A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Eficiência Energética no Brasil JANIO ITIRO AKAMATSU Diretoria de Tecnologia da Eletrobrás Guaratinguetá, 20 de Novembro de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Eficiência Energética no Brasil JANIO ITIRO AKAMATSU Diretoria de Tecnologia da Eletrobrás Guaratinguetá, 20 de Novembro de 2008."— Transcrição da apresentação:

1

2 Eficiência Energética no Brasil JANIO ITIRO AKAMATSU Diretoria de Tecnologia da Eletrobrás Guaratinguetá, 20 de Novembro de 2008

3 DDE PROCELCONPETPEE Programas Nacionais em Eficiência Energética

4 Outros agentes federais envolvidos com Eficiência Energética Instituto Nacional de Metrologia – INMETRO Banco Nacional de Desenvolvimento – BNDES Programa de modernização do Setor de Saneamento – PMSS Programa nacional de combate ao Desperdício de água – PNCDA Caixa Econômica Federal

5 Programa de Eficiência Energética - PEE ANEEL Lei 9.991, de julho de 2000 Art. 1 o As concessionárias e permissionárias de serviços públicos de distribuição de energia elétrica ficam obrigadas a aplicar, anualmente, o montante de, no mínimo, setenta e cinco centésimos por cento de sua receita operacional líquida em pesquisa e desenvolvimento do setor elétrico e, no mínimo, vinte e cinco centésimos por cento em programas de eficiência energética no uso final... I – até 31 de dezembro de 2005, os percentuais mínimos definidos no caput deste artigo serão de cinqüenta centésimos por cento, tanto para pesquisa e desenvolvimento, como para programas de eficiência energética na oferta e no uso final da energia. Lei nº , de março de 2007: I – até 31 de dezembro de

6 Ciclo Número de Empresas Investimento (milhões de R$) Demanda Evitada (MW) Energia Econ. (GWh/ano) 1998/ / / / / / / / /2007* Média** Total *Até 15/06/2007; **Entre 1998/1999 e 2005/2006 PEE Investimentos e Resultados Síntese dos Investimentos Realizados e Resultados Previstos

7 PEE Investimentos e Resultados Resumo dos Ciclos 2000/2001 a 2004/2005

8 Tipo de Projeto Investimento Apropriado (R$) Investimento Apropriado (%) Energia Econ. (MWh/ano) Demanda Evitada (kW) Residencial ,1963, Poderes Públicos ,9012, Industrial ,6911, Serviços Públicos ,275, Comércio e Serviços ,954, Rural ,121, Aquecimento Solar ,121, Total , *Dados parciais PEE Investimentos e Resultados Resumo dos Ciclos 2005/2006 a 2006/2007

9 2005/ /2007 Investimento (R$) , ,15 Baixa Renda63%66% Indústria15%6% Outros22%28% 2005/ /2007* Investimento (R$) , ,83 Lâmpadas Eficientes Geladeiras Instalações Internas n.d. Aquecedores Solares Padrão Entrada94.720n.d. Residencial Baixa Renda *Dados parciais PEE Investimentos e Resultados Resumo dos Ciclos 2005/2006 a 2006/2007*

10 Programa nacional da racionalização do uso dos derivados do petróleo e do gás natural

11 Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) O PBE é um programa de conservação de energia que visa orientar o consumidor quanto à eficiência energética de alguns produtos.

12 Selo Conpet É concedido anualmente a todos os produtos que obtiverem o conceito A nos ensaios laboratoriais do PBE.

13 Visa racionalizar o consumo de óleo diesel e promover a melhoria da qualidade do ar, reduzindo a emissão de fumaça preta de ônibus e caminhões.

14 Conpet na Escola Unidade Móvel Apresenta para alunos e professores a importância do uso racional de energia através de: Oficinas para os professores. Show de Energia para os alunos.

