A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Área de Produção Editorial e Gráfica Núcleo de Comunicação Secretaria de Vigilância em Saúde 23 e 24 de junho de 2010 Capacitação em Eventos COORDENAÇÃO-GERAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Área de Produção Editorial e Gráfica Núcleo de Comunicação Secretaria de Vigilância em Saúde 23 e 24 de junho de 2010 Capacitação em Eventos COORDENAÇÃO-GERAL."— Transcrição da apresentação:

1 Área de Produção Editorial e Gráfica Núcleo de Comunicação Secretaria de Vigilância em Saúde 23 e 24 de junho de 2010 Capacitação em Eventos COORDENAÇÃO-GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL Vigilância em Saúde Ambiental dos riscos associados aos DESASTRES DE ORIGEM ANTROPOGÊNICA, resultantes de Acidentes com Produtos químicos Perigosos (VigiAPP) ambiental/vigidesastres/desastres-de-origem- antropogenica Oficina SES-PE 29/11 a 1/12/2011

2 Desenvolvimento social Cidades SAMU Promoção Situação Saude Preparação e reposta do setor saúde frente aos acidentes com produtos químicos

3 Principais elementos da preparação e resposta do setor saúde frente aos acidentes químicos 1. Funções e responsabilidades (instituições e atores) 2. Identificação das ameaças e da população vulnerável 3. Avaliação dos recursos disponíveis / necessários:. Equipamentos e insumos. Medicamentos e antídotos. Veículos e EPI 4. Definição dos dados e informações necessárias para:. tomada de decisão. orientação à população exposta/atingida. comunicação com população em geral. comunicação intersetorial

4 Principais elementos da preparação e resposta do setor saúde frente aos acidentes químicos 5. Fluxo dos dados e informações 6. Capacitação e treinamentos 7. Gestão da resposta - Sistema de comando - Equipes para primeira resposta - Assistência ao expostos - Vigilância ambiental - Orientações à população 8. Investigação e avaliação: adequações no plano, redução dos riscos, educação em saúde

5 Deve estabelecer ações de preparação para a resposta do SUS para enfrentamento dos desastres Deve responder às seguintes questões: O que será feito? O que será feito? Quem fará/quem faz o quê? Quem fará/quem faz o quê? Quando será feito? Quando será feito? Onde será feito? Onde será feito? Por que será feito Por que será feito Como será feito/com o quê? Como será feito/com o quê? Quanto custará? Quanto custará? ELABORAÇÃO DO PLANO DE PREPARAÇÃO E RESPOSTA

6 Matriz de planejamento Quem?O que?Quando?Onde?Por que?Como?Quanto custará? 1. Coordenação geral 1.1. Coordenação local 1.2. Coordenação de SS

7 Matriz de planejamento Quem?O que?Quando?Onde?Por que?Como?Quanto custará? 2. Vigilâncias 2.1. Ambiental 2.2. Sanitária 2.3. Epidemiológica 2.4. Laboratorial 2.5. Saúde do Trabalhador

8 Matriz de planejamento Quem?O que?Quando?Onde?Por que?Como?Quanto custará? 3. Atenção 3.1. Primária 3.2. SAMU 3.3. UPA 3.4. CIT/CIAT 3.5. Hospitalar 3.6. Farmacêutica 3.7. Laboratorial

9 Matriz de planejamento Quem?O que? Quando?Onde?Por que? Como?Quanto custará? 4. Comunicação e Educação 4.1. Comunicação para resposta 4.2. Comunicação com os expostos 4.3. Comunicação com os meios de comunicação 4.4. Educação em Saúde

10 Matriz de planejamento Quem?O que? Quando?Onde?Por que? Como?Quanto custará? 5. Avaliação 5.1. Atores / instituições 5.2. Recursos 5.3. Medicamentos / antídotos 5.4. Capacitação / treinamento 5.5. Adequação do plano

