A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA DE PREÇOS REFERENCIAIS: PESQUISAS DE PREÇOS PLANILHAS DE APURAÇÃO DOS CUSTOS DE SERVIÇOS SEGURANÇA E VIGILÂNCIA LIMPEZA E CONSERVAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA DE PREÇOS REFERENCIAIS: PESQUISAS DE PREÇOS PLANILHAS DE APURAÇÃO DOS CUSTOS DE SERVIÇOS SEGURANÇA E VIGILÂNCIA LIMPEZA E CONSERVAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMA DE PREÇOS REFERENCIAIS: PESQUISAS DE PREÇOS PLANILHAS DE APURAÇÃO DOS CUSTOS DE SERVIÇOS SEGURANÇA E VIGILÂNCIA LIMPEZA E CONSERVAÇÃO

2 S UMÁRIO Preços Referenciais Objetivo Como Funciona Benefícios Pesquisas de Preços Metodologia Materiais de Informática Materiais Diversos Gêneros Alimentícios Planilhas de Apuração de Custos Metodologia Formação de Preços Conceitos Planilha de Custos

3 P REÇOS R EFERENCIAIS Motivação Objetivos Benefícios

4 O BJETIVO Preços e Custos Referenciais Permitir que o processo de compra de Materiais e Serviços do Governo do Estado do Espírito Santo se beneficie, nas diversas modalidades de contratação, dos Preços e Custos Referenciais fornecidos pela Fundação Getulio Vargas.

5 C OMO F UNCIONA Preços Licitados Preços Referenciais Catálogo de Materiais e Serviços Catálogo de Materiais e Serviços Propostas Licitações Fornecedores Usuários SISTEMA DE GESTÃO DE PREÇOS FGV Preços Referenciais Manutenção Consultas BASE REFERENCIALBASE OPERACIONAL GOVERNO ESPÍRITO SANTO

6 B ENEFÍCIOS Transparência – Transparência – todas as tabelas e preços pesquisados são disponibilizadas na Internet e publicadas no Diário Oficial. Agilidade – Agilidade – redução de cerca de 45% da duração dos procedimentos de licitação. Economia – Economia – disputas nas licitações a partir de preços de mercado. Adequação dos contratos vigentes Adequação dos contratos vigentes, às tabelas pesquisadas.

7 P ESQUISAS DE P REÇOS Metodologia Materiais de Informática Materiais Diversos Gêneros Alimentícios

8 Aplicação da Metodologia da Pesquisa PROCESSO DE PRODUÇÃO DAS TABELAS DE PREÇOS E CUSTOS DE SERVIÇOS Governo ESFGV Pesquisa de Mercado ColetaCrítica Cálculo do Referencial Planilhas de Preços SolicitaçãoFeedback Dúvidas Sugestões Alterações

9 M ETODOLOGIA DA P ESQUISA Pesquisa de Mercado Área Geográfica de Abrangência Categoria Respondente Amostragem Especificação do produto Levantamento de Preços Coleta de preços junto aos respondentes previamente selecionados Crítica de Preços Tratamento estatístico para aceitar ou rejeitar os preços como representativos do produto ou serviço Cálculo do Preço Referencial Média da amostraMédia da amostra Média do primeiro quartil Menor preço

10 M ATERIAIS DE I NFORMÁTICA Pesquisa Mensal Atacado Região: Grande Vitória Data de Referência: 01/07/2008 Julho

11 M ATERIAIS D IVERSOS Pesquisa Trimestral Atacado Região: Grande Vitória Data de Referência: 01/07/2008 3º Trimestre

12 GÊNEROS ALIMENTÍCIOS Pesquisa Quinzenal Preço Praticado (*) Região: Grande Vitória Data de Referência: 16/07/2008 2ª Quinzena de Julho (*)Preço Praticado: I. PP = PA + [3/4 * (PV – PA)] II. PP = 0,9 * PV III. PP = 1,1 * PA

13 PLANILHAS DE APURAÇÃO DE CUSTOS Metodologia Formação de Preços Conceitos Planilha de Custos (Ex: Segurança e Vigilância)

