A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Limpeza Transporte de materiais contaminados Tec.: Ana Beatriz, Beatriz, Sirlaine, Vanusa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Limpeza Transporte de materiais contaminados Tec.: Ana Beatriz, Beatriz, Sirlaine, Vanusa."— Transcrição da apresentação:

1 Limpeza Transporte de materiais contaminados Tec.: Ana Beatriz, Beatriz, Sirlaine, Vanusa.

2 Recebimento É no CME que os materiais são recebidos das unidades, bloco cirúrgico e ambulatórios onde sofrem o primeiro passo do seu reprocessamento antes de chegar à esterilização. Após a primeira conferência, o material é submetido a uma limpeza prévia,em lavadora ultra sônica. Bloco cirúrgico O correto seria não deixar o sangue secar no instrumental onde facilitaria a limpeza dos mesmos. Pois acarretará: tempo,custo,desgaste físico do profissional. Este material seria transportado em tupperware submerso em água destilada e transportado para o CME.

3 CERTO ERRADO

4 Recebimento dos materiais dos postos Certo Errado

5 Limpeza: Limpeza é o processo que visa a remoção de sujidade visível e diminuição da carga microbiana.

6 Tipos de Limpeza Existem dois tipos de limpeza do CME. Manual Mecânica

7 Limpeza Manual O s artigos são limpos peça por peça, utilizando água corrente, escovas, detergentes neutros ou produtos enzimáticos, não usar produtos abrasivos, usar sempre E.P.I (equipamento de proteção individual): luvas de borracha, aventais, bota, gorro, protetor facial ou máscara e óculos. Desvantagens: exposição dos funcionários aos produtos químicos, umidade, aerossóis, ocorrência de ferimentos, disseminação de microorganismos, maior consumo de tempo.

8 Limpeza Manual

9 Limpeza Mecânica Lava os artigos por meio de equipamentos que operam em diferentes condições. A ultra sônica com o detergente enzimático e com a temperatura em 40°c favorece uma limpeza eficaz, diminuindo assim a exposição dos profissionais aos riscos ocupacionais, reduz o manuseio do material sujo, mantém uma limpeza adequada e uniforme, otimizando os recursos humanos. Vale lembrar que devemos garantir que materiais canulados tenham seu lúmen preenchido com solução enzimática. Se necessário, utilizar o auxilio de uma seringa; para uma limpeza eficaz, todo material deve ser desmontado, caso seja possível, antes de dispô-lo na lavadora ou mesmo para realizar a limpeza manual. Desvantagens: custo inicial alto e local adequado para a instalação.

10 Limpeza Mecânica

11 Enxágüe Com água potável ou água corrente, enxágüe o material quantas vezes for necessário,até a retirada de todo o produto.

12 Observação em Lupa O instrumental após a limpeza deverá ser observado na lupa.Quando não enxaguado de maneira adequada pode ocorrer danificação deste material como: corrosão e manchas.

13 Carga Microbiana dos materiais Quanto mais cedo iniciar a limpeza dos materiais, mais rápida e eficiente será. A maioria dos dispositivos médicos utilizados em cirurgia geral possui uma carga microbiana (bioburden) menor que 10³, exceto os endoscópios gastrointestinais especialmente os colonoscopios que tem uma carga microbiana maior.

14 Produtos de Limpeza: 1. Detergente industrial: limpa através da redução da tensão superficial, dispersão e suspensão da sujeira; 2. Detergente Enzimático: neutros, não devem causar corrosão, atóxicos, biodegradáveis, fácil de manipulação. São compostos por enzimas, surfactantes e solubilizantes. 3. Desincrustante: devem ser usados em artigos de inox, remove manchas, placas minerais e oxidação. 4. Lubrificantes: lubrifica e protege o instrumental cirúrgico, é permeável ao vapor, calor seco, peróxido de Hidrogênio e óxido de etileno; não é diluído e não precisa de enxágüe. 5. Água oxigenada: limpeza de aspiradores, agulhas entre outros. 6. Água destilada: enxágüe de materiais como frascos de punção lombar, agulhas, seringas Álcool: limpeza de material elétrico.

15 Limpadores enzimáticos São produtos que contêm basicamente LIPASE (digere gorduras), PROTEASE (digere proteínas), AMILASE e CARBOIDRASE (digere carboidratos), agindo sobre a matéria orgânica, facilitando sua remoção e promovendo uma limpeza adequada.

16 Observação: Existem disponível no mercado 35 marcas de detergentes enzimáticos na área hospitalar.Quando comprado para teste é a instituição que determina qual deles a ser usado. O fornecedor tem o dever de apresentar laudos de seus produtos.O funcionário deve observar se há reações desagradáveis como: Dermatológicas Oftalmológicas Respiratórias Uma diferença básica dos detergentes enzimáticos é na diluição dos produtos a quantidade correta a ser usada. Seguir as instruções correta do rótulo.

17 Quando há formação de espuma o produto não deverá ser aceito pela instituição.

18 Teste ATP É o aparelho que mede a quantidade de carga microbiana existente em qualquer superfície. Exemplos: Mãos, instrumentais, endoscópios, etc... Os resultados são apresentados em unidades de luz relativas (RFU) e quanto mais baixa for a leitura mais limpo esta o instrumental, a superfície e os equipamentos. Vantagens ATP: O monitoramento e proativo em tempo real. Segurança no processo de limpeza o sistema identifica a presença de contaminantes invisíveis a olho nu. O teste e fácil de interpretar.

19 RDC 35 ( Resolução da Diretoria Colegiada ) Dispõe sobre o regulamento técnico para os produtos com ação anti microbiana utilizados em artigos críticos e semi-críticos. Objetivo: O presente regulamento técnico tem por objetivo definir e classificar e regulamentar as condições para o registro e rotulagem para os produtos com ação anti microbiana de uso em assistência a saúde para os artigos a serem comercializados.

20 Lavagem das mãos A lavagem das mãos é, sem dúvida, a rotina mais simples, mais eficaz, e de maior importância na prevenção e controle da disseminação de infecções, devendo ser praticada por toda equipe, sempre ao iniciar e ao término de uma tarefa. Proteja-se: - Lave corretamente as mãos; Utilize corretamente os equipamentos de proteção individual - EPI. Lembretes técnicos: - O uso de luvas não exclui a lavagem das mãos. - Manter líquidos anti-sépticos para uso, caso não exista lavatório no local. - Tem-se comprovado que a contagem de microrganismos sob as unhas e quando se está usando anéis, relógios e pulseiras são mais altos. - Mantenha as unhas tão curtas quanto possível, e remova todas as jóias antes da lavagem das mãos. - A lavagem das mãos deve ser feita em uma pia distinta daquela usada para a lavagem do instrumental, vidrarias ou materiais de laboratório. - Deve-se evitar lesionar as mãos. Caso as luvas sejam rasgadas ou puncionadas durante quaisquer procedimentos, elas devem ser removidas imediatamente, e as mãos devem ser lavadas cuidadosamente. - Profissionais com lesões nas mãos ou dermatites devem abster-se, até o desaparecimento dessas lesões.

21

22 Quem quiser vencer na vida deve fazer como os sábios; mesmo com a alma partida, ter um sorriso nos lábios. Dinamor Obrigada !


Carregar ppt "Limpeza Transporte de materiais contaminados Tec.: Ana Beatriz, Beatriz, Sirlaine, Vanusa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google