15 Conpet na Escola Auditórios

16 Conpet na Escola Vale : alunos Unidade Móvel: alunos Equipe no EMAS : 20 pessoas Show de Energia Dados de 2008

17 Programa do Governo Federal vinculado ao Ministério das Minas e Energia, criado em 1985 e executado pela Eletrobrás Articular o Setor Elétrico e a Sociedade, visando fomentar a eficiência energética e o uso racional da energia, em benefício da própria sociedade. Combater o desperdício de energia elétrica Estimular o uso eficiente e racional de energia elétrica Fomentar e apoiar a formulação de leis e regulamentos voltados para as praticas de eficiência energética Aumentar a competitividade do país Reduzir os impactos ambientais Proporcionar benefícios à própria sociedade PROCEL Definição Missão Missão Objetivos Objetivos

18 Abrangência nacional; Grande diversidade de agentes; Disseminação da informação – Marketing de convencimento; Sensibilização Capacitação (para diversas categorias de profissionais) Viabilidade de implantação de projetos demonstração; Busca da perenização das ações; Atuação regulatória e/ou legislativa; Linhas de financiamento para replicação. AUTO-SUSTENTABILIDADE COM BENEFÍCIOS SOCIO-ECONÔMICOS E AMBIENTAIS DIRETRIZES GERAIS DOS PROGRAMAS

19 Consumo Faturado de Energia Elétrica 2007 – 376,90 TWh Fonte: EPE– Boletim Nº 04 JAN/2008 CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL (%)

20 PROCEL EPP EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS PRÉDIOS PÚBLICOS Colaborar na redução dos gastos com o insumo energia elétrica nos prédios públicos, disseminando técnicas e metodologias para reaplicação dos projetos de eficiência energética; Capacitar, em eficiência energética, funcionários e usuários dos prédios públicos. PROCEL GEM GESTÃO ENERGÉTICA MUNICIPAL Ajudar as prefeituras a gastar menos com energia elétrica- planejamento da gestão energética. SUBPROGRAMAS Objetivos resultados

21 PROCEL EPP EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS PRÉDIOS PÚBLICOS Eficientizados 10 hospitais públicos. Eficientizados 25 prédios públicos administrativos. Laboratórios capacitados: 5 Publicações desenvolvidas: 5 (guias e manuais) Capacitação em EE.: 1500 alunos, 50 professores, 42 colaboradores e 60 funcionários da administração pública. Projetos de graduação em Eficiência Energética: 07 Artigos em Eficiência Energética: 09 Resultados até 2008 SUBPROGRAMAS Resultados

22 PROCEL EPP EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS PRÉDIOS PÚBLICOS Disciplinas criadas em Eficiência Energética: 04 Lâmpadas instaladas (até dez 2007): Reatores instalados(até dez 2007): Luminárias instaladas(até dez 2007): Condicionadores de ar instalados(até dez 2007):1.732 Motores instalados(até dez 2007): 56 Resultados até 2008 voltar SUBPROGRAMAS Resultados

23 PROCEL GEM GESTÃO ENERGÉTICA MUNICIPAL Comunidades de Aprendizado (capacitação de técnicos de pequenas prefeituras): formação de 59 agentes municipais em 44 municípios de 4 estados; Planejamento energético: 233 municípios de 17 estados, identificando seus focos de desperdício de energia; Treinamento: 516 técnicos de 180 municípios de 6 estados; Publicações desenvolvidas: 3 (guias técnicos e manuais) Resultados até 2008 voltar SUBPROGRAMAS Resultados

24 PROCEL RELUZ EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA ILUMINAÇÃO PÚBLICA E SINALIZAÇÃO SEMAFÓRICA Promover o desenvolvimento de sistemas de iluminação pública e sinalização semafórica eficientes; Postergar investimentos na expansão do sistema elétrico; Colaborar na redução dos gastos públicos dos municípios com Energia Elétrica; Melhorar as condições de vida noturna e segurança dos cidadãos. resultados SUBPROGRAMAS Objetivos

25 Pontos eficientizados: * Municípios atendidos: * Economia de Energia: 769,8 GWh/ano * Redução de Demanda: 177,2 MW * Mais de 20 municípios contratados (projetos em andamento), mais de 350 em análise; Mais de 500 mil pontos contratados (projetos em andamento) e outros 290 mil em análise *Resultados de 2000 a 2008 PROCEL RELUZ EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA ILUMINAÇÃO PÚBLICA E SINALIZAÇÃO SEMAFÓRICA SUBPROGRAMAS Resultados

26 Valor investido Eletrobrás: R$ 315 milhões Valor investido Concessionárias: R$ 105 milhões Valor de projetos em Análise, Aprovação ou Assinatura: R$ 216 milhões Laboratórios capacitados: 2 Centro de excelência em Iluminação pública para prestar apoio e capacitar agentes municipais. Alta Tensão, Qualidade de Energia e Eficiência Energ.-LATQEEE-UNESP voltar PROCEL RELUZ EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA ILUMINAÇÃO PÚBLICA E SINALIZAÇÃO SEMAFÓRICA SUBPROGRAMAS Resultados *Resultados de 2000 a 2008

