A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração de Sistemas de Informação II Aula 0 - Revisão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração de Sistemas de Informação II Aula 0 - Revisão."— Transcrição da apresentação:

1 Administração de Sistemas de Informação II Aula 0 - Revisão

2 Administração de Sistemas de Informação II Conteúdo Programático OS SISTEMAS DE INFORMAÇÕES COMO APOIO A TOMADA DE DECISÃO O administrador utilizando o Sistema de Informação como ferramenta Sistemas de Informações para áreas estratégicas das organizações Desenvolvimento de um Sistema de Informação Modelo como prática de conhecimento Perfil profissional para a área de TI

3 Administração de Sistemas de Informação II Conteúdo Programático PLANEJAMENTO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES Conhecimento do ambiente organizacional e sua filosofia e diretrizes gerais Avaliação e priorização das aplicações potenciais. Integração das tecnologias Dimensionamento dos Recursos Técnicos Visão de segurança de Sistemas de Informação e Dados Avaliação econômico-financeira da implementação Fatores críticos para o sucesso do projeto de TI

4 Administração de Sistemas de Informação II Conteúdo Programático A TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO COMO FERRAMENTA DE SUCESSO PARA AS ORGANIZAÇÕES Criação de bases de conhecimento A utilização de Recursos de Informação, Conhecimento e Tecnologias necessários para a adaptação ao mercado Adaptação a mudança de contexto quanto ao mercado Portais Corporativos Gestão do Conhecimento

5 Administração de Sistemas de Informação II Bibliografia - Básica TURBAN, E. Administração de tecnologia da informação: teoria e prática. – Rio de Janeiro: Elsevier, IVO, S. M. Administração de sistemas de informação. São Paulo: Pioneira, LAUDON, K. C. Sistemas de informação gerenciais: administrando a empresa digital. 5 ed. São Paulo: Prentice Hall, 2004 (658-L393s) OBRIEN, J. A. Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da internet. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2004 ( s). REZENDE D. A., ABREU, A.F.Tecnologia da Informação: Aplicada a Sistemas de Informação Gerenciais. Atlas, 2006

6 Administração de Sistemas de Informação II Sistemas Conjunto de elementos relacionados, que cooperam entre si para atingir um objetivo comum. ( contexto geral ) Um sistema de informação é um conjunto de componentes inter-relacionados que coletam, processam e distribuem informações para apoiar e controlar a decisão na organização

7 Administração de Sistemas de Informação II Sistemas Computacionais Os principais componentes da tecnologia da informação (TI) são: Hardware: são os dispositivos visíveis do computador, seus periféricos e sua infra-estrutura. Software: podem ser definidos como a inteligência, que dá funcionalidade ao hardware, na forma de programas ou instruções, executadas segundo seqüências lógicas. Um sistema de computador é composto de dispositivos de entrada, processamento e saída de dados. As unidades de entrada e saída são usualmente chamadas de periféricos.

8 Administração de Sistemas de Informação II Hardware Podem ser encontrados nos mais diversos tamanhos Independente do porte de um computador - fazem o mesmo tipo de atividade - processam informação. Todos têm uma unidade central de processamento, memória para armazenar dados e, ao menos, um dispositivo de entrada e um dispositivo de saída de dados. Dispositivos de entrada: leitores de códigos de barra, scanners, canetas eletrônicas, microfones (para reconhecimento de voz), tela de toque, teclado, mouse. Dispositivos de saída : impressoras (laser, matriciais, jato de tinta), plotters, alto- falantes, vídeo, projetores.

9 Administração de Sistemas de Informação II Hardware O principal elemento de processamento do computador é o microprocessador, composto de micro-circuitos integrados, é o responsável pelo poder dos computadores atuais. É medido em velocidade de clock (100Mhz, 200Mhz, por exemplo), tecnologia (CISC, RISC), velocidade em MIPS (milhões de instruções por segundo), dentre outras medidas. Fabricantes:Intel, IBM, Digital, Sun, AMD, VIA Periféricos e infra-estrutura: sistemas de fornecimento ininterrupto de energia elétrica (UPS) e de cabeamento e estrutura de comunicação de rede, como cabos, hubs, switches, conectores e outros dispositivos.