14 A P LANILHA DE C USTOS DE S ERVIÇOS Objetivo – Objetivo – quantificar (em R$/mês) o preço do serviço através da formação de preço orientada pelos custos do prestador. Principais fontes de dados: Principais fontes de dados: FGV: Pesquisa do Mercado – Composição dos Custos Encargos Sociais Preços de Insumos Informações de Mão-de-obra: Convenção Coletiva Legislação Previdência Social Outros Dados Externos: IBGE Editais e Licitações Realizados

15 M ETODOLOGIA DA P LANILHA Preço Referencial Outros Dados Externos Informações de Mão-de- obra Pesquisas FGV

16 Orientada pela teoria econômica Orientada pelo mercado Produtos sem diferenciação Empresa é seguidora de preço. Orientada pelos custos FORMAÇÃO DO PREÇO P Q O D

17 FORMAÇÃO DO PREÇO ORIENTADA PELOS CUSTOS Custos Lucro Despesas Impostos Preço Referencial BDI

18 Gasto: Compromisso financeiro assumido pela empresa. Custo: Parcela dos gastos consumida para a efetiva produção do produto, aquisição de mercadoria para revenda ou realização de serviço.Despesas: Parcela do gasto consumida para administrar a empresa.Investimentos: Parcela dos gastos registrada em contas de ativos da empresa. CONCEITUAÇÃO GastosCustos Quanto aos Produtos DiretosIndiretos Quanto ao Volume de Produção FixosVariáveisDespesasAdministrativasVendasFinanceirasInvestimentos Custos Diretos: São apropriados aos produtos conforme o consumo. Custos Indiretos: São apropriados aos produtos em função de um rateio ou outro critério de apropriação. Custos Fixos: Independem da quantidade produzida, normalmente decorrem a manutenção da estrutura produtiva. Custos Variáveis: Aumentam ou diminuem conforme a quantidade produzida.

19 P LANILHA DE C USTOS DE S ERVIÇOS FGV Exemplo: Exemplo: Serviço de Segurança e Vigilância. Despesas Administrativas Lucro Preço Referencial (Custos + BDI + Tributos) Custos Mão-de-obra (Grupo "A") Salário Insalubridade Periculosidade Hora Extra Noturna Hora Extra Adicional noturno Folguista Feriado Remunerado Reflexo do Repouso Sem. Remunerado Reserva Técnica Encargos Sociais Insumos diversos (Grupo "B") Armamento e Munição Assistência Médica Cesta Básica EPI (Colete) Equipamentos Norma Regulamentadora Nº 07 Reciclagem Recrutamento e Seleção Seguro de Vida em Grupo Taxa de Legalização Estadual Uniforme Vale-refeição Vale-transporte Tributos ISS PIS COFINS

20 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

21 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – MÃO-DE-OBRA Piso: R$ 657,00 Insalubridade: R$ 83,00 (20%*R$ 415,00) Adicional Noturno: R$ 143,33 (7*15,2188*R$ 3,36*40%) Reflexo s/ RSR: R$ 23,89 (R$ 143,33 * 1/6) Reserva Técnica: R$ 14,15 (( , ,89)*1,56%) Encargos Sociais: R$ 749,62 ( ,33+23,89+14,15)*81,36%) Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 1.314,00 166, ,00 286, ,78 28, , , ,01

22 R ESERVA T ÉCNICA 1,51% correspondente ao efetivo utilizado com o objetivo de suprir os postos durante as ausências no horário de refeições, reforços, atrasos previstos em CLT e substituições solicitadas pelo cliente. 0,05% representativo da reposição das faltas justificadas não-provisionadas na tabela de encargos sociais. Na estimação da reserva técnica total, acrescenta-se em 1,51%, as taxas relativas às faltas justificadas provisionadas na tabela de encargos sociais (10,46%), inclusive as não-consideradas por serem remuneradas pela Previdência Social (3,85%), obtendo-se um percentual de 15,82%, a incidir sobre diversos itens formadores do Grupo "B".

