A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Recifes de Corais: ilustres desconhecidos. De cada quatro espécies marinhas, uma vive em ambientes recifais (incluindo 65% dos peixes).

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Recifes de Corais: ilustres desconhecidos. De cada quatro espécies marinhas, uma vive em ambientes recifais (incluindo 65% dos peixes)."— Transcrição da apresentação:

1 Recifes de Corais: ilustres desconhecidos

2 De cada quatro espécies marinhas, uma vive em ambientes recifais (incluindo 65% dos peixes).

3 Anêmona-do-mar Anêmona-do-mar Medusa ou água-viva Medusa ou água-viva Zooantídeo Anemona passiflora Cassiopea sp

4 350 espécies diferentes de corais Peixe-Dragão-Leão Peixe-Dragão-Leão Moréia pintada Moréia pintada

5 gorgónias-leque gorgónias-leque Algas simbióticas nos tecidos de um bivalve Algas simbióticas nos tecidos de um bivalve

6 Recife de corais em Cuba

7 Que benefícios nos trazem os recifes: 1. Constituem uma barreira contra a força das ondas evitando a erosão; 1. Constituem uma barreira contra a força das ondas evitando a erosão; 2. Constituem uma fonte de proteínas para a dieta alimentar da população costeira - calcula-se que num km2 d recife de coral produzem cerca de 30 toneladas de pescado por ano; 2. Constituem uma fonte de proteínas para a dieta alimentar da população costeira - calcula-se que num km2 d recife de coral produzem cerca de 30 toneladas de pescado por ano; 3. Propiciam alimento, abrigo e protecção a cerca de um milhão de espécies marinhas, sendo um importante viveiro para os peixes em crescimento; 3. Propiciam alimento, abrigo e protecção a cerca de um milhão de espécies marinhas, sendo um importante viveiro para os peixes em crescimento; 4. Proporcionam empregos através da pesca e da indústria do turismo; 4. Proporcionam empregos através da pesca e da indústria do turismo; 5. são importante atrativo turístico para os mergulhadores que querem vê-los, filmar e tirar fotografias; 5. são importante atrativo turístico para os mergulhadores que querem vê-los, filmar e tirar fotografias; 6. São fonte de substâncias com valor medicinal. 6. São fonte de substâncias com valor medicinal.

8 Degradação cerca de 27% dos recifes de coral do mundo estão definitivamente perdidos. cerca de 27% dos recifes de coral do mundo estão definitivamente perdidos. Se as atividades predatórias continuarem no mesmo ritmo, sem nenhuma ação remediadora, o GCRMN* calcula que a parcela de recifes perdidos atingirá o alarmante índice de 40% até * Global Coral Reef Monitorinng Network – GCRMN, uma rede de governos, organizações não-governamentais (ONGs) Se as atividades predatórias continuarem no mesmo ritmo, sem nenhuma ação remediadora, o GCRMN* calcula que a parcela de recifes perdidos atingirá o alarmante índice de 40% até * Global Coral Reef Monitorinng Network – GCRMN, uma rede de governos, organizações não-governamentais (ONGs)

9 A degradação dos recifes de corais está intimamente ligada às atividades humanas e econômicas A degradação dos recifes de corais está intimamente ligada às atividades humanas e econômicas O aquecimento dos oceanos, resultado de mudanças climáticas, causam o grave impacto de expulsão de algas, as zooxantelas, que habitam os recifais. Este efeito se chama branqueamento. O aquecimento dos oceanos, resultado de mudanças climáticas, causam o grave impacto de expulsão de algas, as zooxantelas, que habitam os recifais. Este efeito se chama branqueamento.

10 E as ações antrópicas? Os corais são partidos e colhidos para serem vendidos aos turistas; Os corais são partidos e colhidos para serem vendidos aos turistas; Âncoras são atiradas sobre os recifes de coral; Âncoras são atiradas sobre os recifes de coral; Métodos destrutivos de pesca, como a dinamite e os venenos; Métodos destrutivos de pesca, como a dinamite e os venenos; A pesca ostensiva de algumas espécies com a retirada de demasiados exemplares de apenas uma espécie cria desequilíbrios entre os seres vivos de um recife de coral; A pesca ostensiva de algumas espécies com a retirada de demasiados exemplares de apenas uma espécie cria desequilíbrios entre os seres vivos de um recife de coral; A poluição das águas que circundam os corais provocada pelos esgotos das cidades, fábricas, pelo combustível dos barcos ou simples lixo podem levar à morte destes organismos. A poluição das águas que circundam os corais provocada pelos esgotos das cidades, fábricas, pelo combustível dos barcos ou simples lixo podem levar à morte destes organismos.

