A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite ICB/UFMG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite ICB/UFMG."— Transcrição da apresentação:

1 DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite ICB/UFMG

2 Proteína-ubiquitina (ubiquitina liga NH 3 lateral da lisina). Degradadas no proteossomo 26S, protease complexa. Meia vida depende Aa no N terminal da proteína: Serina: meia vida > 20h Aspartato: meia vida 3 min Pro-Glu-Ser-Ter (PEST) degradadas rapidamente Dois processos importantes na degradação: - destino do NH 3 - destino dos esqueletos carbônicos Meia vida de proteínas relacionadas com: facilidade com que ubiquitina se liga a elas (proteínas intracelulares) ou lisossomos que degradam a proteína extracelular (endocitose do plasma ou membrana celular) DEGRADAÇÃO DE PROTEÍNAS

3

4

5

6 Uréia é a principal forma de eliminação do grupos amino de Aa e perfaz 90% dos componentes nitrogenados da urina. O carbono e o Oxigênio vêm do CO 2 A uréia é produzida no fìgado e transportada pelo sangue até os rins.

7

8 Reação da AST: Reversível: forma oxaloacetato ou aspartato. Depende da concentração dos componentes

9 Síntese de Glutamina a partir de glutamato e amônio livre As transaminases convergem os grupo N de aminoácidos para o glutamato, e este ainda pode ser convertido em glutamina.

10

11 PLP como cofator das aminotransferases

12 TREONINA E SERINA LIBERAM NH 3 DIRETAMENTE COMO ION AMÔNIO Serina Piruvato + NH 4 + Serina serina desidratase Piruvato + NH 4 + Treonina cetobutirato + NH 4 + Treonina treonina desidratase cetobutirato + NH 4 +

13 Outras etapas de desaminação de Aa: 1. Serina Desidratase: serina piruvato + NH L- e D-aminoacidooxidases (Peroxisomais): aminoácido + FAD + H 2 O -cetoacido + NH FADH 2 FADH 2 + O 2 FAD + H 2 O 2 Catalase: 2 H 2 O 2 2 H 2 O + O 2

14 Sentido da reação da Glu desidro depende das concentrações dos componentes. ATP e GTP inibem a enzima e ADP e GDP vão ativar. Significa que em baixa de energia tenho que aumentar a degradação de Aa para obter esqueleto carbônico da neoglicogênese Assim, os N chegam ao fígado como glutamina (glutamato) ou como alanina (músculo).

15

16 Glu desidro: Uma das poucas enzimas que pode usar NAD + or NADP + como aceptor de e - A oxidação do a-carbono seguida de hidrólise, liberando NH 4 +. Glutamato Desidrogenase catalisa a principal reação de remoção de N do pool de aminoácidos

17

18 Assim, as transaminases convergem os grupo N de Aa para glutamato, que, por sua vez é desaminado via glutamato desidrogenase, produzindo NH 4 +.

19 A reação global da Carbamil fosfato I: (irreversível) 2ATP + HCO NH 3 H 2 N-C-OP ADP + Pi

20 N-acetil glutamato Regulador da carbamil fosfato sintetase I

21

22

23


Carregar ppt "DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E CICLO DA URÉIA Jacqueline Isaura Alvarez Leite ICB/UFMG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google