A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE - ETSUS/RS PORTO ALEGRE, JULHO/2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE - ETSUS/RS PORTO ALEGRE, JULHO/2011."— Transcrição da apresentação:

1 ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE - ETSUS/RS PORTO ALEGRE, JULHO/2011

2 Quais os significados da palavra Educação ?

3 A palavra educar origina-se do latim educare que significa conduzir de um estado a outro. Aranha, 1998 apud Bastos, et al 2003, p. 123

4 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB - reconhece a abrangência da educação e define seu objeto: Art. 1º A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.

5 EDUCAÇÃO FORMAL EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Decreto 5.154 de Julho/2004 Contexto Reforma Educacional LDB (9.394) - 1996 BÁSICA:.infantil.ensino fundamental.ensino médio SUPERIOR Art.1 Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores Educação Profissional Técnica de Nível Médio Educação Profissional Tecnológica de Graduação e Pós- graduação

6 LDB – 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Resolução – CEB/CNE N.4 de 08 dezembro de 1999. Decreto Lei N.5.154 de 23 de julho de 2004. Base Legal que regulamenta a Educação Profissional

7 É uma modalidade de ensino integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, às ciências e tecnologias. Conduz ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva. Também chamada de Ensino Técnico de Nível Médio

8 A Portaria GM/MS 1996 de 20 de agosto de 2007 trouxe articulada aos seus princípios uma proposta política para a educação profissional. Art. 13 a formação dos trabalhadores de nível médio no âmbito do SUS deverá seguir as diretrizes e orientações da educação permanente constante na referida portaria. Articulação entre as políticas de Educação Permanente e Educação Profissional

9 Extrapolam o domínio técnico-científico da profissão. Extrapolam o domínio técnico-científico da profissão. Se voltam para os aspectos de organização da gestão e da estruturação do cuidado à saúde – PROCESSO DE TRABALHO. Se voltam para os aspectos de organização da gestão e da estruturação do cuidado à saúde – PROCESSO DE TRABALHO. Têm como objetivo a transformação de práticas profissionais e da organização do trabalho. Têm como objetivo a transformação de práticas profissionais e da organização do trabalho. ENTRE OS PRINCÍPIOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO SUS E A EDUCAÇÃO PERMANENTE

10 Parte do pressuposto da aprendizagem significativa (que promove e produz sentidos) e propõe que a transformação das práticas profissionais deva ser baseada na reflexão crítica sobre as práticas reais de profissionais reais em ação na rede de serviços. ( HADDAD,ROSCHKE E DAVINI,1994 apud CECCIM,2004:49)

11 Só cabe entender a educação em saúde como uma educação baseada no diálogica, ou seja, na troca de saberes. Um intercâmbio entre o pensamento científico e popular em que cada um deles tem muito a ensinar e a aprender. Vasconcelos Na opinião de Vasconcelos (1997, p.20)

12 Comprometimento das instituições de ensino e de serviço diante da necessidade de reconstituírem a si mesmas. ESPAÇO DE EDUCAÇÃO = ESPAÇO DE MEDIAÇÃO = ESPAÇO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO

13 AS ESCOLAS DO SUS FORMAÇÃO EM SERVIÇO OS DESAFIOS DO MUNDO DO TRABALHO

14 A atenção à saúde precisa ser compreendida como a ação humana destinada ao cuidado do/com o outro. Por esse sentido, o trabalho Não é uma mercadoria, o trabalhador Não é um recurso e a educação Não se reduz ao método. CONCEPÇÃO DAS PROPOSTAS EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE. Pereira IB, Ramos MN. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2006. (120 p)

15 O trabalho em saúde é definido como uma mediação na produção da existência humana – degradada ou digna – seja para quem o realiza, seja para quem o recebe. O trabalho voltado para a produção de vidas dignas de seres humanos exige a transformação radical não somente das práticas de atenção à saúde, mas das próprias relações sociais de produção.

16 Portanto, a formação do trabalhador em saúde, muito além de ser orientada pelo e para os serviços de saúde, estando a eles integrada, deve ser orientada pela e para a emancipação humana coletiva.

17 As rodas de Educação Permanente

18

19 O trabalho se constitui em princípio educativo Os princípios e diretrizes do SUS norteiam a formação profissional em saúde A ETSUS é a instituição executora /gestora dos processos de formação técnica de nível médio em saúde Organização curricular por competências Articulação com CIES, COGERE e instituições Capacitação docente integrada aos cursos Integração Ensino e Serviço Cursos descentralizados Docentes - Serviços do SUS

20

21 Alunos atendidos no PROFAE até Dezembro de 2008 - Auxiliar e Técnico de Enfermagem Total : 321,189 students 31.973 18.372 9.349 37.950 7.839 20.527 15.095 20.207 15.494 12.111 36.125 4.464 4.164 7.436 4.364 12.861 13.126 9.804 87113.7963.10822.961 8.722 7.716 6.952 6.644 7.207 7.207 TOTAL 359.238 Estudantes

22 Agente Comunitário de Saúde Enfermagem Redução de Danos Saúde Bucal Vigilância em Saúde Hemoterapia

23 FORMAÇÃO INICIAL DO ACS – 8.054 ACS (Portaria SGTES nº 2.662, de 11 de novembro de 2008, que institui a modalidade de repasse financeiro fundo a fundo, para a formação dos Agentes Comunitários de Saúde). SAÚDE BUCAL – 490 alunos SAÚDE DO IDOSO– 1015 alunos

24 O grupo é dividido em cinco subgrupos, com seus participantes representando um dos personagens principais da dengue: Grupo A – Mosquito Grupo B – População Grupo C – Agentes de Saúde Grupo D – Gestor Grupo E - Ambiente Grupo A – Os mosquitos tentam imaginar quais as necessidades, estratégias e dificuldades que eles teriam para picar Grupo B – A população constrói situações de como evitar o contato com o mosquito Grupo C –Os agentes criam situações de intervenção Grupo D – O gestor define as condições necessárias para implementar ao programa Grupo E - O ambiente faz o mapeamento dos locais e situações favoráveis à instalação da dengue.


Carregar ppt "ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE - ETSUS/RS PORTO ALEGRE, JULHO/2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google