11 Desenvolvimento social Cidades SAMU Promoção Situação Saude Fluxo para gestão da resposta

12 Ocorre um acidente: 1.Quem recebe a comunicação? 2.Quais dados e informações são necessários nessa comunicação para avaliação do evento? 3.Quem faz a avaliação do cenário? Em quanto tempo? 4.Quem define as ações de intervenção (manejo do desastre)? 5.Quais ações podem ser necessárias? Em qual momento? Por quanto tempo? - notificação - investigação - ações proposta - execução - avaliação das ações executadas - adequação das ações - comunicação com a população

13 6. Quem irá executar essas ações? Onde e quando? Por quanto tempo? 7. Onde encontram-se e qual os contatos dos profissionais que irão executar essas ações? 8. Quem autoriza a atuação desses profissionais, em detrimento das atividades de rotina? Em qual momento? 9. Caso necessário, como esses profissionais serão deslocados até o local do desastre? Por quanto tempo? 10. Quais equipamentos, insumos, veículos, medicamentos, antídotos, equipamentos para descontaminação, EPIs podem ser necessários? 11. Quem autoriza a utilização desses recursos, com prejuízo das atividades de rotina? Em qual momento? 12. Como esses recursos, se necessário, serão deslocados até o local do desastre? Por quanto tempo?

14 13. Quem dará o alerta e orientações à população exposta ou em risco de exposição? Em qual momento? 14. Caso existe a necessidade, para onde as pessoas evacuadas serão direcionadas? Por quanto tempo? 15. Caso abrigo seja necessário, quem fará a vigilância em saúde nesse local? Qual o papel da ESF/ACS nesse local? 16. Quem fará a triagem dos lesionados/expostos? 17. Para onde serão direcionados e como serão transportados os lesionados/expostos? 18. Quem fará a notificação dos expostos no SINAN? Em quanto tempo? Quais ações podem ser desenvolvidas com o acumulado dessas notificações? 19. A rede de saúde está apta para assistência aos lesionados/expostos (descontaminados ou não)? 20. Quais informações são necessárias para assistência aos lesionados/expostos?

15 21. Quais análises laboratoriais podem ser necessárias (matrizes biológicas e ambientais)? 22. Quem ficará responsável por essas análises? Em qual momento? Por quanto tempo? Qual a periodicidade? 23. Os procedimentos de coleta e transporte de amostras para a realização dessas análises estão definidos? 24. Para matrizes ambientais, o que será coletado? Onde será feita a coleta? Em qual quantidade? 25. Caso necessário, quem fará a interrupção na captação de água para consumo humano? Em qual momento se dará essa interrupção? Por quanto tempo? 26. Caso necessário, como se dará o fornecimento de água, de forma alternativa? Quem será responsável? Por quanto tempo?

16 27. Caso necessário, quem irá interromper o consumo de alimentos potencialmente contaminados? Em qual momento se dará essa interrupção? Por quanto tempo? 28. Quem irá avaliar o tempo que as pessoas evacuadas deverão permanecer em abrigos? 29. Quem faz o repasse das informações (quais?) com parceiros intersetoriais? Em qual momento? Por quanto tempo? 30. Quem solicita apoio a outras esferas de gestão do SUS? Em qual momento? Por quanto tempo? 31. Quem investiga o acidente e define ações corretivas e de preparação? 32. Quem fica responsável pelas capacitações, treinamentos e exercícios? Onde? Qual a periodicidade? 33. Quem ficará responsável pela liberação de recursos financeiros e a monitoração do uso desses recursos? Em qual momento? Por quanto tempo?

17 EQUIPE VIGIDESASTRES Aderita Sena Aramis Beltrami Carla Ribeiro Dulce Fátima Cerutti Eliane Lima e Silva Flávia Gonzaga Serafim Liliam Peixoto Colombo Mônica Carreira Fragoso Raquel Heluy Novaes (61) , 8432, 8435, 8437, 8438, 8439


Carregar ppt "Área de Produção Editorial e Gráfica Núcleo de Comunicação Secretaria de Vigilância em Saúde 23 e 24 de junho de 2010 Capacitação em Eventos COORDENAÇÃO-GERAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google