10 Administração de Sistemas de Informação II Software Hardware: incapaz de processar dados => software adequado. Software: pode ser classificado em diversas categorias. Sistemas operacionais: são responsáveis pelas interfaces mais básicas entre os diversos componentes de hardware. Linguagens de programação: são conjuntos de palavras e regras de sintaxe que devem ser obedecidas para exprimir ações para o computador. Linguagens podem ser classificadas como de baixo ou alto nível. Aplicativos: ou programas de computador, são componentes de software, desenvolvidos usando linguagens de programação. Os aplicativos são, em geral, a camada de software responsável pela parte visível da utilidade do computador.

11 Administração de Sistemas de Informação II Redes de Computadores Grupo de dois ou mais computadores conectados; Foram desenvolvidas pela HP nos anos 80; Podem ser do tipo LAN ou WAN; Caracterizadas por sua topologia (estrela, anel, barra); Faz uso de protocolos de comunicação (Ethernet, Token Ring, TCP/IP); Arquitetura (ponto a ponto ou cliente/servidor).

12 Administração de Sistemas de Informação II Tipos de Redes LAN - Local Area Network – redes locais entre pontos da mesma região; WAN - Wide Area Network – rede de computadores de longa distância: A WAN mais conhecida é a INTERNET (Rede mundial de computadores, permite a troca de dados e informações entre computadores ou indivíduos que estão conectados a ela).

13 Administração de Sistemas de Informação II A Internet Teve sua origem no final da década de 60 com o nome de Arpanet; Faz uso do protocolo TCP/IP – que permite o roteamento de pacotes; partir de 1992, foi estabelecida então a World Wide Web (www ou web). O nome web indica propositalmente o formato da comunicação Internet: uma verdadeira teia de canais que se comunicam uns com os outros.

14 Administração de Sistemas de Informação II Serviços da Internet Correio eletrônico - ; Transferência de arquivos – FTP; Salas de Bate-Papo (CHAT); Grupos de discussão; Grupos de Notícias (News Group); Conexão remota por login;

15 Administração de Sistemas de Informação II Como Funciona a Internet Informa ao navegador que ele deve procurar um documento Nome de domínio da organização ou da pessoa a quem o site pertence País do site Tipo do site Usuário existente no servidor de Domínio existente

16 Administração de Sistemas de Informação II Questões de Segurança Segredos e senhas Senhas nos computadores Senhas nos próprios arquivos Criptografia Backup Firewall: é uma barreira de proteção entre uma rede interna, privada e segura, e uma outra externa e não segura, como por exemplo, a Internet. fator crítico de segurança A política de da empresa deve ser respeitada. não é um meio seguro de comunicação. s confidenciais podem e devem ser protegidos com senha.

17 Administração de Sistemas de Informação II Intranet Uma Intranet funciona como a Internet; Não é aberta ao público; O acesso fica restrito aos funcionários da organização e é protegido por senhas e sistemas de segurança. Utiliza-se dos mesmo recursos e equipamentos da Internet. Pode fazer uso de VPN.

18 Administração de Sistemas de Informação II Sistemas de Informação

19 Administração de Sistemas de Informação II Objetivos dos Sistema A todo sistema devem ser associadas as razões de sua existência, de modo que seus elementos possam ser devidamente entendidos. Essas razões constituem os objetivos do sistema, e estão diretamente relacionadas às saídas que o sistema deve produzir.

