A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão de Fornecedores. O modelo proposto é composto por um conjunto de 10 passos Mapear Processo 1 Identificar Interfaces 2 Definir Impactos 3 Definir.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão de Fornecedores. O modelo proposto é composto por um conjunto de 10 passos Mapear Processo 1 Identificar Interfaces 2 Definir Impactos 3 Definir."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão de Fornecedores

2 O modelo proposto é composto por um conjunto de 10 passos Mapear Processo 1 Identificar Interfaces 2 Definir Impactos 3 Definir Indicadores Preliminares 4 Avaliar Releväncia 5 Avaliar Dificuldade Medição 6 Qualificar Indicadores 7 Definir Metas 8 Calcular Desempenho 9 Definir Sistema Conseqüência 10

3 Passo 1: Mapear o Processo Objetivo Definir as atividades do processo de fornecimento Ação principal Mapeamento de todas as atividades do processo –Depende das características do processo e do resultado esperado.

4 Passo 1: Mapear o Processo Objetivo Definir as atividades do processo de fornecimento Ação principal – Fornecimento de matéria-prima Atividade 1 – Transporte da matéria-prima para o cliente Atividade 2 – Recebimento da matéria-prima Atividade 3 – Descarga da matéria-prima no armazém Atividade 4 – Entrega da matéria-prima no centro produtivo

5 Passo 1: Mapear o Processo INTERFACES Atividade 1Atividade 2 Atividade 3 –…–…–…–…–…–… –…–…–…–…–…–… –…–…–…–…–…–… Atividade 4 –…–… –…–… –…–… Atividade N –…–… –…–… –…–… IMPACTO INDICADOR ATIVIDADES DO ESCOPO DE ATUAÇÃO DO FORNECEDOR

6 Passo 2: Identificar Interfaces Objetivo Identificar as áreas da empresa que são afetadas pelo desempenho do fornecedor em cada uma das atividades mapeadas Levantamento das interfaces –Implica em identificar as áreas que são afetadas diretamente pela atuação do fornecedor Principal Ação Quais são as áreas que possuem interfaces com o fornecedor? Comercial Produção Controle de Qualidade Financeiro Planejamento Logística...

7 Passo 2: Identificar Interfaces INTERFACES ATIVIDADE 1 ATIVIDADE 2 ATIVIDADE 3 Fiscal Comercial Segurança –…–…–…–… ATIVIDADE 4 –…–… ATIVIDADE N –…–… IMPACTO INDICADOR ATIVIDADES DO ESCOPO DE ATUAÇÃO DO FORNECEDOR Controle Qualidade Logística... Produção –…–…

8 Passo 3: Definir os impactos nas áreas de interface Objetivo Como o desempenho do fornecedor pode afetar cada uma das áreas de interface identificadas? Pesquisa Qualitativa –Realizar entrevista com as diversas áreas de interface. –Listar o maior número possível de impactos Principal Ação

9 FORNECIMENTO MATÉRIA-PRIMA Excessivo tempo de descarregamento Capacidade inadequada do veículo Veículos inadequados Recebimento de material incorreto Acidentes Documentação fiscal incorreta AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS DO DESEMPENHO DO FORNECEDOR EXEMPLO: FORNECIMENTO DE MATÉRIA-PRIMA Passo 3: Definir os impactos nas áreas de Interface

10 Passo 3: Definir os impactos nas áreas de interface INTERFACES Atividade 1 Atividade 2 Atividade 3 –…–…–…–… Atividade 4 –…–… Atividade N –…–… IMPACTO INDICADOR MACRO ATIVIDADES DO ESCOPO DE ATUAÇÃO DO FORNECEDOR... Produção –…–… Fiscal Comercial Segurança Controle Qualidade Logística Documentação fiscal incorreta Capacidade inadequada do veículo Acidentes Recebimento material incorreto Excessivo tempo descarga Veículo inadequado Recebimento material incorreto

11 Passo 4: Definir os indicadores de desempenho Objetivo - Definir indicadores de desempenho para cada tipo de impacto identificado - Estabelecer a forma de obtenção Definição dos indicadores de desempenho –Para cada tipo de impacto definir um indicador de desempenho Principais Ações Estabelecimento da forma de obtenção –Consiste em definir como o indicador será medido... sistema ou apontamento?

