A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uma VISÃO sem ação é somente um sonho. Uma AÇÃO sem visão é apenas um passatempo. Uma VISÃO com AÇÃO pode transformar o mundo. ( Autor desconhecido)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uma VISÃO sem ação é somente um sonho. Uma AÇÃO sem visão é apenas um passatempo. Uma VISÃO com AÇÃO pode transformar o mundo. ( Autor desconhecido)"— Transcrição da apresentação:

1 Uma VISÃO sem ação é somente um sonho. Uma AÇÃO sem visão é apenas um passatempo. Uma VISÃO com AÇÃO pode transformar o mundo. ( Autor desconhecido)

2 PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO ( Primeiras Aproximações ao Tema) PLANEJAR Arte de elaborar o plano para um processo de mudança ou para a manutenção de uma dada situação. Arte de elaborar o plano para um processo de mudança ou para a manutenção de uma dada situação. Compreende um conjunto de conhecimentos práticos e teóricos ordenados de tal modo que possibilitam interagir com a realidade, programar estratégias e ações, na perspectiva de viabilizar o alcance dos objetivos e metas desejadas.

3 Alguns CONCEITOS de Planejamento: Transformar a realidade numa direção escolhida;Transformar a realidade numa direção escolhida; Organizar a própria ação ( grupo);Organizar a própria ação ( grupo); Implantar processo de intervenção sobre a realidade;Implantar processo de intervenção sobre a realidade; Agir racionalmente;Agir racionalmente; Dar clareza e precisão à própria ação (grupal);Dar clareza e precisão à própria ação (grupal); Explicitar os fundamentos da ação do grupo;Explicitar os fundamentos da ação do grupo; Pôr em ação um conjunto de técnicas para racionalizar a ação;Pôr em ação um conjunto de técnicas para racionalizar a ação; Realizar ações propostas para aproximar uma realidade de um ideal, etc.Realizar ações propostas para aproximar uma realidade de um ideal, etc.

4 Tentativa de antecipar e ordenar decisões que deverão ser tomadas, visando atingir algum conjunto de objetivos especificado Tentativa de antecipar e ordenar decisões que deverão ser tomadas, visando atingir algum conjunto de objetivos especificado Proporcionar os meios para que se possa tomar decisões corretas dentro de uma estrutura... Proporcionar os meios para que se possa tomar decisões corretas dentro de uma estrutura... Processo que consiste em preparar um conjunto de decisões, tendo em vista o agir, posteriormente, para atingir determinados objetivos. Processo que consiste em preparar um conjunto de decisões, tendo em vista o agir, posteriormente, para atingir determinados objetivos.

5 CONSTATAÇÕES:CONSTATAÇÕES: 1. Todo planejamento possui uma Teoria que lhe dá sustentação e que se encontra alicerçada em um conjunto de crenças e valores. Não é Neutra e tem objetivos e finalidades a alcançar; 2. O ato de planejar exige uma Tomada de Decisão – estabelecimento de prioridades; 3.É um Processo, uma ação contínua e globalizante; 4.Encerra uma Ação. O agir visa um produto – transformar ou manter uma dada realidade.

6 Levantar Maior Levantar Maior a situação eficiência a situação eficiência atual atual Estabelecer Maior Estabelecer Maior o que se exatidão o que se exatidão deseja mudar determinação deseja mudar determinação A fim de A fim de se obter se obter Organizar a Maiores e Organizar a Maiores e ação futura melhores ação futura melhores resultados resultados Maximização Maximização dos esforços dos esforços e gastos e gastos CONCEITO DE PLANEJAMENTO PLANEJARÉ

7 ELEMENTOS BÁSICOS COMUNS Elementos componentes de um processo mental único e global: RACIONALIDADERACIONALIDADE TOMADA DE DECISÃOTOMADA DE DECISÃO FUTURISMOFUTURISMO Embora interdependentes DE e NO processo, ocorrem de maneira indissociável.

8 1.RACIONALIDADE: Racionalizar significa tornar reflexivo, empregar o raciocínio para resolver problemas. Trata-se de uma operação mental complexa que consiste em estabelecer relações entre elementos dados. Significa tornar mais eficiente uma ação mediante a adoção do método científico. 2.TOMADA DE DECISÃO: A Tomada de Decisão é que respalda a construção do futuro segundo uma visão daquilo que se espera obter.