27 PROCEL EDIFICA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NAS EDIFICAÇÕES Dar suporte a aplicação da Lei /01, por meio da regulamentação da eficiência energética das edificações brasileiras (EEE) Fomentar a pesquisa e a capacitação no tema EEE Introdução do tema EEE na grade curricular dos cursos de arquitetura e engenharia Fomentar o desenvolvimento de tecnologias e sistemas construtivos adaptados às diferente regiões bioclimáticas Protocolo de cooperação técnica e financeira com a Caixa Econômica Federal para considerar os preceitos de EEE nos financiamentos habitacionais resultados SUBPROGRAMAS Objetivos

28 PROCEL EDIFICA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NAS EDIFICAÇÕES Implantação da Rede EEE: 15 laboratórios capacitados Trabalhos de Iniciação Científica: 47 Dissertações de mestrado: 16 Publicações desenvolvidas: 16 (guias técnicos e livros) Regulamentação para etiquetagem de nível de eficiência energética em edifícios comerciais e públicos; Elaboração da Regulamentação para etiquetagem de nível de eficiência energética de edifícios residenciais Resultados até 2008 voltar SUBPROGRAMAS Resultados

29 PROCEL SANEAR EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SANEAMENTO AMBIENTAL Promover a eficiência energética no setor de saneamento destacando a sinergia entre a redução e controle de perdas de água e a redução do consumo de energia elétrica. PROCEL INDÚSTRIA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA INDUSTRIAL Minimizar perdas nos sistemas motrizes já instalados na indústria brasileiras através das seguintes ações: Otimização de sistemas motrizes industriais através de convênios com as federações de indústria; Capacitação laboratorial através de convênios com universidades. resultados SUBPROGRAMAS Objetivos

30 PROCEL SANEAR EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SANEAMENTO AMBIENTAL Laboratórios capacitados: 6 (Rede LENHS) Trabalhos de Iniciação Científica: 13 Dissertações de mestrado: 7 Teses de doutorado: 3 Prestadores de serviço de saneamento beneficiados: 25 Publicações desenvolvidas: 4 (livros) Resultados até 2008 voltar SUBPROGRAMAS Resultados

31 PROCEL INDÚSTRIA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA INDUSTRIAL Laboratórios capacitados: 14 (Rede LAMOTRIZ) Trabalhos de iniciação científica: 78 Dissertações de mestrado: 21 Teses de doutorado: 3 Multiplicadores capacitados: 380 Agentes treinados: Indústrias beneficiadas: 640 Publicações técnicas:28 (guias técnicos e manuais) Resultados até 2008 voltar SUBPROGRAMAS Resultados

32 PROCEL SELO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EQUIPAMENTOS Criado em 8 de dezembro de 1993, é concedido aos mais eficientes em uma determinada categoria de produtos Parceria PROCEL- INMETRO Orienta o consumidor e estimula a fabricação e a comercialização de produtos mais eficientes Selo Procel de Economia de Energia resultados SUBPROGRAMAS Objetivos

33 Equipamentos com Selo Procel Equipamentos em fase de concessão Condicionadores de Ar de Janela Condicionadores de ar Split Coletores Solares para Banho Coletores Solares para Piscina Refrigeradores de 1 Porta Refrigeradores de 1 Porta Compactos Refrigeradores Combinados Refrig. Combinados Frost-free Freezers Verticais Freezers Verticais Frost-free Ventiladores de Teto Freezers Horizontais Lâmp. Fluorescentes Compactas Lâmp. Fluorescentes Circulares Lâmpadas a Vapor de Sódio; Reservatórios Térmicos Solares Motores Padrão Motores Alto Rendimento Televisores – Modo de Espera Reatores lâmp. V. Sódio Máquinas de Lavar Roupas Automática Máquinas de Lavar Roupas Semi-auto Fornos de Microondas; Bombas centrífugas; Boilers. Reatores Eletrônicos; Luminárias Equipamentos de Geração Fotovoltaica; Equipamentos de Geração Eólica; Bombas de Calor; PROCEL SELO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EQUIPAMENTOS SUBPROGRAMAS Resultados produtos 22 categorias de equipamentos 115 fabricantes