12 Passo 3: Definir os indicadores preliminares INTERFACES Atividade 1 Atividade 2 Atividade 3 Fiscal Comercial Segurança Acidentes Recebimento material incorreto Excessivo tempo carga / descarga Veículos inadequados –KPI 2–KPI 3 Atividade 4 Recebimento material incorreto –KPI 4 Atividade N –…–… IMPACTO INDICADOR MACRO ATIVIDADES DO ESCOPO DE ATUAÇÃO DO FORNECEDOR Controle Qualidade Logística... Produção –KPI 1 Documentação fiscal incorretos Capacidade inadequada dos veículos Acidentes

13 Passo 5: Avaliar a relevância do indicador Objetivo Identificar a relevância de cada indicador de desempenho a partir da análise da sua contribuição para a estratégia da empresa. Levantamento da estratégia da empresa –Análise da estratégia e compreensão dos aspectos mais relevantes para os clientes. Principais Atividades Análise da contribuição do indicador para a estratégia da empresa Indicadores de Desempenho KPI 1 KPI 2 KPI 3 Contribuição (Alta, Média e Baixa) Alta Média Baixa Atividade A1 A2 A3

14 Passo 6: Avaliar dificuldade de medição do indicador Objetivo Identificar a dificuldade de medição de cada indicador de desempenho Identificação das variáveis relacionadas à dificuldade de medição –Para cada indicador de desempenho, deverão ser levantadas sua forma de obtenção e estimativa da frequência necessária de atualização das informações. –As formas de obtenção podem ser divididas em: Informação obtida diretamente dos sistemas Informação obtida através de apontamentos Principais Atividades

15 Objetivo Identificar a dificuldade de medição de cada indicador de desempenho Principais Atividades Avaliação da dificuldade de medição –Para cada elemento do indicador de desempenho.... Forma de Obtenção Frequência de Atualização SistemaApontamentoBaixa Média/Alta Baix a Média Alta Passo 6: Avaliar dificuldade de medição do indicador

16 Passo 7: Qualificar os indicadores de desempenho Objetivo Qualificar os indicadores de desempenho a partir da análise da sua relevância e dificuldade de medição Principais Atividades Geração da Matriz Dificuldade de Medição Relevância do Indicador BaixaMédiaAlta Baixa Alta Média Indicadores 1 KPI 1 2 KPI 2 3 KPI 3 4 KPI 4 n KPI n KPIs Alta Prioridade KPIs Média Prioridade KPIs Baixa Prioridade

17 Passo 7: Qualificar os indicadores de desempenho Geração da Matriz Dificuldade de Medição Relevância do Indicador BaixaMédiaAlta Baixa Alta Média n Indicadores 1 KPI 1 2 KPI 2 3 KPI 3 4 KPI 4 n KPI n

18 Definição de metas de desempenho –Deverá ser baseada na análise do desempenho histórico do indicador, na análise subjetiva do seu resultado ou na realização de benchmarking. –É importante que as metas sejam definidas de comum acordo com o fornecedor. Principais Atividades Gerenciar as metas –É aconselhável a existência de um sistema de controle que indique a necessidade de revisão das metas ou a análise de soluções alternativas com o fornecedor. Passo 8: Definir metas para cada indicador

19 Passo 9: Calcular o índice de desempenho do fornecedor (Com base na análise do conjunto de indicadores) INDICADORMETAPONTUAÇÃO KP1M11 ~ 5 PESO KPI 2M21 ~ 5 KPI3M31 ~ 5 KPI 4M41 ~ 5 KPI´nMn1 ~ 5 1 ~ 10 Desempenho do fornecedor = pontuação x peso

20 Pontuação Desempenho conforme a meta Sugestão: variar a pontuação de 1 a 5, com os limites definidos por: 1 P Desvio superior ao máximo aceitável 5 P Desempenho melhor do que a meta em períodos consecutivos 2 P Valor dentro do desvio máximo aceitável 3 P 4 P Desempenho melhor do que a meta

21 Passo 10: Definir sistema de conseqüência IDF Desempenho Regular Desempenho Excelente Desempenho Ruim Multa No caso de reincidência sistemática, rescisão do contrato. EXEMPLO DE REGRA DE BONIFICAÇÃO E PENALIZAÇÃO EM FUNÇÃO DO DESEMPENHO Bônus no faturamento Objetivo Definir o sistema de conseqüências relacionado à avaliação.


Carregar ppt "Gestão de Fornecedores. O modelo proposto é composto por um conjunto de 10 passos Mapear Processo 1 Identificar Interfaces 2 Definir Impactos 3 Definir."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google