A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MARIA DO SOCORRO VEIGA DA SILVA ODALÉIA DO SOCORRO FERREIRA VIANA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MARIA DO SOCORRO VEIGA DA SILVA ODALÉIA DO SOCORRO FERREIRA VIANA."— Transcrição da apresentação:

1 MARIA DO SOCORRO VEIGA DA SILVA ODALÉIA DO SOCORRO FERREIRA VIANA

2 GESTÃO: PRÁTICA IMPORTANTE NA FORMAÇÃO EDUCACIONAL NA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL “SANTA MARIA”

3 TELESSALA DE CAMETÁ/PARÁ

4 APRESENTAÇÃO DO TEMA APRESENTAÇÃO DO TEMA A PROPOSTA DE EDUCAÇÃO DO MUNDO GLOBALIZADO, É FORMAR CIDADÃO POLIVALENTE, COM COMPETÊNCIA E HABILIDADE DE EXERCER O MERCADO DE TRABALHO COM QUALIDADE E EFICIÊNCIA TOTAL. O TEMA, ANALISA A REAL SITUAÇÃO DA GESTÃO DEMOCRÁTICA NA ESCOLA PÚBLICA, AO MESMO TEMPO APRESENTA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO, PRINCIPALMENTE NA E.M.E.F DE SANTA MARIA, FOCO DA PESQUISA, DEMONSTRANDO A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO COMO PRÁTICA DE FORMAÇÃO EDUCACIONAL.

5 PROBLEMATIZAÇÃO ESTA PESQUISA DISCUTIU: A GESTÃO NA ESCOLA PÚBLICA. HOJE, PREOCUPANTE E MARCADA POR ADMINISTRAÇÕES QUE VEM DESCONSIDERANDO AS ORGANIZAÇÕES DEMOCRÁTICAS. SEM COMPROMETIMENTO COM A GESTÃO PARTICIPATIVA NAS ESCOLAS, A HISTÓRIA EDUCACIONAL REGISTRA A FORTE INFLUÊNCIA POR GESTÕES POLÍTICAS E ADMINISTRATIVAS, QUE DERAM À EDUCAÇÃO, POUCA OU QUASE NENHUMA IMPORTÂNCIA, POIS OS MÉTODOS E OS CONTEÚDOS DO PROCESSO EDUCATIVO, TÃO POUCO CONTRIBUÍRAM PARA O EXERCÍCIO DA CIDADANIA.

6 OBJETIVOS DISCUTIR A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DEMOCRÁTICA PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA; PERCEBER AS INTERVENÇÕES DAS DIVERSIDADES CULTURAIS NA GESTÃO ESCOLAR;

7 ANALISAR AS EXPERIÊNCIAS DE GESTÃO ESCOLAR NA E.M.E.F DE SANTA MARIA EM CAMETÁ; ANALISAR A FORMAÇÃO DOCENTE NO CONTEXTO DA GESTÃO ESCOLAR NA E.M.E.F DE SANTA MARIA; ANALISAR A FORMAÇÃO DOCENTE NO CONTEXTO DA GESTÃO ESCOLAR NA E.M.E.F DE SANTA MARIA; ENTENDER A RELAÇÃO DA COMUNIDADE ESCOLAR COM A GESTÃO DA ESCOLA NA E.M.E.F DE SANTA MARIA EM CAMETÁ;

8 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2.1GESTÃO ESCOLAR COM PRÁTICAS EDUCATIVAS NA ESCOLA PÚBLICA. 2.2 GESTÃO: FORMAÇÃO EDUCACIONAL NA ESCOLA PÚBLICA. 2.3 POLÍTICA EDUCACIONAL A PARTIR DE PRINCÍPIOS DEMOCRÁTICOS. 2.4 O CURRÍCULO E A FORMAÇÃO INTEGRAL DO SUJEITO PARTICIPATIVO. 2.5 O PROCESSO AVALIATIVO E A FORMAÇÃO DO SUJEITO PARTICIPATIVO.

9 2.1GESTÃO ESCOLAR COM PRÁTICAS EDUCATIVAS NA ESCOLA PÚBLICA. 2.2 GESTÃO: FORMAÇÃO EDUCACIONAL NA ESCOLA PÚBLICA. 2.3 POLÍTICA EDUCACIONAL A PARTIR DE PRINCÍPIOS DEMOCRÁTICOS. 2.4 O CURRÍCULO E A FORMAÇÃO INTEGRAL DO SUJEITO PARTICIPATIVO. 2.5 O PROCESSO AVALIATIVO E A FORMAÇÃO DO SUJEITO PARTICIPATIVO. 3.4 O PROFESSSOR COMO MEDIADOR DA APRENDIZAGEM. 3.5 A EFICÁCIA DOS TÉCNICOS E A SOCIALIZAÇÃO DOS CONHECIMENTOS.

