A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A ÉTICA E O USO DE ANIMAIS EM EXPERIÊNCIAS DE LABORATÓRIO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A ÉTICA E O USO DE ANIMAIS EM EXPERIÊNCIAS DE LABORATÓRIO."— Transcrição da apresentação:

1 A ÉTICA E O USO DE ANIMAIS EM EXPERIÊNCIAS DE LABORATÓRIO

2 Quando um ser humano olhar no olho de um animal e reconhecer nele um ser vivo com direitos, a partir deste momento seremos verdadeiramente humanos. Leonardo da Vinci

3 OBJETIVO DA PESQUISA Definição do Tema e Proposta da Pesquisa; Definição do Tema e Proposta da Pesquisa; Conscientização da Sociedade em Geral; Conscientização da Sociedade em Geral; Aperfeiçoamento da Legislação Vigente; Aperfeiçoamento da Legislação Vigente; Conscientização Disciplinar nas Escolas; Conscientização Disciplinar nas Escolas; Aplicação de Métodos Alternativos. Aplicação de Métodos Alternativos.

4 HISTÓRICO Hipócrates (450 a.C.): pai da medicina Ocidental. Hipócrates (450 a.C.): pai da medicina Ocidental. Galeno (129 – 210 d.C., Roma): 1° a realizar vivissecção com objetivo experimental. Galeno (129 – 210 d.C., Roma): 1° a realizar vivissecção com objetivo experimental. Igreja: grande incentivadora de que as experiências deixassem de ser feitas em humanos e passassem a ser realizadas em animais. Igreja: grande incentivadora de que as experiências deixassem de ser feitas em humanos e passassem a ser realizadas em animais.

5 ANIMAIS UTILIZADOS NAS EXPERIÊNCIAS Ratos Ratos Camundongos Camundongos Cães Cães Gatos Gatos Rãs Rãs Porcos Porcos Ovelhas Ovelhas Macacos Macacos Coelhos Coelhos Cavalos,... Cavalos,...

6

7

8

9

10 VIVISSECÇÃO Conceito: o termo literalmente significa cortar o animal vivo, com vistas a observar um fenômeno, alteração fisiológica ou estudo anatômico. Conceito: o termo literalmente significa cortar o animal vivo, com vistas a observar um fenômeno, alteração fisiológica ou estudo anatômico. Genericamente é utilizado para denominar todos os experimentos laboratoriais realizadas em animais vivos. Genericamente é utilizado para denominar todos os experimentos laboratoriais realizadas em animais vivos.

11

12 TIPOS DE EXPERIMENTOS TESTES

13 Draize Eye Test: Teste de Irritação Ocular Objetivo – avaliar alterações oculares e perioculares provocadas por produtos químicos diversos. Objetivo – avaliar alterações oculares e perioculares provocadas por produtos químicos diversos. Alternativas:+ de 60 métodos. Alternativas:+ de 60 métodos. Ex.: uso de córneas de cadáveres humanos e não humanos, uso de células corneais in vitro. Ex.: uso de córneas de cadáveres humanos e não humanos, uso de células corneais in vitro.

14

15 Draize Skin Test: Teste de Sensibilidade Cutânea Procedimento – raspa-se o local (pele) até ocorrer sangramento. Aplica-se a substância; observa-se enrijecimento cutâneo, úlceras, edemas... Procedimento – raspa-se o local (pele) até ocorrer sangramento. Aplica-se a substância; observa-se enrijecimento cutâneo, úlceras, edemas... Alternativas: Alternativas: Ex.:cultura de células da pele in vitro Ex.:cultura de células da pele in vitro

16

17 DL 50 – DOSE LETAL 50 Procedimento – forçar o animal a ingerir determinada quantidade de substância através de sonda gástrica, ocasionando morte por perfuração, convulsão, dispinéia, diarréia, emagrecimento, coma... Procedimento – forçar o animal a ingerir determinada quantidade de substância através de sonda gástrica, ocasionando morte por perfuração, convulsão, dispinéia, diarréia, emagrecimento, coma... Alternativas: prova de citotoxidade. Alternativas: prova de citotoxidade.

