A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO FELIZ IDADE Uma iniciativa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro 2º TEN BM GLEICY 2º TEN BM FLÁVIA TOLEDO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO FELIZ IDADE Uma iniciativa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro 2º TEN BM GLEICY 2º TEN BM FLÁVIA TOLEDO."— Transcrição da apresentação:

1 PROJETO FELIZ IDADE Uma iniciativa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro 2º TEN BM GLEICY 2º TEN BM FLÁVIA TOLEDO

2 Prolongamento (...) de um processo representado por um conjunto de modificações fisiomórficas e psicológicas ininterruptas à ação do tempo sobre as pessoas (OMS)

3 VELHICE: uma construção sócio-histórica Imortalidade e eterna juventude Imortalidade e eterna juventude Valorização pessoal Valorização pessoal Importância cultural Importância cultural Visão Científica Visão Científica Questão Social Questão Social

4 TERCEIRA IDADE Origem do termo Origem do termo Período da vida entre a aposentadoria e a velhice Período da vida entre a aposentadoria e a velhice

5 3a. Idade – Principais Conceitos Velho e Idoso Velho e Idoso Idade Idade Geriatria Geriatria Gerontologia Gerontologia Senescência Senescência Senilidade Senilidade

6 A importância do Tema Terceira Idade Demográfica Demográfica Saúde Pública Saúde Pública Saúde do Trabalhador Saúde do Trabalhador Cultural e social Cultural e social

7 Quem são nossos idosos? SEXO SEXO ESTADO CIVIL ESTADO CIVIL ESCOLARIDADE ESCOLARIDADE RURAL/URBANO RURAL/URBANO RENDA RENDA

8 3a. Idade no Brasil Contextos: Contextos: Sócio-econômico Sócio-econômico Político Político Cultural Cultural

9 A valorização da 3a. Idade Nova forma de olhar o mundo Nova forma de olhar o mundo Estímulo à confiança e auto- estima Estímulo à confiança e auto- estima Novos projetos de vida Novos projetos de vida

10 O Exercício da Cidadania Constituição da República Federativa do Brasil 1988 Constituição da República Federativa do Brasil 1988 Lei nº de 04/01/1994 Lei nº de 04/01/1994 Decreto nº 227 de 13/05/2002 Decreto nº 227 de 13/05/2002 Lei nº de 01/10/2003 Lei nº de 01/10/2003

11 DIREITO À VIDA Art A família, a sociedade e o Estado têm o dever de amparar as pessoas idosas, assegurando sua participação na comunidade, defendendo sua dignidade e bem- estar e garantindo-lhes o direito à vida (CRFB/88). Art A família, a sociedade e o Estado têm o dever de amparar as pessoas idosas, assegurando sua participação na comunidade, defendendo sua dignidade e bem- estar e garantindo-lhes o direito à vida (CRFB/88).

12

13 Direito à liberdade, ao respeito e à dignidade Art. 10 – É obrigação do Estado e da sociedade, assegurar à pessoa idosa a liberdade, o respeito e a dignidade, como pessoa humana e sujeito de direitos civis, políticos, individuais e sociais, garantidos na Constituição e nas leis.

14 Direito a alimentos Art. 14 – Se o idoso ou seus familiares não possuírem condições de prover o seu sustento, impõe-se ao Poder Público esse provimento, no âmbito da Assistência Social

15 Direito à Saúde Art. 15 – É assegurada a atenção integral à saúde do idoso, por intemédio do SUS (...) em (...) ações (...) prevenção, promoção, proteção e recuperação da saúde, incluindo a atenção especial às doenças que afetam preferencialmente os idosos.

16 Direito à Saúde Art.16 – Ao idoso internado ou em observação é assegurado o direito a acompanhante, devendo o órgão de saúde proporcionar as condições adequadas para a sua permanência em tempo integral, segundo o critério médico.

17 Direitos à educação, cultura, esporte e lazer Art.21 – O Poder Público criará oportunidades de acesso do idoso à educação, adequando currículos, metodologias e material didático... Art.22 – Nos currículos mínimos dos diversos níveis de ensino formal serão inseridos conteúdos voltados ao processo de envelhecimento, ao respeito e à valorização do idoso, de forma a eliminar o preconceito...

18 Direitos à educação, cultura, esporte e lazer Art.23 – A participação dos idosos em atividades culturais e de lazer será proporcionada mediante descontos de pelo menos 50% nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer...

19 Direito à profissionalização e ao trabalho Art.26 – O idoso tem direito ao exercício de atividade profissional, respeitadas suas condições físicas, intelectuais e psíquicas. Art.27 – Na admissão do idoso em qualquer trabalho ou emprego, é vedada a discriminação e a fixação de limite máximo de idade, inclusive para concursos, ressalvados os casos em que a natureza do cargo o exigir.

