A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LÍNGUA PORTUGUESA 1º Ano/ EM Cap Lilavati Profª Gláucia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LÍNGUA PORTUGUESA 1º Ano/ EM Cap Lilavati Profª Gláucia."— Transcrição da apresentação:

1 LÍNGUA PORTUGUESA 1º Ano/ EM Cap Lilavati Profª Gláucia

2 OBJETIVOS identificar as origens da Língua Portuguesa, refletindo sobre a sua historicidade. identificar as origens da Língua Portuguesa, refletindo sobre a sua historicidade. identificar a influência dos falares indígenas e africanos no léxico português atual. identificar a influência dos falares indígenas e africanos no léxico português atual.

3 QUADRO DE TRABALHO Leitura de estudo: Gramática, cap. 1, p Leitura de estudo: Gramática, cap. 1, p Atividade: Gramática, p. 43. Atividade: Gramática, p. 43.

4 Era uma vez… História da Língua Portuguesa

5 Como, onde e quando nasceu a Língua Portuguesa? Como, onde e quando nasceu a Língua Portuguesa? Quer conhecer seus mais antigos antepassados? Quer conhecer seus mais antigos antepassados?

6 Nossa história começa em Roma por volta do séc. III a.C., com um império que vai se espalhar pelos quatro cantos da terra a comando do imperador Júlio César. Nossa história começa em Roma por volta do séc. III a.C., com um império que vai se espalhar pelos quatro cantos da terra a comando do imperador Júlio César. ROMA: A PRIMEIRA POTÊNCIA GLOBALIZADA DO OCIDENTE

7 INVASÕES ROMANAS Muitos séculos antes do Descobrimento do Brasil, o Império Romano havia conquistado vastos territórios da atual Europa. Não foi uma conquista apenas política e territorial – foi também cultural. Muitos séculos antes do Descobrimento do Brasil, o Império Romano havia conquistado vastos territórios da atual Europa. Não foi uma conquista apenas política e territorial – foi também cultural.

8 ROMA CHEGA À PENÍNSULA IBÉRICA Movidos pela ambição (interesse pela prata), em 197 a.C., os romanos expulsaram da península os cartagineses (fenícios), inimigos de outras datas (concorrentes nas rotas comerciais do Mediterrâneo). Movidos pela ambição (interesse pela prata), em 197 a.C., os romanos expulsaram da península os cartagineses (fenícios), inimigos de outras datas (concorrentes nas rotas comerciais do Mediterrâneo).

9 O LATIM A língua usada pelos romanos na península era o Latim Vulgar, variedade falada por quem não dominava a escrita (naquela época alguns poucos a dominavam!). A língua usada pelos romanos na península era o Latim Vulgar, variedade falada por quem não dominava a escrita (naquela época alguns poucos a dominavam!). O Latim Vulgar (romanice loqui) substituiu o Latim Culto (latine loqui). O Latim Vulgar (romanice loqui) substituiu o Latim Culto (latine loqui).

10 A IBÉRIA NÃO ERA NENHUM DESERTO... Os romanos encontraram lá os Iberos (Bascos), os Celtas, os Lígures, os Fenícios e os Gregos. Os romanos encontraram lá os Iberos (Bascos), os Celtas, os Lígures, os Fenícios e os Gregos. O Latim Vulgar recebeu muitas contribuições lexicais desses povos: O Latim Vulgar recebeu muitas contribuições lexicais desses povos: –Basco: bezerro, cachorro, esquerdo (= sinistro, do Latim sinister), etc. –Celta: saia, cavalo ( égua, do Latim equus), etc. –Grego: escola, igreja, drama, etc.

11 AS INVASÕES NÃO PARAM... No séc. V, povos germânicos invadem a península. No séc. V, povos germânicos invadem a península. O domínio germânico foi até o séc. VIII, mas não conseguiu extinguir o Latim. O domínio germânico foi até o séc. VIII, mas não conseguiu extinguir o Latim. Palavras germânicas que entraram para o Português: Palavras germânicas que entraram para o Português: –Substantivos comuns: orgulho, sabão, brasa, albergue, guerra (que suplantou bellum, do Latim), etc. –Substantivos próprios: Rodrigo, Rodolfo, Elvira, Fernando, Afonso, Guilherme, Rogério.

