A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Equipe: Emmanuel Eduardo V. de Farias Ivonaldo de Sousa Lacerda Nilton César da Silva Geotecnologias Aplicadas Prof. Iana Alexandra Alves Rufino UNIVERSIDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Equipe: Emmanuel Eduardo V. de Farias Ivonaldo de Sousa Lacerda Nilton César da Silva Geotecnologias Aplicadas Prof. Iana Alexandra Alves Rufino UNIVERSIDADE."— Transcrição da apresentação:

1 Equipe: Emmanuel Eduardo V. de Farias Ivonaldo de Sousa Lacerda Nilton César da Silva Geotecnologias Aplicadas Prof. Iana Alexandra Alves Rufino UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE Centro de Tecnologia e Recursos Naturais Unidade Acadêmica de Engenharia Civil Área de Engenharia de Recursos Hídricos

2 Utilização de Geotecnologias visando o diagnóstico ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Itacorubi – Florianópolis/SC. Autores: Dr. Francisco Henrique de Oliveira Doutoranda Mariane Alves Dal Santo Grad. Juliana Ferreira Pinto Laboratório de Geoprocessamento da FAED/UDESC

3 Viabilizar o crescimento e desenvolvimento ordenado, obedecendo a ocupação territorial da área em foco ou seja, regras básicas de uso e ocupação do solo que orientam e regulam a ação dos agentes sociais e econômicos, no território em estudo. O Sistema de Informação Geográfica (SIG), associado a imagens de alta resolução e a cartografia digital – apresentam-se como sendo ferramentas extremamente úteis a visualização espacial da área de estudo – pois tornam-se mais adequados à área urbana, uma vez que as variáveis envolvidas neste contexto são maiores e mais complexas, e permitindo ao planejador executar questionamentos inteligentes ao sistema e geração tridimensional da área.

4 Por ser uma região que apresenta um incontrolável índice de ocupação e que a cada dia aumenta, sendo invadidas encostas de forma irregular, desmatamento acentuado, ocupação irregular de fundo de vale, especulação imobiliária, entre outras. Os problemas da região são claramente evidenciados durante os períodos de chuvas, pois com freqüência ocorrem grandes inundações, assim este projeto se caracteriza como sendo uma possibilidade de diagnosticar a real situação do local, bem como simular situações de sinistro, como escorregamento de encostas e inundações. Bacia do Itacorubi – Florianópolis – Santa Catarina

5 Está localizada na região centro-oeste da ilha de Santa Catarina, possui área aproximada de 23 Km². Abrange os bairros Jardim Santa Mônica, Córrego Grande, Parque São Jorge, Itacorubi e Trindade, reune centros decisórios, comerciais e de serviços na Cidade Florianopólis Bacia do Itacorubi – Florianópolis – Santa Catarina

6 Utiliza-se imagens de satélite de alta resolução QuickBird – 60cm – capturadas por sensores de última geração, desenvolvidas para aplicações ambientais e análise espacial, que visam o monitoramento ambiental e a ocupação urbana, bem como sistemas computacionais altamente recursivos para a atualização e recuperação das informações. O Projeto visou aglutinar, organizar, atualizar e sistematizar dados e informações espaciais e descritivas relevantes nos campos geotecnológico, procurando melhorar as condições de vida da população do bairro Itacorubi – Florianópolis – Santa Catarina. Especificamente vislumbra-se diagnosticar a situação das áreas passíveis a enchente, associando parâmetros ambientais e tecnológicos as análises.

