A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Partitioning versus Routability

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Partitioning versus Routability"— Transcrição da apresentação:

1 Partitioning versus Routability
Samuel Nascimento Pagliarini Glauco Borges Valim dos Santos Ricardo Augusto da Luz Reis

2 Projeto Adicionar uma etapa de particionamento no fluxo PARROT.
Verificar o impacto no runtime. Estudo sobre impacto do particionamento na roteabilidade.

3 Tarefas Estudo das ferramentas já existentes no fluxo PARROT: síntese completa de alguns circuitos de benchmark. Introdução de uma etapa de particionamento. Obtenção de resultados para um conjunto de circuitos(ISCAS98). Refinamento dos resultados.

4 Ferramenta Weezer Particiona, posiciona as partições e reconstrói o circuito. Faz chamadas a ferramentas externas: -CellSe: estimador do tamanho das células -Hmetis: particionador de grafos -Mango: posicionador para cada partição O particionamento é feito pelo tamanho das células, orientado a min-cut.

5 Ferramenta Weezer Ainda realiza uma etapa de ajuste, na qual todas partições são normalizadas para ocuparem a mesma área. O ajuste é feito pela inserção de inversores floating(“filler cells”).

6 Resultados O posicionador é baseado em simulated annealing. Apesar de posicionar bem é temporalmente inviável para circuitos de tamanho mediano. O particionamento diminui o esforço. Bw_sis(300 células): diminuiu de 51,1s para 33,6s usando duas partições.

7 O que falta fazer Resultados temporais para um conjunto de circuitos de variados tamanhos. Resultados de impacto de roteabilidade. Congestion

8 Possíveis extensões Suporte para trabalhar com um posicionador absoluto; Suportar o fluxo chaos; Estudar o impacto de trocar uma partição de lugar com outra, posicionamento pós particionamento. A B ? ? ---> C D ? ?


Carregar ppt "Partitioning versus Routability"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google