9 Corresponde, antes de tudo, ao estabelecimento de um compromisso de ação sem a qual o que se espera não se converterá em realidade.Corresponde, antes de tudo, ao estabelecimento de um compromisso de ação sem a qual o que se espera não se converterá em realidade. Esse compromisso será tanto mais sólido, quanto mais seja fundamentado em uma visão crítica da realidade na qual nos incluimos. Implica em ação objetiva e determinada para tornar concretas as situações vislumbradas no plano das idéias.Esse compromisso será tanto mais sólido, quanto mais seja fundamentado em uma visão crítica da realidade na qual nos incluimos. Implica em ação objetiva e determinada para tornar concretas as situações vislumbradas no plano das idéias. A tomada de decisão não é possível sem uma análise racional e objetiva do quadro a que se referir, dos seus problemas e das alternativas de ação sobre os mesmos.A tomada de decisão não é possível sem uma análise racional e objetiva do quadro a que se referir, dos seus problemas e das alternativas de ação sobre os mesmos. Está calcada na competência de quem planeja.

10 3.FUTURISMO:O Planejamento, embora considere o passado e o presente, orienta-se na prespectiva de superá-los, frente à construção de uma realidade futura de sentido melhor. A ótica futurista focaliza, prospectivamente, o sentido acelerado do conjunto de mudanças localizadas nos diversos segmentos da sociedade que, em conjunto, condicionam e promovem transformações significativas na sociedade como um todo.

11 RACIONALIZAÇÃO – TOMADA DE DECISÃO – FUTURISMO - constituem um processo único que orienta a ação dos grupos sociais na determinação do caminho a seguir e na disposição das condições para favorecer o percurso.

12 PLANEJAMENTO COMO PROCESSO MENTAL É um processo dinâmico, contínuo e complexo, desenvolvido antes, durante e após a realização de intervenções sistematizadas e orientadas para a consecução de resultados. Envolve Operações Mentais dentre as quais se destacam: IDENTIFICAÇÃO, ANÁLISE, PREVISÃO E DECISÃO a respeito do que, por que, para que, como, quando, onde (com) quem e para quem se quer promover, em relação a uma dada realidade.

13 Operações Mentais Envolvidas no Planejamento O Que Por Que Por Que Para Que Para Que Como Como Quando Quando Onde Onde (Com) Quem (Com) Quem Para Quem Para Quem SE QUER PROMOVER IDENTIFICAR ANALISAR PREVER DECIDIR

14 SÍNTESE DA DINÂMICA DO PROCESSO DE PLANEJAMENTO PROCESSO RACIONAL FASESMETODOLÓGICASDOCUMENTAÇÃODECORRENTE REFLEXÃO (Re)construção do objeto Estudo de situação Estabelecimento Prioridades Propostas alternativas Proposta preliminar Diagnóstico Estudo de viabilidade Anteprojetos DECISÃO Escolha de prioridades Escolha de alternativas Definição objetivos e metas PlanosProgramasProjetos AÇÃOImplementaçãoImplantaçãoExecuçãoControleRoteirosRotinasNormas/ManuaisRelatórios RETOMADA DA REFLEXÃOAvaliação Retomada do processo Relatórios avaliativos Novos planos, programas e projetos

15 Inicialmente caracterizado como processo eminentemente técnico-operacional, atualmente percebido como PROCESSO POLÍTICO, que impõe um tomada de decisão contínua, inscrita nas relações de poder. Além do conteúdo tradicional de leitura da realidade, a apreensão das condições subjetivas do ambiente em que essa leitura ocorre é fundamental para que o planejado se efetive na direção desejada. Nessa leitura é importante considerar: o jogo de vontades políticas; a correlação de forças; a articulação de grupos; as alianças ou incompatibilidades existentes entre os diversos segmentos.

16 Necessidade de operar o Planejamento a partir de uma perspectiva ESTRATÉGICA. Planejar não é apenas tarefa de planejadores, mas sim de todo ou qualquer ator envolvido no processo. Não é a mera declaração de intenções. Requer decisões e o enunciado de objetivos factíveis e alcançáveis. Exige a ousadia de visualizar um futuro melhor. Planejamento é instrumento de GESTÃO. Processo TÉCNICO e POLÍTICO que envolve diferentes momentos que interagem e interalimentam de forma dinâmica no movimento contínuo de conhecimento da realidade, requerendo permanente negociação.