20 Direito à Assistência Social Art.34 – Aos idosos, a partir de 65 anos, que não possuam meios para prover sua subsistência, nem de tê-la provida por sua família, é assegurado o benefício mensal de 1 salário mínimo, nos termos da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS).

21 Direito à Habitação Art.37 – O idoso tem direito à moradia digna, no seio da família natural ou substituta, ou desacompanhado de seus familiares, quando assim o desejar, ou, ainda, em instituição pública ou privada.

22 Direito ao Transporte Art.39 – Aos maiores de 65 anos fica assegurada a gratuidade dos transportes coletivos públicos urbanos e semi- urbanos... Art.40 – No sistema de transporte coletivo interestadual observarse-á...: I – a reserva de 2 vagas gratuitas por veículo para idosos com renda igual ou inferior a 2 salários-mínimos;

23 Quanto aos Maus-Tratos Definição Definição Tipos de Maus-tratos: Tipos de Maus-tratos: Abuso Físico Abuso Físico Abuso Psíquico e Emocional Abuso Psíquico e Emocional Abuso Material Abuso Material Abuso Sexual Abuso Sexual Negligência Negligência Abandono Abandono

24 Quanto aos Maus-Tratos Fatores de Risco Fatores de Risco O Idoso – Vítima O Idoso – Vítima Sinais Físicos e Comportamentos Suspeitos Sinais Físicos e Comportamentos Suspeitos Intervenções Intervenções

25 Prevenção de Acidentes A prevenção de acidentes é uma atitude absolutamente necessária à saúde do idoso. A ocorrência de acidentes na 3a. Idade são eventos freqüentes e geralmente acabam tendo como conseqüências, danos físicos irrecuperáveis e até a morte. A prevenção de acidentes é uma atitude absolutamente necessária à saúde do idoso. A ocorrência de acidentes na 3a. Idade são eventos freqüentes e geralmente acabam tendo como conseqüências, danos físicos irrecuperáveis e até a morte.

26 Principais Causas Quedas Quedas Ferimentos com objetos Ferimentos com objetos Queimaduras Queimaduras Acidentes de Trânsito Acidentes de Trânsito

27 PREVENÇÃO Evitar andar só de meias pela casa Evitar andar só de meias pela casa Adequar a iluminação ambiental Adequar a iluminação ambiental Usar barras de apoio no banheiro Usar barras de apoio no banheiro Usar tapetes fixos na casa Usar tapetes fixos na casa Atenção ao chão encerado Atenção ao chão encerado Evitar usar chinelos Evitar usar chinelos Sinalizar degraus e colocar borda anti- derrapante Sinalizar degraus e colocar borda anti- derrapante Levantar-se sempre lentamente Levantar-se sempre lentamente Procurar sempre orientação médica periódica Procurar sempre orientação médica periódica

28 DICAS ÚTEIS Faça uma dieta equilibrada Faça uma dieta equilibrada Mantenha o peso adequado Mantenha o peso adequado Pratique exercícios físicos regularmente Pratique exercícios físicos regularmente Evite ficar estressado Evite ficar estressado Exercite sua mente Exercite sua mente Evite fumar e ingerir bebidas alcóolicas Evite fumar e ingerir bebidas alcóolicas Tome adequadamente os medicamentos receitados por seus médicos Tome adequadamente os medicamentos receitados por seus médicos

29 Endereços e telefones úteis ALERJ ALERJ R: Dom Manoel, s/n – Centro – RJ Tel: Ministério Público RJ Ministério Público RJ Av. Marechal Câmara nº 370 – Centro – RJ Tel: /

30 Endereços e telefones úteis Conselho Estadual do Idoso RJ Conselho Estadual do Idoso RJ Rua da Ajuda nº5, 11º andar – Centro – RJ Tel: Secretaria do Estado de Ação Social RJ (Ouvidoria) Secretaria do Estado de Ação Social RJ (Ouvidoria) R: Senador Pompeu, nº251 – Centro – RJ Tel:

31 Endereços e telefones úteis Delegacia Policial do Idoso RJ Delegacia Policial do Idoso RJ R: Senador Pompeu, nº251 Tel: Defesa do Consumidor – PROCON Defesa do Consumidor – PROCON Rua do Ouvidor, nº54 Defensoria Pública Defensoria Pública Av. Marechal Câmara, 314 – 1º andar Tel:

32 Endereços e telefones úteis Universidade Aberta da Terceira Idade Universidade Aberta da Terceira Idade R: São Francisco Xavier, 524/10ºandar, bloco F – Pavilhão João Lyra Filho Tel: /7672 SESC Rio de Janeiro SESC Rio de Janeiro Copacabana Copacabana Eng. Dentro Eng. Dentro Madureira Madureira Niterói Niterói Tijuca Tijuca

33 Uma geração sem memória é uma geração sem identidade, sem raízes e sem saber. FIM


Carregar ppt "PROJETO FELIZ IDADE Uma iniciativa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro 2º TEN BM GLEICY 2º TEN BM FLÁVIA TOLEDO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google