A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS DE MOLDAGEM APLICAÇÃO OU PROPRIEDADES MECANISMO DE PRESA RÍGIDOSELÁSTICOS POR REAÇÃO QUÍMICA GESSO PARIS ZOE HIDROCOLOIDE IRREVERSÍVEL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS DE MOLDAGEM APLICAÇÃO OU PROPRIEDADES MECANISMO DE PRESA RÍGIDOSELÁSTICOS POR REAÇÃO QUÍMICA GESSO PARIS ZOE HIDROCOLOIDE IRREVERSÍVEL."— Transcrição da apresentação:

1 CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS DE MOLDAGEM APLICAÇÃO OU PROPRIEDADES MECANISMO DE PRESA RÍGIDOSELÁSTICOS POR REAÇÃO QUÍMICA GESSO PARIS ZOE HIDROCOLOIDE IRREVERSÍVEL ELASTÔMEROS POLISSULFETOS POLIÉTER SILICONA DE CONDENSAÇAO SILICONA DE ADIÇÃO POR ALTERAÇÃO DE TEMPERATURA GODIVAS CERAS ÁGAR (HIDROCOLOIDE REVERSÍVEL) Fonte: PHILLIPS, R.W. Materiais dentários de Skinner, 9ª ed.

2 CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS DE MOLDAGEM APLICAÇÃO OU PROPRIEDADES MECANISMO DE PRESA RÍGIDOSELÁSTICOS POR REAÇÃO QUÍMICA GESSO PARIS ZOE HIDROCOLOIDE IRREVERSÍVEL ELASTÔMEROS POLISSULFETOS POLIÉTER SILICONA DE CONDENSAÇAO SILICONA DE ADIÇÃO POR ALTERAÇÃO DE TEMPERATURA GODIVAS CERAS ÁGAR (HIDROCOLOIDE REVERSÍVEL) Fonte: PHILLIPS, R.W. Materiais dentários de Skinner, 9ª ed.

3 PROPRIEDADES IDEAIS DOS MATERIAIS DE MOLDAGEM Facilidade de misturaFacilidade de mistura Precisão de detalhesPrecisão de detalhes Sem distorçãoSem distorção Estabilidade dimensionalEstabilidade dimensional Resistência à rupturaResistência à ruptura Compatibilidade com o material para modeloCompatibilidade com o material para modelo BiocompatibilidadeBiocompatibilidade Facilidade de misturaFacilidade de mistura Precisão de detalhesPrecisão de detalhes Sem distorçãoSem distorção Estabilidade dimensionalEstabilidade dimensional Resistência à rupturaResistência à ruptura Compatibilidade com o material para modeloCompatibilidade com o material para modelo BiocompatibilidadeBiocompatibilidade

4 Tempo de trabalhoTempo de trabalho Começa com o início da mistura e termina pouco antes do material ter desenvolvido suas propriedades elásticas Começa com o início da mistura e termina pouco antes do material ter desenvolvido suas propriedades elásticas Tempo de presaTempo de presa Tempo decorrido entre o início da mistura até a cura do material que permita sua remoção da boca sem distorção significante Tempo decorrido entre o início da mistura até a cura do material que permita sua remoção da boca sem distorção significante Tempo de trabalhoTempo de trabalho Começa com o início da mistura e termina pouco antes do material ter desenvolvido suas propriedades elásticas Começa com o início da mistura e termina pouco antes do material ter desenvolvido suas propriedades elásticas Tempo de presaTempo de presa Tempo decorrido entre o início da mistura até a cura do material que permita sua remoção da boca sem distorção significante Tempo decorrido entre o início da mistura até a cura do material que permita sua remoção da boca sem distorção significante O tempo de presa não corresponde ao tempo de cura pois a polimerização pode continuar até um certo tempo

5

6

7 POLISSULFETOSPOLISSULFETOS Ligações cruzadas com o agente oxidante (dióxido de chumbo )Ligações cruzadas com o agente oxidante (dióxido de chumbo ) Formação uma rede tridimensional viscosidadeFormação uma rede tridimensional viscosidade Reação exotérmicaReação exotérmica Influenciada pela umidade e temperaturaInfluenciada pela umidade e temperatura Ligações cruzadas com o agente oxidante (dióxido de chumbo )Ligações cruzadas com o agente oxidante (dióxido de chumbo ) Formação uma rede tridimensional viscosidadeFormação uma rede tridimensional viscosidade Reação exotérmicaReação exotérmica Influenciada pela umidade e temperaturaInfluenciada pela umidade e temperatura

