A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fórum Saúde da Mulher no Século XXI Avanços e Desafios MASTOLOGIA UNIFESP HOSPITAL PÉROLA BYINGTON Luiz Henrique Gebrim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fórum Saúde da Mulher no Século XXI Avanços e Desafios MASTOLOGIA UNIFESP HOSPITAL PÉROLA BYINGTON Luiz Henrique Gebrim."— Transcrição da apresentação:

1 Fórum Saúde da Mulher no Século XXI Avanços e Desafios MASTOLOGIA UNIFESP HOSPITAL PÉROLA BYINGTON Luiz Henrique Gebrim

2 Sáude da Mulher no Século XXI Desafios Não adoecer (núcleo urbano, familiar, dieta, atividade física) Educação e Prevenção (drogas, acidentes, morte materna e câncer) Acesso e equidade (diagnóstico resolutivo e tratamento imediato às doenças CV e câncer)

3 Saúde da Mulher no Século XXI Desafios do CRSM Alta complexidade em Ginecologia Projeto Bem Me Quer (Violência Sexual) Reprodução Humana Endometriose e Cirurgias Endoscópicas Detecção precoce do câncer (CARE)

4 Projeto Bem Me Quer (Hospital Perola Byington) Secretarias de Segurança Pública e Saude Número de atendimentos /ano

5 Principais causas de mortes entre mulheres no Brasil

6 Incidência mundial de câncer na população 5002500500250 ( X 1.000) Menos desenvolvidosDesenvolvidos 27 53 72 39 65 54 117 132 75 101 192 161 154 379 48 35 24 61 47 66 16 33 113 91 125 175 291 91 579 471 Bexiga Tiróide Bucal Pâncreas Leucemia NHL Esôfago Fígado Corpo do útero Ovário Estômago Pulmão Cólon Colo uterino Mama Mulheres (WHO,2011)

7 Câncer de mama no Brasil Casos Avançados (EIII =56%, mortalidade 35-51%). Falta de prioridades regionais (Universidades, Sociedades Médicas ) Despreparo Médico Recursos sub-utilizados Baixa Resolutividade Má distribuição

8 Sobrevida conforme o diâmetro do tumor (cm) Fisher et al, 2005 (anos) Câncer de mama 23 46 76 (%) 90 Tumores palpáveis

9 Tempo para biópsia em mulheres sintomáticas Câncer de mama Eventos(dias) Sintomas30-120 Consulta20-40 Exames20-60 Especialista35-60 Biópsia45 Terapêutica30-90 Total180 (Gebrim et al, 1998; Maia et al,2006)

10 Gastos com atendimento oncológico pelo SUS no Estado de São Paulo 0 50 100 150 200 250 19992001200320052007 QTAIHRT (milhões) (Datasus-2008)

11 Câncer de mama no Brasil Casos Novos EstadosCapitalInteriorTotal São Paulo 5.940 9.70015.640 Rio 4.160 3.520 7.680 RGS 950 3.930 4.880 MG 860 3.420 4.280 Paraná 700 2.310 3.010 Total17.40032.00049.400 ( Min. Saúde-2010)

12 Centro de Alta Resolutividade CARE (Hosp. Pérola Byington)

13 Biópsias mamárias ambulatoriais

14 Impacto do atendimento resolutivo no estadiamento do câncer de mama no Hospital Pérola Byington (N= 42.561, 3.455 canceres) Resolução = 86,9% RE de mortalidade = 19,2% (688 vidas salvas) Encaminhamentos desnecessários = 14.758 Estádios

15 Número de pacientes com câncer de mama e estadiamento clínico

16

17

18 Cirurgias Conservadoras/ano Hospital Pérola Byington-SP

19 Avanços na detecção precoce do câncer de mama no Brasil Fase 1 Diretrizes e capacitação Acesso imediato Prioridades regionais Resolutividade e Equidade Biópsia (2 a 7 dias) Início do tratamento (30 dias) Fase 2 Rastreamento mamográfico Medicamentos de alto custo LHGebrim

20 Para correr ou voar é preciso antes saber caminhar Obrigado


Carregar ppt "Fórum Saúde da Mulher no Século XXI Avanços e Desafios MASTOLOGIA UNIFESP HOSPITAL PÉROLA BYINGTON Luiz Henrique Gebrim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google