada na costa norte da América do Sul, faz parte, como departamento ultramarino, da França, em cuja Assembléia Nacional está representada por um senador e um deputado. Ocupa uma superfície de km2 e limita-se ao norte com o oceano Atlântico, a oeste com o Suriname (antiga Guiana Holandesa), ao sul e a leste com o Brasil.


Carregar ppt "SUB-REGIÕES DA AMÉRICA LATINA GEOGRAFIA PROF. EDUARDO C. FERREIRA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google