A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Monitoramento Vigilância de Óbitos DIVEP- Outubro, 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Monitoramento Vigilância de Óbitos DIVEP- Outubro, 2010."— Transcrição da apresentação:

1 Monitoramento Vigilância de Óbitos DIVEP- Outubro, 2010

2 Sistema Paralelo Câmara Técnica SIM Local Módulo SIM WEB REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E INFANTIL Georeferenciamento Busca Ativa Direcionada Vigilância de Óbitos Plano de Trabalho Municipal para Redução da Mortalidade Infantil

3 Como podemos Monitorar ?

4 Operacionalização da Vigilância de Óbito Tenho conhecimento das portarias, Manuais e Instrumentos de Investigação da Vigilância de Óbitos; O município possui um responsável pela Vigilância do Óbito ? Tenho um fluxo da Vigilância articulado com atenção básica, informação e atenção hospitalar? Minhas equipes de PACS e PSF foram capacitadas para realização da investigação domiciliar e ambulatorial? (Conhecimento da situação do município quanto a mortalidade infantil e fetal, das portarias e nota técnica que normatizam a Vigilância do Óbito infantil e fetal);

5 Estou articulado(a) com os hospitais (Comitês hospitalares, núcleos de Vigilância, CCIH) para a realização da investigação hospitalar. (Conhecimento da situação do município quanto a mortalidade infantil e fetal, das portarias e Nota técnica que normatizam a Vigilância ); Estou articulado(a) com o responsável pela digitação das DOs no meu município ou DIRES? Tenho senha de cadastro no SIM WEB. Caso não ligar para a DIS Procurar Cláudia/Ana -Setor de Informática; Tenho Câmara Técnica ou profissionais responsável para realização da análise e recomendações das investigações? Operacionalização da Vigilância de Óbito

6 Realizo a análise da qualidade do preenchimento das investigações; Tenho definido um cronograma de análise de óbito? São realizadas recomendações e encaminhada para os respectivos setores/áreas, diretorias? Faço a crítica no SIM Local e SIM WEB?

7 Proporção de óbitos infantis e fetais investigados, Bahia, 2010*. FONTE% PARALELO (Fichas na DIVEP) 10,07 SIM LOCAL 9,8 SIM WEB 3,05 *preliminares

8 SIM LOCAL

9 Monitoramento Monitoramento Se o município de residência = município de ocorrência e digita e codifica, antes de encaminhar as fichas para a DIRES, solicitar ao responsável pelo SIM que registre a ficha como investigada. Quanto a fonte registrar no SIM: múltiplas fontes; Se o município de residência diferente do município de ocorrência o primeiro ao terminar o processo de investigação e análise deve informar ao segundo sobre o óbito investigado.; Registro do Campo Investigação no SIM Local

10 Monitoramento Monitoramento Se é a DIRES quem digita e codifica o técnico responsável pela vigilância do óbito na DIRES antes de encaminhar para a DIVEP, solicitar ao responsável pelo SIM que registre a ficha como investigada. Quanto a fonte registrar no SIM: múltiplas fontes; Registro do Campo Investigação no SIM Local

11 Monitoramento Monitoramento Se é a DIS quem está codificando e digitando a DIVEP fica responsável por solicitar a DIS o registro. Mensalmente o responsável pela Vigilância do Óbito no município deve solicitar ao responsável do SIM, o Relatório que informa quais são as DOs que estão investigadas ; Registro do Campo Investigação no SIM Local

12 Comparativo de óbitos infantis e fetais investigados SIM local e Banco Paralelo, municípios prioritários 2010.

13 DIRES

14 SIM WEB Dos 33 municípios prioritários, 12 já estão acessando : Alagoinhas; Barreiras Guanambi; Ilhéus, Irecê; Itabuna; Paulo Afonso; Porto Seguro; Salvador; Senhor do Bonfim; Teixeira de Freitas; Valença; Bom Jesus da Lapa (Brasília quem acessou);

15 Comparativo de óbitos infantis e fetais investigados SIM local e SIM WEB, municípios prioritários 2010.

16 Preencheu a s í ntese e não registrou no SIM local Não registou a classifica ç ão de evitabi dade Não realizou an á lise do ó bito Investig ou apenas a parte hospital ar Registra que houve falha na assistência e não registra quais Apenas a parte domiciliar Outro munic í pio registrou AlagoinhasX B. Jesus da Lapa XX GuanambiXX Ilh é usXX IrecêXXX ItabunaX Paulo AfonsoXX Porto SeguroXX SalvadorXX Senhor do Bonfim XX Teixiera de Freitas Valen ç aXXX

17 Monitoramento do Plano e Trabalho de Redução da Mortalidade Materna e Infantil Os 33 municípios prioritários hoje possuem Plano de Trabalho, sendo que até a presente data 12 encaminharam a avaliação das ações: Paulo Afonso; Santa Maria da Vitória; Bom Jesus da Lapa; Santo Antonio de Jesus; Alagoinhas; Santo Amaro Lauro de Freitas; Ilhéus; Itabuna; Salvador; Jequié; Feira de Santana.

18 Acompanhar mensalmente no SIM quantos óbitos infantis e fetais tenho registrado e comparar com o mesmo período de anos anteriores (Ex a 2010); Acompanhar mensalmente no SINASC quantos nascimentos tenho registrado e comparar com o mesmo período de anos anteriores (Ex a 2010) Quanto a Mortalidade Infantil e Fetal Monitoramento Monitoramento

19 Sugestões para o Monitoramento De que estão morrendo nossas crianças ? ´(causas evitáveis, tipo de óbito,, idade gestacional, escolaridade da mãe, assistência ou acesso?..) Como estão nascendo nossas crianças? (peso, idade gestacional, escolaridade da mãe, idade da mãe....) As investigações estão servindo para mudar processo de trabalho no meu município, na minha DIRES? Os técnicos responsáveis e Gestores Municipais estão pautando a situação da Mortalidade Infantil e fetal no Conselho Municipal de Saúde, no Colegiado Microrregional???? Quanto a Mortalidade Infantil e Fetal

20 OBRIGADA!


Carregar ppt "Monitoramento Vigilância de Óbitos DIVEP- Outubro, 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google