A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Divisão Regional do Bras il Capítulo 8, p. 102 Prof.: Maj. Assis / Carlos Magno.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Divisão Regional do Bras il Capítulo 8, p. 102 Prof.: Maj. Assis / Carlos Magno."— Transcrição da apresentação:

1 Divisão Regional do Bras il Capítulo 8, p. 102 Prof.: Maj. Assis / Carlos Magno

2 Conceito de Região Região é uma área geográfica que forma uma unidade distinta em virtude de determinadas características, um recorte temático do espaço. Costumam ser menores que um país, e podem ser delimitadas em diversas escalas de acordo com as necessidades do estudo.

3 Divisões Regionais do Brasil O Brasil já adotou diversos critérios de regionalização, onde a partir da década de 40 o IBGE assumiu a função de promover essa divisão territorial.

4 Divisão de 1889

5 Divisão de 1893

6 Divisão de 1905

7 Divisão de 1913

8 Divisão de 1969 Essa divisão baseou-se no critério de regiões homogêneas, em relação aos aspectos naturais, sociais e econômicos. O aspecto político-administrativo foi que determinou a divisão das regiões (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste). Ocorreram mudanças em 1988 com o surgimento do Estado de Tocantins e o fim dos Territórios Federais de Roraima e Amapá que passaram a ser Estados e Fernando de Noronha que foi incorporado por Pernambuco.

9 Federalismo no Brasil O sistema político-territorial é dividido em três modelos: o Estado Unitário, Federação e Confederação. O Brasil passou a viver o modelo de Federalismo a partir de A partir de 1937 ocorreu no Brasil uma centralização de poder na União. A Federação brasileira é falha devido a falta de autonomia dos Estados e a centralização de poderes na União.

10 Brasil – Unidades da Federação O Brasil é dividido politicamente em: União, Distrito Federal, Estados, Municípios. São 27 unidades da federação: 26 Estados e 1 Distrito Federal. O território brasileiro é dividido em cinco grandes regiões, através do IBGE. As principais divisões regionais do Brasil foram a de 1941,1945, 1969 e as mudanças com a Constituição de 1988.

11 TERITORIO E POLITICAS PÚBLICAS O modelo agroexportador O modelo urbano industrial Políticas de desenvolvimento industrial Incentivos fiscais Agencias de desenvolvimento O ESTADO E A VALORIZAÇÃO DA AMAZÔNIA A Amazônia Legal A integração nacional / Sudam / Transamazônica / Projeto Grande Carajás / industrias na Amazônia.

12 PLANEJAMENTO ESTATAL E ECONOMIA NORDESTINA As sub-regiões nordestinas –Zona da Mata –Agreste –Sertão –Meio-Norte Programas e projetos no Nordeste – No Sertão – Dnocs / transposição do São Francisco. – NA Zona da Mata – IAA – O projeto cisternas no semiárido

13 Planejamento Regional Sudene – 1959: Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste. Adene – 2002: Agência do Desenvolvimento do Nordeste. Sudam – 1966: Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia. ADA – 2002: Agência de Desenvolvimento da Amazônia.

14 Planejamento Regional Sudesul – 1967: Superintendência do Desenvolvimento da Região Sul. Sudeco – 1968: Superintendência do Desenvolvimento da Região Centro- Oeste.

15 Regiões Geoeconômicas do Brasil Divisão proposta pelo geógrafo Pedro Pinchas em Divide o Brasil em três regiões econômicas: Amazônia, Nordeste e Centro-Sul. Possui como critério os aspectos históricos e econômicos do país.

16 Divisão Geoeconômica

17 Região Centro-Sul Sudeste Região com maior índice de desenvolvimento do país. Possui os maiores centros industriais e financeiros do Brasil. Encontramos as maiores metrópoles (São Paulo e Rio de Janeiro). Possui agropecuária moderna.

18 Sudeste: principais áreas econômicas Quadrilátero Ferrífero: ferro e manganês. Triângulo Mineiro: pecuária de corte. Zona da Mata Mineira: pecuária leiteira. Bacia de Campos: petróleo. Vale do Ribeira: chá e banana. Interior de São Paulo: laranja, cana-de- açúcar, soja, café. São Paulo e Rio de Janeiro: pólos industriais.