20 Administração de Sistemas de Informação II Modelo de Funcionamento SUBSISTEMA SUBSISTEMASUBSISTEMA ENTRADASSAÍDAS SUBSISTEMA SISTEMA FEEDBACK

21 Administração de Sistemas de Informação II Componentes para o Funcionamento ENTRADAS: São todos os elementos que o sistema deve receber para serem processados e convertidos em saídas ou produtos. SAÍDAS: São os resultados produzidos pelo sistema, em geral diretamente relacionados aos objetivos ou razões dos sistemas; quando não acontece, então o sistema não está cumprindo o seu fim. COMPONENTES e PROCESSOS INTERNOS: São as partes internas do sistema, utilizadas para converter as entradas em saídas. Os processos são as ações realizadas pelos componentes do sistema na transformação das entradas e saídas.

22 Administração de Sistemas de Informação II Componentes para o Funcionamento FEEDBACK: É o retorno dado sobre as saídas produzidas pelo sistema sobre as entradas do mesmo. É a avaliação da qualidade do produto do sistema. O Feedback deve ser continuo, para que se tenha certeza da evolução dirigida do sistema, garantindo seu desenvolvimento no sentido de adaptação as necessidades. Sendo assim, podemos definir um sistema como sendo um conjunto de componentes que, através de determinados processos, convertem as entradas em saídas.

23 Administração de Sistemas de Informação II Subsistemas Todo sistema pode ser dividido em subsistemas menores, que recebem entradas específicas e produzem saídas específicas. A divisão pode ser feita até o nível de interesse da análise. Cada Subsistema tem os mesmos elementos que um sistema: recebe entradas; produz saídas através de componentes e processos. Nota-se que cada subsistema é, na realidade, um sistema em si, e poderia ser novamente em subsistemas componentes, e assim por adiante, até o nível desejado de composição

24 Administração de Sistemas de Informação II Sistemas de Informação É uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (entrada), manipulam e armazenam (processo), disseminam (saída) os dados e informações e fornecem um mecanismo de feedback, apoiando o controle, a coordenação e a tomada de decisão em uma organização; Auxiliam gerentes e funcionários a analisar problemas, visualizar soluções e a criar novos produtos. É um tipo especializado de sistema com a finalidade de facilitar o planejamento, o controle, a coordenação, a análise e o processo decisório em empresas e organizações.

25 Administração de Sistemas de Informação II O Processo de Construção da Informação Dados Processo de Transformação Informações Dados: São os fatos em sua forma primária. Ex: número de horas trabalhadas em uma semana. Processo de Transformação: Uma série de tarefas logicamente relacionadas, executadas para atingir um resultado definido. Ex.A transformação de dados em informação é um Processo. Calculo do salário, usando a quantidade de horas trabalhadas, descontando imposto... Informação: Um conjunto de fatos organizados de tal forma que adquirem valor adicional além do valor do fato em si. Ex: salário funcionário

26 Administração de Sistemas de Informação II Características da boa informação Precisa (ELSL) - entra lixo, sai lixo Completa - contém todos os fatos importantes Econômico - valor da informação x custo de sua produção Flexível - pode ser usada para diversas finalidades Confiável - depende da coleta dos dados e das fontes de informação

27 Administração de Sistemas de Informação II Características da boa informação Relevante - Importante para tomada de decisões (mais relevante para uns e menos para outros) Simples - Informações em excesso podem não demonstrar o que é realmente importante Em tempo - A informação deve ser enviada a tempo para a tomada de decisão Verificável - pode ser checada, talvez em várias fontes

28 Administração de Sistemas de Informação II Características dos Sistemas de Informação Produzir informações realmente necessárias, confiáveis, em tempo hábil e com custo condizente, atendendo aos requisitos operacionais e gerenciais de tomada de decisão. Ter por base diretrizes capazes de assegurar a realização dos objetivos, de maneira direta, simples e eficiente. Integrar-se à estrutura da organização e auxiliar na coordenação das diferentes unidades organizacionais (departamentos, divisões, diretorias, etc.) por ele interligado.

29 Administração de Sistemas de Informação II Características dos Sistemas de Informação Ter um fluxo de procedimentos (internos e externos ao processamento) racional, integrado, rápido e de menor custo possível. Contar com dispositivos de controle interno que garantam a confiabilidade das informações de saída e adequada proteção aos dados controlados pelo sistema Ser simples, seguro e rápido em sua operação.