12 UM CERTO ROMANCE Entre os últimos tempos do Latim e o surgimento das línguas românicas, falou-se o Romance (Séc. VII), dialeto resultante do Latim Vulgar, por toda a Europa Latina. Entre os últimos tempos do Latim e o surgimento das línguas românicas, falou-se o Romance (Séc. VII), dialeto resultante do Latim Vulgar, por toda a Europa Latina. O Romance sofreu grande variação geográfica e já não podia mais ser considerado como Latim, dadas as profundas alterações gramaticais. O Romance sofreu grande variação geográfica e já não podia mais ser considerado como Latim, dadas as profundas alterações gramaticais.

13 CHEGAM OS ÁRABES No começo do séc. VIII (711), veio a invasão árabe. No começo do séc. VIII (711), veio a invasão árabe. O desenvolvimento cultural e tecnológico dos árabes deixou muitas palavras para o Português: O desenvolvimento cultural e tecnológico dos árabes deixou muitas palavras para o Português: –Pessoas e profissões: alfaiate, assassino e xerife. –Ofício da guerra: adaga, algazarra e alarde. –Comidas: azeite, açúcar, álcool, sorvete e cuscuz. –Agricultura: alcachofra, alface, arroz, laranja e café. –Comércio e construções: leilão, alfândega, algarismo, açougue, bazar, açude, azulejo e aldeia. –Animais: alcatéia, atum, gazela, javali e papagaio.

14 A RECONQUISTA Entre 711 (chegada dos árabes) e 1492 (expulsão dos últimos árabes) formaram- se os reinos cristãos da Ibéria (como Leão, Castela, Navarra e Aragão) e as línguas românicas na península. Destes reinos, surgiu a Guerra da Reconquista, movimento lento que ganhou um grande impulso a partir do ano de 930. Entre 711 (chegada dos árabes) e 1492 (expulsão dos últimos árabes) formaram- se os reinos cristãos da Ibéria (como Leão, Castela, Navarra e Aragão) e as línguas românicas na península. Destes reinos, surgiu a Guerra da Reconquista, movimento lento que ganhou um grande impulso a partir do ano de 930.

15 EM MEIO À GUERRA... É criada, no séc. XII, a monarquia portuguesa por D. Afonso Henriques. Nesse período, também começa a se formar o Português. É criada, no séc. XII, a monarquia portuguesa por D. Afonso Henriques. Nesse período, também começa a se formar o Português.

16 Em Galego-Português, assim chamado o Português em sua primeira fase (séc. XII ao XVI), foram escritos os primeiros documentos (leis e diplomas reais). Em Galego-Português, assim chamado o Português em sua primeira fase (séc. XII ao XVI), foram escritos os primeiros documentos (leis e diplomas reais). São também registradas as primeiras manifestações literárias: as cantigas trovadorescas. São também registradas as primeiras manifestações literárias: as cantigas trovadorescas. O PORTUGUÊS ARCAICO (I)

17 O PORTUGUÊS ARCAICO (II) O galego-português aos poucos foi se separando: no sul, passou-se a falar o Português, e no norte, na região da Galícia, o Galego. O galego-português aos poucos foi se separando: no sul, passou-se a falar o Português, e no norte, na região da Galícia, o Galego. A separação se deu por volta do séc. XIV. A separação se deu por volta do séc. XIV.

18 O PORTUGUÊS MODERNO Português clássico (século XVI e XVII): primeiras gramáticas e dicionários Português clássico (século XVI e XVII): primeiras gramáticas e dicionários –Primeira gramática: Fernão de Oliveira, Grammatica da Lingoagem Portugueza (1536) –Primeiro dicionário: Jerônimo Cardoso, Dicionario Lusitânico – Latino (1562) Português pós-clássico (século XVIII a XIX) Português pós-clássico (século XVIII a XIX)

19 O PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO Alguns estudiosos já consideram este um terceiro período do Português, com início no século XX e indo até os dias de hoje. Alguns estudiosos já consideram este um terceiro período do Português, com início no século XX e indo até os dias de hoje.

20

21 REFERÊNCIA CASTILHO, Ataliba T. Como, onde e quando nasceu a Língua Portuguesa? Disponível em: CASTILHO, Ataliba T. Como, onde e quando nasceu a Língua Portuguesa? Disponível em:


Carregar ppt "LÍNGUA PORTUGUESA 1º Ano/ EM Cap Lilavati Profª Gláucia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google