A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA DE INFORMAÇÃO E INTRODUÇÃO À ANÁLISE DE DADOS Rejane Sobrino Pinheiro Kátia Regina de Barros Sanches Aula 2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA DE INFORMAÇÃO E INTRODUÇÃO À ANÁLISE DE DADOS Rejane Sobrino Pinheiro Kátia Regina de Barros Sanches Aula 2."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMA DE INFORMAÇÃO E INTRODUÇÃO À ANÁLISE DE DADOS Rejane Sobrino Pinheiro Kátia Regina de Barros Sanches Aula 2

2 Programa Aula 1: Sistemas de Informação em Saúde no Brasil I: finalidades, evolução, abrangência, nível de agregação dos dados, detalhamento da informação e cobertura Apresentação dos Sistemas de Informação e Grandes bases de Dados em Saúde (SIM, SINASC, SINAN, SIH-SUS, SIA-APAC). Acesso ao DATASUS Recuperação de dados e uso do TABNET, IDB- Brasil, Indicadores do Pacto da Atenção Básica. Tabwin: download e instalação Aula 2: SIM, IBGE, SINAN usando o Tabnet e Tabwin Cálculo de taxas, percentuais. Apresentação em gráficos e mapas. Aula 3: SIH-SUS e SINASC. Análise bivariada Introdução ao EpiInfo I: uso dos dados do SINAN Read, Browse, Freq Introdução ao EpiInfo II: uso dos dados do SINAN Define, recode, let, if Aula 4: Introdução ao EpiInfo III: Análise bivariada Tables, means, write recfile, route

3 Tabwin Software de domínio público Tabulador com mais de opções de uso que o Tabnet. Permite cálculos e apresentações em gráficos e mapas. Roda depois de instalado no computador ou a partir de CD. Pode ser usado com tabela feita pelo Tabnet ou a partir dos dados dos SIS. Tabwin pode ser usado para tabular diferentes bases de dados Para isso, é necessário informar: Qual é a base de dados (SIM, SINASC, SIH etc.) (arquivo de definições); Quais são as variáveis de tabulação para as linhas, colunas e conteúdo (arquivo de definições); Quem são os arquivos com as descrições dos códigos das variáveis (arquivos de conversão); Quais são os dados (arquivos de dados). Todas essas informações estão na página do Datasus baixar programa, definições e conversões e arquivos de dados.

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15 Criar pasta com nome mapa 2001

16 Baixar os dados

17

18

19

20

21

22

23

24 Dicionário de dados

25 Decompactar e instalar Tabwin Entrar no Windows Explorer entrar na pasta do Tabwin clicar duplamente no ícone do Tab34.zip.

26 Instalando Tabwin Entrar na pasta Tabwin, onde o arquivo foi salvo duplo click no arquivo Tab34.zip. Entrar na pasta de mapas duplo click no arquivo maprn.zip. Na pasta Tabwin clicar com o botão direito do mouse sobre o arquivo tabwin32.exe (Aplicativo) clicar em Criar atalho Arrastar o Atalho do tabwin32.exe para a área do Windows (Desktop) Abrir o Tabwin duplo click no ícone na pasta ou no Atalho na área do Windows Criar associação de extensão.TAB Fechar o Tabwin.

27 Clicar com o botão direito do mouse

28

29 Criar associação dos arquivos.TAB com o Tabwin abrir com o programa no duplo click

30 População Recuperar os dados de população Base de vários indicadores Usar o Tabnet para recuperar os dados Depois, entrar no Tabwin e levar as tabulações de óbito e população, por exemplo, para o cálculo de taxa de mortalidade.

31

32

33

34 Nenhum filtro todos os municípios

35

36

37 Salvar na pasta do curso

38 Tabular o No. de óbitos por causas segundo sexo dos residentes no RN em 2004

39

40 Não filtrar por região alguma do RN

41

42

43

44

45 Rodar o Tabwin Entrar na pasta Tabwin, onde o arquivo foi salvo. Duplo click no arquivo tabwin32.exe (Aplicativo) no Windows Explorer. Ou Duplo click no ícone do Atalho para tabwin32 na área do Windows

46 Para abrir no Tabwin uma tabulação feita no Tabnet

47

48

49 Para calcular a mortalidade proporcional por grupos de causas Percentual na coluna

50 Para calcular a mortalidade proporcional por grupos de causas (considerando todos os grupos e as mal definidas) Percentual na coluna

51

52 Primeiramente, calcular para o sexo masculino

53

54

55 Depois, calcular para o sexo feminino

56 As doenças do aparelho circulatório são as maiores causas para ambos os sexos A segunda maior causa é sintomas e sinais – mal definidas A terceira para homens são as causas externas e para as mulheres são as neoplasias

57 Calcular taxa de mortalidade: Abrir tabela de óbitos salva no Tabnet Incluir outra tabela – população – salva também no Tabnet Fazer o cálculo do indicador

58

59 Abrindo a tabela de óbitos

60

61

62 Para incluir a tabela de população Observar que as duas tabelas estão na mesma base, ou seja, todas são por município de residência

63

64

65 Agora, calcular o indicador, utilizando a opção do menu: Operações

66 O cálculo, agora, é uma divisão de duas variáveis para cada linha da tabela: Calcular indicador

67 Necessário informar quem são o numerador, denominador e alguns outros dados

68 Numerador: óbitos Denominador: população Fator de multiplicação: Duas casas decimais Trocar nome variável para ficar melhor na tabela

