A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO CLIMA URBANO Clima e Conforto Urbano Prof. João Lima.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO CLIMA URBANO Clima e Conforto Urbano Prof. João Lima."— Transcrição da apresentação:

1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO CLIMA URBANO Clima e Conforto Urbano Prof. João Lima

2 A cidade constitui a forma mais radical de transformação da paisagem natural: morfologia do terreno; condições climáticas e ambientais. A cidade constitui a forma mais radical de transformação da paisagem natural: morfologia do terreno; condições climáticas e ambientais. Os espaços urbanos passaram a assumir a responsabilidade do impacto máximo da atuação humana sobre a organização na superfície terrestre e na deterioração do ambiente. Os espaços urbanos passaram a assumir a responsabilidade do impacto máximo da atuação humana sobre a organização na superfície terrestre e na deterioração do ambiente. As primeiras preocupações com o clima urbano surgiram antes da Revolução Industrial no Ocidente. As primeiras preocupações com o clima urbano surgiram antes da Revolução Industrial no Ocidente. O mais antigo vestígio sobre o clima urbano pode ser encontrado em Londres do Séc. XVII, com Evelyn – O mais antigo vestígio sobre o clima urbano pode ser encontrado em Londres do Séc. XVII, com Evelyn – 1661.

3 Em 1818, o químico Howard, em seu livro sobre clima em Londres, descreve a contaminação do ar e a ocorrência de temperaturas mais elevadas na cidade do que nos arredores. Em 1818, o químico Howard, em seu livro sobre clima em Londres, descreve a contaminação do ar e a ocorrência de temperaturas mais elevadas na cidade do que nos arredores. Em 1927, em Viena, foram obtidos dados que serviram de base para a confecção de um mapa urbano de temperaturas. Em 1927, em Viena, foram obtidos dados que serviram de base para a confecção de um mapa urbano de temperaturas. Após a 2ª GGl, ocorreu um crescimento das áreas metropolitanas e o aumento da industrialização. A partir daí, intensificaram-se os estudos sobre clima urbano, tornando evidente a contaminação da atmosfera das cidades. Após a 2ª GGl, ocorreu um crescimento das áreas metropolitanas e o aumento da industrialização. A partir daí, intensificaram-se os estudos sobre clima urbano, tornando evidente a contaminação da atmosfera das cidades. Os trabalhos se multiplicaram na Europa e depois na América do Norte. Os trabalhos se multiplicaram na Europa e depois na América do Norte. Londres teve outro trabalho sobre Clima Urbano com CHANDLER (1965). Londres teve outro trabalho sobre Clima Urbano com CHANDLER (1965).

4 Com a crise ambiental nos fins da década de 1960, os estudos apontavam para as primeiras sínteses. Com a crise ambiental nos fins da década de 1960, os estudos apontavam para as primeiras sínteses. No Brasil os estudos de clima urbano começaram com Carlos Augusto de F. Monteiro em 1970 na pós graduação da USP, com a disciplina Problemas de Climatologia Urbana Aplicada ao Brasil. Na perspectiva do planejamento. No Brasil os estudos de clima urbano começaram com Carlos Augusto de F. Monteiro em 1970 na pós graduação da USP, com a disciplina Problemas de Climatologia Urbana Aplicada ao Brasil. Na perspectiva do planejamento. Na Espanha as investigações começaram nos anos de 1980 por um grupo de Geógrafos da Universidade Autônoma de Madri. Na Espanha as investigações começaram nos anos de 1980 por um grupo de Geógrafos da Universidade Autônoma de Madri. Efeitos da ação do homem sobre o tempo: muitos trabalhos realizados; a poluição teve um enfoque especial. Efeitos da ação do homem sobre o tempo: muitos trabalhos realizados; a poluição teve um enfoque especial. O tema cada vez mais rico em análises detalhadas enfatizava o nível meteorológico, sendo limitadas as perspectivas verdadeiramente geográficas. O tema cada vez mais rico em análises detalhadas enfatizava o nível meteorológico, sendo limitadas as perspectivas verdadeiramente geográficas.

