A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bernadete Trifilio Dalmo Lúcio Mendes de Figueiredo 1ª Parte: VIABILIDADE DE USO DO SEDIMENTO DA LAGOA DA PAMPULHA NA CONSTRUÇÃO CIVIL 2ª Parte: O EMPREGO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bernadete Trifilio Dalmo Lúcio Mendes de Figueiredo 1ª Parte: VIABILIDADE DE USO DO SEDIMENTO DA LAGOA DA PAMPULHA NA CONSTRUÇÃO CIVIL 2ª Parte: O EMPREGO."— Transcrição da apresentação:

1 Bernadete Trifilio Dalmo Lúcio Mendes de Figueiredo 1ª Parte: VIABILIDADE DE USO DO SEDIMENTO DA LAGOA DA PAMPULHA NA CONSTRUÇÃO CIVIL 2ª Parte: O EMPREGO DO GESSO NA CONSTRUÇÃO CIVIL EMC 809 Materiais de Revestimento Prof. Dr. Antônio de Carvalho Júnior

2 2ª Parte: O EMPREGO DO GESSO NA CONSTRUÇÃO CIVIL

3 n 1.HISTÓRIA DO GESSO n 2. O GESSO NA ATUALIDADE n 3.CARACTERÍSTICAS DO GESSO n 4. CONSUMO DO GESSO n 5. O GESSO NO MERCADO 5.1 Gesso Cola Gessomar 5.2 Gesso Revestimento Gessomar 5.2 Gesso Revestimento Gessomar SUMÁRIO

4 1. HISTÓRIA DO GESSO n Um dos mais antigos materiais de construção. n Obtido com o aquecimento de um mineral relati- vamente abundante na natureza, que é a pedra de gipso ou gipsita, à temperatura não muito elevada. n Remonta há anos A.C.(escavações feitas na Síria e Turquia). Emprego do gesso em juntas de moldagem moldagem (técnica ainda não totalmente compreendida), com precisão fantástica entre os blocos de até 16 toneladas, como é o caso das pirâmides do Egito..

5 1. HISTÓRIA DO GESSO n O filósofo Teófrasto, no seu Tratado de Pedra(o mais antigo documento encontrado) indica a existência de pólos de gesso em Chipre, Fenícia e Síria e era utilizado como reboco para ornamentação e artes em estátuas. n A qualidade do gesso e o poder dos aglutinantes permitiam obter o material, com possibilidade de recuperar os rebocos ou obras antigas submetendo-o à nova cozedura e reutilizando o gesso.

6 n Outros usos do gesso na antiguidade: gregos e romanos e na África com um gesso bastante resistente para construção de barragens e canais e montando blocos para construção de casas. Além disso, na França o gesso aparece na fabricação de sarcófagos decorados e que chegaram intactos até aos nossos dias. n A partir do século XII e durante toda a Idade Média, a construção de alvenaria e rebocos uti- lizando o gesso ganha um outro ímpeto. 1. HISTÓRIA DO GESSO

7 n Em 1292 a exploração de 18 minas na região parisiense, onde o gesso era empregado, principalmente no reboco e para forrar toscamente os painéis de madeira, revestir tabiques e para construção de chaminés monumentais. n No período Renascentista encontramos o gesso na decoração e durante o Barroco há um uso abundante de estuque. 1. HISTÓRIA DO GESSO

8 n Com base na experiência do grande incêndio que destruíra Londres, foi imposto que os tabiques de madeira que constituíam o esqueleto das casas fossem revestidos externa e internamente por um reboco de gesso, conhecido pela sua impressionante resistência ao fogo. n O GESSO apresenta retração insignificante em relação às argamassas de cimento, o que gera fissuras e descolamento do revestimento. 1. HISTÓRIA DO GESSO