23 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – INSUMOS Armamento e Munição: Considerando-se cada posto de serviço dotado de 01 (um) revólver calibre 38 e 12 (doze) balas por vigilante, o custo do revólver é diluído a cada período de 130 (cento e trinta) meses e as balas a cada 12 (doze) meses, logo: Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 25,66 Perdas: 2,54% Valor do Revolver (Valor do Revolver / 130 * (1+Perdas)): R$ 12,30 Munição por Vigilante - Caixa c/ 10 (Valor da Caixa / 10 * 12 / 12): R$ 4,28 Provisão Armeiro (28% do Valor do Revólver): R$ 3,44 Valor/Mês Armamento e Munição c/ Reserva Técnica para o posto armado: R$ 25,66

24 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – INSUMOS Assistência Médica: De acordo com a cláusula 45ª da CCT - SINDSEG-SINDESP fica convencionado que as empresas contribuirão para o custeio da Associação Médica do Vigilante (AMEVIG) o valor mensal de R$ 1,06. EPI (Colete): Considerando um colete à prova de balas por posto armado, com vida útil de 60 meses, temos: Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 25,66 2,46 Perdas: 2,50% Valor do Colete Nível II (Valor do Colete / 60 * (1+Perdas)): R$ 9,02 Valor/Mês E.P.I. c/ Reserva Técnica: R$ 10, ,45

25 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – INSUMOS Equipamentos: Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 25,66 2, ,45 ITEM VALOR UNITÁRIO VIDA ÚTIL (Meses) Nº MÍNIMO DE MUDAS POR ANO PERDA (%) VALOR TOTAL Apito R$ 11, ,95 R$ 0,65 Cordão R$ 2, ,95 R$ 0,16 Cassetete R$ 17, ,94 R$ 0,59 Porta Cassetete R$ 6, ,28 R$ 0,34 Livro de Ocorrências R$ 5,00 410,32 R$ 1,25 Aparelho de Rádio R$ 268, ,76 R$ 7,53 Lanterna * R$ 28, ,16 R$ 1,21 Pilha * R$ 13,00 430,2 R$ 9,77 Cinturão p/ revólver ** R$ 37, ,39 R$ 2,02 Coldre ** R$ 19, ,32 R$ 1,00 * Somente para posto Noturno; ** Somente para posto Armado 56,80

26 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – INSUMOS NR 7: Refere-se ao custo mensal que as empresas de Medicina do Trabalho cobram para realizarem os exames médicos admissionais, demissionais e periódicos. Determinado por pesquisa de preços. Reciclagem: Etapa posterior à seleção, a qual somente o pessoal aprovado em todos os estágios irá realizar. Caracteriza- se pelos gastos referentes à reciclagem profissional propriamente dita mais os gastos com o substituto. Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 25,66 2, ,45 56,80 10,47 30,63

27 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – INSUMOS R&S: Representa os gastos com o recrutamento e a seleção, realização de exames psicotécnicos, sindicâncias sócio- econômicas e profissional, avaliações físicas, sindicâncias policiais, publicações em jornais, teste de conhecimentos gerais, locação de instalações, salários e demais despesas. Seguro de Vida: De acordo com a cláusula 14ª da CCT - SINDSEG-SINDESP fica convencionado que as empresas contratarão com empresa conveniada apólices de seguro de vida com auxílio funeral e auxílio familiar, com um custo mensal de R$ 4,50, para os vigilantes que percebam mensalmente o piso da categoria, sendo R$ 1,06 financiados pelo beneficiário e R$ 3,44 pela empregadora. Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 25,66 2, ,45 56,80 10,47 30,63 19,68 7,97 -