11 Para agravar a situação O impacto ambiental negativo nos recifes de corais vem acompanhado de uma crise social, principalmente em relação às populações costeiras. O impacto ambiental negativo nos recifes de corais vem acompanhado de uma crise social, principalmente em relação às populações costeiras. Quase meio bilhão de pessoas vive num raio de 100 quilômetros de um recife de coral e muitos dependem deles para alimentação e geração de renda. Quase meio bilhão de pessoas vive num raio de 100 quilômetros de um recife de coral e muitos dependem deles para alimentação e geração de renda. Cerca de um quarto do pescado dos países em desenvolvimento, inclusive o Brasil, é proveniente de áreas de coral. Cerca de um quarto do pescado dos países em desenvolvimento, inclusive o Brasil, é proveniente de áreas de coral. Na Ásia, este pescado é a base da alimentação de um bilhão de pessoas. Na Ásia, este pescado é a base da alimentação de um bilhão de pessoas.

12 No Brasil, estima-se que cerca de 18 milhões de pessoas dependem direta ou indiretamente desses ambientes. No Brasil, estima-se que cerca de 18 milhões de pessoas dependem direta ou indiretamente desses ambientes. os recifes de corais também protegem as praias da erosão e ajudam a produzir as areias finas que as tornam atraentes para o turismo, os recifes de corais também protegem as praias da erosão e ajudam a produzir as areias finas que as tornam atraentes para o turismo, RESUMINDO RESUMINDO Em geral, os bens e serviços gerados pelos recifes foram avaliados, com dados de 1997, em US$375 bilhões anuais. Em geral, os bens e serviços gerados pelos recifes foram avaliados, com dados de 1997, em US$375 bilhões anuais.

13 Existem medidas que podem ajudar a proteger os recifes de corais? Criação e manutenção de parques marinhos, reservas biológicas e áreas de proteção ambiental; Criação e manutenção de parques marinhos, reservas biológicas e áreas de proteção ambiental; Regulamentação e fiscalização da pesca; Regulamentação e fiscalização da pesca; Educação ambiental; Educação ambiental; Turismo ecológico; Turismo ecológico; Gestão integrada dos ambientes recifais, envolvendo a comunidade; Gestão integrada dos ambientes recifais, envolvendo a comunidade; Pesquisa; Pesquisa; Restauração de áreas degradadas. Restauração de áreas degradadas.

14 As unidades de conservação que estão envolvidas no projeto são: Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais (unidade federal - IBAMA Área de Proteção Ambiental de Piaçabuçu (unidade federal - IBAMA) Área de Proteção Ambiental Estadual Ponta da Baleia/Abrolhos (unidade estadual - Bahia)

15 Área de Proteção Ambiental Estadual dos Recifes de Corais (unidade estadual - RN) Parque Marinho Municipal do Recife de Fora (unidade municipal Porto Seguro Bahia) Parque Estadual Marinho do Parcel Manoel Luis (unidade estadual - MA) Parque Nacional Marinho de Abrolhos (unidade federal - IBAMA) Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (unidade federal - IBAMA) Reserva Extrativista Marinha de Corumbau (unidade federal - IBAMA)

16 Reserva Biológica do Atol das Rocas (unidade federal - IBAMA)

17

18

19 Pólipo de coral mole

20

21

22

23

24

25 Celernia sp Phalium glaucum Stenopus hispidusEunice scemacephala Lyropecten nodosus

26

27

28 Colônia de Mussismilia hispida Palythoa caribaeorum (zooantídeo) Coral Madracis decactis

29 estrela-do-mar predadora coroa de espinhos (Acanthaster planci), capaz de destruir 38 quilômetros de recife em pouco mais de dois anos. União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), aponta espécies criticamente ameaçadas dez espécies das ilhas Galápagos (Equador) correm risco. o coral Floreana (foto) e o coral de Wellington e a Polycyathus isabela,

30


Carregar ppt "Recifes de Corais: ilustres desconhecidos. De cada quatro espécies marinhas, uma vive em ambientes recifais (incluindo 65% dos peixes)."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google