9 n No século XVIII : ¾ dos hotéis e a totalidade dos edifícios do Poder e casas da população eram feitos em painéis de madeira toscas e rebocos de gesso. No caso das construções novas, cerca de 95% eram feitas em gesso, de forma rudimentar, na época. n O GESSO apresenta retração insignificante em relação às argamassas de cimento, o que gera fissuras e descolamento do revestimento. 1. HISTÓRIA DO GESSO

10 n Lavoisier apresenta à Academia de Ciências o 1º estudo científico sobre os fenômenos na prepara- ção do gesso. n No século seguinte, os trabalhos de Van t´Hoff e de Le Chatelie vão abordar uma explicação científica sobre a desidratação da gipsita. n Estes trabalhos científicos estimularam a fabri- cação do gesso, mas, só no século XX, graças à evolução industrial, é que foram introduzidas transformações profundas, melhorando os equi- pamentos na fabricação do gesso, aliado à sua evolução das aplicações e técnicas de utilização. 1. HISTÓRIA DO GESSO

11 2. O GESSO NA ATUALIDADE n O GESSO na construção civil contribue efi- cazmente para a resistência ao isolamento ter- mo-acústico, possibilitando uma acabamento confortável e elegante, por seu perfeito acaba- mento estético. Também usado nas indústrias alimentícia, cerâmica, do papel, etc. n É praticamente indispensável no interior das casas, escritórios e ambientes do tipo: escolas, hospitais, aeroportos, shopping centers. n O GESSO pode ser extraído em jazidas subterrâneas e minas a céu aberto.

12 Vantagens comparativas do uso do GESSO Discriminação / Revestimento em GESSO em GESSO argamassa de ci + cal Etapas de aplicação 13 ProdutividadeMaiorMenos Custo1/31 Aderência 07 dias 40 dias RetraçãoMenorMaior Propriedades mecânicas MaiorMenor Massa específica MenorMaior Acabamento superficial (lisura e brancura) MaiorMenor Conforto térmico e acús-tico MaiorMenor Comportamento frente ao fogo MaiorMenor

13 3. CARACTERÍSTICAS DO GESSO n A pasta de GESSO pode ser aplicada numa só camada, de espessura máxima de ? mm, diretamente sobre paredes de superfície regular. n A pasta de GESSO possui uma traba- lhabilidade tal que possibilita fácil aplicação. n Precisa-se somente de uma semana para que a superfície esteja pronta para receber lixamento e pintura, enquanto o revestimento conven- cional necessita de 40 dias.

14 3. CARACTERÍSTICAS DO GESSO n A aderência do GESSO nos diferentes substratos é alta, chegando à uma tensão de arrancamento de 1,5 MPa, superiores aos obtidos pelas pastas convencionais (A ABNT exige > 0,3 MPa). n A porosidade do revestimento com GESSO vai permitir isolamento térmico, enquanto que a baixa condutividade térmica do material e sua incombustividade favorece a vantagem da resistência ao fogo.

15 n O GESSO apresenta retração insignificante em relação às argamassas de cimento, o que gera fissuras e descolamento do revestimento. n Possui alta durabilidade quando aplicado em interiores e estudos realizados para tornar esse material pouco permeável, através da adi- tivação, comprovam sua utilização em exte- riores, também. n Possui densidade aparente baixa, da ordem de 1000 kg/m 3 e dependendo da sua porosidade, pode ser ainda menor (800 kg/m 3 ). 3. CARACTERÍSTICAS DO GESSO

16 4. CONSUMO DO GESSO n Europeus: 60kg gesso/pessoa/ano (80 a 90% interior das casas, escritórios e edifícios públicos) n Americanos e japoneses: 80kg/gesso/pessoa/ano. n Chilenos: ? kg/gesso/pessoa/ano. n Argentinos: 20kg/gesso/pessoa/ano. n Brasileiros: 7kg/gesso/pessoa/ano.

17 5. O GESSO NO MERCADO 5.1 Gesso Cola Gessomar n Comercialização: embalagens de 5 kg n Composição: sulfato de cálcio hemidratado, aditivos orgânicos, retardantes, natureza física do pó, cor branco. n Aplicação: A cola de gesso Gessomar é indicada na construção de paredes, tetos, forros trabalhados, rebaixados, todos a base de gesso, além da colagem de peças decorativas e sancas.

