A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIGILÂNCIA ÓBITO MATERNO E INFANTIL BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIGILÂNCIA ÓBITO MATERNO E INFANTIL BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA."— Transcrição da apresentação:

1 VIGILÂNCIA ÓBITO MATERNO E INFANTIL BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA -DIVEP Julho, 2010

2 CONTEXTUALIZAÇÃO 2000 - 4º Objetivo do Milênio: Reduzir a Mortalidade Infantil 5º Objetivo do Milênio: Melhorar a Saúde das Gestantes 2004 – Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal Uma das ações estratégicas: fortalecer a Vigilância Epidemiológica do óbito materno e neonatal 2008 - Projeto de Redução das Desigualdades no Nordeste e na Amazônia Legal Reduzir a Mortalidade Infantil em 5% ao ano

3

4

5 TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL (POR 1.000 NASCIDOS VIVOS) DE RESIDENTES NA BAHIA, SEGUNDO FAIXA ETÁRIA, 2000-2008*

6 . Distribuição proporcional dos óbitos infantis segundo a Lista Brasileira de mortes evitáveis por intervenção do SUS e o total de óbitos por ano do óbito, Brasil, 1996-2007. Fonte: SIM - CGIAE/DASIS/SVS/MS. 2007 – dados preliminares em 16/06/09

7 Eixo 1. Qualificar a Atenção ao Pré-natal, ao Parto e ao Recém Nascido; Eixo 2. Educação na Saúde; Eixo 3- Gestão da Informação; Eixo 4. Vigilância do Óbito Infantil, Fetal e Materno; Eixo 5. Gestão no Trabalho; Eixo 6. Mobilização Social e Comunicação. Projeto de Redução das Desigualdades na Região Nordeste e Amazônia Legal

8 MACROMUNICÍPIOS PRIORITÁRIOS Centro-Leste Feira de Santana, Itaberaba, Serrinha. Leste Salvador,Cama ç ari, Lauro de Freitas, Simões Filho, Santo Amaro, Dias D´ á vila,Santo Antônio de Jesus. Oeste Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Santa Maria da Vit ó ria. Sudoeste Itapetinga, Vit ó ria da Conquista, Guanambi. Sul Valen ç a, Ilh é us, Itabuna, Jequi é,Jaguaquara. Extremo Sul Eun á polis, Porto Seguro, Teixeira de Freitas,Itamaraju. Nordeste Alagoinhas, Ribeira do Pombal. Norte Juazeiro, Casa nova, Paulo Afonso, Senhor do Bonfim. Centro Norte Jacobina, Irecê.

9 1- Estruturar a investigação dos óbitos em 100% dos municípios prioritários. Equipe mínima para investigação: Estrutura e equipe compatíveis com as atribuições (Grupo Técnico, Computadores e insumos); Envolvimento das equipes de PSF e PACS; Capacitação. 2- Investigar de 100% dos óbitos. Fetais Neonatais Pós-neonatais Morte de mulheres em idade fértil Com causa mal definida METAS MUNICÍPIOS PRIORITÁRIOS – EIXO 4

10 AÇÕES/ESTRATÉGIAS

11 Planejamento Integrado - DIVEP ((DST/AIDS, MDDA, Imunização, Óbito Materno e Infantil), DIS, DGC(Área Técnica da Criança e da Mulher), DGRP DAB e DIVISA; Seminários/ Oficinas de Capacitação Vigilância do Óbito Materno e Infantil envolvendo profissionais de DIRES, municípios, maternidades, Núcleos Hospitalar de Epidemiologia; Análise de Óbitos/Emissão de Recomendações através do CEPOIF e Câmara Técnica Estadual; Elaboração dos Planos de Trabalho para Redução da Mortalidade Infantil e Materno dos 33 municípios prioritários -2009/2010; Elaboração e Divulgação de Material Instrucional (Resolução CIB/51 Documentos de Operacionalização da Vigilância do Óbito Infantil e Materno para o estado da Bahia; Nota Técnica DIS/DIVEP 01/2009) Supervisão no municípios prioritários AÇÕES/ESTRATÉGIAS