30 Administração de Sistemas de Informação II Sistema de Informação baseados em TI Podem ser manuais ou computadorizados. Geralmente iniciam como sistemas manuais e se transformam em computadorizados Sistemas de informação baseados em computadores (CBIS -computer-based information system), são compostos por: Hardware; Software; Banco de Dados; Telecomunicações; Pessoas; Procedimentos

31 Administração de Sistemas de Informação II CBIS - Sistemas de informação baseados em computadores Entrada de Recursos de Dados Processamento de Dados em Informação Saída de Produtos de Informações Controle de desenvolvimento de Sistemas Armazenamento de Recursos de Dados Recursos de Hardware Máquinas e Mídias Recursos Humanos Usuários e Especialistas de TI Procedimentos Regras de Atuação e Utilização Recursos de Rede Meios de Comunicação e Suporte a Rede Recursos de Software Programas Recursos de Base de Conhecimento Banco de Dados

32 Administração de Sistemas de Informação II Questões a considerar na implantação de um SI 1. Qual a filosofia de informações que a empresa deseja perseguir, incluindo o grau de disseminação de recursos pretendidos, a autonomia desejada para as áreas (em termos de sistemas de informação), entre outros aspectos ? Determinante para a condução de um processo de informatização com baixo nível de atrito entre a filosofia administrativa da empresa e a estrutura de informática criada.

33 Administração de Sistemas de Informação II Questões a considerar na implantação de um SI 2. Como as tecnologias de informações podem contribuir para um melhor posicionamento estratégico, econômico e organizacional da empresa ? Refere-se mais ao uso propriamente dito das tecnologias de informações para um elenco de aplicações de curto em longo prazo mas que tenham um fim orientado para resultados bem determinados.

34 Administração de Sistemas de Informação II Questões a considerar na implantação de um SI 3. Como a empresa deve tratar a sua evolução, em termos de atualização e capacitação permanente em relação às tecnologias de informações ? Refere-se ao cuidado permanente quanto à capacitação em face do conjunto de tecnologias, de forma que a empresa esteja continuamente preparada para acompanhar as novas possibilidades de utilização dessas tecnologias. Pode ser importante desenvolver aplicações e usos das tecnologias de informações, com o fim principal de manter a empresa a par das evoluções dessas tecnologias, independentemente de aplicações com um fim mais imediato ou determinado.

35 Administração de Sistemas de Informação II Forma de Aquisição: Pacote Vantagens menor custo de aquisição e economia de escala; produtos testados e avaliados pelo mercado; boa documentação; facilidade de customização; em geral, existe uma boa base instalada de usuários suporte técnico disponível pelo vendedor.

36 Administração de Sistemas de Informação II Forma de Aquisição: Pacote Desvantagens falta de acesso à fonte, que em geral é propriedade do vendedor; dependência do vendedor; se for um produto genérico demais, é necessário desenvolver a aplicação; se a aplicação estiver pronta, ainda assim é necessário se adaptar à interface, formato de dados, rotinas, relatórios; o copyright dessas aplicações é em geral desfavorável ao cliente, sendo propriedade única do fornecedor, que cede apenas o direito de uso.

37 Administração de Sistemas de Informação II Forma de Aquisição: Desenvolvimento Externo Vantagens sistemas de acordo com as necessidades e especificações do cliente; baixo requisito de especialização interna; maior capacidade técnica e talento encontrado em consultores e especialistas; possível experiência anterior dos especialistas do vendedor é aproveitável; alto controle de custos e prazos de desenvolvimento.

38 Administração de Sistemas de Informação II Forma de Aquisição: Desenvolvimento Externo Desvantagens distanciamento do especialista das particularidades organizacionais do setor do cliente; maior custo de mão-de-obra por hora; dificuldade de avaliação das capacidades técnicas e confiabilidade do serviço; dependência da estabilidade financeira e permanência do contratado; baixa garantia de suporte a longo prazo.

