A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MORTE - DEFINIÇÃO O FIM DA VIDA ANIMAL OU VEGETAL AURÉLIO B. HOLANDA A PARADA TOTAL E IRREVERSÍVEL DAS FUNÇÕES ENCEFÁLICAS EQUIVALE À MORTE, CONFORME CRITÉRIOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MORTE - DEFINIÇÃO O FIM DA VIDA ANIMAL OU VEGETAL AURÉLIO B. HOLANDA A PARADA TOTAL E IRREVERSÍVEL DAS FUNÇÕES ENCEFÁLICAS EQUIVALE À MORTE, CONFORME CRITÉRIOS."— Transcrição da apresentação:

1 MORTE - DEFINIÇÃO O FIM DA VIDA ANIMAL OU VEGETAL AURÉLIO B. HOLANDA A PARADA TOTAL E IRREVERSÍVEL DAS FUNÇÕES ENCEFÁLICAS EQUIVALE À MORTE, CONFORME CRITÉRIOS JÁ BEM ESTABELECIDOS PELA COMUNIDADE CIENTÍFICA MUNDIAL. TRECHO DA RES.CFM 1.480/97 - 8/8/97 CARLOS EID

2 TIPOS NOS PAÍSES ONDE O APH ESTÁ REGULAMENTADO MORTE CLÍNICA: EQUIVALE A PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA MORTE BIOLÓGICA: EQUIVALE A MORTE ENCEFÁLICA MORTE ÓBVIA: DIVERSOS ESTADOS QUE INDIRETAMENTE DEFINEM UMA SITUAÇÃO DE MORTE ENCEFÁLICA CARLOS EID

3 MORTE CLÍNICA - CARACTERÍSTICAS PARADA CARDÍACA E RESPIRATÓRIA IDENTIFICADA PELA AUSÊNCIA DO PULSO E DA RESPIRAÇÃO MIDRÍASE PARALÍTICA APÓS 30 SEGUNDOS DA PARADA CARDÍACA MANOBRAS ADEQUADAS DE REANIMAÇÃO REGRIDEM A MIDRÍASE PODE SER REVERSÍVEL CARLOS EID

4 MORTE BIOLÓGICA CARACTERÍSTICAS MORTE DAS CÉLULAS ENCEFÁLICAS MANOBRAS ADEQUADAS DE REANIMAÇÃO NÃO REGRIDEM A MIDRÍASE É IRREVERSÍVEL OBS: INTOXICAÇÃO POR DROGAS, DIS- TÚRBIOS METABÓLICOS E HIPOTERMIA PODEM SIMULAR OS PARÂMETROS DE LESÃO ENCEFÁLICA IRREVERSÍVEL CARLOS EID

5 MORTE ÓBVIA CARACTERÍSTICAS EVIDENTE ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO DECAPITADA OU SEGMENTADA NO TRONCO ESMAGADA CARBONIZADA ESMAGAMENTO DE CRÂNIO COM PERDA DE MASSA ENCEFÁLICA E AUSÊNCIA DE SINAIS VITAIS RIGOR MORTIS LIVOR MORTIS CARLOS EID

6 MORTE ÓBVIA CARACTERÍSTICAS RIGOR MORTIS: INICIA-SE ENTRE 1 A 6 HORAS PELOS MÚSCULOS DA MASTIGA- ÇÃO E AVANÇA DA CABEÇA AOS PÉS ATINGINDO O MÁXIMO ENTRE 6 A 24 HORAS LIVOR MORTIS: ESTASE SANGUÍNEA DEPENDENTE DA POSIÇÃO DO CADÁVER. MANIFESTA-SE ENTRE 1H30MIN A 2 HORAS, ATINGINDO SEU MÁXIMO ENTRE 8 A 12 HORAS CARLOS EID

7 CONDUTA NO APH A MORTE ÓBVIA PODE SER CARACTERIZADA? NÃO: - INICIE RCP COM OU SEM EQUIPAMENTO - CUIDE DE OUTRAS LESÕES SEGUNDO PROTOCOLOS ESPECÍFICOS - PROVIDENCIE TRANSPORTE SIM: - CONSTATE ÓBITO, E TOME DEMAIS PROVIDÊNCIAS LEGAIS CARLOS EID

8 ADENDO: COMO O FINAL DE UM PROCESSO MÓRBIDO CONHECIDO, A CONDUTA DEPENDERÁ DO PROFISSIONAL QUE ATENDE E DO CONHECIMENTO PRÉVIO QUE TEM DO CASO, NÃO SENDO ESTE ASPECTO TRATADO NESTE CAPÍTULO. MORTE POR DOENÇA CARLOS EID


Carregar ppt "MORTE - DEFINIÇÃO O FIM DA VIDA ANIMAL OU VEGETAL AURÉLIO B. HOLANDA A PARADA TOTAL E IRREVERSÍVEL DAS FUNÇÕES ENCEFÁLICAS EQUIVALE À MORTE, CONFORME CRITÉRIOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google