12 Seminários Regionais/Oficinas de atualização em Vigilância do Óbito Infantil e Materno por DIRES-Bahia, 2007-2010. Participação de 329 municípios de 31 DIRES, totalizando 1294 profissionais capacitados

13 EXPERIÊNCIAS ACADÊMICAS

14 ¹ Dois municípios (Barrocas e Luís Eduardo Magalhães) foram excluídos por falta de informação, pois foram emancipados após o ano de referência do cálculo do IDH. Fonte: SIM, SIAB, CNES, IBGE, PNUD, Planilha de Monitoramento SESAB Pereira e Aquino, 2010 – O Efeito da Estratégia de Saúde da Família na Vigilância de Óbitos Infantis no Estado da Bahia.

15 ¹ Dois municípios (Barrocas e Luís Eduardo Magalhães) foram excluídos por falta de informação, pois foram emancipados após o ano de referência do cálculo do IDH. Fonte: SIM, SIAB, CNES, IBGE, PNUD, Planilha de Monitoramento SESAB Pereira e Aquino, 2010 – O Efeito da Estratégia de Saúde da Família na Vigilância de Óbitos Infantis no Estado da Bahia.

16 Fonte: SIM, SIAB, CNES, IBGE, PNUD, Planilha de Monitoramento SESAB Pereira e Aquino, 2010 – O Efeito da Estratégia de Saúde da Família na Vigilância de Óbitos Infantis no Estado da Bahia.

17 Fonte: SIM, SIAB, CNES, IBGE, PNUD, Planilha de Monitoramento SESAB Pereira e Aquino, 2010 – O Efeito da Estratégia de Saúde da Família na Vigilância de Óbitos Infantis no Estado da Bahia.

18 Avaliação da Implantação da Vigilância Epidemiológica do Óbito Materno no município de Salvador – Bahia, no ano de 2008 Autor: Iraní Parente Dorzeé Profº Orientador: Eronildo Felisberto Juliana Martins

19 Escores e Grau de Implantação da Dimensão Estrutura por Unidade de Análise – Distritos Sanitários e Nível Central da SMS de Salvador, 2008

20 Escores e Grau de Implantação da Dimensão Processo por Unidade de Análise – D Sanitários e Nível Central da SMS de Salvador, 2008

21 Grau de Implantação por Unidade de Análise – Distritos Sanitários e Nível Central da SMS de Salvador, 2008

22 SITUAÇÃO ATUAL VIGILÂNCIA ÓBITO FETAL E INFANTIL

23 Situação da Investigação de óbitos infantis e fetais, Bahia, 2009*. Dos 417 municípios, 213 investigaram óbitos infantis( 51,1%) e 157 dos 417 (37,6%)investigaram óbito fetal; Dos 213 municípios que realizaram investigação infantil, 110 (51,6%) investigaram 25% ou + dos óbitos infantis; Todas as 31 DIRES realizaram investigações, sendo que 14 atingiram ou ultrapassaram a meta mínima de 25% de óbitos infantis investigados; Destaques para: 31ª DIRES- Cruz das Almas onde 100% dos municípios investigaram 46,4% dos óbitos infantis e fetais; 23ª DIRES -Boquira onde 80% dos municípios investigaram óbitos infantis e 100% alcançaram a meta mínima de 25%; 30ªDIRES- Guanambi onde 46,8% dos óbitos infantis e fetais foram investigados;

24 Marco Histórico: Vigilância de Óbitos - Bahia Vigilância do Óbito Materno 1994-2002 -Comitês de Mortalidade Materna ; -Projeto Protegendo a Vida/UNICEF- A partir de 2003- Atuação pela Vigilância Epidemiológica em articulação com a Área Técnica da Saúde da Mulher e DIS; Vigilância do Óbito Infantil 2005 – I Seminário da Vigilância Estadual do Óbito Materno e Infantil – Inserção dos coordenadores Regionais do PACS/PSF 2007- Estruturação do VEOMI na DIVEP/SUVISA/SESAB e inserção dos coordenações e equipes municipais de PACS/PSF nas capacitações;

25 Proporção de Óbitos Infantis Investigados por Macrorregião, Bahia 2006-2010*. Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