17 Esse conhecimento possibilita, além da visualização de propostas índices mais altos de viabilidade, a percepção e o manejo das dificuldades e das potencialidades para estabelecimento de parcerias, acordos, compromissos e de responsabilidades compartilhadas.Esse conhecimento possibilita, além da visualização de propostas índices mais altos de viabilidade, a percepção e o manejo das dificuldades e das potencialidades para estabelecimento de parcerias, acordos, compromissos e de responsabilidades compartilhadas. O domínio e a orientação do fluxo dos acontecimentos se pautam por um novo sentido de competência: além da COMPETÊNCIA TEÓRICO-PRÁTICA, deve ser desenvolvida uma COMPETÊNCIA ÉTICO-POLÍTICA.O domínio e a orientação do fluxo dos acontecimentos se pautam por um novo sentido de competência: além da COMPETÊNCIA TEÓRICO-PRÁTICA, deve ser desenvolvida uma COMPETÊNCIA ÉTICO-POLÍTICA. Na interrelação entre o elemento técnico (concepção) e o elemento político (decisão), a função específica do técnico é representada pelo EQUACIONAMENTO e pela OPERACIONALIZAÇÃO DAS OPÇÕES assumidas pelo centro decisório, embora também possa assumir decisões.Na interrelação entre o elemento técnico (concepção) e o elemento político (decisão), a função específica do técnico é representada pelo EQUACIONAMENTO e pela OPERACIONALIZAÇÃO DAS OPÇÕES assumidas pelo centro decisório, embora também possa assumir decisões.

18 Por ESTRATÉGIA entende-se a definição de um conjunto de meios e de forças, buscando realizar intencionalidades mais globais, que respondam a interesses e objetivos sociais, econômicos e políticos de determinadas forças sociais. ( Souza, 1984:17) DECISÃO DECISÃO EQUACIONAMENTO OPERACIONALIZAÇÃO AÇÃO

19 EQUACIONAMENTO: conjunto de informações significativas para a tomada de decisão, encaminhadas pelos técnicos de planejamento aos centros decisórios. EQUACIONAMENTO: conjunto de informações significativas para a tomada de decisão, encaminhadas pelos técnicos de planejamento aos centros decisórios. Esta função não é exercida de maneira distanciada das opções do planejador no contexto das relações sociais. Relacionadas à visão de mundo e à fonte onde busca fundamentos no contexto das correntes teórico- metodológicas que incidem sobre os procedimentos, a delimitação do objeto de conhecimento e sobre a ação executada. Esta função não é exercida de maneira distanciada das opções do planejador no contexto das relações sociais. Relacionadas à visão de mundo e à fonte onde busca fundamentos no contexto das correntes teórico- metodológicas que incidem sobre os procedimentos, a delimitação do objeto de conhecimento e sobre a ação executada. DECISÃO: corresponde às diferentes escolhas necessárias no decorrer do processo. O nível de envolvimento do planejador varia de acordo com seu posicionamento ante as questões que trabalha, suas opções DECISÃO: corresponde às diferentes escolhas necessárias no decorrer do processo. O nível de envolvimento do planejador varia de acordo com seu posicionamento ante as questões que trabalha, suas opções

20 ideo-políticas e as particularidades de cada caso. As resultante dessas análises determinam a importância da participação de segmentos da população, como sujeito político, no processo decisório. Preocupação em vincular o trabalho, ao processo de organização e mobilização da população ligada à problemática tratada. No planejamento tradicional a população entrava como usuária, demandante, cientela, nunca como SER HISTÓRICO. No planejamento atual a população é personagem central do processo. Preocupação em vincular o trabalho, ao processo de organização e mobilização da população ligada à problemática tratada. No planejamento tradicional a população entrava como usuária, demandante, cientela, nunca como SER HISTÓRICO. No planejamento atual a população é personagem central do processo. O Planejamento não é privilégio da força social dominante, representa uma tentativa de acumuação das forças políticas que constituem a sociedadeO Planejamento não é privilégio da força social dominante, representa uma tentativa de acumuação das forças políticas que constituem a sociedade Matus(apud Testa in Rivera, 1989:79)

21 OPERACIONALIZAÇÃO: relaciona-se ao detalhamento das atividades necessárias à efetivação das decisões tomadase, a ser consubstanciada em Planos, Programas e Projetos, e na sistematização das medidas para implementação.OPERACIONALIZAÇÃO: relaciona-se ao detalhamento das atividades necessárias à efetivação das decisões tomadase, a ser consubstanciada em Planos, Programas e Projetos, e na sistematização das medidas para implementação. AÇÃO: refere-se às providências que transformarão em realidade o que foi planejado. AÇÃO: refere-se às providências que transformarão em realidade o que foi planejado.


Carregar ppt "Uma VISÃO sem ação é somente um sonho. Uma AÇÃO sem visão é apenas um passatempo. Uma VISÃO com AÇÃO pode transformar o mundo. ( Autor desconhecido)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google