A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Microbiologia do ar: diversidade, disseminação e controle

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Microbiologia do ar: diversidade, disseminação e controle"— Transcrição da apresentação:

1 Microbiologia do ar: diversidade, disseminação e controle

2 Introdução Partículas carregadas pelo ar - principal causa de problemas respiratórios: alergias asma doenças infecciosas do trato respiratório esporos de fungos: agentes de doenças de plantas principal meio de disseminação de fungos (saprofíticos)

3 - milhões de gotículas de água e muco expelidas a cerca de 100 m.s-1
Espirro: - milhões de gotículas de água e muco expelidas a cerca de 100 m.s-1 - tamanho inicial de m de diâmetro - reduzindo-se a 1-4 m após secagem - contendo partículas virais ou bactérias - principal meio de transmissão de várias doenças (Fonte: Department of Medical Microbiology, Edinburgh University)

4 Tipos de microrganismos no ar
Algas Protozoários Fungos em geral Bactérias

5 Origem dos microrganismos do ar
solo: ventos água: gotas d’água na superfície de: oceanos lagos baías irrigação com efluentes de esgoto debulhamento de vegetais abatedouros

6 Fatores que afetam a microbiota do ar
umidade temperatura radiação densidade populacional

7 Tipos de microrganismos no ar
principais tipos: esporos de fungos p. ex. Cladosporium, Aspergillus, Penicillium bactérias esporulantes vírus

8 Doenças transmitidas pelo ar
Doenças de plantas ventos na superfície dos órgãos atacados (parte aérea) ou na superfície do solo (patógenos de raízes) ferrugem do café

9 Doenças do homem e dos animais
inalação de poeira ou gotículas contendo propágulos, provenientes de: pessoas infectadas (diretamente) outras fontes: roupas, cama, solo aerossóis infecções respiratórias: secreções nasais, garganta

10 O sistema respiratório dos seres humanos e as regiões onde os
meningite faringite bronquite coqueluche O sistema respiratório dos seres humanos e as regiões onde os microrganismos patogênicos selecionados geralmente iniciam as infecções (Madigan et al., 2004: Microbiologia de Brock)

11 Mortes mundiais causadas por doenças infecciosas (2008).

12 Importantes doenças transmitidas de pessoa a pessoa pela inalação de partículas aéreas
Doenças virais Doenças bacterianas Catapora (Varicela) Coqueluche (Bordetella pertussis) Gripe (Influenza) Meningite (Neisseria spp.) Resfriado comum Difteria (Corynebacterium diphtheriae) Sarampo (Rubeola) Pneumonia (Mycoplasma peneumoniae, Rubela (Rubella) Streptococcus spp.) Caxumba Tuberculose/Lepra (Mycobacterium Varíola tuberculosis, M. leprae) Amigdalites (Streptococcus pyogenes) Impetigo (Staphylococcus aureus)

13 (Madigan et al., 2004: Microbiologia de Brock)

14 (Madigan et al., 2004: Microbiologia de Brock)

15 Importantes patógenos do ar em plantas
Aeromicrobiologia Importantes patógenos do ar em plantas Doenças de plantas Patógeno Doenças Fungicas Infecção da floração Sclerotinia laxa Ferrugem do cedro e da macieira Gymnosporangium spp. Ferrugem da coroa dos cereais Puccinia coronata Ferrugem da folha Puccinia recondita Ferrugem do milho Puccinia sorghi Ferrugem do trigo Puccinia graminis Fuligem do trigo Ustilago tritici Míldio Pseudoperonospora humuli Míldio do centeio Erysiphe graminis Murcha da batata Phytophthora infestans Murcha da folha do milho Helminthosporium maydis Sigatoka negra da bananeira Mycosphaerella musicola

16 Importantes patógenos do ar em animais
Aeromicrobiologia Importantes patógenos do ar em animais Doenças animais Patógeno Doenças Bacterianas Brucelose Brucella spp. Salmonelose Salmonella spp. Tuberculose Mycobacterium bovis Doenças Fungicas Aspergilose Aspergillus spp. Coccidiomicose Coccidioides immitis Doenças Virais Aftosa Aphthovirus Bronquite infecciosa Influenza, outros Cólera canina Pestivirus Encefalomielite Alphavirus Herpes canina Herpesviridae Influenza Vírus da influenza

17 Importantes patógenos do ar em humanos
Aeromicrobiologia Importantes patógenos do ar em humanos Doenças humanas Patógeno Doenças Bacterianas Antrax pulmonar Bacillus anthracis Bronquite, sinusite Haemophilus influenza Brucelose Brucella melitensis Difteria Corynebacterium diphteriae Febre tifóide Salmonella typhi Infecção respiratória de Staphylococcus Staphylococcus aureus Infecção respiratória de Streptococcus Streptococcus pyogenes Legionelose Legionella spp. Meningite Neisseria meningitidis Pneumonia Chlamydia psittaci Klebsiella pneumoniae Pneumonia primária atípica Mycoplasma pneumoniae Praga pneumônica Yersinia pestis Tuberculose Mycobacterium tuberculosis