26 Proporção de Óbitos Infantis Investigados, Bahia 2006-2010*. 20062007200820092010 N%N%N%N%N% 47843,0435311,5407923,7398220,713465,6 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

27 Proporção de Óbitos Fetais Investigados, Bahia 2006-2010*. Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010 20062007200820092010 N%N%N%N%N% 3377132545316115,3314416,711164,6

28 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010 Proporção de Óbitos Infantis e Fetais Investigados, Bahia 2006-2010*. 20062007200820092010 N%N%N%N%N% 81612,276078,6724020,8712618,624625,0

29 Proporção de Óbitos Infantis e Fetais Investigados por DIRES, Bahia 2010*

30 Dos 33 municípios prioritários, 28 investigaram óbitos ocorridos em 2009. Dos 33 municípios prioritários, 28 investigaram óbitos ocorridos em 2009. Dos 28 municípios : -12 investigaram 25% ou + dos óbitos infantis de 2009: (Dias Davila, Feira de Santana, Ilhéus, Itaberaba, Itamaraju, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista, Paulo Afonso, Barreiras, Bom Jesus da Lapa e Guanambi) Vale ressaltar que a oportunidade das investigações ainda é muito baixa. Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em 29/06/2010 Situação da Investigação de óbitos infantis dos Municípios Prioritários, Bahia, 2009*.

31 Dos 33 municípios prioritários, 22 investigaram óbitos fetais ocorridos em 2009. Dos 33 municípios prioritários, 22 investigaram óbitos fetais ocorridos em 2009. Dos 22 municípios : -10 investigaram 25% ou + dos óbitos fetais: (Bom Jesus da Lapa, Dias Davila, Eunápolis, Ilhéus, Porto Seguro, Itaberaba, Teixeira de Freitas, Itamaraju, Paulo Afonso e Guanambi) A oportunidade das investigações também é muito baixa Situação da Investigação de óbitos fetais dos municípios prioritários, Bahia, 2009*. Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em 29/06/2010

32 CENTRO LESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Feira de Santana29101868,614447,914157,5620 Serrinha200 5263,9200100 Itaberaba190160238,72634,660 CENTRO NORTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Jacobina382,63432,43910,347090 Irecê1612,52347,82416,72213,6450 Situação da Investigação de óbitos infantis nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

33 Situação da Investigação de óbitos infantis nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. EXTREMO SUL Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Eunápolis3704404012,53517,1120 Itamaraju2301702001942,1728,6 Porto Seguro650482,13871,23571,41936,8 Teixeira de Freitas4306405736,85150,9156,7 LESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Salvador8140,274806663,36147,32670,8 Camaçari7405708016,3773,9277,4 Lauro de Freitas4905238,550204415,9119,1 Simões Filho450490402,5313,2140 Santo Amaro200 0 01315,430 Dias DÁvila2802201723,5202590 Santo Antonio de Jesus 248,3277,42462,5195,360 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

34 Situação da Investigação de óbitos infantis nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. NORTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Juazeiro890760907,8822,4350 Casa Nova330273,7306,714050 Senhor do Bonfim4403603026,71723,5110 Paulo Afonso3920,53716,23770,33740,51450 NORDESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Alagoinhas4204320,93520330120 Ribeira do Pombal27020101414,31723,540 SUDOESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Itapetinga340280244,227060 Vitória da Conquista126012755,110838,912136,4432,3 Guanambi2982,8221002676,92684,6742,9 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

35 Situação da Investigação de óbitos infantis nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. OESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Barreiras6238,74165,92867,94831,3140 Bom Jesus da Lapa2802603218,82825616,7 Sta. M.Vitória1020100616,710 SI0 LESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Valença250260175,9201070 Ilhéus8205448,16379,47352,1293,5 Itabuna880760813,710112,91643,6 Jequié5804704810,45510,9130 Jaguaquara230210190119,190 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

36 Situação da Investigação de óbitos fetais nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. CENTRO LESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Feira de Santana17401370123012711,02620 Serrinha100 0180190100 Itaberaba1802714,81747,11346,260 CENTRO NORTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Jacobina1301915,8258352,790 Irecê119,11060137,7219,542 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

