A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MONARQUIAS ABSOLUTISTAS Prof° Davi Ruschel. Interesses da BURGUESIA, CLERO E NOBREZA = apoio Monarca com poderes absolutos em suas mãos, com a justificativa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MONARQUIAS ABSOLUTISTAS Prof° Davi Ruschel. Interesses da BURGUESIA, CLERO E NOBREZA = apoio Monarca com poderes absolutos em suas mãos, com a justificativa."— Transcrição da apresentação:

1 MONARQUIAS ABSOLUTISTAS Prof° Davi Ruschel

2 Interesses da BURGUESIA, CLERO E NOBREZA = apoio Monarca com poderes absolutos em suas mãos, com a justificativa divina.

3 TEÓRICOS Nicolau Maquiavel O Príncipe Nicolau Maquiavel O Príncipe - renascentista italiano - fundador da moderna ciência política - conselhos sobre a arte de governar com base na observação histórica - os fins justificam os meios - homem = mau por natureza

4

5 Daqui nasce um dilema: é melhor ser amado que temido, ou o inverso? Respondo que seria preferível ser ambas as coisas, mas, como é muito difícil conciliá-las, parece-me muito mais seguro ser temido do que amado, se só puder ser uma delas. Há uma coisa que se pode dizer de todos os homens: que são ingratos, mutáveis, dissimulados, inimigos do perigo, ávidos de ganhar (...) Acima de tudo, convém que se abstenha de tocar nos bens doutrem, porque os homens esquecem mais depressa a morte do seu pai do que a perda do seu patrimônio.

6 Thomas Hobbes Leviatã Thomas Hobbes Leviatã - pacto social = renúncia da liberdade em nome da segurança, visto que os homens são maus, e viviam em estado de guerra - necessidade da autoridade despótica Jean Bodin Jean Bodin A mais dura tirania é melhor do que a anarquiaA mais dura tirania é melhor do que a anarquia - Estado = poder supremo sobre os cidadãos - autoridade concedida por Deus - súditos = obediência passiva Jaques Bossuet, Jaques Bossuet, - Teoria do direito divino dos reis - poder do monarca inquestionável, pois emanava de Deus e só a ele deveria prestar contas

7 CASO FRANCÊS LUÍS XIV (1638 – 1715) Rei-Sol (BOURBON) LUÍS XIV (1638 – 1715) Rei-Sol (BOURBON) O estado sou Eu (LÉtat c'est moi) Construção do Palácio de Versalhes Construção do Palácio de Versalhes Aliança com a Igreja Católica Aliança com a Igreja Católica Édito de Fontainebleau (1685) = revogou o Edito de Nantes ( liberdade religiosa) Édito de Fontainebleau (1685) = revogou o Edito de Nantes ( liberdade religiosa) - destruição de igrejas huguenotes e o fechamento de escolas protestantes - reiniciou as perseguições aos protestantes, visando uma só religião no reino

8

9 CASO INGLÊS HENRIQUE VIII (1491 – 1547) HENRIQUE VIII (1491 – 1547) (TUDOR) (TUDOR) rompimento com a Igreja Católica, funda a Anglicana rompimento com a Igreja Católica, funda a Anglicana (poder político + religioso) ELIZABETH I (1533 – 1603 – filha)A Rainha Virgem ELIZABETH I (1533 – 1603 – filha)A Rainha Virgem torna o Anglicanismo religião oficial do Estado torna o Anglicanismo religião oficial do Estado

10

11

12 MERCANTILISMO Política econômica do absolutismo Política econômica do absolutismo Marcado pela intervenção do estado na economia Marcado pela intervenção do estado na economia Características: Características: - Metalismo - Balança comercial favorável - Protecionismo - Relações de monopólio

13 ESTADOS NACIONAIS MODERNOS cobrança de impostos; cobrança de impostos; exército nacional; exército nacional; justiça real com alcance nacional; justiça real com alcance nacional; moeda real (nacional); moeda real (nacional); centralização e unificação administrativa; centralização e unificação administrativa; unificação de pesos e medidas; unificação de pesos e medidas; burocracia para aplicação das leis. burocracia para aplicação das leis.


Carregar ppt "MONARQUIAS ABSOLUTISTAS Prof° Davi Ruschel. Interesses da BURGUESIA, CLERO E NOBREZA = apoio Monarca com poderes absolutos em suas mãos, com a justificativa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google