A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EstruturaProcesso Resultado Estrutura RH (nº,qualificação) | materiais | instalações | equipamentos | recursos econômicos | estrutura organizacional.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EstruturaProcesso Resultado Estrutura RH (nº,qualificação) | materiais | instalações | equipamentos | recursos econômicos | estrutura organizacional."— Transcrição da apresentação:

1

2 EstruturaProcesso Resultado

3 Estrutura RH (nº,qualificação) | materiais | instalações | equipamentos | recursos econômicos | estrutura organizacional (manuais) | Processo seqüência coordenada de atividades, com o objetivo de produzir um dado resultado. Resultado efeitos e as conseqüências dos processos,

4 FNQ - Modelo de Excelência da Gestão ®

5 Fiscalização

6 Qualidade

7 conformidade às especificações satisfação do cliente O conceito de Qualidade foi primeiramente associado à definição de conformidade às especificações. Posteriormente o conceito evoluiu para a visão de satisfação do cliente. Obviamente a satisfação do cliente não é resultado apenas e tão somente do grau de conformidade com as especificações técnicas mas também de fatores como prazo,pontualidade, condições de pagamento, atendimento, flexibilidade, entre outros. Evolução do conceito de qualidade

8 Consideramos a Qualidade como o estado de eficiência e eficácia na ação de todos os processos que constituem a existência da Instituição. Consideramos a Qualidade como o estado de eficiência e eficácia na ação de todos os processos que constituem a existência da Instituição.

9 Esta afirmação está correta ? Eu trato o meu paciente da forma que eu gostaria de ser tratado

10 Não, por que tenho que tratar o meu paciente da forma que ele quer ser tratado !

11 atende perfeitamente às necessidades do cliente Um produto ou serviço de qualidade é aquele que atende perfeitamente, de forma confiável,acessível e segura às necessidades do cliente

12 Se nós chegamos a conclusão que a qualidade busca atender às necessidades do cliente, portanto...

13

14 SÉCULO XX HAVIA MAIS PROCURA DO QUE OFERTA TUDO O QUE SE PRODUZIA ERA VENDIDO QUEM PRODUZIA TINHA A SEGUINTE FILOSOFIA: QUER LEVA;NÃO QUER, DEIXA QUE OUTRO COMPRA

15 SÉCULO XXI QUALIDADE COM O ADVENTO DO MERCOSUL, GLOBALIZAÇÃO E UM MERCADO CADA VEZ MAIS COMPETITIVO...

16 A EMPRESA QUE NÃO INCLUIR EM SEU PLANEJAMENTO DE TRABALHO PROGRAMAS VOLTADOS A QUALIDADE...

17

18 ter uma base sólida....

19 As pessoas questionam muito o custo da qualidade sem terem como parâmetro os custos atuais sem um sistema de gestão da qualidade. Crosby, ensinou que qualidade significa cumprir com os requisitos combinados com o cliente.

20 Prêmios Metodologias PNQPNGSGESPÚBLICA Magnet Cenário

21 processos No Brasil, as normas para a qualidade surgiram em 1987, sendo que atualmente a grande ênfase nos sistemas de gestão é a abordagem por processos, quebrando paradigmas de visão departamental.

22 são um conjunto de operações sucessivas e ou paralelas que proporcionam um resultado bem definido. Geralmente como parte de um ciclo global de produção de um produto ou de um serviço Entrada Processamento Saídas

23 A história de como se faz café: Diferenças na forma de gerar processos

24 Nossas ações precisam ser padronizadas ?

25 I O que é um metro... alguém criou uma escala e padronizou. Caso contrário cada um teria uma visão de um metro. Padronizações propostas com o objetivo de contribuir para a redução de custos e garantir a qualidade e segurança dos serviços prestados.

26 Toda empresa é única e de certo modo tende a perceber, sentir e agir de modo diferente, ainda que atue no mesmo segmento de mercado

27 A Banda Forró Legal Redesenho do Processo A banda Forró Legal tem um show que começa daqui a 17 minutos e todos precisam cruzar uma ponte para chegar lá. Os quatro participantes estão do mesmo lado da ponte. É noite. Na ponte só podem passar, no máximo, duas pessoas de cada vez. Só há uma lanterna. Qualquer pessoa que passe, uma ou duas, deve passar com a lanterna na mão. A lanterna deve ser levada de um lado para outro e não pode ser jogada, lançada etc. Cada membro da banda tem um tempo diferente para passar de um lado para o outro. O par deve andar junto, no tempo do menos veloz: João: 1 minuto para passar Chico: 2 minutos para passar Pedro: 5 minutos para passar Rafa: 10 minutos para passar Por exemplo: Se o João e o Rafa passarem juntos, vai demorar 10 minutos para eles chegarem do outro lado. Se o Rafa retornar com a lanterna, 20 minutos terão se passado e você falhou no teste.