37 Situação da Investigação de óbitos fetais nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. EXTREMO SUL Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Eunápolis460310234,43537,1120 Itamaraju140170140955,6728,6 Porto Seguro3405204197,5291001936,8 Teixeira de Freitas6504403828,953348,5156,7 LESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Salvador653061405251,24894,12670,8 Camaçari540490540500277,4 Lauro de Freitas450370390310119,1 Simões Filho340300320300140 Santo Amaro20013020012030 Dias DÁvila170185,6901936,890 Santo Antonio de Jesus 2701764,71593,32412,460 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010

38 Situação da Investigação de óbitos fetais nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010 NORTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Juazeiro740690682,9831,2350 Casa Nova16021020010050 Senhor do Bonfim4202401533,340110 Paulo Afonso3001402802665,41450 NORDESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Alagoinhas220330454,4370120 Ribeira do Pombal80195,3120922,240 SUDOESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Itapetinga140160190166,360 Vitória da Conquista910 0740 20,3432,3 Guanambi180110130966,7742,9

39 Situação da Investigação de óbitos fetais nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2010*. Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização: 29/062010 OESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Barreiras3151,6156,7210200140 Bom Jesus da Lapa220166,31526,71435,7616,7 Sta. M.Vitória501008070SI0 LESTE Município20062007200820092010 N%N%N%N%N% Valença140350250329,470 Ilhéus5704850471005371,7293,5 Itabuna620640661,5623,21643,8 Jequié470360342,93414,7130 Jaguaquara1908014018090

40 SITUAÇÃO DA VIGILÂNCIA DO ÓBITO MATERNO

41 Proporção de Óbitos de MIF Investigados, Bahia 2006-2009*. 2006200720082009 N%N%N%N% 471332473336470632448731 Fonte: Fichas Investigação/SIM Ultima atualização 01/03/2010

42 Situação do Indicador Proporção de Óbitos de MIF investigados 1.Período de 2003 a 2005 evolui de 10% para 30%, aumentando para 32% em 2008; Verifica-se que municípios sede das 3ª, 12ª, 13ª, 14ª, 15ª, 16ª e 26ª DIRES não realizaram investigação neste período e 60 municípios de outras DIRES que não investigavam passaram a investigar, mantendo este patamar de 30%.

43 Dos 417 municípios, 213 investigam óbitos de MIF ( 51%); Dos 417 municípios, 213 investigam óbitos de MIF ( 51%); A 2ª- Feira de Santana e 6ª DIRES- Ilhéus são as que apresentam 100% dos seus municípios realizando a investigação do óbito de MIF. O município de Salvador com 1.152 óbitos de MIF (25,41% de óbitos do Estado) residentes, realizou 281 investigações; O município de Salvador com 1.152 óbitos de MIF (25,41% de óbitos do Estado) residentes, realizou 281 investigações; Dos 213 municípios que realizaram investigação, 38 (9,11%), conseguiram atingir os 75% estabelecido da meta da SVS/MS. Dos 213 municípios que realizaram investigação, 38 (9,11%), conseguiram atingir os 75% estabelecido da meta da SVS/MS. Situação da Investigação de óbitos de MIF, Bahia, 2009*.

44 Proporção de óbitos de MIF investigados por macrorregião, Bahia 2006 a 2010 Fonte: Fichas de investigação SIM/SESAB

45 Proporção de óbitos de MIF investigados por Dires de residência, Bahia 2007-2010 Fonte: SIM/SASAB

46 Situação dos casos de óbitos maternos investigados em relação aos declarados no SIM Bahia, 2006/2010*.

47 Dos 33 municípios prioritários, 28 investigam; Dos 33 municípios prioritários, 28 investigam; Dos 28 municípios que investigaram: 03 investigaram 75% ou + dos óbitos de MIF de 2009 (Santo Antonio de Jesus, Guanambi e Paulo Afonso) Vale ressaltar que a oportunidade das investigações é muito baixa Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em01/03/2010 Situação da Investigação de óbitos de MIF dos municípios prioritários, Bahia, 2009*.