28 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – INSUMOS Uniforme: Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 25,66 2, ,45 56,80 10,47 30,63 19,68 7,97 - ITEM VALOR UNITÁRIO VIDA ÚTIL (Meses) Nº MÍNIMO DE MUDAS POR ANO PERDA (%) VALOR TOTAL Agasalho (japona) R$ 68, ,94 R$ 3,86 Capa de chuva R$ 20, ,07 R$ 1,77 Quepe R$ 10, ,04 R$ 0,94 Coturno R$ 61, ,67 R$ 5,69 Braçal R$ 13, ,99 R$ 1,13 Calça R$ 30,51 923,13 R$ 6,99 Camisa Manga Curta R$ 24,40 923,03 R$ 5,59 Cinto R$ 17, ,99 R$ 1,14 Meia R$ 4,72 820,88 R$ 1,19 Distintivo R$ 6, ,32 R$ 0,54 66,80

29 SEGURANÇA E VIGILÂNCIA – INSUMOS Vale-Refeição: Vale-Transporte: Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado 25,66 2, ,45 56,80 10,47 30,63 19,68 7, ,80 Quantidade de Vales por Dia: 1 Valor Vale-Refeição por Dia R$ 6,00 Taxa de Serviço: 2,00% Percentual de Desconto (PAT): 20,00% Incentivo Fiscal Jornada 12 X 36: R$ 0,15 Valor/Mês VR = (((Nº Dias Efetivamente Trabalhados Vigilante/Mês * Valor/Dia) * (1 + Taxa Serviço)) - (Nº Dias Efetivamente Trabalhados Vigilante/Mês * Valor/Dia * Percentual de Desconto) - Incentivo Fiscal) * (1 + Reserva Técnica) Quantidade de Vales por Dia: 2 Valor Unitário do Vale-Transporte: R$ 1,90 Percentual de Desconto: 6,00% Incentivo Fiscal Jornada 12 X 36: R$ 0,23 Valor/Mês VT = ((Nº Dias Efetivamente Trabalhados Vigilante/Mês * Quantidade Vales/Dia * Tarifa Modal)- (Piso da Categoria * Percentual de Desconto) - Incentivo Fiscal) * (1 + Reserva Técnica) 151,72 36,90 419,53

30 Mão-de-obra (Grupo "A") Salário 1.314,00 Insalubridade 166,00 Periculosidade - Hora Extra Noturna - Hora Extra - Subtotal 1.480,00 Adicional noturno 286,67 Folguista - Feriado Remunerado - Reflexo do Repouso Sem. Remunerado 47,78 Reserva Técnica 28,31 Total da Remuneração 1.842,75 Encargos Sociais 1.499,26 Total do GRUPO A3.342,01 Insumos diversos (Grupo "B") Armamento e Munição 25,66 Assistência Médica (*) 2,46 Cesta Básica (*) - EPI (Colete) (*) 10,45 Equipamentos 56,80 Norma Regulamentadora Nº 07 10,47 Reciclagem 30,63 Recrutamento e Seleção 19,68 Seguro de Vida em Grupo 7,97 Taxa de Legalização Estadual - Uniforme 66,80 Vale-refeição (*) 151,72 Vale-transporte 36,90 Total do GRUPO B419,53 Total dos Custos 3.761,54 Tributos ISS PIS COFINS Total dos Tributos SEGURANÇA E VIGILÂNCIA Despesas Administrativas: Total dos Custos * 9% Lucros: (Total dos Custos + Despesas Administrativas) * 6% Tributos: ISS: 5% PIS: 0,65% COFINS: 3,00% Preço Referencial: (3.761, , ,00) / (1 – 0,0865) = R$ 4.757,61 Posto Hospitalar, 12 X 36, Noturno, Armado Despesas Administrativas Lucro Preço Refrencial (Custos + BDI + Tributos) 338,54 246, ,61 237,88 30,92 142,73 411,53

31 D ÚVIDAS

32 Raphael Gonçalves de Carvalho Núcleo de Soluções Superintendência de Clientes Institucionais C ONTATO


Carregar ppt "SISTEMA DE PREÇOS REFERENCIAIS: PESQUISAS DE PREÇOS PLANILHAS DE APURAÇÃO DOS CUSTOS DE SERVIÇOS SEGURANÇA E VIGILÂNCIA LIMPEZA E CONSERVAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google