18

19 Outros Procedimentos: Animais em programas espaciais; Animais em programas espaciais; Doenças mentais – eletrochoque; Doenças mentais – eletrochoque; Cirurgias experimentais; Cirurgias experimentais; Experimentos com tabaco e álcool; Experimentos com tabaco e álcool; Experimentação animal na docência; Experimentação animal na docência; Experimentação farmacológica; Experimentação farmacológica; Forças armadas; Forças armadas;

20 ANIMAIS EM PROGRAMA ESPACIAL:

21 COMPORTAMENTO E APRENDIZADO :

22

23 LEGISLAÇÃO VIGENTE Constituição Federal Constituição Federal - Art 225 – Meio Ambiente - §1° Efetividade de proteção (I-VII); - §3° Responsabilizações Penal e Administrativa;

24 Constituição Estadual Constituição Estadual - Art 250 – Meio Ambiente - §1° Tutela; - Art §1° Restauração e Fiscalização – Estado - IV: Promoção da educação ambiental em todos os níveis de ensino e conscientização pública;

25 - VII: Vedação das práticas que coloquem em risco a função ecológica e paisagística, extinção de espécie ou submetam os animais à crueldade;

26 Código Estadual de Proteção aos Animais Código Estadual de Proteção aos Animais - Art 1° - Estatui normas para a proteção dos animais do RS visando a compatibilizar o desenvolvimento sócio-econômico com a preservação ambiental. - Art 2°, I-VII - Art 18 e ss – Da Vivissecção.

27 EMPRESAS QUE UTILIZAM A VIVISSECÇÃO Bausch & Lomb (lentes e óculos Ray-Ban); Bausch & Lomb (lentes e óculos Ray-Ban); Bic Corporation (canetas, lâminas de barbear); Bic Corporation (canetas, lâminas de barbear); Bristol-Myers Squibb Co. (produtos de higiene e limpeza); Bristol-Myers Squibb Co. (produtos de higiene e limpeza); Carlo Erba (medicamentos); Carlo Erba (medicamentos); Calvin Klein (perfumes); Calvin Klein (perfumes); Natura Natura Coty (cosméticos); Coty (cosméticos); Colgate-Palmolive Co. (higiene pessoal); Colgate-Palmolive Co. (higiene pessoal); DelLaboratories (Naturistics); DelLaboratories (Naturistics); EcoLab; EcoLab; Eli Lilly & Co.(Merthiolate e medicamentos); Eli Lilly & Co.(Merthiolate e medicamentos); Elizabeth Arden (cosméticos); Elizabeth Arden (cosméticos); Gessy Lever Gessy Lever

28 ISO 9000 Johnson & Johnson; ISO 9000 Johnson & Johnson; Kimberly-Clark Corp. (Kleenex, Kenko do Brasil, Scott Paper); Kimberly-Clark Corp. (Kleenex, Kenko do Brasil, Scott Paper); L'Oreal (Lâncome, Casting); L'Oreal (Lâncome, Casting); Pennex; Pennex; Schering-Plough (Coppertone); Schering-Plough (Coppertone); Unilever (Gessy Lever, Pounds, Elida Gibs); Unilever (Gessy Lever, Pounds, Elida Gibs); Warner-Lambert (lâminas Schick); Warner-Lambert (lâminas Schick); Whitehall Laboratories (Kolinos). Whitehall Laboratories (Kolinos).

29 EMPRESAS QUE NÃO UTILIZAM A VIVISSECÇÃO Avalon Natural Products (cosméticos); Avalon Natural Products (cosméticos); Avon Products Inc (cosméticos); Avon Products Inc (cosméticos); Beiersdorf (cosméticos); Beiersdorf (cosméticos); Carlson Laboratories (vitaminas); Carlson Laboratories (vitaminas); Cassiopéia (cosméticos, produto de limpeza); Cassiopéia (cosméticos, produto de limpeza); Chanel, Inc. (perfumes, roupas, jóias, cosméticos); Chanel, Inc. (perfumes, roupas, jóias, cosméticos); Christian Dior (perfumes e cosméticos); Christian Dior (perfumes e cosméticos); Clarins of Paris (cosméticos); Clarins of Paris (cosméticos); Clinique Labs (cosméticos); Clinique Labs (cosméticos); Contém 1g (perfumes e cosméticos); Contém 1g (perfumes e cosméticos); Cosinter (cosméticos); Cosinter (cosméticos); Davene (cosméticos); Davene (cosméticos); Dr. Tozzi (cosméticos); Dr. Tozzi (cosméticos); Embelleze (cosméticos e tinturas) Embelleze (cosméticos e tinturas)

