A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Saúde e Brincar Programa de Atenção Integral à Criança Hospitalizada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Saúde e Brincar Programa de Atenção Integral à Criança Hospitalizada."— Transcrição da apresentação:

1 Saúde e Brincar Programa de Atenção Integral à Criança Hospitalizada

2 Contato Instituto Fernandes Figueira – Fiocruz Av. Rui Barbosa, 716, 4º andar, Flamengo, Rio de Janeiro, RJ. CEP Tel : Ramal 5420.

3 IFF Missão do Instituto Fernandes Figueira “Realizar pesquisa, ensino, assistência, desenvolvimento tecnológico e extensão com qualidade, no âmbito da saúde da mulher da criança e do adolescente”.

4 IFF O Saúde e Brincar – Programa de Atenção Integral à Criança Hospitalizada – é um programa interdisciplinar de assistência, pesquisa e ensino do Departamento de Ensino do Instituto Fernandes Figueira da Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro.

5 Saúde & Brincar Tem como objetivo geral a discussão, investigação e promoção de saúde mental da população Infanto-Juvenil em atendimento as enfermarias e ambulatórios deste Instituto, através da atividade lúdica que se apresenta como uma intervenção terapêutica.

6 Saúde & Brincar Visa não somente a criança, mas as relações entre esta, seus acompanhantes e equipe de saúde, uma vez que interferem no processo de adoecimento e no curso do tratamento.

7 Memória Eliza Santa Roza
O programa foi implantado em 1994 pela Dra. Eliza Santa Roza com as seguintes metas:

8 Metas iniciais Criar um espaço lúdico dentro das enfermarias de Pediatria Geral, como estratégia de intervenção no campo do adoecimento e hospitalização na infância.

9 Metas iniciais Fornecer material prático/teórico que possibilite a construção de um novo modelo de Pediatria Hospitalar, que leva em conta os aspectos psíquicos, sociais e culturais da criança hospitalizada e os inclui no diagnóstico e na programação terapêutica.

10 Metas iniciais Criar um campo de formação permanente para alunos de graduação e pós-graduação interessados nas áreas da saúde mental da infância e adolescência e seus diversos temas.

11 Metas iniciais Fortalecer a filosofia institucional da FIOCRUZ produzindo campos interinstitucionais de ensino e pesquisa.

12 Desdobramentos No interior das políticas de humanização hospitalar do Instituto Fernandes Figueira, a partir de 1996, o Programa teve desdobramento nos seguintes setores: doenças infecto-parasitárias (DIP); cirurgia pediátrica; unidade de pacientes graves (UPG); ambulatórios.

13 Assistência Duas tardes por semana um espaço lúdico é criado dentro das enfermarias de pediatria, de doenças infecto-parasitárias (DIP) e de cirurgia pediátrica.

14 Assistência As crianças internadas e seus acompanhantes são convidados a brincar coletivamente neste espaço, assistidos pela equipe do Programa.

15 Assistência As crianças em isolamento ou em condições clínicas que não permitam a saída do leito são atendidas individualmente e estimuladas a brincar.

16 DIP

17 DIP

18 Cirurgia Pediátrica Espaço da enfermaria

19 Espaço da enfermaria com o campo do Saúde & Brincar montado
Cirurgia Pediátrica Espaço da enfermaria com o campo do Saúde & Brincar montado

20 Cirurgia Pediátrica

21 UPG Na Unidade de Pacientes Graves (UPG) os atendimentos são realizados individualmente, também durante duas tardes por semana, propiciando um elo de continuidade com as demais enfermarias.

22 UPG

23 UPG

24 Parquinho O atendimento aos pacientes ambulatoriais ocorre três vezes por semana, no espaço do parque do hospital e no hall dos ambulatórios, com uma proposta de sala de espera infanto-juvenil e socialização com a participação dos acompanhantes e irmãos.

25 A brincadeira também ocorre dentro do espaço ambulatorial.
Ambulatórios A brincadeira também ocorre dentro do espaço ambulatorial.

