A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bioeletricidade Através do Bagaço de Cana-de-Açúcar III Semana Acadêmica de Engenharia Agrícola - UFRRJ Rio de Janeiro, 14 de maio de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bioeletricidade Através do Bagaço de Cana-de-Açúcar III Semana Acadêmica de Engenharia Agrícola - UFRRJ Rio de Janeiro, 14 de maio de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 Bioeletricidade Através do Bagaço de Cana-de-Açúcar III Semana Acadêmica de Engenharia Agrícola - UFRRJ Rio de Janeiro, 14 de maio de 2008

2 1 ton de cana 1/3 >> caldo de cana 1/3 >> caldo de cana (açúcar e etanol) 1/3 >> bagaço 1/3 >> bagaço (bioeletricidade) 1/3 >> palha (adubo 1/3 >> palha (adubo e bioeletricidade) Em Energia Primária: 1 Tonelada de Cana = 1,2 Barris de Petróleo Equivalente. 1 Tonelada de Cana = + 15 dólares 1 Barril de Petróleo = dólares 1718x10 3 Kcal 1 Barril de Petróleo = 1386x10 3 Kcal O Produto Cana Energética

3 Cana-de-açúcar Energia Expansão Produção Circulo virtuoso para o desenvolvimento sustentado Bioeletricidade 3° produto Potencial de geração Desenvolvimento tecnológico Etanol Mercado Interno e externo Açúcar Mercado interno e externo Aumento de renda Ganhos de competitividade Levedura Bebidas Fermentadas Alcoolquímica – Rotas Acetato/Etano Meio Ambiente e Crédito de carbono Etanol de Celulose Tesxteis de Etanol Balança comercial Geração de empregos Desenvolvimento tecnológico Interiorização do desenvolvimento

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16 POTENCIAL DE PRODUÇÃO DE CANA-DE-AÇÚCAR NO MUNDO Fonte: AEZ Data. FAO/IIASA, Global Perspectives Studies Group, ESAG (JS, 2007). In: SCHMIDHUBER, J. Land for food and energy. Presentation realized in 16th ISO Seminar. Descrição Área (milhões hectares) Área apta para o cultivo351,9 - áreas protegidas e áreas com floresta 153,7 Área utilizada atualmente20,4 Área disponível177,8 No Brasil, com pouco mais de 3 milhões de hectares produzimos álcool suficiente para abastecer 50% do consumo álcool/gasolina no país

17 Principais Regiões Produtoras - Cana de Açúcar 100 países podem produzir biocombustível para 200 nações 20 países exploram petróleo e fornecem a todos os países Fonte: British Sugar

18 Milhões de hectares (2007 e ) % do total % das terras aráveis BRASIL851 TOTAL DE TERRAS ARÁVEIS354,8 1. Área cultivada – total76,7 9,0%21,6% Soja20,6 2,4%5,8% Milho14,0 1,6%3,9% Cana-de-açúcar7,8 0,9%2,2% Cana-de-açúcar para etanol3,4 0,4%1,0% Laranja0,9 0,1%0,3% 2. Pastagem172,3 20,2%48,6% 3. Área disponível (total arável – área cultivada – pastagem) 105,8 12,4%29,8% USO DA TERRA NO BRASIL Nota: 1) Área cultivada total refere-se a lavouras permanentes, temporárias e cultivo de flores, inclusive hidroponia e plasticultura, viveiros de mudas, estufas de plantas e casas de vegetação e coforrageiras para corte; 2) Áreas de soja, milho, cana-de-açúcar e laranja são dados da Produção Agrícola Municipal, divulgados pelo IBGE; 3) Extensão do território brasileiro, total de terras aráveis, cultivadas e de pastagens consistem em resultados preliminares do Censo Agropecuário 2006; 4) 2007 e – estimativa; 5) Cana destinada para a produção de etanol foi estimada a partir de dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Balanço Nacional da cana-de-açúcar e agroenergia Fonte: IBGE. Elaboração: UNICA.

19 Fonte: NIPE-Unicamp, IBGE e CTC. LOCALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CANA-DE- AÇÚCAR NO BRASIL Cana-de-açúcar

20 Potencial biológico da cana-de-açúcar POTENCIAL BIOLÓGICO 345,6t/ha DEPENDENTE -CLIMA : Agua – Temperatura - Luz -SOLO: Agua - Fertilidade -MANEJO FITOTÉCNICO: Variedade, Tratos Culturais, Etc NETAFIM NETAFIM

21 Irrigada Sequeiro Irrigado Aspectos de Soqueira de SP em 2 Ambientes distintos Irrigado x Sequeiro (SP) Usina X Ambiente A 120 diasUsina Y Ambiente E 120 dias Contraste de Cana sem Irrigação x Cana Fertirrigada por Gotejamento Subterraneo NETAFIM

22

23

24 Ano (MW) ACUMULADO (MW)Mwmédio Mwmédio acumulado (crise) (PROINFA) (Leilão) (Leilões) (Leilão) Auto-consumo atual TOTAL BRASIL Bioeletricidade – Excedente e Auto-consumo Situação atual (Histórico)

25

26

27

28 LEILÃO DE ENERGIA DE RESERVA Empreendimentos Cadastrados

29 Bioeletricidade Potencial - Oferta Leilões de Energia 2008 (Energia de Reserva + A-3 + A-5)

30 COMO USUFRUIR DO EFEITO SINERGICO: BIOELETRICIDADE X ETANOL X AÇUCAR I- Projetos Green Field II- Projetos Retrofit III- Projetos Eficiência Energética IV- Projetos Parcerias: - Parcial- participação até 49% - Total- participação até 100%

31 CONCLUSÃO O FUTURO DO SETOR SUCROALCOOLEIRO, NO LONGO PRAZO É MUITO BOM. A BIOELETRICIDADE JÁ É UMA REALIDADE. O EFEITO SINÉRGICO É FUNDAMENTAL NESSE PERÍODO DE CRESCIMENTO SETORIAL. ESTAMOS NO LIMIAR DE NOVOS AVANÇOS TECNOLÓGICOS NO SETOR SUCROALCOOLEIRO, VISANDO REDUÇÃO DE CUSTOS E CONSEQUENTEMENTE GANHOS DE COMPETITIVIDADE.

32 Obrigado!


Carregar ppt "Bioeletricidade Através do Bagaço de Cana-de-Açúcar III Semana Acadêmica de Engenharia Agrícola - UFRRJ Rio de Janeiro, 14 de maio de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google