A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sensibilidade / Especificidade Sensibilidade / Especificidade Faculdade de Odontologia São José dos Campos UNESP Ivan Balducci.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sensibilidade / Especificidade Sensibilidade / Especificidade Faculdade de Odontologia São José dos Campos UNESP Ivan Balducci."— Transcrição da apresentação:

1 Sensibilidade / Especificidade Sensibilidade / Especificidade Faculdade de Odontologia São José dos Campos UNESP Ivan Balducci

2 SENSIBILIDADE Ela nos indica o quanto um teste positivo detecta a doença. É definida como a fração dos doentes com resultados positivos nos testes. 2

3 ESPECIFICIDADE Nos indica o quanto um teste negativo é bom para detectar nenhuma doença. É definida como a fração dos não-doentes que deram testes negativos. 3

4 Parte 1 SENSIBILIDADE, ESPECIFICIDADE Exemplo 1. Um teste de diagnóstico é aplicado em 50 pessoas doentes e 50 pessoas sadias. 4

5 resultado DOENÇA + - TESTE Um teste é aplicado em 50 pessoas com (+) doença e 50 pessoas sem (-) a doença. 5 Exemplo 1.

6 6 O ponto de corte (cut-off) ou critério de diagnóstico, por exemplo, é o valor Exemplo 1.

7 7 desenho esquemático SENSIBILIDADE Pessoas acima de são considerados doentes TP = true positive Exemplo 1.

8 8 desenho esquemático ESPECIFICIDADE Pessoas abaixo de são consideradas sadias TN = true negative Exemplo 1.

9 9 desenho esquemático ESPECIFICIDADESENSIBILIDADE Exemplo 1.

10 Sensibilidade = 48/50 x 100 = 96% Especificidade = 47/50 x 100 = 94%. DOENÇA +- TESTE Exemplo 1.

11 Explicação mediante Gráfico de Pontos (dot-plot) e Curva Normal Parte 2 11

12 Exemplo 2. Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. 12

13 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. resultados 13 Por exemplo, 77 é o ponto de corte (cut-off) ou critério do diagnóstico Exemplo 2.

14 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença é o ponto de corte (cut-off) ou critério do diagnóstico Exemplo 2.

15 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença é o ponto de corte (cut-off) ou critério do diagnóstico Exemplo 2.

16 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. 16 Exemplo 2.

17 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. A linha verde na vertical represente o critério de diagnóstico ou cut-off 17 Exemplo 2.

18 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. 18 Exemplo 2.

19 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. 19 Exemplo 2.

20 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. 20 Exemplo 2.

21 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. 21 Exemplo 2.

22 Um teste é aplicado em 100 pessoas com uma doença e 100 pessoas sem a doença. 22 Exemplo 2.

23 23 Sensibilidade (S) de um teste indica o quanto um teste positivo detecta a doença. É definida como a fração dos doentes com resultados positivos nos testes. S = TP/N Especificidade (E) de um teste indica o quanto um teste negativo é bom para detectar nenhuma doença. É definida como a fração dos não- doentes que deram testes negativos. E = TN/N

24 cut-off Ponto de corte Sensibilidade Especificidade Termos que devem ser familiares 24 TP FP TN FN


Carregar ppt "Sensibilidade / Especificidade Sensibilidade / Especificidade Faculdade de Odontologia São José dos Campos UNESP Ivan Balducci."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google