28 A Banda Forró Legal Redesenho do Processo A banda Forró Legal tem um show que começa daqui a 17 minutos e todos precisam cruzar uma ponte para chegar lá. Os quatro participantes estão do mesmo lado da ponte. É noite. Na ponte só podem passar, no máximo, duas pessoas de cada vez. Só há uma lanterna. Qualquer pessoa que passe, uma ou duas, deve passar com a lanterna na mão. A lanterna deve ser levada de um lado para outro e não pode ser jogada, lançada etc. Cada membro da banda tem um tempo diferente para passar de um lado para o outro. O par deve andar junto, no tempo do menos veloz: João: 1 minuto para passar Chico: 2 minutos para passar Pedro: 5 minutos para passar Rafa: 10 minutos para passar João + Chico = 2 João= 1 Rafa + Pedro = 10 Chico = 2 Chico + João = 2 Total 17 minutos Por exemplo: Se o João e o Rafa passarem juntos, vai demorar 10 minutos para eles chegarem do outro lado. Se o Rafa retornar com a lanterna, 20 minutos terão se passado e você falhou no teste.

29 PROCESSOS SERVIÇO PRESTADO CLIENTE EFICIÊNCIA + EFICÁCIA = EFETIVIDADE

30 Mapeamento de Processos: FornecedoresInsumosAtividadesProdutosClientes Processo: Não existe controle sem padronização – J.M.Duran

31 Mapeamento de Processos: FornecedoresInsumosAtividadesProdutosClientes Processo: Churrasco

32

33 Visão HabilidadesIncentivosRecursos Plano de Ação Mudança Se planejarmos um processo de trabalho, conhecendo todas os seus aspectos, começo, meio e fim, prevendo: visão, habilidades, incentivos, recursos e plano de ação, resultaremos em mudanças. A Gestão por processos é um projeto de mudança, com forte impacto nas pessoas. Mudanças efetivas dependem de:

34 HabilidadesIncentivosRecursos Plano de Ação Confusão Visão

35 IncentivosRecursos Plano de Ação Ansiedade Habilidades

36 Visão HabilidadesRecursos Plano de Ação Mudança Gradual Incentivos

37 Visão Habilidades Plano de Ação Incentivos Frustração Recursos

38 Visão Habilidades Incentivos Recursos Falsos Inícios Plano de Ação

39 Visão HabilidadesIncentivosRecursos Plano de Ação HabilidadesIncentivosRecursos Plano de Ação Visão IncentivosRecursos Plano de Ação Visão HabilidadesRecursos Plano de Ação Visão HabilidadesIncentivos Plano de Ação Visão HabilidadesIncentivosRecursos Mudança Confusão Ansiedade Mudança Gradual Frustração Falsos Inícios

40 Em 68 o lateral da seleção brasileira não marcava gol, limitava-se ao seu espaço de 30 m².Hoje, faz quem estiver mais próximo...Todo time avança. Futebol melhor exemplo de empresa orientada por processos

41 Programa de Controle de Infecção Hospitalar Atualizado em: Janeiro – 2010 – Versão 4 Ementa: O Hospital Luz cumpre as exigências legais da portaria 2616/MS de 12/05/1998, mantendo em sua estrutura uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – CCIH e um serviço de Controle de Infecção Hospitalar – SCIH designados por ATO ADMINISTRATIVO. Possui REGIMENTO próprio, MANUAIS DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E PROTOCOLOS que definem o seu âmbito de ação. O processo de trabalho é registrado em LIVRO ATA, em reuniões ordinárias realizadas trimestralmente e/ou em reuniões extraordinárias. Todo os resultados obtidos pelo SCIH são amplamente divulgados através de RELATÓRIOS MENSAIS. Nosso programa está formatado em 5 SISTEMAS BÁSICOS com suas respectivas ações abaixo descritas; Aspectos Organizacionais Vigilância Epidemiológica Notificação Compulsória de Doenças Transmissíveis Busca ativa – Metodologia NNISS dos Componentes: Diariamente – Cirúrgico e 3x semana – Demais Setores (Global) Supervisão e acompanhamento das ç. condutas preconizadas de isolamento Supervisão das medidas de biossegurança e acompanhamento do colaborador acidentado por riscos biológicos Investigação, controle, prevenção e notificação de surtos de infecção hospitalar Desenvolvimento de programas de imunização Participação no processo de aquisição de materiais, medicamentos e equipamentos Protocolos de Prevenção/tratamento Gerenciamento De Ações Desenvolvimento Profissional Intercâmbio Científico Infecção de Trato Urinário Infecção Respiratória Infecção de Sitio Cirúrgico Infecção de Corrente. Sanguínea Curativos Lavagem das Mãos Controle de Antimicrobianos Noções básicas de IH Lavagem das Mãos Isolamento Prevenção de IH do Trato Urinário Prevenção de IH de Sítio Cirúrgico Prevenção de IH do Trato Respiratório Prevenção de IH de corrente Sanguínea Biossegurança Programa de Imunização Desinfecção e Esterilização Higienização e Limpeza Curativos Resíduos Coleta de Exames.. Laboratoriais Auditoria Trimestral Validação das Ações de Controle Elaboração/ divulgação e planejamento de medidas de controle dos indicadores Participação em Congressos Internacionais e Nacionais de IH Participação na Associação Paulista de Estudos em IH APECIH Coordenação da Jornada anual de IH Processos

