A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE FISIOTERAPIA / TRAUMATOLOGIA Fraturas de Escápula, Clavícula, Ombro (1/3 superior) Diáfise e (1/3 Inferior) do Úmero.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE FISIOTERAPIA / TRAUMATOLOGIA Fraturas de Escápula, Clavícula, Ombro (1/3 superior) Diáfise e (1/3 Inferior) do Úmero."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE FISIOTERAPIA / TRAUMATOLOGIA Fraturas de Escápula, Clavícula, Ombro (1/3 superior) Diáfise e (1/3 Inferior) do Úmero

2 Fraturas da Escápula e Clavícula. Escápula São pouco frequentes e ocorrem em adultos e normalmente são concomitantes a politraumatismos. São pouco frequentes e ocorrem em adultos e normalmente são concomitantes a politraumatismos. Normalmente apresentam-se sem muitos desvios e consolidam fácil pela enorme vascularização que possuem. Normalmente apresentam-se sem muitos desvios e consolidam fácil pela enorme vascularização que possuem. Os tratamentos são em geral conservadores mas as que atingem a glenóide ou colo podem evoluir para cirurgia Os tratamentos são em geral conservadores mas as que atingem a glenóide ou colo podem evoluir para cirurgia

3 Fraturas da Escápula e Clavícula. Escápula Mecanismo do trauma: Mecanismo do trauma: Trauma de grande energia (acidentes de auto, atropelamentos, quedas intensas Trauma de grande energia (acidentes de auto, atropelamentos, quedas intensas O corpo se fratura por trauma direto O corpo se fratura por trauma direto Fraturas por avulsão, pela energia do grupo muscular: Fraturas por avulsão, pela energia do grupo muscular: Músculos bíceps braquial e coracobraquial: processo coracóide Músculos bíceps braquial e coracobraquial: processo coracóide Músculo cabeça curta do tríceps braquial:rebordo inferior do acetábulo Músculo cabeça curta do tríceps braquial:rebordo inferior do acetábulo

4 Fraturas da Escápula e Clavícula. Escápula Classificação da Fratura: Baseada na região anatômica atingida. Classificação da Fratura: Baseada na região anatômica atingida. espinha I espinha I Processo coracóide I Processo coracóide I Acromio I Acromio I Glenóide III Glenóide III colo colo corpo corpo

5 Fraturas da Escápula e Clavícula. Escápula Aspectos Clínicos: Aspectos Clínicos: Fraturas do corpo poucos sinais físicos, mais comprometimentos toraxicos Fraturas do corpo poucos sinais físicos, mais comprometimentos toraxicos Fraturas da espinha, processo coracóide, e acromio mostram mais claramente deformidades Fraturas da espinha, processo coracóide, e acromio mostram mais claramente deformidades

6 Fraturas da Escápula e Clavícula. Escápula Tratamentos: Tratamentos: Conservadores ou cirúrgicos. Os cirúrgicos mais nas fraturas articulares glenóidais. Conservadores ou cirúrgicos. Os cirúrgicos mais nas fraturas articulares glenóidais. Conservadores com imobilizações com gesso, tipóia ou Velpeau. Conservadores com imobilizações com gesso, tipóia ou Velpeau.

7 Fraturas da Escápula e Clavícula. Clavícula É um osso subcutâneo e de fácil acesso a traumas diretos ou indiretos. É um osso subcutâneo e de fácil acesso a traumas diretos ou indiretos. Mais freqüentes na Criança, porém pode ocorrer em todas as faixas etárias. Mais freqüentes na Criança, porém pode ocorrer em todas as faixas etárias. O esporte é o meio mais comum. O esporte é o meio mais comum. O terço médio ocorre em 80% dos casos O terço médio ocorre em 80% dos casos O restante é do 1/3 distal O restante é do 1/3 distal

8 Fraturas da Escápula e Clavícula. Clavícula Classificação do 1/3 distal: Classificação do 1/3 distal:

9 Fraturas da Escápula e Clavícula. Clavícula Tratamento pode ser cirúrgico ou conservador. Ultimamente tem-se usado o tratamento conservador.Imobilização gessada tipo *, velpeau ou splint Tratamento pode ser cirúrgico ou conservador. Ultimamente tem-se usado o tratamento conservador.Imobilização gessada tipo *, velpeau ou splint

10 Fraturas da Escápula e Clavícula. Clavícula Cirúrgico: Placas ou fios intramedulares Cirúrgico: Placas ou fios intramedulares

11 Fraturas da Escápula e Clavícula. Clavícula DISJUNÇÃO ACROMIO CLAVICIULAR DISJUNÇÃO ACROMIO CLAVICIULAR

12 Fraturas do 1/3 Proximal do úmero Acometem mais os idosos, são complexas e difícil tratamento. Acometem mais os idosos, são complexas e difícil tratamento. Classificação de Codman é a mais simples: Classificação de Codman é a mais simples:

13 Fraturas do 1/3 Proximal do úmero Tratamento dependem se houve ou não desvio, e podem ser fixadas quando a redução não mantiver estabilizada, ou se houver fragmentos intra articular. Tratamento dependem se houve ou não desvio, e podem ser fixadas quando a redução não mantiver estabilizada, ou se houver fragmentos intra articular. Varias formas de fixação cirúrgica: fios, placas, parafusos e por fim até próteses de cabeça umeral Varias formas de fixação cirúrgica: fios, placas, parafusos e por fim até próteses de cabeça umeral

14 Fraturas do 1/3 Proximal do úmero

15

16

17 Fraturas da diáfise e do úmero distal Mecanismo da Fratura: vai de forças de compressão até forças de tensão, torsão, Tensão, e combinadas. Mecanismo da Fratura: vai de forças de compressão até forças de tensão, torsão, Tensão, e combinadas. Tratamento: Inicialmente verificação da lesão ou não do nervo radial. Se lesão radial tratamento com osteossíntese e enxerto de nervo. Tratamento: Inicialmente verificação da lesão ou não do nervo radial. Se lesão radial tratamento com osteossíntese e enxerto de nervo. Tratamento Conservador. Imobilizações gessadas axilo palmar, pinça de confeiteiro, talas. Tratamento Conservador. Imobilizações gessadas axilo palmar, pinça de confeiteiro, talas.

18 Fraturas da diáfise e do úmero distal Cirúrgicos. Hastes bloqueadas, placas com parafusos. Cirúrgicos. Hastes bloqueadas, placas com parafusos.

19 Fraturas da diáfise e do úmero distal

20

21

22

23

24


Carregar ppt "UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE FISIOTERAPIA / TRAUMATOLOGIA Fraturas de Escápula, Clavícula, Ombro (1/3 superior) Diáfise e (1/3 Inferior) do Úmero."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google