19

20 Sul: principais áreas econômicas Norte do Paraná: soja e café. Vale do Itajaí: indústrias têxteis. Vale do Tubarão: carvão mineral. Região Serrana do Rio Grande do Sul: uva. Campanha Gaúcha: arroz, trigo, pecuária.

21 Sul Segunda região em industrialização do país. Possui elevado IDH. Utilizou mão-de-obra imigrante. Possui boa posição geográfica em relação aos países platinos.

22

23 Centro-Oeste Centro político do Brasil a partir de Região de maior pecuária extensiva do país. Possui grande destaque na agropecuária com destaque para a soja e bovinos.

24 Centro-Oeste: principais áreas econômicas Sul de Goiás: soja e arroz. Mato Grosso: soja, pecuária extensiva e indústrias. Mato Grosso do Sul: pecuária, trigo e indústrias.

25

26 Região Norte - Amazônia Região de baixa densidade demográfica. Foi ocupada em três fases: drogas do sertão, ciclo da borracha e extrativismo. Os maiores centros financeiros são Manaus e Belém.

27 Região Norte

28 Amazônia: principais áreas econômicas Carajás: ferro, manganês, bauxita, ouro, prata, diamante. Manaus e Belém: industrialização. Floresta Amazônica: extrativismo.

29 Nordeste Político

30 REGIÃO NORDESTE COLOCAÇÃO ENTRE AS DEMAIS REGIÕES ÁREA (KM²) º POPULAÇÃO (2004) º POP. URBANA (% ) 69,15º DENS. DEMOGRÁF. (HAB/KM²) 32,43º NÚMERO DE MUNICÍPIOS (2004) º MORTALIDADE INFANTIL (2002) 41,41º ANALFABETISMO (% ) 23,41º PARTICIPAÇÃO NO PIB -% ,53º PIB per capita (EM R$ ) º EXPECTATIVA DE VIDA ( 2003) 63H/69M5º

31 Nordeste Econômico

32 Zona da Mata Dividida em três áreas: Açucareira, Cacaueira e Recôncavo Baiano. Principais características: grande concentração fundiária, monocultura, grande desigualdade social. Principais produtos: indústrias têxteis, alimentícias, agroindústria, usinas de açúcar e álcool, indústria mineradora e petróleo.

33 Agreste Localizada entre o Sertão e a Zona da Mata. Principais características: pequenas e médias propriedades. Principais produtos: policultura baseada em frutas tropicais. Principais cidades: Campina Grande (Paraíba), Caruaru (Pernambuco) e Feira de Santana (Bahia).

34 Sertão Maior sub-região do Nordeste que possui o problema de secas periódicas. Principais características: grande concentração fundiária possuindo como base a monocultura e a pecuária. Principais produtos: pecuária extensiva, algodão arbóreo, nas serras úmidas milho, arroz,feijão mandioca e nas áreas de agricultura irrigada uva e melão.

35 Meio-Norte Divide o sertão do Norte do país, abrangendo terras do Maranhão e do Piauí. Principais características: a importância da Mata de Cocais para o extrativismo. Principais produtos: babaçu e carnaúba, agricultura com algodão, arroz e soja.

36 EXERCÍCIOS 1.Quais são os projetos antigos e atuais destinados ao desenvolvimento do Nordeste? 2.Por que a Sudam foi criada e quais seus objetivos? 3.Quais os motivos que levaram à criação do Instituto do Açúcar e do Álcool, na década de 1930? 4.Qual foi a principal estratégia adotada pela Sudene para combater os desequilíbrios regionais no Brasil? 5.Em 1970, o Governo Federal divulgava a Amazônia nos principais meios de comunicação do país. Quais eram os objetivos do Governo em relação à Amazônia? 6.Explique o que é o Projeto cisternas.


Carregar ppt "Divisão Regional do Bras il Capítulo 8, p. 102 Prof.: Maj. Assis / Carlos Magno."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google