18 Importantes patógenos do ar em humanos
Aeromicrobiologia Importantes patógenos do ar em humanos Doenças humanas Patógeno Doenças Fungicas Aspergilose Aspergillus fumigatus Blastomicose Blastomyces dermatiridi Candidiase Candida albicans Coccidiomicose Coccidioides immitis Critpococcose Cryptococcus neoformans Histoplasmose Histoplasma capsulatum Nocardiose Nocardia asteriodes Sporotricose Sporotrichum schenckii

19 Importantes patógenos do ar em humanos
Aeromicrobiologia Importantes patógenos do ar em humanos Doenças humanas Patógeno Doenças Virais Caxumba Vírus da caxumba Dengue Flavivirus Febre amarela Febre hemorrágica Bunyavirus Gripe comum Rhinovirus Hantavirus (síndrome pulmonar) Hantavirus Hepatite Vírus da hepatite Influenza myxovirus Vírus da influenza Poliomielite Poliovirus Sarampo Morbillivirus Varicela Vírus da varicela Varíola Poxvirus da varíola

20 Aeromicrobiologia Como os microorganismos ficam em suspensão no ar?
Esporos de fungos Passiva (Basidiomicetos) Balística (Pylobolus) Via impacto (fungos copo e ninho de pássaro) Ferrugens (passivas com o vento)

21 Aeromicrobiologia Como os microorganismos ficam em suspensão no ar?
Distúrbio mecânico do solo Ventos Chuva e intempéries Seca Umidade

22 Doenças de plantas relacionadas ao ar
Ferrugens (Puccinia spp.) – fungo da ordem Uredinales Sintomas: pústulas nas folhas e espigas, perdas de ate 50% da produção Disseminação: esporos pelo ar e solo Controle: fungicidas a base de triazole

23 Doenças de plantas relacionadas ao ar
Míldio (Pseudoperonospora spp. e Erysiphe spp.) Sintomas: pó branco nas folhas e frutos, perdas de ate 50% da produção Disseminação: esporos pelo ar e solo Controle: fungicidas a base de triademefon e propiconazole

24 Doenças de plantas relacionadas ao ar
Murcha da batata (Phytophthora infestans) – fome na Irlanda e Europa em Sintomas: manchas escuras nas pontas das folhas e caule e logo aparecimento de míldio na parte adaxial da folha. Os tubérculos ficam escuros avermelhados e apodrecem com cheiro fétido Disseminação: esporos pelo ar, solo, e água Controle: fungicidas a base de metalaxyl e carbamate

25 Doenças de plantas relacionadas ao ar
Sigatoka negra da bananeira (Mycosphaerella musicola) – fungo Sintomas: manchas escuras folhas e redução da produção em ate 50% Disseminação: esporos pelo ar, solo, e água Controle: fungicidas

26 Doenças bacterianas de animais/humanos
relacionadas ao ar Antrax pulmonar (Bacillus anthracis) – Gram positiva Sintomas: sintomas de gripe, vomito de sangue, diarréia, inflamação do trato intestinal, perda de apetite, lesões no intestino, boca e garganta, ulceras na pele Disseminação: pelo ar, alimentos contaminados Controle: antibióticos

27 Doenças bacterianas de animais/humanos
relacionadas ao ar Bronquite (Haemophilus influenza) – Gram negativa Sintomas: tosse com muco ou sangue, inflamação dos brônquios, dificuldade em respirar, chiado na respiração, coriza Disseminação: ar via tosse, espirro, catarro Controle: antibióticos

28 Doenças bacterianas de animais/humanos
relacionadas ao ar Brucelose (Brucella spp.) – Gram negativa Sintomas: febre, anemia, dores de cabeça, depressão, dores musculares Disseminação: pelo ar, alimentos contaminados com Brucella Controle: antibióticos

29 Doenças bacterianas de animais/humanos
relacionadas ao ar Difteria (Corynebacterium diphteriae) – Gram positiva Sintomas: febre, dores de garganta, pescoço inchado, febre, fatiga, náusea, vomito, calafrios, septicemia Disseminação: pelo ar e contato com pessoas contaminadas Controle: antibióticos

30 Doenças bacterianas de animais/humanos
relacionadas ao ar Febre tifóide (Salmonella typhi) – Gram positiva Sintomas: febre forte, transpiração profunda, gastrenterite, diarréia, e menos comum coceira no corpo Disseminação: normalmente água e alimento contaminados, mas também pelo ar e em contato com pessoas infectadas Controle: antibióticos