8 POLISSULFETOS O HS SH HS SH HS S S SH + H 2 O SH SH

9 POLISSULFETOS HS SH SH HS HS PO 2 O O HS SH HS SH HS SH SH SH SH O SH HS SH

10 POLISSULFETOS HS S S SH S SH + 3 H 2O S HS

11 DESVANTAGENS Necessidade de moldeira individual Vazamento imediato Distorção significante em potencial Odor desagradável Mancha a roupa Necessidade de moldeira individual Vazamento imediato Distorção significante em potencial Odor desagradável Mancha a roupa

12 SILICONA POR CONDENSAÇÃO - - hidroxipolidimetilsiloxano - - hidroxipolidimetilsiloxano Alquilsilicato octoato de estanhoAlquilsilicato octoato de estanho Ligações cruzadas rede tridimensionalLigações cruzadas rede tridimensional Álcool etílicoÁlcool etílico - - hidroxipolidimetilsiloxano - - hidroxipolidimetilsiloxano Alquilsilicato octoato de estanhoAlquilsilicato octoato de estanho Ligações cruzadas rede tridimensionalLigações cruzadas rede tridimensional Álcool etílicoÁlcool etílico

13 SILICONA POR CONDENSAÇÃO CH 3 CH 3 HO Si O Si O H + OCTOATO CH 3 CH 3

14 HO Si O Si O H C 2 H 5 O OC 2 H 5 CH 3 CH 3 Si CH 3 CH 3 HO Si O Si O H C 2 H 5 O OC 2 H 5 CH 3 CH 3 OCTATO DE ESTANHO

15 CH 3 CH 3 HO Si O Si O OC 2 H 5 CH 3 CH 3 Si + 2 C 2 H 5 OH CH 3 CH 3 HO Si O Si O OC 2 H 5 CH 3 CH 3 n n

16 SILICONA POR ADIÇÃO Polivinilsiloxano ou vinilpolisiloxano Hidretos ativos por sais de platina Não há formacão de subprodutos Liberação de hidrogênio Polivinilsiloxano ou vinilpolisiloxano Hidretos ativos por sais de platina Não há formacão de subprodutos Liberação de hidrogênio

17 SILICONA POR ADIÇÃO CH 3 O Si CH CH 2 + Sal de Platina CH 3

18 O Si CH CH 2 + H Si CH 3 CH 3 O CH 3 CH 3 Si H + CH 2 CH Si O CH 3 O CH 3 O Si CH CH 2 H Si CH 3 CH 3 O Si CH CH 2 + H Si CH 3 CH 3 O CH 3 CH 3 Si H + CH 2 CH Si O CH 3 O CH 3 O Si CH CH 2 H Si CH 3 CH 3 SAL DE PLATINA

19 CH 3 O Si CH 2 CH 2 Si CH 3 CH 3 O CH 3 CH 3 Si CH 2 CH 2 Si O CH 3 O CH 3 O Si CH 2 CH 2 Si CH 3 CH 3

20 CARACTERÍSTICASCARACTERÍSTICAS Melhor elasticidadeMelhor elasticidade Baixos coeficientes de distorçãoBaixos coeficientes de distorção Adequada resistência á rupturaAdequada resistência á ruptura Estabilidade dimensionalEstabilidade dimensional Vazamento entre 1 hora e uma semanaVazamento entre 1 hora e uma semana Altamente biocompatíveisAltamente biocompatíveis Fácil desinfecçãoFácil desinfecção Melhor elasticidadeMelhor elasticidade Baixos coeficientes de distorçãoBaixos coeficientes de distorção Adequada resistência á rupturaAdequada resistência á ruptura Estabilidade dimensionalEstabilidade dimensional Vazamento entre 1 hora e uma semanaVazamento entre 1 hora e uma semana Altamente biocompatíveisAltamente biocompatíveis Fácil desinfecçãoFácil desinfecção

21 TÉCNICAS DE MOLDAGEM Técnica simultânea –massa pesada e leve utilizadas simultâneamente –perda de precisão na moldagem –não recomendado Técnica de dupla impressão –moldagem preliminar com a massa pesada –técnica de maior precisão Técnica simultânea –massa pesada e leve utilizadas simultâneamente –perda de precisão na moldagem –não recomendado Técnica de dupla impressão –moldagem preliminar com a massa pesada –técnica de maior precisão