39 Administração de Sistemas de Informação II Forma de Aquisição: Desenvolvimento Interno Vantagens experiência do especialista se integra à organização; alto grau de conhecimento das operação e dos objetivos da empresa; completo controle sobre o especialista e cronograma; menores custos de mão-de-obra por hora; compreensão melhor do sistema, facilitando manutenção e modificação.

40 Administração de Sistemas de Informação II Forma de Aquisição: Desenvolvimento Interno Desvantagens contratação, desenvolvimento e gerenciamento de equipe própria; altos custos para a manutenção da equipe; rotatividade da equipe implicando treinamento continuado; se a produtividade for menor, podem crescer os custos de desenvolvimento.

41 Administração de Sistemas de Informação II Sistemas de Informação Aplicações-chaves na organização

42 Administração de Sistemas de Informação II Sistemas de Informação Sistema de Informações Entrada Dados Processos Coletar Armazenar Processar Classificar Organizar Calcular Publicar Saída Informações Ambiente Organização Feedback Avaliação ClientesFornecedores Órgãos ReguladoresAcionistasConcorrentes

43 Administração de Sistemas de Informação II Aplicações-Chaves na Organização Planejamento estratégico dos negócios Premissas Definição dos conhecedores dos negócios Levantamento dos processos Estratégico – Sistemas de Apoio a Decisão Tático – Sistemas de Informações Gerenciais Operacional - Sistemas de Processamentos e Transações Resultados

44 Administração de Sistemas de Informação II Aplicações-Chaves na Organização Sistemas Nível-Operacional suporte aos gerentes organizacionais no desenvolvimento de atividades elementares e transacionais na organização TPS (Sistemas de Processamento de Transações - Transaction Processing Systems) Sistemas Nível-Gerenciamento suporte ao monitoramento, controle, tomada de decisões e atividades administrativas de gerentes middle DSS (Sistemas de Suporte a Decisão - Decision Support Systems) MIS (Sistemas de Informações Gerenciais - Management Information Systems) Sistemas Nível-Estratégico auxiliam gerentes sêniores a manipular e situar questões estratégicas e tendências de longo-prazo, ambas na organização e no ambiente externo. ESS (Sistemas de Suporte Executivo - Executive Support Systems)

45 Administração de Sistemas de Informação II Aplicações-Chaves na Organização Sistemas Nível-Conhecimento suporte ao negócios para integrar novos conhecimentos e auxiliar a organização controlar o fluxo de papéis KWA (Sistemas de Conhecimento do Trabalho - Knowledge Work Systems) OAS (Sistemas de Automação de Escritório - Office Automation Systems) Data Warehouse (organizar dados corporativos) Data Mining - Mineração de dados Workflow é definido como uma coleção de tarefas organizadas

46 Administração de Sistemas de Informação II Banco de Dados São conjuntos de dados com uma estrutura regular que organizam as informações. Normalmente agrupa informações utilizadas para um mesmo fim. É usualmente mantido e acessado por meio de um software conhecido como Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD). Normalmente um SGBD adota um modelo de dados, de forma pura, reduzida ou extendida. O modelo de dados mais adotado hoje em dia é o modelo relacional, onde as estruturas têm a forma de tabelas, compostas por linhas e colunas

47 Administração de Sistemas de Informação II Data Warehouse Conjunto de dados projetados para possibilitar tomadas de decisão. Contém uma grande variedade de dados; geralmente, representa uma visão coerente das condições da empresa, num determinado momento. O termo data warehouse normalmente se refere a uma combinação de diferentes bases de dados existentes na organização. O desenvolvimento de um data warehouse inclui o desenvolvimento de sistemas de extração de dados que forneça aos gestores acesso flexível às informações armazenadas.