30 Farmaervas (cosméticos); Farmaervas (cosméticos); Florestas (cosméticos); Florestas (cosméticos); Gillette Company (pilhas, lâminas de barbear, produtos para escritório); Gillette Company (pilhas, lâminas de barbear, produtos para escritório); Granado (cosméticos, produtos para bebês e pets, produtos de limpeza, vitaminas); Granado (cosméticos, produtos para bebês e pets, produtos de limpeza, vitaminas); Herbalife (suplementos, controladores de peso, cosméticos); Herbalife (suplementos, controladores de peso, cosméticos); Lush (cosméticos); Lush (cosméticos); Mahogany (cosméticos); Mahogany (cosméticos); Norelco (barbeadores); Norelco (barbeadores); Revlon (cosméticos); Revlon (cosméticos); Rosatex (produtos de limpeza); Rosatex (produtos de limpeza); Santher (papel higiênico, absorventes e lenços); Santher (papel higiênico, absorventes e lenços); Skala (cosméticos); Skala (cosméticos); St. Ives (cosméticos); St. Ives (cosméticos); The Body Shop; The Body Shop; The Wella Corporation (tinturas e cosméticos); The Wella Corporation (tinturas e cosméticos); Victoria Secrets (lingerie e cosméticos); Victoria Secrets (lingerie e cosméticos); Welleda (cosméticos); Welleda (cosméticos); Ypê(produtos de limpeza). Ypê(produtos de limpeza).

31 PÓS VIVISSECÇÃO

32

33

34

35

36

37

38 ALTERNATIVAS TECNOLÓGICAS CDs Roms CDs Roms Modelos Anatômicos Modelos Anatômicos Vídeos Interativos Vídeos Interativos Tecnologia in vitro (cultura de células, tecidos e órgãos) Tecnologia in vitro (cultura de células, tecidos e órgãos) Estudos Epidemiológicos Estudos Epidemiológicos Estudos Clínicos e Autópsias Estudos Clínicos e Autópsias

39 Simulação de Computadores e Modelos Matemáticos Cultura de bactérias e Protozoários Tecnologia DNA Recombinante Cromatografia Espectrometria de Massas Medicina Preventiva Métodos Alternativos na Docência.

40 Proposta Maior fiscalização e aplicação da legislação vigente no Estado; Maior fiscalização e aplicação da legislação vigente no Estado; Introdução da Disciplina Educação e meio ambiente nas escolas, a partir do ensino fundamental, a fim de educar e conscientizar os alunos a cuidar da fauna e flora. Introdução da Disciplina Educação e meio ambiente nas escolas, a partir do ensino fundamental, a fim de educar e conscientizar os alunos a cuidar da fauna e flora.

41 ESTATÍSTICA EUA: 17 a 70 milhões de animais utilizados ao ano (não incluindo: camundongos, ratos e aves – 80 a 90% dos experimentos). EUA: 17 a 70 milhões de animais utilizados ao ano (não incluindo: camundongos, ratos e aves – 80 a 90% dos experimentos).

42 DEPOIMENTOS...O ser humano não pode ter benefícios através do sofrimento de outras espécies (...) Dentro desse espírito humanitário, se somos animais nobres, superiores, devemos ter a capacidade de cuidar, preservar e zelar pelas outras espécies. Isso é que fará o planeta continuar. Se não tivermos essa capacidade vamos nos extinguir junto com os outros....O ser humano não pode ter benefícios através do sofrimento de outras espécies (...) Dentro desse espírito humanitário, se somos animais nobres, superiores, devemos ter a capacidade de cuidar, preservar e zelar pelas outras espécies. Isso é que fará o planeta continuar. Se não tivermos essa capacidade vamos nos extinguir junto com os outros. (Ivo Pitanguy)

43 Um dia a experimentação animal será considerada tão absurda, tão inaceitável como hoje nos é a idéia do holocausto, da escravidão, da inquisição...


Carregar ppt "A ÉTICA E O USO DE ANIMAIS EM EXPERIÊNCIAS DE LABORATÓRIO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google