22 VANTAGENSVANTAGENS Tempo de presa curtoTempo de presa curto Fácil manipulaçãoFácil manipulação Resistência à ruptura adequadaResistência à ruptura adequada Alta precisão de detalhesAlta precisão de detalhes Distorção não detectável na remoçãoDistorção não detectável na remoção Dimensionalmente estável após uma semanaDimensionalmente estável após uma semana Tempo de presa curtoTempo de presa curto Fácil manipulaçãoFácil manipulação Resistência à ruptura adequadaResistência à ruptura adequada Alta precisão de detalhesAlta precisão de detalhes Distorção não detectável na remoçãoDistorção não detectável na remoção Dimensionalmente estável após uma semanaDimensionalmente estável após uma semana

23 DESVANTAGENSDESVANTAGENS Gás hidrogênio pode emanar do moldeGás hidrogênio pode emanar do molde Necessita de cuidados e campo secoNecessita de cuidados e campo seco Alto custoAlto custo Menos compatível com o gessoMenos compatível com o gesso Gás hidrogênio pode emanar do moldeGás hidrogênio pode emanar do molde Necessita de cuidados e campo secoNecessita de cuidados e campo seco Alto custoAlto custo Menos compatível com o gessoMenos compatível com o gesso

24 POLIÉTERPOLIÉTER Desenvolvido para moldagemDesenvolvido para moldagem Copolímero de óxido de etileno e tetra hidrofuranoCopolímero de óxido de etileno e tetra hidrofurano Ligação cruzada por éter sulfonado aromáticoLigação cruzada por éter sulfonado aromático Desenvolvido para moldagemDesenvolvido para moldagem Copolímero de óxido de etileno e tetra hidrofuranoCopolímero de óxido de etileno e tetra hidrofurano Ligação cruzada por éter sulfonado aromáticoLigação cruzada por éter sulfonado aromático

25 POLIÉTER NN H 2 C CH 2 ++ N R

26 R 2 C CH NH R + + SO 3 R SO 3 -

27 R R CH 3 CH CH 2 CO 2 CH (CH 2 ) n O CH (CH 2 ) n CO 2 CH 2 CH CH 3 N N CH 2 CH 2 CH 2 CH 2

28 VANTAGENSVANTAGENS Tempo de trabalho e polimerização curtosTempo de trabalho e polimerização curtos Precisão comprovadaPrecisão comprovada Resistência à ruptura adequadaResistência à ruptura adequada Material hidrófiloMaterial hidrófilo Menor distorção na remoçãoMenor distorção na remoção Longo tempo de vida útilLongo tempo de vida útil Boa estabilidade dimensionalBoa estabilidade dimensional Vazamentos consecutivosVazamentos consecutivos Tempo de trabalho e polimerização curtosTempo de trabalho e polimerização curtos Precisão comprovadaPrecisão comprovada Resistência à ruptura adequadaResistência à ruptura adequada Material hidrófiloMaterial hidrófilo Menor distorção na remoçãoMenor distorção na remoção Longo tempo de vida útilLongo tempo de vida útil Boa estabilidade dimensionalBoa estabilidade dimensional Vazamentos consecutivosVazamentos consecutivos

29 DESVANTAGENSDESVANTAGENS Precisão adequada se vazado imediatamentePrecisão adequada se vazado imediatamente Gosto desagradávelGosto desagradável Alta rigidezAlta rigidez Custo pouco maiorCusto pouco maior Precisão adequada se vazado imediatamentePrecisão adequada se vazado imediatamente Gosto desagradávelGosto desagradável Alta rigidezAlta rigidez Custo pouco maiorCusto pouco maior

30

31 Silicona por Condensação Polissulfeto Poliéter Silicona por Adição % CONTRAÇÃO LINEAR h Fonte: PHILLIPS, R.W. Materiais dentários de Skinner, 9ª ed.

32 O mais importante na vida não é a situação na qual estamos, mas a direção para a qual nos movemos O.W. Holmes O mais importante na vida não é a situação na qual estamos, mas a direção para a qual nos movemos O.W. Holmes


Carregar ppt "CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS DE MOLDAGEM APLICAÇÃO OU PROPRIEDADES MECANISMO DE PRESA RÍGIDOSELÁSTICOS POR REAÇÃO QUÍMICA GESSO PARIS ZOE HIDROCOLOIDE IRREVERSÍVEL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google