69

70 Ordena do menor maior

71 Ou, com outro click do maior menor

72 Retorna à ordem alfabética inicial

73 Podemos: Fazer alguns cálculos com variáveis (somar, subtrair etc.) Criar nova coluna e digitar os valores desejados Obter valor mínimo e máximo de uma variável

74 Podemos (via menu ou mouse): Ordenar Mover colunas Largura da coluna Trocar nome de variável (só menu) Eliminar variável (só menu) Alterar no. de decimais (só menu)

75 Para mapear a taxa de mortalidade

76 Selecionar a variável a ser mapeada

77 Podemos: Alterar a escala de cores Incluir o nome dos municípios Dar zoom Incluir valores Copiar o mapa para um relatório Incluir outras camadas de mapas

78 Podemos: Alterar a escala de cores

79 Incluir o nome dos municípios Dar zoom Incluir valores

80 Podemos: Incluir o nome dos municípios Dar zoom (clicar botão esquerdo do mouse e marcar a área que vai ser ampliada)

81 Incluir a sede do município Sobrepor outra camada de mapa (regional de saúde) Salvar imagem para relatório

82 Mudar a espessura da linha para 5 Pode ser alterada a cor da linha

83 Tirar o zoom

84 Mudar a escala da legenda

85 Mudar as classes: Tamanho de classe igual valor Igual freqüência (= no. de municípios) Manual Alterar no. de classes (de 5 para 7)

86 Igual freqüência – os intervalos de classe são recalculados de modo a cada classe conter o mesmo no. de municípios.

87 Podemos alterar as cores de qq faixa da legenda. Por exemplo, separar o zero em uma classe do mapa. Duplo click no valor a ser alterado Clicar com o botão direito do mouse na quadrícula cuja cor será alterada (azul céu branco).

88

89

90 Duplo clique no valor da legenda e redigitar Valores com intervalos de 1.5 As barras mostram quantos municípios (linhas da tabela) estão dentro de cada faixa/classe do mapa.

91 Regionais com maiores taxas estão ao sul

92 Gráficos Série de Aids segundo sexo - Natal Série com as taxas de Aids

93 Marcar todos os anos

94

95

96

97 Clicar na barra inferior referente à janela do programa Tabwin

98 Abrir o arquivo com a série de Aids por sexo - Natal

99

100

101 Incluir série: Masculino feminino

102 Mudar a cor Tirar 3D Colocar legenda

103

104

105 Copiar mapa para clipboard e colar em relatório do Word.

106 Abrir janela com o Programa Word Colar o gráfico (clicar em Editar Colar ou Ctrl V)

107 Este é o programa ou editor de texto Word

108 Fazer gráfico novo Tentar o de barras, para ver que não é tão bom quanto o de linhas Melhor gráfico para apresentar série é o de linhas

109 Fazer gráfico novo

110 Tirar Legenda Etiquetas Acrescentar masculino e feminino

111

112

113 Muito confuso: melhor gráfico para apresentar série é o de linhas

114 Exercícios 1) Fazer o gráfico da evolução da Taxa de incidência de TB para RN entre 1996 e 2004 (Aula 1 página 7). 2) Fazer o mapa da Tx de incidência de TB para o Brasil em 2004 (Aula 1 pág. 7). 3) Fazer o mapa da Taxa de incidência de TB para os municípios do RN em 2005 (Pacto da Atenção Básica) exemplo da Aula 1 pág ) Fazer o gráfico da mortalidade proporcional por grupo de causas para Natal em 2003 (Aula 1 pág. 10). 5) Fazer o mapa para o exercício 3 da Aula 1 pág. 12 Taxa de mortalidade por Aids entre homens e mulheres para as capitais do Brasil em ) Fazer o gráfico para o exercício 5 da Aula 1: distribuição da mortalidade proporcional por causa mal definida entre homens e mulheres – RN – ) Fazer o mapa da Taxa de mortalidade para o RN em 2004.

115 Exercícios 8) Fazer o mapa da cobertura vacinal por municípios do RN em 2005 (link Assistência à saúde Imunizações: Cobertura). 9) Representar graficamente a série da cobertura vacinal de Natal entre 2000 e ) Fazer o gráfico de barras para a mortalidade proporcional por grupos de causas entre homens e mulheres do exemplo de cálculo de percentual pelo Tabwin da Aula 2 slide 56 pág ) Fazer o gráfico da série de OCMD dos estados do Nordeste (exercício 1 – Aula 1 pág. 10). Sugestão: trocar linhas por colunas menu Quadro do Tabwin. 12) Fazer o gráfico da distribuição da mortalidade específica por doenças imunopreveníveis por faixa etária sugestões: criar uma coluna com 0; digitar 1 em algumas capitais para o gráfico não ficar cheio; suprimir as linhas com 0 Ou: ir para o Tabnet IDB-Brasil e gerar a tabela filtrando para algumas capitais mostrar colunas empilhadas e retirar etiquetas. 13) Comparar graficamente a taxa de mortalidade por aids entre homens e mulheres, para as capitais do Brasil em 2003.

116 Solução do exercício 11

117

118 Podem ser selecionados apenas alguns

119

120 Solução exercício 12

121

122

123 Solução exercício 13


Carregar ppt "SISTEMA DE INFORMAÇÃO E INTRODUÇÃO À ANÁLISE DE DADOS Rejane Sobrino Pinheiro Kátia Regina de Barros Sanches Aula 2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google