34 PROCEL SELO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EQUIPAMENTOS SUBPROGRAMAS Resultados produtos 22 categorias de equipamentos 115 fabricantes

35 Redução 35% SUBPROGRAMAS Resultados PROCEL SELO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EQUIPAMENTOS

36 voltar SUBPROGRAMAS Resultados PROCEL SELO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EQUIPAMENTOS Aumento de 42% Eficiência Energética Média – condicionar de ar tipo janela Btu/h

37 PROCEL EDUCAÇÃO INFORMAÇÃO E CIDADANIA Levar os conceitos de conservação de energia à educação formal do país e à sociedade; Na educação formal, atuar inserindo os temas Mudança de Hábitos e Eficiência Energética nos ensinos Básico (infantil*, fundamental e médio) técnico e superior. resultados SUBPROGRAMAS Objetivos *Educação infantil é a categoria de 0 a 6 anos, que inclui creches e pré-escolas. Essa categoria foi incorporada à nova Lei de Diretrizes Básicas da Educação - LDB de 2006

38 PROCEL EDUCAÇÃO INFORMAÇÃO E CIDADANIA PROCEL EDUCAÇÃO NA EDUCAÇÃO BÁSICA - Resultados, na Educação formal, de 1995 até 2007: ESCOLAS: PROFESSORES: ALUNOS: 20,2 MILHÕES SUBPROGRAMAS Resultados

39 PROCEL EDUCAÇÃO INFORMAÇÃO E CIDADANIA voltar SUBPROGRAMAS Resultados O número de alunos, proporcionalmente maior em 2006, é explicado pelo fato de Furnas ter utilizado a metodologia do Procel com outros alunos fora do projeto Procel na Educação Básica.

40 Portal PROCEL INFO O que é: Centro de informação voltado exclusivamente para o tema EE; Fácil acesso (web); Permanentemente atualizado, com conteúdo qualificado; Livre acesso à informação (gratuito). Oferece: Newsletter; Publicações Técnicas (teses, artigos, livros, guias, relatórios...); Simuladores úteis para projetos de EE Relação dos agentes da área; Relação das Fontes de Financiamento disponíveis; Legislação e Normas; Agenda de Cursos e Eventos; Indicadores da pesquisa (PPH); Ferramentas (escritórios virtuais, fórum, pesquisa, chat). PROCEL INFO CENTRO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA resultados SUBPROGRAMAS Objetivos

41 PROCEL INFO CENTRO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Mais de usuários cadastrados no portal Cerca de 57 % dos usuários são assinantes de Newsletter Média de acessos mensais Média mensal de 250 novos itens relacionados a eficiência energética, dentre esses, notícias, reportagens, publicações técnicas, casos de sucesso, cursos, eventos e outros. Resultados até 2007 voltar SUBPROGRAMAS Resultados

42 O Projeto de Eficiência Energética,envolve recursos financeiros de US$11,9 milhões e está sendo implantado com recursos do Global Environment Facility – GEF O PEE tem como objetivo promover a eficiência energética através de projetos de demonstração, atividades de suporte e de capacitação conforme mostrado nos gráficos e tabelas a seguir: BANCO MUNDIAL Objetivos

43 Total do Investimento: US$ 11,9 milhões BANCO MUNDIAL Destino dos Recursos

44 RESULTADOS DO PROCEL ATÉ 2007 Economia de 28,5 bilhões de kWh, em 22 anos de atuação, equivalente: ao consumo anual de 16 milhões de residências em um ano; ou ao consumo do Sistema Norte Interligado, que compreende parte do Pará e os estados do Tocantins e Maranhão em um ano; ou 30% do consumo residencial do Brasil durante um ano; a investimentos postergados de cerca de R$ 19,9 bilhões.

45 RESULTADOS DO PROCEL ATÉ 2007 Investimento Total (R$ milhões) Economia de Energia (GWh/ano) Usina Equivalente (MW) Redução de Demanda (MW) Investimento Postergado (R$ milhões)

46 CALL CENTER PROCEL SITE PROCEL JANIO ITIRO AKAMATSU Diretoria de Tecnologia da Eletrobrás (21) OBRIGADO


Carregar ppt "Eficiência Energética no Brasil JANIO ITIRO AKAMATSU Diretoria de Tecnologia da Eletrobrás Guaratinguetá, 20 de Novembro de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google