31 (Madigan et al., 2004: Microbiologia de Brock)

32 (Madigan et al., 2004: Microbiologia de Brock)

33 Doenças bacterianas de animais/humanos
relacionadas ao ar Tuberculose (Mycobacterium spp.) – Gram positiva Sintomas: dores no peito, tosse com sangue, febre, calafrios, perda de apetite, perda de peso, fatiga Disseminação: ar via tosse, espirro, catarro Controle: antibióticos

34 Doenças virais de animais/humanos
relacionadas ao ar Caxumba (Vírus da caxumba) Sintomas: inflamação da parótida, febre, dor de cabeça, inflamação testicular Disseminação: ar via tosse, espirro, catarro, contato com pessoas infectadas Controle: não há controle

35 Doenças virais de animais/humanos
relacionadas ao ar Gripe (Vírus da gripe) Sintomas: inflamação das vias respiratórias, dores no corpo, dores de cabeça, coriza, tosse com ou sem catarro Disseminação: ar via tosse, espirro, catarro, contato com pessoas infectadas Controle: vacina para prevenção

36 Doenças virais de animais/humanos
relacionadas ao ar Sarampo (Morbillivirus) Sintomas: febre, tosse, coriza, conjuntivite, manchas vermelhas pelo corpo todo (coceira generalizada) Disseminação: ar via tosse, espirro, catarro, contato com pessoas infectadas Controle: vacina para prevenção

37 Doenças virais de animais/humanos
relacionadas ao ar Varíola e Varicela (catapora) (Vírus da varíola e varicela) Sintomas: pústulas vermelhas pelo corpo todo (coceira generalizada) Disseminação: ar via tosse, espirro, catarro, contato com pessoas infectadas Controle: vacina para prevenção

38 Doenças de animais/humanos relacionadas ao ar
Meningite – vários tipos, causados por fungos, bactérias, vírus, e parasitas Sintomas: dores de cabeça, rigidez da nuca, febre alta, estado mental alterado, intolerância a luz brilhante e a sons altos Disseminação: pelo ar e em contato com pessoas infectadas Controle: antibióticos e vacinação para prevenção

39 Doenças de animais/humanos relacionadas ao ar
Pneumonia – vários tipos, causados por fungos, bactérias, vírus, e parasitas Sintomas: tosse com catarro amarelo ou sangue, febre alta acompanhada de calafrios, dores no peito, falta de ar, dores de cabeça, perda de apetite, fadiga, náusea, vomito, dores musculares, dores abdominais Disseminação: pelo ar e em contato com pessoas infectadas Controle: antibióticos e vacinação para prevenção

40 Métodos de avaliação da microbiotado ar
Sedimentação Impacto: crivo furo Filtração

41 Sedimentação

42 Impacto - Furo Amostrador de Andersen - 1 estágio

43

44

45 Figuras P-R. Placas removidas de um amostrador de ar Andersen e incubadas a
37 ºC. P: placa do fundo do aparelho. As colônias são do actinomiceto termofílico (Faenia rectivirgula ou Thermoactinomyces vulgaris) que causa a "doença do pulmão do fazendeiro". Q e R: placas da região intermediária do aparelho, com espécies de Aspergillus e Penicillium que se desenvolveram a partir de esporos de cerca de 3-5 µm de diâmetro.

46 Controle das populações microbianas do ar
filtração: filtros HEPA (high efficiency particulate air) radiação desinfetantes/esterilizantes

47

48 Controle das populações microbianas do ar
filtração: filtros HEPA radiação desinfetantes/esterilizantes

49

50 Controle das populações microbianas do ar
filtração: filtros HEPA radiação desinfetantes/esterilizantes

51 Óxido de etileno Anthium dioxide
- Registrado em 1948 nos EUA como um pesticida antimicrobiano - Utilizado para esterilizar material hospitalar, tratar temperos processados e locais de manuseio e preparo de alimentos. - Usado diretamente no estado gasoso, pode agir como desinfetante, fumigante, esterilizante e inseticida - Em 2001, foi usado para esterilizar prédios nos EUA contaminados com esporos de Bacillus anthracis, agente do antrax                                       Óxido de etileno Anthium dioxide

52 RE 09 da ANVISA (BRASIL, 2003). Depende o ambiente
Depende da finalidade do ambiente BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução – RE no 9, de 16 de janeiro de Determina a publicação de Orientação Técnica elaborada por Grupo Técnico Assessor, sobre Padrões Referenciais de Qualidade do Ar Interior, em ambientes climatizados artificialmente de uso público e coletivo


Carregar ppt "Microbiologia do ar: diversidade, disseminação e controle"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google