5 Landsberg apresenta a síntese dos estudos realizados: Landsberg apresenta a síntese dos estudos realizados: - O clima urbano é a modificação substancial de um clima local, não sendo possível ainda decidir sobre o ponto de concentração populacional ou densidade de edificações em que essa notável mudança principia; - Admite-se que o desenvolvimento urbano tende a acentuar ou eliminar as diferenças causadas pela posição do sítio; - Da comparação entre a cidade e o campo circundante, emergiram os seguintes fatos fundamentais: 1. a cidade modifica o clima através de alterações em superfície; 2. a cidade produz um aumento de calor, complementada por modificações na ventilação, na umidade e até nas precipitações, que tendem a ser mais acentuadas;

6 3. a maior influência manifesta-se através da alteração na própria composição da atmosfera, atingindo condições adversas na maioria dos casos. A poluição atmosférica representa, no presente, o problema básico da climatologia das modernas cidades industrializadas. Landsberg apud Monteiro (1970). 3. a maior influência manifesta-se através da alteração na própria composição da atmosfera, atingindo condições adversas na maioria dos casos. A poluição atmosférica representa, no presente, o problema básico da climatologia das modernas cidades industrializadas. Landsberg apud Monteiro (1970). A maioria dos trabalhos foram apresentados na perspectiva meteorológica: 1- Os dados foram coletados de longas séries de registros, utilizando-se da observação meteorológica padrão: observar o ar livre – descomprometido de influências locais imediatas. 2- Havia a desvinculação do estudo da cidade com seu contexto natural – ambiente urbano era visto na ótica social e econômica.

7 DIFICULDADES EM SE REALIZAR A PESQUISA GEOGRÁFICA DO CLIMA URBANO: 1- Análise climática nitidamente meteorológica. 2- Análise geográfica da cidade passou a impregnar- se de motivações econômicas como causa determinante.

8 Na atualidade, o clima urbano é um dos campos da climatologia mais consolidados e seus resultados podem ser aplicados em outras áreas do conhecimento. Na atualidade, o clima urbano é um dos campos da climatologia mais consolidados e seus resultados podem ser aplicados em outras áreas do conhecimento. O clima urbano é um exemplo de mudança climática não intencionada e é um dos problemas climáticos de maior relevância na atualidade. O clima urbano é um exemplo de mudança climática não intencionada e é um dos problemas climáticos de maior relevância na atualidade. A cidade é um laboratório que se pode experimentar os complexos mecanismos desencadeados pela ação humana sobre o clima: as modificações que se produzem como conseqüência dessas ações e as influências que tais modificações podem ter sobre a sociedade. A cidade é um laboratório que se pode experimentar os complexos mecanismos desencadeados pela ação humana sobre o clima: as modificações que se produzem como conseqüência dessas ações e as influências que tais modificações podem ter sobre a sociedade.

9 CLIMA REGIONAL ESPAÇO URBANO ESPAÇO CONSTRUÍDO OBSTÁCULOSTIPO DE MATERIAL INÉRCIA TÉRMICA EFEITO DE REFLEXÃO AUMENTO DA TEMPERATURA ILHA DE CALOR CLIMA URBANO ATIVIDADE HUMANA TRÁFEGO/AQUECIMENTO INDÚSTRIAS CALOR ANTRÓPICO POLUIÇÃO EFEITO ESTUFA NÚCLEOS DE CONDENSAÇÃO NÉVOA AUM. PRECIPITAÇÃO Garcia, 1996

10 ELEMENTO COMPARAÇÃO COM AS ÁREAS RURAIS Ar urbano Núcleo de Condensação Partículas Substâncias gasosas 10 a 100 superior 10 a 50 superior 50 a 25 superior Casos com visibilidade < 10 Km 5% a 15% mais RadiaçãoTotalUltravioleta -Com sol baixo -Com sol alto Insolação 10% a 20% menos 30% menos 5% menos 5% - 15% menos Temperaturas Média anual Mínima de inverno 0,5 o C - 1 o C superior 1 o C - 2 o C superior PrecipitaçãoTotal Dias < 5mm Neve 5% - 10% mais 10% mais 5% - 10% menos NebulosidadeTotal Névoa de inverno Névoa de verão 5% - 10% mais 100% mais 20% - 30% mais Umidade relativa Média anual InvernoVerão 6% inferior 2% inferior 8% inferior Vento Veloc. Média anual Veloc. Máxima Calmaria 20% - 30% inferior 10% - 20% inferior 5% - 20% inferior Média da mudança dos componentes meteorológicos devido a urbanização. Landsberg, 1981


Carregar ppt "INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO CLIMA URBANO Clima e Conforto Urbano Prof. João Lima."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google