42 Macro Processo – Tratamento Processo – 01) Assistência de Enfermagem 02) Assistência Médica 03) Assistência Nutricional Sub-processo N I – 1) Assistência Enfermagem Ambulatorial 2) Assistência Enfermagem Terapia Intensiva Sub-processo N II – Paciente Diabético Atividade – Insulinoterapia Curativo Tarefa – Recebe paciente Verifica sinais vitais Orientação

43 Melhoria como estilo de vida... Se você trata o processo como uma dieta tipo corra que o verão vem aí, dentro de pouco tempo o peso volta, agora se você tem isso como estilo (ginástica,comer moderadamente, alimentos saudáveis) consegue manter o seu peso

44 Planejamento Definir métodos que permitirão atingir a metas propostas Atuarcorretivamente Verificar os resultadosobtidos P(PLAN) ATUAR Educar e treinar Executar a tarefa D(DO) C(CHECK) A(ACTION) PLANEJAR FAZER VERIFICAR Ciclo do PDCA CICLO DE MELHORIA

45

46 A C P D PLAN, DO, CHECK, ACTION Planejar, Executar, Verificar e Agir GERENCIAR, significa percorrer o ciclo do P,D,C,A de forma contínua e persistente em ordem sem saltar nenhuma etapa. P D C ? = Estratégia do Desperdício P D ? A = Displicência e estagnação P ? C A = Perda de tempo ? D C A = Improvisação P D C A = Aprimoramento Contínuo Processos e a importância de Girar o PDCA

47

48 Qualidade Processos Regimento Manual de Procedimentos &

49 Ponto de Partida

50 Processos Departamento de Fiscalização Planejamento Estratégico Atendimento ao Público Assessoria Jurídica Recursos Humanos Tecnologia da Informação Logística Operacional Parceria Institucionais

51 Atendimento ao Público - Recebimento,encaminhamento e apuração de denúncias - Esclarecimento sobre o âmbito de ação do profissional de enfermagem e da autarquia

52 Processos Departamento de Fiscalização Planejamento Estratégico Atendimento ao Público Apuração de Denúncias Assessoria Jurídica Recursos Humanos Tecnologia da Informação Logística Operacional Parceria Institucionais

53 Apuração de Denúncia - Convocação dos profissionais para apuração de denúncia - Levantamento de documentação para apuração de denúncia - Visita de Fiscalização para apuração de denúncia - Encaminhamento do resultado da apuração de denúncia

54 Processos Departamento de Fiscalização Planejamento Estratégico Atendimento ao Público Apuração de Denúncias Visita de Fiscalização Assessoria Jurídica Recursos Humanos Tecnologia da Informação Logística Operacional Parceria Institucionais

55 Visita de Fiscalização - Visita de fiscalização de rotina; - Visita de fiscalização por solicitação de outros órgãos (Ministério Público, Varas Criminais, entre outros).

56 Processos Departamento de Fiscalização Planejamento Estratégico Atendimento ao Público Apuração de Denúncias Visita de Fiscalização Educação Permanente Assessoria Jurídica Recursos Humanos Tecnologia da Informação Logística Operacional Parceria Institucionais

57 Educação Permanente - Desenvolvimento de palestras com foco na normatização;

58 Processos Departamento de Fiscalização Planejamento Estratégico Atendimento ao Público Assessoria Jurídica Recursos Humanos Tecnologia da Informação Logística Operacional Apuração de Denúncias Visita de Fiscalização Educação Permanente Representações Parceria Institucionais

59 Representações - Participação em comitês e comissões da área de saúde; - Designação para participação em eventos representando o regional;


Carregar ppt "EstruturaProcesso Resultado Estrutura RH (nº,qualificação) | materiais | instalações | equipamentos | recursos econômicos | estrutura organizacional."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google