18 n Preparação: n Em um recipiente limpo, adicione água limpa e em seguida adicione a cola de gesso Gessomar na seguinte proporção: para cada litro de água, coloca-se 1,8 kg de gesso Gessomar. n A cola de gesso deve ser adicionada, polvilhando-a lentamente em movimentos circulares, para que haja uma boa distribuição do pó na água, conse-quentemente uma boa dispersão. Visualmente a cola de gesso deve preencher toda a água e passar cerca de 1 a 2 cm acima do nível. 5. O GESSO NO MERCADO 5.1 Gesso Cola Gessomar

19 n Aguardar o molhamento total do pó e em seguida iniciar a agitação em todo o recipiente até a perfeita homogeneidade da pasta. n Em seguida o produto está pronto para ser utilizado. n Os pré-moldados devem ser limpos e isentos de pó, graxas ou qualquer produto que venham a isolar as peças a serem coladas. 5. O GESSO NO MERCADO 5.1Gesso Cola Gessomar

20 n Utilização: Desenvolvido para revestimento de paredes, tetos, lajes, constituídas de blocos cerâmicos, blocos de cimento ou concreto. Quando aplicado sobre alvenaria convencional ou elementos de concreto, tem a função de substituir o chapisco e a massa única, permi- tindo a detenção de superfícies finas e acaba- das e prontas para receber emassamento e pintura. n Vantagem: A quantidade depende das caracte- rísticas das superfícies e irregularidade. O consumo médio/paredes é de 10 a 15 kg/m O GESSO NO MERCADO 5.2 Gesso Revestimento GESSOMAR

21 n Composição química: sulfato de cálcio hemidratado CaSO 4 + 1/2H 2 O, natureza física do pó, cor branco. Produto desenvolvido com alto padrão de qualidade. n Embalagem: Comercializado com embalagem de papel contendo 40kg, com sua classificação segundo a ABNT. n Estoque: deve ser estocado em local fresco, sobre paletes de madeira. Recomenda-se usar o produto até 180 dias após a sua fabricação. 5. O GESSO NO MERCADO 5.2 Gesso Revestimento GESSOMAR

22 n Preparação: n A proporção a ser utilizada é de 36 a 40 litros de água para um saco de 40 kg de gesso. n O gesso deve ser polvilhado lentamente sobre a água, deixando que a mesma embeba todo o gesso por cerca de 15 minutos. n Em seguida misture rapidamente para sua perfeita homogeneização e até sua consistência ficar adequada ao uso. n Misture porções do material até obter a massa homogênea, à medida que a massa for sendo aplicada. 5. O GESSO NO MERCADO 5.2 Gesso Revestimento GESSOMAR

23 n Aplicação: Aplique a pasta utilizando uma desempenadeira de PVC para o espalhamento, com movimentações sempre de baixo para cima; uniformize o revestimento com a sobra do material repulso, utilizando uma desempenadeira de ? n Nâo introduza as mãos na pasta durante o processo de endurecimento.Evite remisturar. n GESSOMAR – Indústria de Gesso do Maranhão Ltda.

24 5. O GESSO NO MERCADO - Gesso Revestimento GESSOMAR Características do pó de gesso Variáveis Unidade de valores Relação água/gesso 0,75 a 0,80 Trabalhabilidade 15 a 45 min Resistência ao arrancamento 0,35 MPa Absorção 35 a 40% Resistência à compressão 8,0 a 9,0 MPa Resistência à flexão 3,0 a 3,5 MPa


Carregar ppt "Bernadete Trifilio Dalmo Lúcio Mendes de Figueiredo 1ª Parte: VIABILIDADE DE USO DO SEDIMENTO DA LAGOA DA PAMPULHA NA CONSTRUÇÃO CIVIL 2ª Parte: O EMPREGO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google