A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estrutura e função da célula procariótica. Introdução Origem célula procariótica: 3,7 bilhões de anos (condições anoxigênicas)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estrutura e função da célula procariótica. Introdução Origem célula procariótica: 3,7 bilhões de anos (condições anoxigênicas)"— Transcrição da apresentação:

1 Estrutura e função da célula procariótica

2 Introdução Origem célula procariótica: 3,7 bilhões de anos (condições anoxigênicas)

3 Com base em comparações de sequências das regiões intergênicas 16S – 23S do RNA ribossômico: Três Domínios (Super-reinos) Bacteria Archaea Eucarya Procariotos (Woese, 1977)

4 Estudos subseqüentes mostraram que cada domínio está associado a uma série de fenótipos, alguns desses únicos para cada domínio

5 Célula procariótica x eucariótica

6 Tamanho da célula procariótica Unidade de medida: m (micrômetro) Tamanho variável:0,1-0,250 m Thiomargarita namibiensis : 0,7 mm!! (1999) Escherichia coli : 1 x 3 m

7

8 Procariotos são pequenos e, por essa razão: Nutrientes e dejetos são transportados para dentro e fora da célula via membrana citoplasmática. A velocidade desse transporte determina a velocidade metabólica - Quanto menor o tamanho, maior é o potencial de crescimento - Interação mais intensa com o meio ambiente.

9 Morfologia dos procariotos Forma da célula Arranjos

10 Morfologia dos procariotos: formas Cocos ( Neisseria ) Bacilos ( Halobacterium / Salmonella ) Vibrião ( Bdellovibrio ) Espirilo Espiroqueta ( Leptospira ) Pedunculada ( Rhodomicrobium ) Cianobactérias ( Myxococcus )

11 Planos de divisão

12 Morfologia dos procariotos: arranjos Streptococcus Staphylococcus Methanococcus Methanosarcina Deinococcus radiodurans Neisseria gonorrhoeae

13 Estrutura da célula procariótica Parede celular Concentração de solutos dissolvidosalta pressão de turgor ( E. coli 2 atm.) - A parede celular é responsável pela contenção dessa pressão - Envoltório rígido, responsável também pela forma da célula Domínio Bacteria a) componente principal: peptideoglicano (> 100 tipos) - açúcares aminados: N-acetilglicosamina Ácido N-acetilmurâmico - aminoácidos

14 Composição do peptideoglicano

15 b) De acordo com suas respostas à coloração de Gram, as bactérias se dividem em 2 grupos: Dinamarquês Christian Gram ( ) Gram negativas: 10 % de peptideoglicano (1-2 camadas) 2-3 nm Gram positivas: 90 % da parede formados de peptideoglicano (até 20 camadas) nm

16 A coloração de Gram Gram negativa Gram positiva Fixação Cristal violeta Tratamento com lugol Álcool - acetona Corante de contraste safranina

17 c) membrana externa de bactérias Gram negativas (camada LPS), camada dupla, composta de: * fosfolipídeos * proteínas * lipídeos * polissacarídeos * lipoproteínas Maior rigidez à parede celular Seus componentes são tóxicos quando injetados em animais Participa do processo de nutrição formando canais de passagem

18 Domínio Archaea * paredes de composição variável * sem peptideoglicano * algumas são Gram +, outras Gram - a) Metanogênicas * pseudopeptidoglicano * polissacarídeos b) Halofílicas * Halococcus : polissacarídeo sulfatado * Halobacterium : glicoproteínas com cargas negativas c) Outras metanogênicas Methanococcus e Methanospirillum : proteínas d) Hipertermofílicas: * Sulfolobus : glicoproteínas (paredes estáveis em detergente em ebulição!!) * Pyrodictium : glicoproteínas (113ºC) Estrutura da célula procariótica

19 Pseudopeptidoglicano em algumas Archaea metanogênicas

20 Estrutura da célula procariótica Membrana plasmática * barreira física, vital para a células * espessura aproximada de 8 nm * composição química

21 Composição química da membrana Domínio Bacteria: composição estável * bicamada composta de: * fosfolipídeos (glicerol + ácidos graxos + Pi: ligações éster) * proteínas transmembranares * hopanóides ( esteróis, resistência) em algumas espécies Domínio Archaea : composição variável * lipídeos: únicos na natureza ligações éter entre o glicerol e hidrocarbonetos (isopreno) podendo existir: - glicerol diéter - glicerol tetraéter - mista

22 A membrana citoplasmática em procariotos

23 Estrutura da célula procariótica Material genético * molécula única de DNA circular, nua, intensamente dobrada, podendo expandir-se até 1 mm (bactéria típica mede poucos m) * não associado com histonas * tamanho do genoma variável: E. coli : 4,7 Mb Mycoplasma genitalium : 0,58 Mb * bactérias em crescimento podem conter várias cópias * haplóides: apenas uma cópia de cada gene.

24 Estrutura do DNA em procariotos DNA de Escherichia coli

25 Estrutura da célula procariótica Ribossomos (organelas densas onde ocorre a síntese de proteínas) * 70 S * Subunidades: 50S + 30S (RNA e proteínas) * até por célula Bacterias e Archaeas têm ribossomos semelhantes (70S), mas diferentes na composição protéica

26 Estrutura da célula procariótica Flagelos * apêndices longos e finos * helicoidais * 20 nm de diâmetro * distribuídos em número variável * proteína: flagelina * estrutura: - corpo basal (motor) - gancho - filamento

27 Estrutura do flagelo em procariotos - O movimento de rotação é transmitido a partir do motor prótons para cada rotação - velocidade variável (até rpm) - Desloca-se com até 60 comprimentos celulares/s (guepardo 110Km/h: 25 comprimentos/s)

28 Resposta comportamental: Quimiotaxia

29 Estrutura da célula procariótica Pili e fímbrias * fímbrias: adesão (várias unidades/célula) * pili: mais longos (geralmente 1 unidade/célula) - conjugação - adesão em bactérias patogênicas * composição: proteínas

30 Estrutura da célula procariótica Cápsula (glicocálix) * composição: glicoproteínas e/ou polissacarídeos * função: - adesão - proteção contra dessecamento e fagocitose

31 Estrutura da célula procariótica Inclusões citoplasmáticas - reserva de energia e de blocos estruturais - poli- -hidroxibutirato e outros - polifosfatos (grânulos metacromáticos) - enxofre - magnetossomos (magnetita: Fe 3 O 4 ) Magnetobulus multicellularis (UFRJ)

32 Estrutura da célula procariótica Vesículas de gás - procariotos aquáticos fotossintetizantes: ex. Cianobactérias - fusiforme - poucas ou até centenas por célula - proteínas hidrofóbicas - ajuste vertical na coluna de água para regiões de luz ótima para a fotossíntese

33 Estrutura da célula procariótica Endósporos ( estruturas de resistência) > Encontrados em algumas Gram positivas: - Bacillus - Clostridium - Sporosarcina - Sporolactobacillus > Resistentes ao calor, radiações, ácidos, desinfetantes, lisozima

34 Endósporo 10 % do peso seco é ácido dipicolínico (exclusivo de esporos): - Confere resistência ao calor e estabilização do DNA

35 Cromatóforos e Clorossomas Presentes e bactérias fotossintetizantes Ex: bactérias sulfurosas verdes


Carregar ppt "Estrutura e função da célula procariótica. Introdução Origem célula procariótica: 3,7 bilhões de anos (condições anoxigênicas)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google