10 3.6 OS ALUNOS E SUAS INTERAÇÔES NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. 3.7 OS PAIS E SUAS PARTICIPAÇÔES NA CONSTRUÇÃO DE UMA ESCOLA COMO ENSINO DE QUALIDADE PARA TODOS. 4. PROPOSTA DE IMPLEMENTAÇÃO A MELHORIA DE GESTÃO PROPRIAMENTE DEMOCRÁTICA NA ESCOLA SANTA MARIA.

11 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ESTA TEMÁTICA FEZ USO DA DISCUSSÃO DE FERREIRA & AGUIAR( 2000), PORQUE ENTENDE A EDUCAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL. QUE FREIRE(1979) FALA DE UM SER SOCIAL, SITUADO E TEMPORALIZADO. PARA ENTENDER A AUTONOMIA COMO MECANISMO DE PARTICIPAÇÃO FOI CITADO BORDIGNON E GRACINDO (2004).GADOTTI (1998) VEM CONTRIBUIR AFIRMANDO QUE A GESTÃO DEMOCRÁTICA É ATITUDE E MÉTODO. LUCKESI (1998) COMPLEMENTA DISCUTINDO A GESTÃO PAUTADA NO TRABALHO COLETIVO.

12 MELLO( 2004) RESSALTA O PAPEL DO PROFESSOR NO PROCESSO DE GESTÃO DEMOCRÁTICA, AFIRMANDO QUE ESSE TÊM O DIREITO À INFORMAÇÃO, CONSULTA OU PARTICIPAÇÃO NA DECISÃO SOBRE QUALQUER PROBLEMA DA ESCOLA. NESSA DISCUSSÃO PARO (1993), ACREDITA QUE A ADMINISTRAÇÃO EM GERAL É A UTILIZAÇÃO RACIONAL DE RECURSOS PARA REALIZAÇÃO DE DETERMINADOS FINS. A LDB/96 PROPÕE QUE A ESCOLA TENHA AUTONOMIA PARA GERENCIAR SUAS AÇÕES ADMINISTRATIVAS E FINANCEIRAS, ADEQUAR SEU CALENDÁRIO ESCOLAR E ELABORAR SUA PROPOSTA PEDAGÓGICA A PARTIR DA REALIDADE DE SUA COMUNIDADE.

13 METODOLOGIA ADOTOU-SE O MÉTODO, DESCRITIVO E INTERPRETATIVO PARA ANÁLISE DOS DADOS, COM A PESQUISA DE CAMPO E BIBLIOGRÁFICA, A PARTIR DA ABORDAGEM QUALITATIVA E QUANTITATIVA, APLICOU-SE O QUESTIONÁRIO, COM QUESTÕES SUBJETIVAS E OBJETIVAS PARA OS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO DA ESCOLA PESQUISADA. UTILIZOU- SE DA TÉCNICA DE ENTREVISTA E OBSERVAÇÕES POR CATEGORIA, E EM BLOCOS, REALIZADAS DURANTE AS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ESCOLA.

14 RESULTADO DA PESQUISA VERIFICOU-SE QUE A ESCOLA NÃO POSSUI PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO, MAS TRABALHA EM CIMA DE PROJETOS PEDAGÓGICOS COM A FINALIDADE DE GARANTIR UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE. A ESCOLA TAMBÉM TRABALHA EM PARCERIA COM A COMUNIDADE EXTRA-ESCOLAR, POIS ELA É UMA FAMÍLIA E COMO TAL PRECISA ESTAR EM HARMONIA PARA QUE TUDO POSSA CORRER BEM, ASSIM A DIREÇÃO E O PESSOAL DE APOIO INTERRELACIONAM-SE NOS TRABALHOS EDUCATIVOS.

15 CONCLUSÃO DA MONOGRAFIA PREOCUPOU-SE EM DISCUTIR UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO EM PROL DE UMA ESCOLA AUTÔNOMA. ENTENDE-SE QUE EDUCAÇÃO DE QUALIDADE REQUER UMA GESTÃO DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA. RECONHECE-SE QUE TODA AÇÃO PEDAGÓGICA CONSISTE NUM PROCESSO DE PARTICIPAÇÃO. A GESTÃO DO ENSINO TAMBÉM DEVE SER PARTICIPATIVA. A TAREFA ESSENCIAL DA ESCOLA É EDUCAR OS ALUNOS PARA OS VALORES DA DEMOCRACIA. PARA ISSO, ELA PRECISA CRIAR INTERNAMENTE UM AMBIENTE DEMOCRÁTICO. RECONHECE-SE QUE TODA AÇÃO PEDAGÓGICA CONSISTE NUM PROCESSO DE PARTICIPAÇÃO. A GESTÃO DO ENSINO TAMBÉM DEVE SER PARTICIPATIVA. A TAREFA ESSENCIAL DA ESCOLA É EDUCAR OS ALUNOS PARA OS VALORES DA DEMOCRACIA. PARA ISSO, ELA PRECISA CRIAR INTERNAMENTE UM AMBIENTE DEMOCRÁTICO.


Carregar ppt "MARIA DO SOCORRO VEIGA DA SILVA ODALÉIA DO SOCORRO FERREIRA VIANA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google