A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

05.06.2013 Paulo Simão Presidente da CBIC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "05.06.2013 Paulo Simão Presidente da CBIC."— Transcrição da apresentação:

1 Paulo Simão Presidente da CBIC

2 REPRESENTANTE NACIONAL E INTERNACIONAL DAS ENTIDADES EMPRESARIAIS DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E DO MERCADO IMOBILIÁRIO A Câmara Brasileira da Indústria da Construção - CBIC, foi fundada em 1957,com o objetivo de tratar de questões ligadas à Indústria da Construção e ao Mercado Imobiliário, e de ser a representante deste setor no Brasil e no exterior.

3 62 26 SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E CÂMARAS entidades estados e DF
Segmentos da construção Obras rodoviárias Sediada em Brasília, a CBIC reúne 62 sindicatos e associações patronais do setor da construção, das 27 unidades da Federação. A Câmara representa politicamente o setor e promove a integração da cadeia produtiva da construção, em âmbito nacional, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do País. Possui hoje cerca de empresas associadas direta e indiretamente. estados e DF Mercado imobiliário Saneamento

4 É NECESSÁRIO PENSAR O DESENVOLVIMENTO DE FORMA INTEGRADA
Ambiente e a Ecologia (planet) Justiça social (people) Desenvolvimento Econômico no sentido do comercio justo e do trabalho digno (prosperity)

5 DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
Construção Sustentável: “a forma através da qual a indústria da construção assenta as bases para conseguir o desenvolvimento sustentável” O conceito é recente, a mudança é lenta, mas a conscientização é crescente; Substâncias consideradas inofensivas (Ex: CO2 e Metano) passaram a vilões; A escala impactos foi alterada de milênios e séculos para poucas décadas e, até, anos.

6 PROJETO CBIC CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL 6

7 PROGRAMA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL
Objetivos Definir diretrizes, prioridades e práticas que façam da Construção Sustentável uma realidade no Brasil. Estabelecer comunicação aberta e transparente com a sociedade em geral, ONG’s e Governo para superar os desafios da sustentabilidade do Setor da Construção. Subsidiar os governos com informações e ou elementos capazes de induzir a elaboração de políticas públicas.

8 ESTRUTURAÇÃO CONSELHO ESTRATÉGICO GRUPO GESTOR Compostos por:
Responsável pela definição das diretrizes do Programa Validar os temas estratégicos e meios propostos Definir objetivos e validar os planos de ação Compostos por: Empresários; Organizações Não Governamentais; Academia; Organizações da Sociedade Civil. GRUPO GESTOR Responsável pelo gerenciamento e implantação do Programa

9 PROGRAMA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL

10 INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE
A inovação tecnológica é o principal vetor de indução para realizar construções sustentáveis, pois: Reduz as perdas na produção; Melhora a qualificação do trabalhador; Exige maior qualidade e vida útil dos materiais utilizados. 4/15

11 PROJETO CBIC Inovação Tecnológica 11

12 SOBRE O PIT28 3ª - difusão e novas ações (2012/2013);
O Programa Inovação Tecnológica na Construção é uma iniciativa da CBIC - Câmara Brasileira da Indústria da Construção visando estudar, analisar e definir diretrizes para o desenvolvimento, difusão e avaliação de inovações tecnológicas na construção civil brasileira. 3 fases: 1ª- levantamento, estudos e análises iniciais (2008/2009); 2ª - desenvolvimento de ações e aperfeiçoamento dos estudos e análise (2010/2011); 3ª - difusão e novas ações (2012/2013);

13 SOBRE O PIT28 Projetos: 6. Capacitação para a inovação Tributação
SiNAT Inovação em obras públicas Códigos de obras 5. Difusão da inovação 6. Capacitação para a inovação 7. Ciência e Tecnologia para a inovação 8. Conhecimento para a inovação 9. Modulação 10. Comitês Estaduais

14 Parque de Inovação e Sustentabilidade do Ambiente Construído
PROJETO CBIC PISAC Parque de Inovação e Sustentabilidade do Ambiente Construído 14

15 SOBRE O PISAC Objetivos
Fazer a integração da pesquisa com mercado e poder publico Descentralizar, agilizar e democratizar as tecnologias existentes e inovação Desenvolver, testar e demonstrar métodos e tecnologias inovadoras, de baixo custo e sustentáveis. Focar inicialmente: Habitação de Interesse Social

16 SOBRE O PISAC Estratégia de funcionamento:

17 SOBRE O PISAC

18 PROJETO DE AVALIAÇÃO DO CICLO DE VIDA 18

19 PROJETO ACV O GT 2 Construção:
Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida (PBACV): Iniciativa do Inmetro, MDIC e IBICT (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia) em parceria com o setor produtivo e a academia. O GT 2 Construção: Coordenado pela CBIC em parceria com a UnB apresentou suas metas e submetas, bem como as metas que iniciaram suas atividades (Quadro 1).

20 PROJETO ACV Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida (PBACV):
Quadro 1: Metas e submetas GT2 Construção Meta 1: Levantamento do estado da arte da ACV aplicada a Construção no Brasil; Meta 2: Definição do modelo tecnológico de ACV para a Construção; Iniciada Submeta 2‐1: Levantamentos dos modelos tecnológicos de ACV na Construção no mundo; Submeta 2‐2: Definição do modelo tecnológico de ACV para a Construção no Brasil; Meta 3: Inventários do Ciclo de Vida de Produtos

21 PROJETO CBIC O DESAFIO DE PENSAR O FUTURO DAS CIDADES 21

22 O DESAFIO DE PENSAR AS CIDADES
A CBIC busca contribuir nas soluções para o futuros das cidades induzindo-as a buscar um Novo Modelo de Gestão Urbana onde – assim como as escolas de samba – um “enredo” lhes confira identidade e vocação.

23 O DESAFIO DE PENSAR AS CIDADES
O modelo está baseado em cindo eixos: Escutar o cidadão [ouvir]; Identificar a vocação da cidade e definir o enredo [planejar]; Governar com eficácia [gerenciar]; Assegurar a continuidade das ações.

24 O DESAFIO DE PENSAR AS CIDADES
Objetivo final: Sensibilizar a sociedade (o cidadão) a tornar-se um protagonista do seu futuro em um papel de cumplicidade com o desenvolvimento sustentável de sua cidade e não um refém das mudanças impostas.

25 PODE SER CONSIDERADO O MAIOR PROJETO SUSTENTÁVEL DO GOVERNO FEDERAL
EXEMPLO: MINHA CASA MINHA VIDA Antes do PMCMV: 87% de habitações (até 3 SM) > AUTOGESTÃO Ganhos: Processo Industrializado – diminuição de perdas – menor geração de resíduos Mão de obra formal Investimentos na formação de mão de obra Investimentos em novas tecnologias PODE SER CONSIDERADO O MAIOR PROJETO SUSTENTÁVEL DO GOVERNO FEDERAL

26 PROJETO CBIC PESQUISA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA (CBIC/SENSUS)
Será divulgada em breve pela CBIC pesquisa com o mercado consumidor que demonstra que mais de 80% dos entrevistados consideram positivas as inovações tecnológicas na construção de imóveis, mas o “preço” ainda é a principal dificuldade de acesso as novas tecnologias. 26

27 “O grande desafio é a universalização do conhecimento e da cultura da sustentabilidade”

28 Construção Civil Rumo a Sustentabilidade
Câmara Brasileira da Indústria da Construção Tel.: (61) Fax: (61)


Carregar ppt "05.06.2013 Paulo Simão Presidente da CBIC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google