26 Ambulatórios

27 Ambulatórios

28 Pesquisa A linha de pesquisa central dedica-se a explorar os efeitos da atividade lúdica sobre o desenvolvimento e as condições psíquicas das crianças e adolescentes no contexto do Instituto Fernandes Figueira.

29 Pesquisa As bases teóricas das hipóteses se sustentam em conceitos da Psicanálise, da Filosofia, da Sociologia, da Antropologia, da Semiótica, da Teoria dos Sistemas e da Teoria da Complexidade.

30 Áreas de investigação Brincar como Recurso Terapêutico
Adoecimento e Estigma Aspectos Emocionais e Relacionais da Saúde do Bebê Relações Familiares no Contexto Hospitalar Adoecimento e Hospitalização: Contextos Culturais e Educação

31 Ensino O programa oferece estágios curriculares para alunos de graduação e pós-graduação, em uma perspectiva interdisciplinar, para as áreas de Medicina, Psicologia, Psicomotricidade, Terapia Ocupacional, Enfermagem, Fonoaudiologia e Pedagogia.

32 Ensino O campo de pesquisa está aberto para a realização de monografias e teses de mestrado e doutorado de alunos externos. O Programa conta ainda com o apoio de agências de fomento à pesquisa através do Programa PIBIC – Programa Interinstitucional de Bolsa de Iniciação Científica (CNPq) e Bolsas de Iniciação Científica (FAPERJ).

33 Capacitação de técnicos e profissionais de outros serviços de saúde
Ensino Capacitação de técnicos e profissionais de outros serviços de saúde

34 Ensino Formulação e implantação de cursos para público interessado em temas relativos à saúde da criança e do jovem e o processo de adoecimento e hospitalização.

35 Consultorias e Assessorias
Supervisão de equipes interdisciplinares que trabalham com o brincar como recurso terapêutico frente ao adoecimento e/ou hospitalização infantil.

36 Consultorias e Assessorias
Produção de material teórico/prático sobre o brincar e seu uso com crianças e jovens adoecidos e hospitalizados.

37 Consultorias e Assessorias
Implantação de espaços lúdicos em ambientes hospitalares.

38 Consultorias e Assessorias
Consultorias a serviços de saúde que desejem implementar ou incrementar atividades lúdicas de cunho terapêutico na área de saúde da criança e do adolescente.

39 Consultorias e Assessorias
Supervisão e orientação de monografias, relatórios de pesquisa e dissertações de mestrado que contemplem as linhas de pesquisa do programa.

40 Brincar

41 Marcelo de Abreu Maciel Psicólogo Mestre em Educação - UFRJ
Equipe Rosa Maria de Araujo Mitre Terapeuta Ocupacional Mestre em Saúde da Criança – IFF/Fiocruz Marcelo de Abreu Maciel Psicólogo Mestre em Educação - UFRJ Denyse Telles Lamego Fonoaudióloga Mestre em Saúde da Criança – IFF/Fiocruz

42 Equipe Martha Cristina Nunes Moreira Psicóloga Mestre em Saúde Pública – ENSP/Fiocruz Maria Magdalena Quaresmim de Oliveira Pedagoga Pós-graduada em Psicopedagogia – PUC/RJ Maria de Fátima Pinheiro da Silva Junqueira Psicóloga Mestre em Psicologia– PUC/RJ

43 Maria Luciana Siqueira Mayrink Fonoaudióloga
Equipe Priscila Menezes de Aragão Psicóloga Pós-graduada em Saúde Pública – ENSP/Fiocruz Ana Helena Rotta Soares Psicóloga Master in Human Development – University of Maryland (EUA) Maria Luciana Siqueira Mayrink Fonoaudióloga

44 Créditos Diretor do Instituto Fernandes Figueira - Fiocruz Dr. José Augusto Alves de Britto Criação Rodrigo de Abreu (NCSV/IFF) Rosa Mitre Valéria Becker (NCSV/IFF)

45 Créditos Fotografia Rodrigo de Abreu Arquivo IFF/Fiocruz
Vídeo Eliza Santa Roza Imagens do vídeo em datashow Guilherme Mitre


Carregar ppt "Saúde e Brincar Programa de Atenção Integral à Criança Hospitalizada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google