48 Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em 01/03/2010 CENTRO LESTE Município 2006200720082009 N%N%N%N% Feira de Santana 21155,519877,819864,119755,8 Serrinha326,3240,02520254,0 Itaberaba2015,03023,31650,02552,2 Situação da Investigação dos óbitos de MIF nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2009*. CENTRO NORTE Município 2006200720082009 N%N%N%N% Jacobina2751,92748,2362,8280,0 Irecê195,32040,01154,51936,8

49 Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em 01/03/2010 LESTE Município 2006200720082009 N%N%N%N% Salvador108517,410778,010748,3118223,8 Camaçari7667,17114,17425,79135,2 Lauro de Freitas 651,55261,57451,46227,4 Simões Filho 472,1541,9624,8498,2 Santo Amaro 2412,5234,3180,0140,0 Dias DÁvila2619,22157,13148,43813,2 Santo Antonio de Jesus 2989,73537,13315,23482,4 Situação da Investigação dos óbitos de MIF nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2009*.

50 Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em 01/03/2010 LESTE Município 2006200720082009 N%N%N%N% Salvador108517,410778,010748,3118223,8 Camaçari7667,17114,17425,79135,2 Lauro de Freitas 651,55261,57451,46227,4 Simões Filho 472,1541,9624,8498,2 Santo Amaro 2412,5234,3180,0140,0 Dias DÁvila2619,22157,13148,43813,2 Santo Antonio de Jesus 2989,73537,13315,23482,4 Situação da Investigação dos óbitos de MIF nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2009*.

51 Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em 01/03/2010 SUL Município 2006200720082009 N%N%N%N% Valença 2832,03754,03613,9287,1 Ilhéus 8075,091102,28270,76971,0 Itabuna 11559,19339,89833,78982,0 Jequié 470,0492,0543,7515,9 Jaguaquara 156,7205,0140,0195,3 Situação da Investigação dos óbitos de MIF nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2009*.

52 Fonte: Fichas de Investigação *atualizado em 01/03/2010 SUDOESTE Município 2006200720082009 N%N%N%N% Itapetinga300,02528,02128,6214,8 Vitória da Conquista 11426,311890,711577,410614,2 Guanambi2190,52766,72462,52085,0 OESTE Município 2006200720082009 N%N%N%N% Barreiras46102,218155,65052,04634,8 Bom Jesus da Lapa 214,8214,82254,52744,4 Sta. M.Vitória 70,0175,91127,350,0 Situação da Investigação dos óbitos de MIF nos municípios prioritários por Macrorregião, Bahia, 2006-2009*.

53 Descentralização da estratégia e Vigilância de Óbitos para as equipes locais na expansão da Estratégia de Saúde da Família para os grandes centros urbanos; Resgatar e/ou fortalecer o papel das Regionais na qualificação dos profissionais ou equipes responsáveis e no monitoramento das ações de Vigilância do Óbito Materno e Infantil desenvolvidas pelos municípios; Sensibilizar os gestores municipais e profissionais de saúde quanto a importância da investigação do óbito materno e infantil como forma de avaliação da assistência prestada pelos municípios; Melhorar a qualidade da informação sobre óbitos infantil, fetal, MIF/Materno no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM); Aprimorar a análise dos óbitos infantis juntamente com as DIRES e municípios para que as recomendações e medidas de prevenção sejam oportunas; Desafios:

54 Utilização da Epidemiologia para realização do diagnóstico de saúde através do conceito de Vigilância em Saúde; A gestão dos serviços de saúde como indutora da reorganização do processo de trabalho e no desenvolvimento de dispositivos institucionais que contribuam com o trabalho de equipe; Implantação e funcionamento dos Comitês de Mortalidade como instância indutora de Políticas que visem a Redução Materno e Infantil; Fortalecer o Planejamento das ações articulado com outros GTs da DIVEP (DST/AIDS, MDDA/DTA, COPIM, Núcleo de Vigilância, DANTS e outros..). Desafios:

55 VIGIAR PARA EVITAR

56 OBRIGADO! Telefone: 3116-0022 E-mail: veo.divep@yahoo.com.brveo.divep@yahoo.com.br Site: www.saude.ba.gov.br/divep acessar COAVE, acessar GT óbito infantil ou maternowww.saude.ba.gov.br/divep


Carregar ppt "VIGILÂNCIA ÓBITO MATERNO E INFANTIL BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google