7 O Quickbird foi desenvolvido pela DigitalGlobe e é um satélite de alta precisão que oferece imagens comerciais de alta resolução da Terra. As imagens pancromáticas e multiespectrais são planejadas para dar suporte nas aplicações em gerenciamento de avaliação de riscos e publicações de mapas com ênfase nas áreas urbanas. Características do Satélite Lançamento18/10/2001 Situação AtualAtivo ÓrbitaHeliossíncrona Altitude450 km Inclinação98º Perído de RevisitaMáximo 3,5 dias

8 Principais Instrumentos Sensores SensorBandas Espectrais Resolução Espectral Resolução Espacial Resolução Temporal Faixa Imageada QUICKBIRD PANCROMÁTICA nm61 a 72 cm 1 a 3,5 dias, dependendo da latitude 16,5 x 16,5 km MULTIESPECTRAL (Visível) nm 2,4 a 2,8 m nm nm Principais Aplicações Mapeamentos urbanos e rurais que exijam alta precisão dos dados (cadastro, redes, planejamento, telecomunicações, saneamento, transportes); Mapeamentos básicos e aplicações gerais em Sistemas de Informação Geográfica; Uso da Terra (com ênfase em áreas urbanas); Estudo de áreas verdes urbanas; Estimativas de colheitas e demarcação de propriedades rurais; Laudos periciais em questões ambientais.

9 Fernando de Noronha. Parque do Ibirapuera, Município de São Paulo. Ruínas Incas/Peru.

10 Digitalização em tela das quadras existentes no bairro Itacorubi e geração do banco de dados. foi necessário utilizar os recursos de alguns softwares que subsidiaram a geração do Sistema de Informação Geográfica (Geomedia Professional 5.1) e o processamento digital de imagem (Erdas Imagine 8.5), bem como a modelagem 3D do terreno (Image Analyst - ArcMap 8.3 ).

11 Configuração geométrica dos trechos de rios que formam a Bacia. O software Geomedia possibilitou a criação do projeto obedecendo as características de um SIG, a fonte de dados gráfica primária eferentes a Bacia do Itacorubi foi proveniente do trabalho realizado por JOI (2002). Para cada quadra foi gerado um banco de dados que garantiu a discriminação alfanumérica da situação de ocupação, bem como a definição das características físico- ambientais.

12 Modelagem 3D da Bacia Hidrográfica do Rio Itacorubi. Software Image Analyst - ArcMap 8.3 O modelo 3D do terreno e a análise da ocupação das encostas tornam-se pontos primordiais para caracterizar o diagnóstico ambiental da região. Assim, é possível criar e associar à um modelo 3D: mapas topográficos a partir de informações altimétricas para a análise e estudo da ocupação em áreas de encosta e de possíveis nascentes; mapas hipsométricos para a análise das altitudes em virtude dos declives e do grau de erosão da área em questão; mapas de declividade para estudo de sua influência na bacia e possíveis ocupações irregulares; bem como mapas de erodibilidade associado ao declive, que podem causar tragédias e transtornos.

13 Os mapas temáticos obtidos, sobrepostos a base cartográfica serão referência para a formulação de novas consultas e manipulações geográficas que constituem a essência de um SIG. Assim, poderá de fato estruturar um diagnóstico ambiental para a Bacia Hidrográfica. Além do que, dá suporte ao estudo das áreas suscetíveis à erosão com prevenção a possíveis deslizamentos. Todo este leque de ferramentas de SIG permitem uma análise sócio-espacial da área, possibilitando ao órgão gestor urbano, uma tomada de decisão eficaz e precisa.

14 A temática ambiental associada a uma bacia hidrográfica é extremamente importante atualmente em função da problemática sobre a água e sobre as novas normas de gerenciamento do recurso hídrico estipuladas pela ANA. As geotecnologias utilizando especificamente software SIG e de processamento digital de imagem fornecerão aos decisores parâmetros técnicos e visuais de controle e gerência do meio físico, tornando mais ágil e fácil o planejamento de ocupação espacial. As imagens Quickbird tornaram-se um recurso auxiliar de reconhecimento e identificação de áreas vulneráveis, de aglomerados urbanos, definição de padrões de ocupação e ainda determinação de ocupação de áreas invadidas e de criticidade ambiental a enchentes e ocupação de encostas.


Carregar ppt "Equipe: Emmanuel Eduardo V. de Farias Ivonaldo de Sousa Lacerda Nilton César da Silva Geotecnologias Aplicadas Prof. Iana Alexandra Alves Rufino UNIVERSIDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google