48 Administração de Sistemas de Informação II Data Warehouse O data warehouse possibilita a análise de grandes volumes de dados, coletados dos sistemas transacionais São as chamadas séries históricas que possibilitam uma melhor análise de eventos passados, oferecendo suporte às tomadas de decisões presentes e a previsão de eventos futuros. Por definição, os dados em um data warehouse não são voláteis, ou seja, eles não mudam, salvo quando é necessário fazer correções de dados previamente carregados. Os dados estão disponíveis somente para leitura e não podem ser alterados.

49 Administração de Sistemas de Informação II Data Mart Trata-se de um Data Warehouse departamental ou parcial ou, ainda, orientado a uma área da organização. Não é o tamanho que define um Data Warehouse ou um Data Mart: o que importa é o escopo. Assim, um Data Mart de uma parte determinada de uma organização pode ser bem maior do que um Data Warehouse de uma outra organização inteira. Geralmente são dados referentes a um assunto em especial (ex: Vendas, Estoque, Controladoria) ou diferentes níveis de sumarização (ex: Vendas Anual, Vendas Mensal, Vendas 5 anos), que focalizam uma ou mais áreas específicas. Seus dados são obtidos do DW, desnormalizados e indexados para suportar intensa pesquisa

50 Administração de Sistemas de Informação II Data Mining Mineração de Dados. É o processo de varrer grandes bases de dados a procura de padrões como regras de associação, sequências temporais, para classificação de ítens ou agrupamento (clustering). Utiliza várias técnicas da Estatística, Recuperacção da Informação, Inteligência Artificial e reconhecimento de padrões. É geralmente utilizado em conjunto com data warehouse

51 Administração de Sistemas de Informação II Workflow Fluxo de Trabalho a automação de processos de negócio, onde as atividades são passadas de um participante para o outro de acordo com um conjunto de regras definidas. Seu conceito foi concebido de acordo com a noção de processos. Permite que processos possam ser passados de uma pessoa para outra de acordo com algumas regras As ferramentas utilizadas para gerenciamento de workflows apresentam algumas deficiências.

52 Administração de Sistemas de Informação II CRM - Customer Relationship Management Gerenciamento da relação com o cliente. É um sistema integrado de gestão com foco no cliente que visa: criar fidelidade aumentar o valor que cada cliente representa para a organização. Possui um conjunto de procedimentos / processos organizados e integrados a um modelo de gestão de negócios Objetivo: Auxiliar as organizações a obter novos clientes; Fidelizar clientes atuais obtendo a sua satisfação total, através do melhor entendimento de suas necessidades e expectativas; Formação de uma visão 360 graus dos ambientes de marketing

53 Administração de Sistemas de Informação II CRM - Customer Relationship Management Abrange, na generalidade, três grandes áreas: Automatização da gestão de marketing; Automatização da gestão comercial, dos canais e da força de vendas; Gestão dos serviços ao cliente; Permitem que se tenha controle e conhecimento das informações sobre os clientes de maneira integrada através do acompanhamento e registro de todas as interações com o cliente, Uma das atividades do gerenciamento da relação com o cliente implica em registrar os contatos realizados pelos clientes, de forma centralizada. Essas informações servem para que se tenham informações úteis e catalogáveis sobre os clientes.

54 Administração de Sistemas de Informação II ERP - Enterprise Resource Planning Planejamento de Recursos Empresariais É um termo genérico para o conjunto de atividades executadas por um software multimodular, com o objetivo de auxiliar o gestor de uma organização nas importantes fases de seu negócio: desenvolvimento de produto; compra de itens; manutenção de inventários; interação com fornecedores; serviços a clientes; e acompanhamento de ordens de produção.

55 Administração de Sistemas de Informação II ERP Pode também incluir módulos aplicativos para os aspectos financeiros e até mesmo na gestão de recursos humanos. Faz uso de um banco de dados para armazenar as informações relantes do processo A implantação de um sistema ERP pode envolver considerável análise dos processos da organização, treinamento dos colaboradores, investimentos em informática (equipamentos) e reformulação nos métodos de trabalho.


Carregar ppt "Administração de Sistemas de Informação II Aula 0 - Revisão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google